clicRBS
Nova busca - outros
04 fev16:38

2º RPMon completa 98 anos nesta sexta

O 2º Regimento de Polícia Montada de Santana do Livramento (2º RPMon) completa seus 98 anos nesta sexta-feira, 4 de fevereiro. No ano de 1913, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Cypriano da Costa Ferreira, propôs a criação, em sua terra natal, de um Regimento de Cavalaria para vigiar a área de Fronteira. Assim, através do decreto nº 1931, o presidente Antônio Augusto Borges de Medeiros autorizou a criação do 2º Regimento de Cavalaria.

Em 31 de maio de 1913, ocorreu a transferência do 2º Regimento de Cavalaria de sua sede provisória localizada entre os prédios da escola estadual Rivadávia Corrêa e o edifício Vivaldino Maciel para a chácara adquirida junto a Emílio Machado, a qual ficou conhecida por Estância Velha, e que na atualidade abriga o CTG Estância Velha da Tradição). Em 15 de outubro de 1921, foi inaugurado o prédio que abriga até a atualidade o 2º RPMon, sendo ocupado em 27 de março de 1922, por determinação do governo do Estado.

Em 24 de Março de 1927, foi adquirido o atual Campo de Treinamento de Patrulhamento Rural, que, desde o ano de 1990, sedia os Cursos de Patrulhamento Rural frequentados por Oficiais e Praças, não só da Brigada Militar, como também, de Policiais Militares de vários Países do Mercosul, Estados e outras Polícias (Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Polícia Civil), formando, até os dias de hoje, centenas de Policiais.

A Brigada Militar – através do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Fronteira Oeste (CRPO_FO) Santana do Livramento, sede do 2º RPMon, comandado pelo tenente-coronel Alfredo Vila Nova – desenvolve suas atividades, prestando serviço à comunidade da Fronteira da Paz. Entre eles:

PATRULHAMENTO MONTADO – voltado para eventos, grandes aglomerações, bem como, no cotidiano da unidade.

PELOTÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – atende as ocorrências de maior complexidade, e auxilia em fatos relacionados ao trânsito local, possuindo em seus quadros, cães que ajudam na busca de artefatos, utensílios, armamentos, pessoas e outros eventos que o Comando do 2º RPMon os solicite.

PATRULHA ESCOLAR – fornece aos estabelecimentos educacionais, bem como, a comunidade escolar, ferramentas no policiamento preventivo e ostensivo, com ações sociais, bem como, palestras e atividades junto a este público.

PATRULHA COMERCIAL, atende a área central do Município, com atenção para o setor comercial, busca oferecer um suporte, aos comerciantes locais. Em suas atividades, utiliza veículos automotores, bem como, motocicletas, no desenvolvimento de suas atividades.

PATRULHA RURAL – preocupa-se com a área rural do Município, com atenção para crimes como abigeato e outros realizados junto à zona de fronteira.


Projetos Sociais

Com a incumbência de auxiliar comunidades de sua área de ação, são desenvolvidos os projetos:

PROERD (Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência),
PROSEPA (Programa Educacional de Profissionalização),
Pelotões Mirins,
Ação Integrada

Os projetos abrangem escolas municipais, estaduais e particulares, visando criar uma rede de prevenção em assuntos pertinentes a cada comunidade em parceria com instituições como Exército Brasileira, Receita Federal, Sesi, Sesc Secretaria Municipal de Educação, Comad entre outros.

No período das férias escolares de verão é desenvolvido o projeto Conhecendo o Regimento.


Projeto do livro do centenário do 2º RPMon

Esta em desenvolvimento a coleta de dados referente aos 100 anos do 2º RPMon, alcançados em fevereiro de 2013. Nesta data, o Comando do 2º RPMon pretende apresentar um livro histórico a comunidade, contendo fatos que ajudaram a auxiliar na presença da Unidade junto à comunidade da Fronteira da Paz.

Todos que queiram participar estão convidados, podendo ir até o Regimento e entregar por escrito informações, bem como, fotografias. O horário de entrega é das 13h às 18h, no setor de comunicação do 2º RPMon.

O trabalho está sendo desenvolvido pelo soldado Luis Eduardo Couto Pereira e supervisionado pelo Comando do 2º RPMon.

Desta forma, o 2º RPMon procura estar junto à fronteira oeste do RS, buscando agregar a sua identidade a prestação do serviço de segurança pública, tendo nos cidadãos seu foco na construção de uma sociedade segura.


Conheça a história do 2º Regimento de Polícia Montada de Santana do Livramento

Primeiramente, o 2º RPMon desenvolvia suas atividades exclusivamente na área rural. Já na segunda década do século XX, teve participação efetiva nos combates dos movimentos revolucionários de 1923, 1924, 1925, 1926, 1930 e 1932.

Teve seu batismo de fogo em 1923, no Município de Lagoa Vermelha. Pela Bravura e ousadia demonstradas no Combate da Ramada, travado um município de Palmeiras das Missões, pelo seu efetivo, conquistou o Título de “O Heróico”, dado pelo Coronel Emílio Lúcio Esteves, Comandante das Tropas Legalistas.

Juntamente com os heróicos integrantes do período bélico do 2º Regimento, destacaram-se duas mulheres, Frutuosa Silveira (esposa do clarim da Unidade, desenvolvendo as funções de mensageira e remuniciadora dos combatentes nas duas campanhas) e Zeferina Dias (apelidada de Bolachinha,na função de fornecimento de água), as quais combateram nas campanhas de 23 e 24.

Em 1930, participou da Revolução que levou Getúlio Vargas ao Governo Federal, em âmbito local, a Comando do capitão Angelo Mello, e do Tenente José Manoel Pujol, tendo cumprido as determinações frente às forças contra-revolucionárias do Exército Brasileiro.

Passado o período bélico, a Unidade teve sua denominação modificada em 1961, onde o 2º Regimento de Cavalaria para 2º Regimento de Polícia Rural Montada, sendo que em 16 de dezembro de 1968, o Regimento passou a denominar-se de Regimento Coronel Juvêncio.

No ano de 1974, mas precisamente em 13 de agosto, o governo do Estado do Rio Grande dos Sul, assinou o decreto n˚ 23.246 de 13 de agosto de 1974, o qual modificou a estrutura, organização, e modificou a denominação de Unidades e determinou outras providências na Instituição. A partir desse momento, o “Regimento Coronel Juvêncio” passava a denominar-se 2º Regimento de Polícia Montada (2˚ RPMon).

Com a transição da fase do aquartelamento para do policiamento, a Brigada Militar modificou sua área geografia de ação, agregando o policiamento ostensivo urbano, com o emprego de dupla de policiais denominados de Pedro e Paulo, e passou a denominar-se 2º Regimento de Policiamento Montado.

Com o passar dos anos a Brigada Militar procurou evoluir e aproximar-se das comunidades, foi assim que foi inaugurado o 1º Módulo Policial Militar (28 de setembro de 1991), no centro da cidade. Posteriormente foram inaugurados os módulos dos bairros Prado e Wilson, estrategicamente dispostos, marcando assim uma nova fase na atuação do Regimento. Desta form foi antecipada a implantação da atual filosofia do Policiamento Comunitário, hoje denominado de polícia Cidadã.

Já em 1993, no dia 23 de junho, o Regimento vivenciou um paradigma na inclusão de policias militares. Neste momento, 30 mulheres somaram-se ao efetivo masculino existente, marcando assim, um fato singular na história da unidade. Em 16 de fevereiro do mesmo ano foi criado o Estandarte Histórico do Regimento, através do Decreto nr 34.659, sendo entronizado em 4 de Fevereiro de 1994, por ocasião do 81º Aniversário do Regimento.

Até a reorganização da Brigada Militar, determinada através de Lei 10.991, de 18 agosto de 1998, a área de ação do Regimento estendia-se pelos municípios de Alegrete, Quaraí e Rosário do Sul. E, atualmente, abriga a sede do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Fronteira Oeste.


Por

Um Comentário »

  • paulo cesar trujillo disse:

    estive duas vezes na brigada militar pedindo para que a policia patrulhasse o meu bairro SIMÃO BOLIVAR poque a policia passa por aqui uma ves por mes, mas só passa mesmo,e me mandaram falar com o chefe de operação,falei com ele expliquei a nossa situação, disse a ele que a policia não entra en nosso bairro nem a noite,a vagabundagem sabe disso,por isso não estão nem ai ficam nas esquinas fumando crake, tomando canha,e nos roubando,não aguentamos mais,por meio dessa pesso ao comandante do 2rpmon de santana do livramento que nós ajude mandando patrulhamento ao nosso bairro,principalmente a noite , des de já agradeço a sua atenção.

Comentários