clicRBS
Nova busca - outros
09 fev18:14

MST ocupa prefeitura pedindo soluções para a falta de água

Cerca de 60 integrantes de 11 assentamentos do MST que vivem na área rural de Livramento ocupam desde de as 12h30min a prefeitura à espera de auxílio. A assentada Jocerlei dos Santos explica que a revindicação se deve à falta de água na área rural e diz que eles não devem sair do local até alcançarem a certeza de uma ação concreta para resolver o problema.

- Em dezembro eram três assentamentos sem água. Agora já são oito dos 34. O problema é que esse número deve crescer – diz.

A estiagem já prejudica a agricultura local há cerca de seis meses, porém a partir do dia 22 de dezembro, segundo a assentada, a situação se agravou. Durante esse período, a Secretaria da Agricultura levou água a alguns assentamentos com caminhões pipa, porém a maioria deles não tem reservatório de água.

Estiagem preocupa zona rural da Fronteira Oeste

Os sem-terra pedem caminhões-pipa para a locomoção de três a cinco reservatórios, já que alguns dos assentamentos chegam a se localizar a 100 quilômetros do centro de Livramento. Jocerlei conta que já existem sete poços perfurados, porém sem rede de água

- Para esses poços precisamos de bomba e rede de água, queremos a perfuração de poços urgente com redes. Para o gado, pedimos algumas caixas de água e açudes.

Por enquanto, os assentados bebem água de um açude próximo a um dos acampamentos, porém, a água apresenta uma coloração amarelada e não parece própria para o consumo. Até o momento, 28 crianças e e alguns adultos apresentam vômitos e diarréia, segundo os assentados.

Prefeitura e Defesa Civil receberam 100 filtros de barro e 2 viniliq – Pipas de 4500 litros , a serem entregues na zona rural
do município às famílias assentadas atingidas com a estiagem

- Estamos preocupados que mais pessoas adoençam, sem falar na perda da produção, teve famílias que perderam 80% da lavoura e 50% da produção de leite por falta de água. Outra famílias nem conseguiram plantar – conta Jocerlei.

Entre os assentamentos sem água confirmados até o momentos estão: Dom camilo, Banhado Grande, Ibicui e Cerro da Cruz.


Leia também:

Definida data do cadastro para retirar recursos da estiagem

Defesa Civil recebe filtros de barro e pipas destinados a assentamentos prejudicados com as secas

Assentados fazem manifestação em frente à prefeitura



Por

Um Comentário »

  • clelia santanna disse:

    Desculpem minha ignorância, mas sempre soube que em Livramento existe o Aquifero Guarani, com a melhor agua das Américas e em grande quantidade e extensão. A informação que eu detenho, está em desacordo com a verdade? Minha pergunta está baseada no fato de livramento, também estar sofrendo, como outras cidades, os prejuizos da estiagem atua. Poderiam, por favor, es clarecer minha dúvida ? grata clelia santanna porto alegre rs

Comentários