clicRBS
Nova busca - outros

fronteira oeste

13 fev16:22

Consulado gremista da Fronteira e Região da Campanha lança Gremovel

O Consulado Gremista da Fronteira e Região da Campanha, que recentemente fechou parceria com o Consul do Grêmio em Livramento, Celso Folle, agora faz suas andanças pelo Estado no Gremovel.

Um fusca totalmente personalizado com as cores, simbolos, bandeira e o mascote do time gremista é o veículo oficial do consulado em Quaraí e aguarda o primeiro evento para sair por aí chamando atenção na região do pampa.

O  Consulado Gremista da Fronteira e Região da Campanha comunica-se com a torcida tricolor através do site www.gremio83.com.br, e da web rádio RCG.


Veja as fotos do novo Gremovel:



Comente aqui
12 fev14:50

Homem é encontrado morto na frente de casa em Quaraí

Sancler Ebert, Zero Hora

Após receber um telefone anônimo indicando um crime, a Brigada Militar de Quaraí, na Fronteira Oeste, encontrou o corpo de Édson Dorneles Corrêa, 45 anos, caído na frente de casa na Vila Gaudêncio Conceição por volta das 1h15min de sábado.

O corpo da vítima tinha perfurações de arma de fogo no tórax, antebraço e mão esquerda. Corrêa chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Hospital de Caridade de Quaraí. O corpo foi encaminhado para necropsia na cidade de Santana do Livramento. A autoria do crime ainda é desconhecida.

Comente aqui
12 fev12:16

Assentados recebem visita de avaliação dos prejuízos da seca

Após reivindicações do MST alertando para problemas relacionados à falta de água na zona rural, o prefeito Wainer Machado visitou, na tarde de sexta-feira, acompanhado pelo coordenador da Defesa Civil, Major Oscar Luís Moiano e o Adjunto da Defesa Civil em Livramento, sargento Brasil, os assentamentos mais prejudicados pela seca.

Banhado Grande com tem 13 famílias e o Dom Camilo com 37 contam as dificuldades que assolam a vida dos assentados sem água para consumo. A prefeitura busca soluções e, na próxima semana deve começar a perfuração de poços e ser realizada a entrega das cestas básicas às famílias.

Na quarta-feira, foram disponibilizados aos assentamentos Banhado Grande e Herdeiros de Oziel filtros de barro para melhorar a qualidade da água consumida.

Os assentados estavam tomando uma água de coloração amarelada, imprópria para consumo


Comente aqui
09 fev18:14

MST ocupa prefeitura pedindo soluções para a falta de água

Cerca de 60 integrantes de 11 assentamentos do MST que vivem na área rural de Livramento ocupam desde de as 12h30min a prefeitura à espera de auxílio. A assentada Jocerlei dos Santos explica que a revindicação se deve à falta de água na área rural e diz que eles não devem sair do local até alcançarem a certeza de uma ação concreta para resolver o problema.

- Em dezembro eram três assentamentos sem água. Agora já são oito dos 34. O problema é que esse número deve crescer – diz.

A estiagem já prejudica a agricultura local há cerca de seis meses, porém a partir do dia 22 de dezembro, segundo a assentada, a situação se agravou. Durante esse período, a Secretaria da Agricultura levou água a alguns assentamentos com caminhões pipa, porém a maioria deles não tem reservatório de água.

Estiagem preocupa zona rural da Fronteira Oeste

Os sem-terra pedem caminhões-pipa para a locomoção de três a cinco reservatórios, já que alguns dos assentamentos chegam a se localizar a 100 quilômetros do centro de Livramento. Jocerlei conta que já existem sete poços perfurados, porém sem rede de água

- Para esses poços precisamos de bomba e rede de água, queremos a perfuração de poços urgente com redes. Para o gado, pedimos algumas caixas de água e açudes.

Por enquanto, os assentados bebem água de um açude próximo a um dos acampamentos, porém, a água apresenta uma coloração amarelada e não parece própria para o consumo. Até o momento, 28 crianças e e alguns adultos apresentam vômitos e diarréia, segundo os assentados.

Prefeitura e Defesa Civil receberam 100 filtros de barro e 2 viniliq – Pipas de 4500 litros , a serem entregues na zona rural
do município às famílias assentadas atingidas com a estiagem

- Estamos preocupados que mais pessoas adoençam, sem falar na perda da produção, teve famílias que perderam 80% da lavoura e 50% da produção de leite por falta de água. Outra famílias nem conseguiram plantar – conta Jocerlei.

Entre os assentamentos sem água confirmados até o momentos estão: Dom camilo, Banhado Grande, Ibicui e Cerro da Cruz.


Leia também:

Definida data do cadastro para retirar recursos da estiagem

Defesa Civil recebe filtros de barro e pipas destinados a assentamentos prejudicados com as secas

Assentados fazem manifestação em frente à prefeitura



1 comentário
08 fev18:05

Consulado do Grêmio em Livramento agora faz parte do site Gremio83

Na ultima sexta, o Cônsul do Grêmio Futebol Portoalegrense em Quaraí esteve presente em Santana do Livramento para acertar a parceira com o Consul da cidade, Celso João Folle, para o projeto de divulgação dos Consulados Gremistas da Fronteira Oeste e Região da Campanha através do site www.gremio83.com.br, e da web rádio RCG.

Durante o encontro, Rodrigo Correa também esteve reunido com o vice de futebol do Grêmio que foi a cidade para assistir ao Gre-Nal em Rivera. Oportunamente a equipe da web rádio RCG realizou entrevista com o vice de futebol do Grêmio, Antonio Vicente Martins, que adiantou um pouco do trabalho que vem sendo realizado no Gremio Futebol PortoAlegrense e algumas novidades que ainda estão por vir.

Acompanhe as novidades do Grêmio no site dos Consulados Gremistas da Fronteira Oeste e Região da Campanha.

Comente aqui
06 fev09:42

Governo libera R$ 20 milhões para o RS

Canal Rural

O Ministério da Integração Nacional anunciou a liberação de R$ 20 milhões para o governo do Rio Grande do Sul com a finalidade de atender aos municípios atingidos pela estiagem. O recurso será administrado pelo Estado na execução de ações de defesa civil, de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, em municípios com a situação de emergência reconhecida pela Secretaria Nacional de Defesa Civil.

Já o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, durante entrevista coletiva em Porto Alegre, anunciou que o governo federal vai disponibilizar 30 mil toneladas de grãos, principalmente trigo, para alimentação de animais. A prioridade é distribuir aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária que trabalhem com a produção de leite.

Entre as medidas, também estão previstas a entrega de 27 conjuntos de equipamentos para irrigação. No caso das dívidas, agricultores e pecuaristas que acessaram o Pronaf, terão mais 180 dias após o vencimento da primeira parcela para começar a pagar.

Além dessas medidas, o governo do Estado pretende começar a trabalhar em projetos de irrigação e pesquisa de diversidade de culturas para essa região do Estado.

A estiagem que atinge a região da campanha gaúcha há mais de dois meses traz reflexos para diversas culturas. As pecuárias de leite e de corte estão entre as atividades mais prejudicadas devido a falta de alimentação para o gado.

Os municípios que serão beneficiados com os R$ 20 milhões são Candiota, Cerrito, Herval, Hulha Negra, Pedras Altas, Pedro Osório, Pinheiro Machado, Piratini e Santana do Livramento.

A situação de emergência é solicitada pelo município quando ocorre uma situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que impliquem o comprometimento parcial da capacidade de resposta do poder público do ente atingido.

Comente aqui
25 jan19:48

Estiagem compromete oferta de terneiros até 2012

Jandira Vanin, RBS TV Livramento

A estiagem na região da Campanha, onde não chove há pelo menos três meses, vai comprometer a oferta de terneiros até 2012 no Estado. O reflexo imediato do clima é sobre o peso dos exemplares que vão ser comercializados em feiras municipais ou diretamente nas propriedades.

A pastagem que ainda resta no campo está seca e desidratada. Sem alimento, o leite das vacas diminui e o peso dos animais também. O pecuarista Cristiano Vargas Cabrera alimenta o rebanho de 500 cabeças misturando arroz na ração. Mas a alternativa não deve resolver o problema do baixo índice reprodutivo das matrizes e mortalidade dos terneiros.

- Nós já perdemos metade do ciclo das pastagens de inverno, onde tivemos problemas de parição devido aos animais estarem fracos. Esse ano não vamos poder colocar em cria as vacas porque elas não tem estado corporal para entrar em cria, isso deve representar uma safra de terneiro a menos – diz o Cristiano.

A região da Campanha tem um rebanho de 4,7 milhões de cabeças. A estimativa é de que o nascimento de terneiros sofra uma redução de 40%. Os prejuízos com a pecuária na cidade estão calculados em 32 milhões de reais.

Comente aqui
18 jan07:39

Concluídas primeiras bases da Usina Eólica Cerro Chato

As primeiras bases dos aerogeradores que irão formar a Usina Eólica Cerro Chato, que a Eletrosul e Wobben estão construindo em Santana do Livramento (RS), já estão concluídas. As obras das fundações iniciaram em dezembro e até o momento foram concretadas três bases, de um total de 45, que formam os três parques da usina. Para marcar a data será realizada uma visita técnica ao empreendimento no dia 19 de janeiro com a presença de diretores das duas empresas, autoridades locais, imprensa e do folclorista gaúcho Paixão Côrtes, nascido em Cerro Chato.

Esta é a primeira usina eólica da Eletrosul, cuja concessão foi conquistada em leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em dezembro de 2009. Os trabalhos iniciaram pelo parque III – o primeiro a ser construído – sendo que em cada base foram utilizadas cerca de 50 toneladas de ferro para a armadura e lançados 500 m³ de concreto.

De acordo com o engenheiro da Eletrosul, Franklim Fabrício Lago, coordenador da implantação do complexo eólico, a previsão é de até o final do mês de janeiro outras cinco bases estejam concluídas. Finalizada esta etapa iniciam os trabalhos de montagem dos aerogeradores, prevista para fevereiro de 2011. As primeiras torres e alguns equipamentos chegam a Sant´Ana do Livramento ainda neste mês.

- O transporte dos equipamentos está demandando um planejamento de logística apurado, pois os equipamentos virão da Alemanha, de Sorocaba (SP) e Gravataí – explica o diretor de Engenharia e Operação da Eletrosul, Ronaldo Custódio, lembrando que o uso de materiais da região foi decisivo na composição do preço final do empreendimento (cujo lance ofertado venceu o leilão).


Complexo Eólico Cerro Chato

A construção da usina eólica – cuja conclusão deve acontecer no segundo semestre de 2011 – representa investimentos de R$ 400 milhões e a geração de 1.300 empregos diretos e 1.800 indiretos. Ao todo serão 90MW, capazes de produzir energia suficiente para abastecer uma cidade com 660 mil habitantes. A obra é resultado de uma parceria formada pela Eletrosul (com 90%) e pela empresa Wobben (10%), subsidiária no Brasil da alemã Enercon, uma das maiores produtoras mundiais de tecnologia para aerogeradores. As duas empresas constituíram a Eólica Cerro Chato S/A, responsável pela implantação, manutenção e operação das usinas.

O empreendimento, que faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2), contará, ainda, com uma subestação coletora em 230kV e uma linha de transmissão que levará a energia produzida até a Subestação Livramento 2, a partir da qual será distribuída para o Sistema Interligado Nacional.


1 comentário
05 jan15:26

Cai número de turistas argentinos neste verão

Jandira Vanin, RBS TV Livramento

De acordo com os registros da Polícia federal, o número de turistas argentinos que entram no Brasil pela fronteira com o Uruguai é menor do que o registrado no mesmo período de 2010. A queda no movimento é atribuída aos problemas financeiros que a Argentina está enfrentando.

A cada ano, a cena se repete. Famílias inteiras de argentinos chegam ao país em busca das praias do litoral brasileiro. Mas neste verão a cena está sendo um pouco diferente.

Em Santana do Livramento, uma das principais rotas de entrada destes turistas, o movimento nas estradas tem sido tranquilo, assim como na delegacia da Polícia Federal.

De acordo com os dados da Polícia Federal, entre os meses de novembro e dezembro do ano passado, quase cinco mil argentinos entraram no Brasil pela fronteira com o Uruguai. Já nos primeiros dias de 2011, em torno de 700 turistas passaram por Livramento. Em relação ao mesmo período de 2010, o movimento está bastante tranquilo.

As dificuldades financeiras e a desvalorização do preço da moeda na Argentina estão entre as causas para a redução da passagem dos hermanos pelo Brasil.

Comente aqui
08 dez12:15

Antigas culturas, novos ares

Thiago Copetti, Rumos da Fronteira


Moradores da Fronteira têm lá suas peculiaridades, como hábitos culinários e linguísticos que remetem à cultura portenha. E os nascidos e criados no Pampa, em geral, são facilmente identificado até mesmo dentro do Rio Grande do Sul pelo sotaque típico, carregado e expressivo.

São marcas pessoais de um gaúcho naturalmente orgulhoso de suas origens, que se somam a referências econômicas importantes para o Estado como um todo. A economia da Fronteira Oeste e da Campanha, afinal, também tem seus ícones reconhecidos.

Entre as tradicionais atividades que estimulam e geram empregos estão o forte envolvimento com a pecuária de corte e o predomínio, no plantio, de um grão consumido vorazmente em todo o país, o arroz. Na lista de novas culturas, o florestamento e a vitivinicultura se revelam fundamentais para que a região respire ares de inovação e receba novos recursos e vagas de trabalho.

Há na região, ainda, projetos que se fortalecem, como na área energética, e eventos culturais que mobilizam milhares de pessoas, a exemplo do Carnaval de Uruguaiana. A todas essas características locais se somam o Porto Seco, o turismo rural, os freeshops, e até mesmo um castelo, em Pedras Altas, que mescla lazer e aula de história em seus 44 cômodos.

E a educação, que por anos esteve enfraquecida quando o tema era Ensino Superior, vive agora um período de renovação e readequação às necessidades locais. Com investimentos na economia, na educação e na cultura, o desenvolvimento da Fronteira e da Campanha se consolida como uma nova e promissora habitante local.

Uma moradora fronteiriça que não tem endereço fixo, mas muitos vizinhos, pois fixou residência em diferentes municípios da região.


Para falar com a equipe do caderno, ligue ( 51) 3218- 4754 ou mande e- mail para rumosdafronteira@ zerohora.com.br.

Comente aqui