Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Balneário Camboriú decide não pagar os fogos de artifício que não estouraram no Réveillon

27 de janeiro de 2012 0

A prefeitura de Balneário Camboriú concluiu, 20 depois da abertura de sindicância para apurar os motivos que impediram a queima total dos fogos de artifício na festa de Réveillon, que não pagará a parcela final da contratação do serviço. Dos mais de R$ 1,1 milhão do custo total, 60% já foi quitado, restando os outros 40%.

- Depois de analisar a defesa feita pela empresa, a comissão formada para averiguar o caso entendeu que não faz sentido pagar por um serviço que não foi prestado a contento. Entendemos que foi uma situação atípica, causada pelo tempo, por isso nenhuma outra medida será aplicada – afirma o Procurador do Município, Marcelo Freitas.

Além de não pagar os 40%, a prefeitura pedirá restituição de 10% do valor total, sob alegação de que somente metade do serviço foi prestado pela Vision Show Group, empresa contratada para fazer o show de fogos na Praia Central.

- Das seis balsas instaladas, somente três estouraram como o previsto. Baseado nisso, conclui-se que somente 50% foi prestado – fala o procurador.

A notificação já foi encaminhada via Correios para a Vision Show Group. Assim que receber o documento, a empresa terá 15 dias para recorrer ou aceitar a decisão.

Diretor da empresa responsável pelo show pirotécnico de Balneário Camboriú, Marcelo de Andrade, disse nesta sexta-feira que ainda não tinha conhecimento da notificação. Andrade estava em viagem e preferiu não comentar o fato antes de tomar conhecimento da decisão da Prefeitura.

Envie seu Comentário