Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Botos aparecem mortos em Balneário Camboriú e preocupam especialista

16 de novembro de 2011 1

O aparecimento de três botos mortos em praias de Balneário Camboriú, nos últimos 30 dias, deixa em alerta os pesquisadores. Os animais já chegaram à praia sem vida e apenas um deles passou pela análise de um especialista.

Biólogo e doutor em Oceanografia, o professor da Univali André Silva Barreto diz que a mortalidade dos botos não é comum, e pode estar associada a alguma doença, à pesca ou a algum desequilíbrio ambiental.

- O aparecimento de três animais em um mês pode indicar que algo está ocorrendo.

O último boto a ser encontrado em Balneário Camboriú apareceu no sábado na Praia do Coco, e deverá ser recolhido pela Univali na manhã de quinta-feira. Nesta quarta, Barreto esteve no local para avaliar o animal. Descobriu tratar-se de um macho adulto, com cerca de três metros de comprimento, da espécie tursiops truncatus, que é conhecida como boto flíper ou boto da tainha.

O último nome ele ganhou pela fama de bom pescador. Conhecido por apreciar tainhas, o boto costuma aparecer próximo aos cardumes. Em Laguna, no Sul do Estado, a espécie costuma auxiliar os pescadores na captura do peixe.

Como o animal já estava em avançado estado de decomposição, não foi possível uma análise que indicasse as causas da morte. Aparentemente, ele tinha um ferimento na boca, que pode ter sido causado ao enroscar-se numa rede de pesca.

Leia reportagem completa na edição desta quinta-feira do Jornal de Santa Catarina

Comentários (1)

  • Inara diz: 17 de novembro de 2011

    Claro tadinho, ou foi rede de pesca ou poluição…e o que é triste é que as autoridades nem se preocupam em despoluir, que é uma controvérsia já que nossa cidade vive do Turismo…uma boçalidade!!!

Envie seu Comentário