Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Saúde"

Itajaí: Começa a demolição do Pronto Socorro do Hospital Marieta Konder Bornhausen

29 de junho de 2012 0

Começou na manhã desta sexta-feira, dia 29, a demolição do prédio do Pronto Socorro e da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí. A demolição está sendo realizada para viabilizar o início das obras do Complexo Madre Teresa.

A partir de agora, a entrada da Unidade de Urgência e Emergência será realizada por onde funcionava o setor de Internação, com acesso pela Avenida Sete de Setembro. Neste local também será realizada a entrada de pacientes da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, Ambulatório de Especialidades, Endoscopia, PHD e Centro de Diagnóstico por Imagem.

O setor de internação de pacientes eletivos foi transferido para a entrada principal do Hospital, na Avenida Marcos Konder.

As mudanças acontecem em função da construção do Complexo Madre Teresa, que terá 15 pavimentos e contará com 200 novos leitos. O Centro Cirúrgico terá sete novas salas de cirurgia e setores como o Centro de Diagnóstico Por Imagem, Centro Obstétrico, Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, Ambulatório de Especialidades e Pronto Socorro também serão ampliados para aumentar a oferta e a qualidade dos serviços prestados.

Hospital Marieta remaneja setores para o início das obras do Complexo Madre Teresa

20 de junho de 2012 0

A direção do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, no Centro de Itajaí, começa nesta quarta-feira, o remanejamento de alguns setores da unidade para que as obras do Complexo Madre Teresa possam iniciar.

A partir da próxima semana a entrada da unidade de urgência e emergência será realizada por onde hoje funciona o setor de internação, com acesso pela Avenida Sete de Setembro. As clínicas do Sistema Único de Saúde (SUS) também serão remanejadas. O setor de internação de pacientes eletivos será transferido para a entrada principal do hospital, na Avenida Marcos Konder.

O Complexo Madre Teresa será construído num terreno da Avenida Sete de Setembro, ao lado do Pronto Socorro – espaço hoje usado como estacionamento. A nova estrutura terá 14 andares e um aumento de 200 leitos. Destes, 180 são de internação e 20 de UTI. O prédio terá ainda seis novas salas de cirurgia, além de aumento no espaço do centro obstetrício, do atendimento oncológico e Pronto Socorro.

O projeto tem custo total de R$ 45 milhões e prazo de dois anos para a conclusão. Em março deste ano, o governador Raimundo Colombo assinou um convênio para o repasse de R$ 12 milhões ao Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen. O recurso será destinado ao Complexo Madre Teresa.

Sem ampliação desde 1970

Administrado pelo Instituto das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, o hospital passou por uma ampliação na década de 1970, quando saltou de 96 para 344 leitos. Desde então, a população regional atendida pelo Marieta Konder Bornhausen triplicou.

Hoje, todos os anos 570 mil pacientes passam pelo hospital, que é referência em alta complexidade na região. A falta de leitos causa superlotação e demora no atendimento, que estão entre as principais queixas dos usuários do Marieta. Por falta de espaço, pessoas em estado grave chegam a passar até três dias no pronto socorro à espera de vaga na UTI, que hoje conta com 30 leitos.

Balneário Camboriú: Obras do pronto-socorro do Hospital Ruth Cardoso estão em fase final

03 de junho de 2012 0

A prefeitura de Balneário Camboriú anunciou neste domingo, que a construção do pronto-socorro do Hospital Ruth Cardoso está em fase final. As obras devem ser entregues nas próximas semanas. A unidade, com 1,6 mil metros quadrados, anexo ao hospital, prestará atendimentos de urgência e emergência e contará com um centro de diagnóstico, onde será possível fazer exames. Os mobiliários e equipamentos estão sendo comprados.

De acordo com a administração municipal, assim que as obras forem concluídas, o pronto-socorro, hoje montado em uma das alas do Ruth Cardoso, será imediatamente transferido para a nova estrutura.

Vigilância Epidemiológica confirma cinco casos de gripe A este ano em Itajaí

18 de maio de 2012 0

A Vigilância Epidemiológica de Itajaí confirmou em reunião com funcionários da Saúde que já são cinco casos de gripe A na cidade. O encontro ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira.

Os três últimos registros são de um homem de 39 anos, que está internado no Hospital Marieta Konder Bornhausen; uma criança de 2 anos, que está no Hospital Infantil Pequeno Anjo; e uma outra criança de 11 anos, que estava internada, mas já voltou pra casa.

Com esses, o número de casos da doença em Santa Catarina chega a 12 desde o início do ano.

Na reunião em Itajaí foram discutidas medidas pra intensificar a prevenção à gripe A. Entre elas está o reforço em procedimentos realizados nos postos de Saúde.

Na policlínica do bairro São Vicente, onde o movimento é maior, a circulação de pessoas com sintomas da doença aumentou em 40%. Quem chega, passa por uma triagem. Se apresentar sintomas como febre, vômito, tosse, o paciente é orientado a colocar máscara.

A distribuição do medicamento Tamiflu será ampliada para 15 unidades de Saúde (hoje são três as unidades que distribuem). Têm direito a tomar o remédio as pessoas que apresentam sintomas e pertençam a grupos de risco (idosos, gestantes, quem possui doenças crônicas).

Pra reforçar a vacinação, a Vigilância Epidemiológica de Itajaí vai montar postos de divulgação em pontos estratégicos da cidade.

Casos registrados em SC:

— Itajaí — 5
— Florianópolis — 2
— Tubarão — 2
— Joinville — 1
— Brusque — 1
— Tijucas — 1

Por Jornal de Santa Catarina

Menina de dois anos morre por complicações do vírus H1N1 em Itajaí

08 de maio de 2012 1

A Secretaria de Saúde de Itajaí confirmou na manhã desta terça-feira, que a morte de uma menina de dois anos, registrada no último sábado na cidade, foi causada por complicações decorrentes do vírus H1N1. A criança ficou 14 dias internada no Hospital Infantil Pequeno Anjo. A confirmação de contaminação por gripe A saiu na quarta-feira da semana passada, três dias antes de a menina morrer.

_Ela teve um quadro confirmado de gripe por H1N1, que veio a complicar por uma pneumonia bacteriana, que agravou muito o quadro da gripe_ conta o diretor da Vigilância Epidemiológica de Itajaí, Carlos Manuel Corrêa.

Segundo Corrêa, este é o primeiro caso confirmado de gripe A em Itajaí. Apesar disso, o médico infectologista afirma que não há motivos para alarde:

_Não tem nenhum surto. Nas unidades de saúde nós estamos com atendimentos de quadros gripais dentro da média dos outros anos. A população não precisa se apavorar.

Em 2010, um jovem de 21 anos também morreu em Balneário Camboriú por decorrência do vírus H1N1. O primeiro caso confirmado de gripe A em Santa Catarina foi na cidade de Papanduva.

A reportagem completa sobre o caso você confere na edição desta quarta-feira do Jornal de Santa Catarina.

Hospital de Itapema ganha maternidade e centro cirúrgico

05 de abril de 2012 0

Desde esta quarta-feira, o Hospital Santo Antônio, de Itapema, conta com maternidade e centro cirúrgico. A inauguração finalizou a terceira etapa das obras de reforma e ampliação da unidade, que custou mais de R$ 1,1 milhão.

O centro irúrgico é dividido em quatro setores: salas de cirurgia, sala de recuperação, centro obstétrico e central de material de esterilização. Já a maternidade possui sete leitos com berços de acrílico e incubadoras.

O Hospital Santo Antônio já passou por outras duas fases de reformas, sendo que a primeira foi entregue em 2010, com a abertura dos leitos de urgência e emergência do pronto atendimento.  No ano seguinte foram inauguradas as alas de internação clínica.

Terça-feira é dia de doar sangue em Itajaí

12 de março de 2012 0

A Unidade Móvel do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) estará em Itajaí nesta terça-feira, dia 13, para a primeira campanha de doação de sangue do ano na cidade. 

A campanha é aberta para a participação de doadores voluntários já cadastrados e também para novos doadores de Itajaí e região. 

O ônibus do Hemosc ficará estacionado em frente ao Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, na Avenida Marcos Konder, no Centro. Serão distribuídas 50 senhas a partir das 8h, e mais 50 senhas a partir das 13h. 

Importante: Para colaborar, o doador precisa apresentar documento de identificação com foto. 

Além desta terça-feira, o ônibus do Hemosc também estará em Itajaí nos 15 e 29 de março, e nos dias 03 e 10 de abril. 

>> Clique e tire as suas dúvidas sobre a doação de sangue

Águas-vivas chegam mais cedo ao Litoral de SC

14 de dezembro de 2011 0

A chegada das águas-vivas varia a cada temporada. Este ano, porém, a Epagri/Ciram alerta que os organismos chegaram as praias catarinenses antes do início do verão, que começa dia 21. Os invertebrados da família dos cnidários vieram atraídos pelas águas quentes do Litoral Norte. O vento e as correntes marítimas também favoreceram o aparecimento da espécie.

— Não existe uma praia específica ou preferida. Todo o litoral de Santa Catarina pode ter águas-vivas. Na região de Florianópolis, elas já apareceram. Há pouco mais de uma semana, em Itapema, havia também um tapete de águas-vivas menores, elas tinham aproximadamente um centímetro de diâmetro. Esta quantidade e tamanho nos sugere a reprodução da espécie, em evidência no verão — fala o oceanólogo da Epagri/Ciram, Argeu Vanz.

Vanz explica que a grande preocupação em relação às águas-vivas é com as crianças. O formato, semelhante ao de um balão de ar, faz despertar a curiosidade dos pequenos, que acabam querendo tocar o organismo ou segurá-lo na mão. Outro fator que faz aumentar a quantidade de acidentes envolvendo águas-vivas é a composição corporal do invertebrado. A espécie é formada mais de 95% por água, o que a torna praticamente invisível no mar.

— A gente sempre orienta os banhistas a observar o mar, não entrar correndo. A dica também é perguntar aos outros frequentadores da praia se houve recente incidência de águas-vivas naquele local. Isso é importante porque a espécie nunca aparece sozinha. Elas se reúnem para a reprodução — explica o oceanólogo.

COMO AGIR

Sintomas
- Em contato com a pele, as águas-vivas causam linhas avermelhadas ou arredondadas, que provocam uma dor ardida. 
- Ao contrário do que muitos imaginam, a água-viva não queima, e sim envenena
- Em casos mais graves, o contato com a água-viva pode causar náuseas, pressão baixa e dor de cabeça

O que fazer
- Lave o local atingido com água do mar gelada
- Faça compressas ou banhos de vinagre. Isso inativa as toxinas e alivia a ardência
- Nos casos graves ou quando ardência for intensa demais, a orientação é procurar um médico

O que não fazer
- Usar água doce para lavar a área do corpo atingida ativa ainda mais as toxinas que causam o envenenamento
Fonte: André Luiz Rossetto, médico dermatologista e professor da Univali

Por Jornal de Santa Catarina

Médicos de Balneário Camboriú em greve a partir desta quarta-feira

07 de dezembro de 2011 0

Médicos especialistas da prefeitura de Balneário Camboriú entraram, nesta quarta-feira, em greve por tempo indeterminado. A decisão havia sido tomada há alguns dias e foi mantida em reunião nesta terça-feira à noite. Pouco antes, o prefeito de Balneário Camboriú, Edson Piriquito, conversou com os funcionários, que decidiram paralisar as atividades. 

Os médicos especialistas atualmente recebem R$ 1,7 mil para trabalhar 20 horas por semana. Tentam negociar com a prefeitura valor aproximado a R$ 3,3 mil pela mesma carga horária. 

Os dentistas do município também devem paralisar as atividades por tempo indeterminado e pelo mesmo motivo.

Por CLICRBS Itajaí

Itajaí tem quatro casos de leptospirose confirmados

05 de outubro de 2011 0

Quatro casos de leptospirose já foram confirmados em Itajaí após a enchente de setembro. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde, que registrou 180 suspeitas de contaminação até agora.

Em todos os casos, os pacientes foram medicados e submetidos a exames. Até agora, além dos quatro casos confirmados, 58 tiveram resultado negativo e três foram inconclusivos e terão que ser refeitos.

De janeiro a agosto deste ano, o município já havia feito 41 investigações para leptospirose e 11 casos foram confirmados.