Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prisão de Nelson Goetten é mantida

22 de julho de 2011 0

A justiça negou a Nelson Goetten nesta tarde a substituição da prisão provisória por medidas cautelares. O pedido havia sido feito pela defesa do ex-deputado, que solicitou a reavaliação do processo diante da nova lei penal, que prevê alternativas à detenção. Goetten está preso desde 30 de maio, por suspeita de estupro e aliciamento de adolescentes.

A decisão foi tomada hoje pelo juiz da Vara Criminal de Itapema, Paulo Eduado Huergo Farah, e se estende ao monitor de fanfarras Gilberto Orsi e à vendedora de lingeries Cristiane Alves, que também estão presos porque teriam ajudado a arranjar os supostos encontros entre as adolescentes e o ex-deputado.

A assessoria da Vara Criminal não informou quais foram os argumentos usados pelo juiz para negar a liberdade aos três porque o processo corre em segredo de justiça.

O advogado de Goetten e Cristiane, Roberto Fernandes, já havia dito no início da semana que em caso de resposta negativa ao pedido de substituição da prisão entraria com um novo habeas corpus. O primeiro foi negado pelo Tribunal de Justiça no final de junho.

O advogado de Orsi, Marcos Aurélio Zimmermann, não foi localizado.

Envie seu Comentário