Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mulher é decapitada pelo marido após morte por sufocamento

01 de novembro de 2011 4

A Polícia Militar prendeu um homem de 28 anos na manhã desta terça-feira no Bairro São João, em Itajaí. Aos policiais, ele confessou ter matado a própria mulher sufocada. Depois, teria decapitado a vítima e jogado a cabeça no lixo. O restante do corpo foi escondido atrás do guarda-roupa da casa onde os dois moravam.

O crime foi descoberto por volta das 6h30min desta terça-feira. Um catador de latinhas vasculhava o lixo na frente da casa onde ocorreu o assassinato, quando encontrou a cabeça da vítima. Ele chamou a Polícia Militar. Os policiais entraram na casa e encontraram o suspeito dormindo. Ao ser questionado sobre a existência da cabeça no lixo, ele confessou o crime.

_Ele falou que a vítima era sua esposa. Disse que matou ela sufocada no domingo de manhã. À noite teria cortado a cabeça com uma faca de cozinha. O suspeito afirmou que a intenção era jogar o restante do corpo no rio, mas ele não conseguiu por conta do peso_ relata o tenente Paulo Ramos dos Santos.

Após confessar o crime, o autor indicou o local onde escondeu o restante do corpo. Estava atrás do guarda-roupa, dentro de uma sacola.

Vizinhos contaram aos policiai militares que as brigas entre o casal eram frequentes. De acordo com a Polícia Militar, desde 2006 a vítima, de 29 anos, vinha registrando Boletim de Ocorrência contra as agressões e ameaças do marido. O caso está nas mãos da Divisão de Investigações Criminais da Polícia Civil (DIC).

Comentários (4)

  • André Silva diz: 1 de novembro de 2011

    O que me revolta ainda mais, é que a vítima, vinha registrando B.O contra as agressões e ameaças do marido.

    Portanto, não considero o marido culpado, mas sim o poder judiciário, que não tomou as devidas providencias.

    Srs. Delegados, Juízes, Promotores, e toda a trupe da justiça, durmam com mais essa morte nas suas costas. Somente pessoas muito desprezíveis não se importariam com isso.

  • Patrícia diz: 1 de novembro de 2011

    Infelizmente, este é o país que vivemos, enquanto os nossos governantes não mudarem as leis e penas, sempre teremos este tipo de informações à serem divulgadas em nossos jornais.
    Agora com certeza este cidadão ficará alguns dias na cadeia e logo será solto, pois agora a nossa lei beneficia os bandidos e prejudicam as vítimas e suas famílias.

  • Rosy diz: 1 de novembro de 2011

    Vinha registrando o B.O mas não se separava, nem saía da casa? De que adianta então fazer o B.O?

  • Blumenauer diz: 1 de novembro de 2011

    Chega a ser ridículo. O que uma mulher que denuncia seu marido pensará ao ler esta matéria? Falência moral de nossa nação!

Envie seu Comentário