Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Brasil poderá ter barco de fabricação catarinense na próxima edição da Volvo Ocean Race

03 de maio de 2012 0

A possibilidade do Brasil ter novamente um representante entre os veleiros que disputam a Volvo Ocean Race – o que não ocorre desde a edição 2005/2006 – veio à tona esta semana. Uma matéria divulgada pelo site Lancenet informa que um barco brasileiro competirá na próxima edição da regata, 2014/2015. O projeto seria capitaneado pela empresa IMX, que pertence ao empresário Eike Batista, e a produção do veleiro pode ocorrer em Santa Catarina.

Por enquanto, a IMX não confirma nem nega que o projeto esteja em andamento. Apesar do silêncio da empresa, o fato é que, ainda durante a passagem da Volvo Ocean Race por Itajaí, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, participou de uma reunião em que a ideia foi apresentada pela IMX a possíveis investidores.

Embora não revele detalhes das negociações, Bornhausen diz que há possibilidade de uma produção catarinense, o que mostraria ao mundo o potencial dos estaleiros no Estado.

_ Sou um entusiasta do projeto, que pode mostrar a força de nossa indústria náutica _ diz Bornhausen.

Segundo a matéria publicada pelo site, a previsão de orçamento para a construção do barco seria de 25 milhões de euros, o que equivale a R$ 64 milhões.

(Leia matéria completa na edição de sexta-feira do Jornal de Santa Catarina)

Envie seu Comentário