clicRBS
Nova busca - outros
11 jun15:47

Sábado é dia de trocar figurinhas da Copa na praça

Lucia Righi, com sugestão e fotos de Maureci Cavalcanti

Desde a Copa do Mundo de Futebol de 2006, um grupo de aficionados nos álbuns da Copa reúne-se na Praça José Bonifácio para conquistar um maior número de figurinhas e garantir aquelas mais difíceis. Neste ano a procura cresceu.

Mesmo com a rivalidade declarada pela volta da seleção celeste na disputa do título, brasileiros e uruguaios unem-se nas tarde de sábado, estendendo-se até o início da noite em busca das tão esperadas figurinhas, tornando o encontro internacional.

Próximo à Banca do Bocha, o evento reúne cerca de 300 pessoas que se revezam na praça com seus álbuns embaixo do braço. Maureci Cavalcanti, o Bocha, se sente responsável pelos encontros e considera o jornalista Duda Pinto padrinho das trocas, pela visibilidade que o evento tomou. A Banca do Bocha deve vender 100 mil pacotinhos de figurinhas durante essa Copa e pretende ser o recordista em vendas de figurinhas em uma única banca no Estado.

– É uma coisa incrível ver dar certo uma idéia, é uma alegria imensa. Ver pais, filhos e avós brincando juntos, a integração entre uruguaios e brasileiros de todas as classes sociais, interagindo no mesmo objetivo. O que eu espero disso tudo é somente ser lembrado! – diz Maureci empolgado.

Durante a Copa de 2006, o jornal El País, do Uruguai, já havia colocado o encontro em pauta, com uma reportagem sobre o evento. Neste ano, o encontro já é sucesso e contou até com um casal e filho de Montevidéu que foram à fronteira somente para participar da troca.

Por

Um Comentário »

  • Soraya Kath disse:

    Realmente uma grande pedida a troca de figurinhas na Banca do Bocha! No sábado dia 5 de junho estava em Livramento e fui na praça, muita gente, muita alegria, eu tive a oportunidade de completar 2 álbuns e ainda trazer figurinhas para mais dois amigos em Porto Alegre! Com certeza o Duda Pinto foi e é o grande incentivador de toda a movimentação que o Bocha realiza na praça em torno da banca. PARABÉNS aos dois, um movimento sadio, uma aprendizagem de troca, de doação e colaboração!

Comentários