clicRBS
Nova busca - outros

Gre-Nal

02 fev16:09

Gauchão 2012 pode não ter Gre-Nal do Interior se Dupla estiver na Libertadores

clicEsportes

O público de pouco mais de 4 mil pagantes no Gre-Nal 384, vencido por 2 a 1 pelo Grêmio em Rivera, vai levar a FGF a mudar o planejamento para a edição de 2012 do Estadual. Sem esconder a decepção pelo fato de a Dupla ter usado jogadores reservas no clássico deste domingo, o presidente da FGF, Francisco Novelletto, sugere que, na próxima temporada, os principais clubes gaúchos só se enfrentem no Interior se não estiverem na Copa Libertadores.

>> Saiba como foi o minuto a minuto

>> Dupla ao Vivo: Veja como foi o domingo de clássico

>> Veja os gols da partida

O dirigente lembra que, como o regulamento prevê apenas um clássico na primeira fase de ambos os turnos, ele precisa ser em campo neutro. Assim, caso Inter ou Grêmio estejam na Copa Libertadores, a partida seria realizada em Porto Alegre, mas nem no Beira-Rio e nem no Olímpico.

— No dia em que marcarmos Gre-Nal, não marcaremos mais o local. Temos de avisar a data 60 dias antes. No dia 15 de janeiro, o local tem de estar no site. Se não forem os times principais, marcamos o jogo no São José ou na PUC — diz Novelletto, sem esconder na voz a decepção pelo fracasso de público no Uruguai, em entrevista por telefone ao clicEsportes.

Público foi pequeno neste domingo

Com pouco mais de 5 mil torcedores em um Atilio Paiva que comporta 28 mil pessoas, a FGF teve um prejuízo de R$ 300 mil. Quase metade do total de ingressos vendidos foi comercializada depois que a entidade reduziu o preço dos ingressos pela metade. Mesmo assim, Novelletto descarta a ideia de que o fracasso se deva ao alto preço das entradas, lembrando que jogos com times reservas costumam levar pouca gente aos estádios.

— Não pagaria a conta, de qualquer maneira. O Inter jogou no Beira-Rio contra o Santa Cruz, e foram 600 pessoas. Todos sócios, que não pagam nada. O Grêmio jogou contra o Canoas na Ulbra, com Renato e Victor, e foram apenas 800 pessoas — argumenta.

O déficit financeiro para a entidade não foi o principal prejuízo na avaliação de Novelletto. O dirigente lembra as inúmeras reclamações que ouviu em Rivera e Santana do Livramento no final de semana do clássico.

— Muita gente reclamou que é sócio, paga mensalidade e nunca entrou no Beira-Rio e no Olímpico. A proposta era levar os ídolos aos torcedores porque eles moram longe e pagam mensalidade pela paixão. É a chance de verem seus ídolos. Mal consegui andar nas ruas da cidade de tanta reclamação — diz o dirigente, que também lamentou a ausência de Celso Roth e Renato Portaluppi. — O que eles mais reclamaram foi a falta dos treinadores. Os jogadores, eles poderiam justificar, que era para defender os clubes.

Comente aqui
31 jan17:59

Confira novas imagens do Gre-Nal 384

O fim de semana foi agitado na Fronteira da Paz, gremistas e colorados eufóricos invadiram as ruas de Livramento e Rivera fardados para assistir o jogo, que aconteceu domingo, às 19h30.

Confira novas imagens:

No La Leña depois do jogo: Alexandre Garagorri Karuzski, Majú Coelho, Fernanda Garagorri Karuzski e Juan Enrique Garcia comemoram a vitória do Grêmio.

 

Os colorados Isabelle e Jean a espera do Gre-Nal

 

Rodrigo, Thay, Lucas, Wilan, Carolina e Mateus durante o jogo.


Torcida do Internacional na arquibancada


Torcida do Grêmio na arquibancada



Confira alguns lances do Gre-Nal pelas lentes do Zé, do Studio Focus:








Você estava em Livramento/Rivera para ver o jogo? Registou a movimentação nas ruas, tirou fotos com os amigos fardado com as cores do seu time?

Mande sua foto para o clicRBS Livramento. Envie para o endereço participe@clicrbslivramento.com.br


Participe!

Comente aqui
31 jan11:34

Participe: Envie fotos da sua turma no Gre-Nal para o clicRBS Livramento

Livramento e Rivera vestiram azul e vermelho para assistir o Gre-Nal no Atílio Paiva. Você estava em Livramento/Rivera para ver o jogo? Registou a movimentação nas ruas, tirou fotos com os amigos fardado com as cores do seu time?

Mande sua foto para o clicRBS Livramento. Envie para o endereço participe@clicrbslivramento.com.br


Participe!

Comente aqui
31 jan10:39

Depois do gol no Gre-Nal 384, Lins vira Bruce Lins para os torcedores

Apresentado no final do ano passado como o primeiro reforço do Grêmio para 2011, Lins já entrou em quatro jogos, mas sempre no decorrer da partida. Nos poucos minutos em que esteve em campo, marcou um gol. E na melhor oportunidade que poderia ter até o momento, já que foi no clássico Gre-Nal. Neste domingo, em Rivera, foi dele o segundo, o da virada, que deu a vitória ao Tricolor.

Ao final do jogo, no vestiário, ele já sentiu o peso que um gol contra o maior rival representa:

— Me deram os parabéns. E já comunicaram que com este gol entrei para história — comentou.

>>> Veja os gols do jogo

>>> Confira como foi o jogo minuto a minuto

>>> Lins dá a vitória ao Grêmio e comemora

Assim que terminou a partida em Rivera, o atacante também comemorou via Twitter.

— Vamooo Grêmiooo! Obrigado meu Deus por tudo! Gremio 2 a 1 no #grenal — escreveu.

E foi pelo site de relacionamentos que o atacante ganhou vários apelidos, criado por torcedores gremistas: Bruce Lins foi um deles, em uma brincadeira com o nome de Bruce Lee. IbrahimoLins; Van LinsStelroy; ForLins e ZineLins Zidane são algumas das outras invenções da torcida.

— Fico feliz. Vou continuar trabalhando e aproveitando as oportunidades — destacou o jogador.


Lins começou a carreira no Bahia, depois passou por Camaçari e Mogi Mirim, rodou um pouco mais pelo Brasil e chegou ao Grêmio por empréstimo de um ano. Se considera um jogador que atua pelos lados do campo, mas se a chance de marcar aparece, ele procura não desperdiçar.

— Se aparecer chance eu concluo para o gol. Fico feliz por marcar. Independente se eu for jogar de costas, quero ajudar o time do Grêmio — destacou.

Chamado por Roger para entrar no segundo tempo, Lins recebeu orientação para cair pela esquerda.

— O Renato conversou comigo e disse para jogar pelo lado esquerdo que eu eu iria me consagrar. Nas outras partidas tenho jogado pela esquerda. Ele tinha plena confiança que eu poderia fazer o gol — contou.

Comente aqui
31 jan10:33

Após derrota no Gre-Nal, Enderson destaca campanha do Inter B

O Inter levou 2 a 1, de virada, neste domingo, no primeiro Gre-Nal de 2011 e o primeiro na história fora do Brasil. Após a partida realizada em Rivera, o técnico Enderson Moreira destacou a campanha do grupo B, que conquistou nove pontos em três partidas.

– Estamos entregando o time principal em ótima posição. Fizemos um grande jogo. Isso deve ser respeitado – comentou o treinador, demonstrando certa irritação.

>> Saiba como foi o minuto a minuto

>> Escute os gols com a narração da Gaúcha

>> Confira mais imagens do clássico

>> Dupla ao Vivo: Veja como foi o domingo de clássico

Para Enderson Moreira, o Inter B teve chance de “matar” a partida. O treinador classificou a partida como um “jogo aberto”.

– Tivemos outras chances. Foi um jogo aberto. No primeiro tempo, podíamos ter feito mais gols. Foi um detalhe que determinou o resultado – opina. – Assumimos jogo em determinado momento. Criamos situações para fazer um placar até maior – complementa.

>> Escute a entrevista coletiva de Enderson

Enderson também destacou que o Inter B segurá de “prontidão” para o time principal, servindo de apoio.

– Nossa posição no campeonato é de prontidão. Estamos preparados. Uma equipe que fez nove pontos em cinco jogos não pode ser desqualificada – comenta.

Comente aqui
31 jan10:25

César Cidade Dias: "Vencemos o Gre-Nal na garra"

O Grêmio conseguiu uma virada no segundo tempo e derrotou o Inter no clássico Gre-Nal disputado neste domingo, em Rivera, válido pelo primeiro turno do Gauchão 2011. Depois da partida, César Cidade Dias, que representava o departamento de futebol do clube no Uruguai, exaltou a vitória dos garotos sobre o rival

– Temos um grupo forte de mais de 30 jogadores. Estamos trabalhando há 30 dias, já fizemos seis partidas oficiais e não perdemos. Enfrentamos um adversário que trabalhava há mais tempo e vencemos na garra. Quarta-feira temos uma decisão e precisamos do torcedor para ir à fase de grupos da Libertadores. Vamos fazer um ano cheio de vitórias – disse o dirigente gremista.

Wesley foi um dos garotos do Grêmio no clássico

Cidade Dias preferiu seguir com a norma do departamento médico e falar sobre reforços apenas quando o contrato estiver assinado:

– Hoje é dia de valorizar o grupo de trabalho do Grêmio. Todos que estão no grupo principal do Grêmio têm talento. Não vamos falar em reforços. Este é o momento de festejar.

Comente aqui
31 jan10:20

Por dentro do Gre-Nal 384: o pós-jogo em Rivera


Lucas Rizzatti, clicEsportes

Quando o primeiro Gre-Nal em terras estrangeiras chegou ao fim no domingo, os olhares se voltaram à zona mista, no aguardo das declarações dos personagens do clássico de Rivera, que terminou com vitória do Grêmio, por 2 a 1. Na verdade, a sala de entrevistas foi improvisada numa copa do estádio Atilio Paiva, com capacidade para 28 mil pessoas, mas que recebeu poucos mais de 7 mil na última tarde.

Empapados de suor em suas camisas bem cortadas, os dirigentes da Dupla faziam brotar declarações, justificativas e projeções. Para o lado vencedor, claro, uma tarefa pouca árdua e muito prazerosa.

— Foi fantástico — definiu, exultante, um dos diretores de futebol do Grêmio, José Simões.


>> Saiba como foi o minuto a minuto

>> Dupla ao Vivo: Veja como foi o domingo de clássico

>> Veja os gols da partida


Apesar da derrota, o semblante dos comandantes colorados não transparecia consternação. Absorvendo o insucesso como um transcurso natural de um jogo de futebol, Giovanni Luigi e Roberto Siegmann reafirmaram sua confiança no Inter B. O recado é evidente: a prioridade passa pela Libertadores da América. Se der para chegar longe no Gauchão com os garotos, será excelente. Se não for possível, paciência, pois Cavenaghi vem aí para ajudar na luta pelo tricampeonato.

A mesma serenidade passou longe da entrevista do técnico Enderson Moreira. Mostrando-se irritadiço com algumas perguntas, Enderson também foi o único representante colorado a questionar a arbitragem de Márcio Chagas. A direção havia se postado unânime: Chagas foi muito bem, e os lances duvidosos fazem parte do jogo.

— Não é um Gre-Nal que vai desmerecer esse grupo de atletas — bradou Enderson, em sua entrevista coletiva cheia de tensão.

Roger recebeu instruções de Renato

Rival de casamata, Roger parecia sereno como se voltasse de compras em free-shop de Rivera. Humilde, creditou a virada a Renato, presente no jogo por meio de telefone celular. O próprio Roger, aos poucos, foi se tornando Renato em meio à partida. Começou tímido, intervindo vez que outra, de maneira localizada. Meia hora depois, já estava aos berros, no melhor estilo Portaluppi de dirigir um time. Foi de Roger também a ordem para Lins se fixar na extrema esquerda de ataque.

— Fica aberto ali na esquerda, Lins, que tu vais te consagrar.

Tiro e queda. Lins recebeu a instrução, foi a campo no segundo tempo, e, logo depois, estava dando a vitória ao Grêmio. Lins, aliás, sonha alto. Vindo do Criciúma sem grande alarde, o rápido atacante já mira a vaga deixada por Jonas, negociado para o futebol espanhol. Como a prioridade da direção é encontrar um substituto para o artilheiro do último Brasileirão, Lins sabe que o Gre-Nal pode ter colocado uma boa questão na cabeça dos dirigentes: por que não o Lins?

Mesmo assim, aos microfones, o veloz avante vira um rapaz simples, de fala mansa e baixa.

— Vou trabalhar para conquistar o meu espaço, vamos ver o que pode acontecer — conta o atacante, que sonha em virar um mestre, tal qual o colega que rumou à Europa.

Enquanto isso não acontece, ele dribla os repórteres ávidos por mais uma palavra do personagem do Gre-Nal 384. O motivo atende pelo relógio: uma hora depois da partida, o Grêmio tinha voo marcado e precisava partir do Atilio Paiva. Estádio, inclusive, que deve deixar boas lembranças – não só aos vencedores, mas também aos amantes do clássico gaúcho, bem representado pelos jovens da dupla Gre-Nal.

Comente aqui
31 jan09:54

Confira dez momentos marcantes do Gre-Nal de número 384

clicEsportes

O Gre-Nal de número 384 entrou para a história o primeiro Gre-Nal além dos limites do Brasil. A partida terminou com vitória do Grêmio por 2 a 1, de virada. E o clicEsportes separou os 10 principais momentos do clássico. Confira abaixo.

>> Saiba como foi o minuto a minuto

>> Dupla ao Vivo: Veja como foi o domingo de clássico

>> Veja os gols da partida


1) Público pequeno

A partida disputada em Rivera não foi um sucesso em termos de público. Foram apenas sete mil torcedores presentes, o que deixou boa parte do Estádio Atílio Paiva com as arquibancadas vazias.

2) Roger estreia como treinador

Auxiliar técnico, Roger iniciou bem a carreira de técnico. Humilde, após a partida, o treinador disse que Renato deu a sua contribuição durante o jogo.

Roger não se limitou a substituir Renato à beira do campo: o ex-lateral e agora auxiliar mudou o esquema e espelhou o 4-2-3-1 do Inter B de Enderson Moreira.



3) Mudanças táticas no Inter

Mesmo com a vitória de 4 a 1 em cima do Inter-SM, o técnico Enderson Moreira decidiu mudar o esquema tático. O treinador tirou Thiago Humberto e colocou a equipe com três volantes.


4) Grêmio começa melhor

O time comendado por Roger foi para cima do Inter e só não abriu o placar graças a boa atuação de Muriel. O goleiro evitou chance clara de Diego Clementino, na primeira chance da partida.

5) Guto marca

Questionado, o centroavante Guto marcou o seu primeiro gol pela equipe principal. Aos 38 minutos, Marquinhos cobrou escanteio e o atacante testou forte, sem chances para Marcelo Grohe.


6) Inter cresce

Após marcar o gol, o Inter foi para cima. O próprio Guto quase marcou em cobrança de falta frontal. A bola tirou tinta da trave de Marcelo Grohe. A equipe de Enderson Moreira foi melhor até o final da primeira etapa.


7) Muriel se destaca

Embora tenha sofrido dois gols, Muriel foi um dos destaques pelo lado do Inter. Fez muitas defesas importantes e até subiu para a área adversária, no final da partida, quando o time vermelho levava 2 a 1.


8) Bruno Collaço marca de falta

Bruno Collaço foi o autor do gol de empate. Depois de passagem pela Ponte Preta, o lateral-esquerdo voltou ao Grêmio nesta temporada se dizendo mais maduro e procurando lugar na equipe titular.


9) Ricardo Goulart desperdiça chance

Artilheiro do Inter B no gauchão, Ricardo Goulart teve a chance clara de recolocar a equipe na frente. Aos 23 da segunda etapa, Marquinhos deixou o companheiro de meio-campo livre na cara do gol de Marcelo Grohe. Mas o o colorado isolou a chance rara.


10) Lins garante a vitória

O atacante Lins, que entrou no segundo tempo, foi o autor do gol da vitória tricolor. O jogador recebeu instruções para aproveitar o lado esquerdo do ataque e se deu bem.


GRÊMIO 2

Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Vilson (W. Magrão, int.), Neuton e Bruno Collaço; Adilson, Mateus Magro, Maylson e Mithyuê (Lins, 20%27/2º); Clementino e Wesley.

Técnico: Roger


INTER 1

Muriel; Daniel, Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves e Massari; Juliano, Augusto (W. Libano, 14%27/2º), Nathan, Ricardo Goulart e Marquinhos; Guto.

Técnico: Enderson Moreira


Gols: Guto (I), aos 38min, no 1º tempo; Collaço (G), aos 13min, e Lins (G), aos 27min, no 2º tempo.

Cartões amarelos: Maylson (G)

Arbitragem: Márcio Chagas da Silva, auxiliado por Alexandre Kleiniche e José Eduardo Calza. Local: Estádio Atilio Paiva, em Rivera.

Comente aqui
30 jan21:58

Lins dá a vitória ao Grêmio e comemora: "Gol em Gre-Nal é muito importante"

Lucas Rizzatti, clicEsportes

No Gre-Nal 384, quem se deu bem foi o Grêmio. Venceu de virada o Inter por 2 a 1, no estádio Atílio Paiva, em Rivera, no Uruguai, neste domingo. O atacante Lins, que entrou no segundo tempo, foi o autor do gol da vitória tricolor. Reforço contratado para a temporada 2011, o jogador comemorou a chance ao final do jogo.

— Estou muito feliz por fazer gol no clássico. O professor optou por mim, e eu fico muito feliz de ter entrado e ajudado o Grêmio a sair com a vitória. Sei que gol em Gre-Nal é muito importante, ainda mais saindo com a vitória — destacou o atacante.

Lins foi o autor do gol da vitória do Grêmio

>> Saiba como foi o minuto a minuto

>> Escute os gols com a narração da Gaúcha

O Grêmio começou bem o jogo, mas caiu de rendimento e sentiu o gol do Inter marcado por Guto no primeiro tempo. No intervalo, a conversa com a comissão técnica, desta vez comandada pelo auxiliar técnico Roger, parece ter sido o impulso para a mudança de postura.

— A gente conversou. Voltamos para o segundo tempo com outro espírito. A gente sabia que tinha feito um primeiro tempo ruim, jogamos muito em função do Wesley. Então mudamos a postura, conseguimos ir para cima deles. Com a vantagem, soubemos administrar e, graças a Deus, deu certo — disse o zagueiro Neuton.

Na avaliação de Willian Magrão que, recuperado de lesão, entrou no segundo tempo e contribuiu com a melhora do time, a qualidade do Grêmio falou mais alto.

— Foi na qualidade. No começou a gente colocou a bola o chão, tivemos oportunidades, mas depois começamos a dar balão e isso facilitou ao Inter. No segundo tempo a gente falou para colocar a bola no chão, e conseguimos virar — destacou.

Bruno Collaço foi o autor do primeiro gol gremista, de falta. Depois de passagem pela Ponte Preta, o lateral-esquerdo voltou ao Grêmio nesta temporada se dizendo mais maduro e procurando lugar na equipe titular.

— Graças a Deus tive a oportunidade. Venho treinando falta durante a semana, e hoje fui feliz — comemorou.

Com o resultado, o Grêmio é o segundo colocado no Grupo 2, com 11 pontos. O Juventude é o líder, com 12.

1 comentário
30 jan21:52

Muriel sobre a derrota do Inter: "Temos que ter mais atenção e aprender com os erros"

clicEsportes

Um dos destaques do clássico Gre-Nal disputado em Rivera, o goleiro Muriel comentou a derrota do Colorado neste domingo. O jogador fez grandes defesas durante toda a partida, mas não conseguiu segurar duas bolas, que acabaram garantindo os três pontos ao Tricolor.

>> Ouça os gols do clássico

– Infelizmente minhas defesas não foram suficientes. Tentei ajudar, mas duas bolas entraram. Futebol é detalhe. Agora é trabalhar e entregar para o time principal. Vamos seguir trabalhando para aproveitar as chances quando elas surgirem – disse o goleiro Muriel.

Muriel fez boas defesas no Gre-Nal em Rivera

O zagueiro Ronaldo Alves lamentou a queda de rendimento da equipe no segundo tempo:

– A equipe estava bem posicionada, mas no segundo tempo perdemos a posse de bola. Apesar do resultado, nosso time tá de parabéns. Batemos de frente com o time do Grêmio – disse Ronaldo Alves.

Comente aqui