Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Balneário Camboriú: Vereadores de oposição trancam pauta para forçar reajuste dos médicos

14 de dezembro de 2011 0

Vereadores da bancada de oposição de Balneário Camboriú decidiram trancar a pauta e não votar os projetos de lei apresentados pelo Executivo até que a prefeitura encaminhe uma proposta de aumento salarial aos médicos da rede municipal de saúde. A categoria está em greve há uma semana, pedindo reajuste de R$ 1,7 mil para R$ 3,3 mil por 20 horas de trabalho semanais.

A oposição conta com cinco vereadores – metade do total. O número é suficiente para impedir a votação. A recusa dos parlamentares em analisar os projetos pode resultar em atraso na análise de pautas importantes, como a lei orçamentária do município, que indica os investimentos a serem feitos no próximo ano, e a polêmica lei que altera artigos que regulamentam a Guarda Municipal Armada de Balneário Camboriú.

Na sessão de terça-feira à noite, o líder da bancada de oposição, vereador Claudir Maciel (PSD), pediu vista ao projeto da guarda. Foi o quarto desde que o projeto entrou em votação, em novembro.

Maciel pretende protocolar, ainda esta semana, um projeto substitutivo ao enviado pelo Executivo, tirando alguns dos pontos que mais têm gerado controvérsias. Na lista dos artigos a serem excluídos está a possibilidade dos guardas levarem as armas para casa, a proibição de greve, a autorização para aplicarem multas de trânsito, a obrigatoriedade de baterem continência aos superiores e a possibilidade de fazerem guarda pessoal do prefeito e vice.

_ Vou abrir o projeto para assinatura dos demais vereadores de oposição _ afirma Maciel.

Envie seu Comentário