Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Deap desativa unidade prisional em Balneário Piçarras

20 de janeiro de 2012 0

O Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap) desativou, na  quinta-feira, a Unidade Prisional Avançada (UPA) que funcionava em Balneário Piçarras. Durante a semana, os 44 presos foram transferidos para presídios em São Francisco do Sul, Barra Velha e Itajaí. O motivo do fechamento, segundo a direção do órgão estadual, seria uma estratégia para evitar desperdício de recursos públicos.
_ Havia poucos presos e muitos funcionários. Eram 15 agentes para uma unidade com 44 internos. Com este mesmo número de agentes consigo manter uma unidade com 100 presos _ afirma o diretor do Deap, Leandro Soares Lima.
O problema da UPA de Balneário Piçarras estaria na precariedade da construção. A unidade, que funcionava junto à delegacia do município, tinha capacidade para 12 detentos – mas abrigava quase o triplo. A detenção funcionava na área central da cidade, próxima a residências e a uma escola.
_ Não é o local adequado, não havia segurança _ diz o delegado da Polícia Civil Procópio Batista da Silveira Neto.
No final de semana, dias antes da transferência, presos haviam feito um princípio de rebelião que mobilizou a polícia e os agentes prisionais. Os primeiros detentos começaram a ser levados para outras unidades logo após o motim.

Leia reportagem completa na edição deste final de semana do Jornal de Santa Catarina

Envie seu Comentário