clicRBS
Nova busca - outros

segurança

04 fev16:38

2º RPMon completa 98 anos nesta sexta

O 2º Regimento de Polícia Montada de Santana do Livramento (2º RPMon) completa seus 98 anos nesta sexta-feira, 4 de fevereiro. No ano de 1913, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Cypriano da Costa Ferreira, propôs a criação, em sua terra natal, de um Regimento de Cavalaria para vigiar a área de Fronteira. Assim, através do decreto nº 1931, o presidente Antônio Augusto Borges de Medeiros autorizou a criação do 2º Regimento de Cavalaria.

Em 31 de maio de 1913, ocorreu a transferência do 2º Regimento de Cavalaria de sua sede provisória localizada entre os prédios da escola estadual Rivadávia Corrêa e o edifício Vivaldino Maciel para a chácara adquirida junto a Emílio Machado, a qual ficou conhecida por Estância Velha, e que na atualidade abriga o CTG Estância Velha da Tradição). Em 15 de outubro de 1921, foi inaugurado o prédio que abriga até a atualidade o 2º RPMon, sendo ocupado em 27 de março de 1922, por determinação do governo do Estado.

Em 24 de Março de 1927, foi adquirido o atual Campo de Treinamento de Patrulhamento Rural, que, desde o ano de 1990, sedia os Cursos de Patrulhamento Rural frequentados por Oficiais e Praças, não só da Brigada Militar, como também, de Policiais Militares de vários Países do Mercosul, Estados e outras Polícias (Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Polícia Civil), formando, até os dias de hoje, centenas de Policiais.

A Brigada Militar – através do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Fronteira Oeste (CRPO_FO) Santana do Livramento, sede do 2º RPMon, comandado pelo tenente-coronel Alfredo Vila Nova – desenvolve suas atividades, prestando serviço à comunidade da Fronteira da Paz. Entre eles:

PATRULHAMENTO MONTADO – voltado para eventos, grandes aglomerações, bem como, no cotidiano da unidade.

PELOTÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – atende as ocorrências de maior complexidade, e auxilia em fatos relacionados ao trânsito local, possuindo em seus quadros, cães que ajudam na busca de artefatos, utensílios, armamentos, pessoas e outros eventos que o Comando do 2º RPMon os solicite.

PATRULHA ESCOLAR – fornece aos estabelecimentos educacionais, bem como, a comunidade escolar, ferramentas no policiamento preventivo e ostensivo, com ações sociais, bem como, palestras e atividades junto a este público.

PATRULHA COMERCIAL, atende a área central do Município, com atenção para o setor comercial, busca oferecer um suporte, aos comerciantes locais. Em suas atividades, utiliza veículos automotores, bem como, motocicletas, no desenvolvimento de suas atividades.

PATRULHA RURAL – preocupa-se com a área rural do Município, com atenção para crimes como abigeato e outros realizados junto à zona de fronteira.


Projetos Sociais

Com a incumbência de auxiliar comunidades de sua área de ação, são desenvolvidos os projetos:

PROERD (Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência),
PROSEPA (Programa Educacional de Profissionalização),
Pelotões Mirins,
Ação Integrada

Os projetos abrangem escolas municipais, estaduais e particulares, visando criar uma rede de prevenção em assuntos pertinentes a cada comunidade em parceria com instituições como Exército Brasileira, Receita Federal, Sesi, Sesc Secretaria Municipal de Educação, Comad entre outros.

No período das férias escolares de verão é desenvolvido o projeto Conhecendo o Regimento.


Projeto do livro do centenário do 2º RPMon

Esta em desenvolvimento a coleta de dados referente aos 100 anos do 2º RPMon, alcançados em fevereiro de 2013. Nesta data, o Comando do 2º RPMon pretende apresentar um livro histórico a comunidade, contendo fatos que ajudaram a auxiliar na presença da Unidade junto à comunidade da Fronteira da Paz.

Todos que queiram participar estão convidados, podendo ir até o Regimento e entregar por escrito informações, bem como, fotografias. O horário de entrega é das 13h às 18h, no setor de comunicação do 2º RPMon.

O trabalho está sendo desenvolvido pelo soldado Luis Eduardo Couto Pereira e supervisionado pelo Comando do 2º RPMon.

Desta forma, o 2º RPMon procura estar junto à fronteira oeste do RS, buscando agregar a sua identidade a prestação do serviço de segurança pública, tendo nos cidadãos seu foco na construção de uma sociedade segura.


Conheça a história do 2º Regimento de Polícia Montada de Santana do Livramento

Primeiramente, o 2º RPMon desenvolvia suas atividades exclusivamente na área rural. Já na segunda década do século XX, teve participação efetiva nos combates dos movimentos revolucionários de 1923, 1924, 1925, 1926, 1930 e 1932.

Teve seu batismo de fogo em 1923, no Município de Lagoa Vermelha. Pela Bravura e ousadia demonstradas no Combate da Ramada, travado um município de Palmeiras das Missões, pelo seu efetivo, conquistou o Título de “O Heróico”, dado pelo Coronel Emílio Lúcio Esteves, Comandante das Tropas Legalistas.

Juntamente com os heróicos integrantes do período bélico do 2º Regimento, destacaram-se duas mulheres, Frutuosa Silveira (esposa do clarim da Unidade, desenvolvendo as funções de mensageira e remuniciadora dos combatentes nas duas campanhas) e Zeferina Dias (apelidada de Bolachinha,na função de fornecimento de água), as quais combateram nas campanhas de 23 e 24.

Em 1930, participou da Revolução que levou Getúlio Vargas ao Governo Federal, em âmbito local, a Comando do capitão Angelo Mello, e do Tenente José Manoel Pujol, tendo cumprido as determinações frente às forças contra-revolucionárias do Exército Brasileiro.

Passado o período bélico, a Unidade teve sua denominação modificada em 1961, onde o 2º Regimento de Cavalaria para 2º Regimento de Polícia Rural Montada, sendo que em 16 de dezembro de 1968, o Regimento passou a denominar-se de Regimento Coronel Juvêncio.

No ano de 1974, mas precisamente em 13 de agosto, o governo do Estado do Rio Grande dos Sul, assinou o decreto n˚ 23.246 de 13 de agosto de 1974, o qual modificou a estrutura, organização, e modificou a denominação de Unidades e determinou outras providências na Instituição. A partir desse momento, o “Regimento Coronel Juvêncio” passava a denominar-se 2º Regimento de Polícia Montada (2˚ RPMon).

Com a transição da fase do aquartelamento para do policiamento, a Brigada Militar modificou sua área geografia de ação, agregando o policiamento ostensivo urbano, com o emprego de dupla de policiais denominados de Pedro e Paulo, e passou a denominar-se 2º Regimento de Policiamento Montado.

Com o passar dos anos a Brigada Militar procurou evoluir e aproximar-se das comunidades, foi assim que foi inaugurado o 1º Módulo Policial Militar (28 de setembro de 1991), no centro da cidade. Posteriormente foram inaugurados os módulos dos bairros Prado e Wilson, estrategicamente dispostos, marcando assim uma nova fase na atuação do Regimento. Desta form foi antecipada a implantação da atual filosofia do Policiamento Comunitário, hoje denominado de polícia Cidadã.

Já em 1993, no dia 23 de junho, o Regimento vivenciou um paradigma na inclusão de policias militares. Neste momento, 30 mulheres somaram-se ao efetivo masculino existente, marcando assim, um fato singular na história da unidade. Em 16 de fevereiro do mesmo ano foi criado o Estandarte Histórico do Regimento, através do Decreto nr 34.659, sendo entronizado em 4 de Fevereiro de 1994, por ocasião do 81º Aniversário do Regimento.

Até a reorganização da Brigada Militar, determinada através de Lei 10.991, de 18 agosto de 1998, a área de ação do Regimento estendia-se pelos municípios de Alegrete, Quaraí e Rosário do Sul. E, atualmente, abriga a sede do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Fronteira Oeste.


1 comentário
29 jan19:45

700 policiais na fronteira

As polícias militares de Santana do Livramento e de Rivera farão o possível para conservar a chamada Fronteira da Paz, como é conhecida a região, no Gre-Nal de amanhã. Montaram um esquema de segurança conjunto que pode chegar a 700 soldados, incluindo o contingente do Batalhão de Operações Especiais (BOE) que vem da Capital para escoltar as organizadas da Dupla.

– Estamos em perfeita sintonia com os uruguaios – afirma o major Rogério Xavier, subcomandante do 2º RPMon da Fronteira Oeste.

São as organizadas, aliás, o grande foco de preocupação. Passarão por tratamento diferenciado: além do acompanhamento na viagem por 50 homens do BOE, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, receberão vigília da polícia uruguaia da Praça Internacional até o Estádio Atilio Paiva. Vale o mesmo para o caminho de volta, após o Gre-Nal.

No estádio, as torcidas ficarão separadas (veja quadro). Até na saída de Porto Alegre, domingo pela manhã, haverá diferença de uma hora. Enquanto isso, outros 50 homens do BOE, mais 280 do policiamento da Fronteira Oeste, cuidarão de Livramento. Inclui acompanhar as delegações de Inter e Grêmio nos deslocamentos, além dos hotéis. Este trabalho já começou ontem, quando veio o Inter – o Grêmio desembarca hoje à tarde.

Na chegada dos ônibus de torcedores comuns, também está prevista revista. O histórico de brigas entre torcedores da Dupla causa alguma apreensão, mas a expectativa é de um clássico tranquilo. Além da atuação de 300 policiais uruguaios, dentro e fora do estádio, outros fatores contribuem:

1 – As quatro tribunas do Atilio Paiva são separadas, ou seja, não haverá contato entre os adversários.

2 – Uma torcida sairá antes da outra do estádio (ordem ainda indefinida).

3 – A lei uruguaia. Não há transação penal, e um suspeito vai a julgamento oito horas depois de ser detido, com decisão praticamente imediata de um juiz. Quer dizer: quem cometer delito corre risco de ter de ficar no país.

A polícia espera, pelo menos, de 5 a 8 mil torcedores exclusivamente para o jogo.

Comente aqui
29 jan11:23

Cerca de 700 policiais militares farão parte do esquema de segurança do Gre-Nal

clicEsportes

As polícias militares de Santana do Livramento e de Rivera farão o possível para conservar a chamada Fronteira da Paz, como é conhecida a região, no Gre-Nal de amanhã.

Montaram um esquema de segurança conjunto que pode chegar a 700 soldados, incluindo o contingente do Batalhão de Operações Especiais (BOE) que vem da Capital para escoltar as organizadas da Dupla.

— Estamos em perfeita sintonia com os uruguaios — afirma o major Rogério Xavier, subcomandante do 2º RPMon da Fronteira Oeste.

Incidentes como o de gremistas contra Liverpool preocupam

>>> Leia repostagem completa na edição de Zero Hora deste sábado

Comente aqui
28 jan14:37

Clássico seguro

Luiz Zini Pires, ZH

Cerca de 280 homens da Brigada Militar estarão envolvidos na “operação fronteira” nesta final de semana entre Porto Alegre e Livramento.

Do outro lado, em Rivera, outros 350 homens, mas da polícia uruguaia, vigiarão torcedores azuis e vermelhos no primeiro Gre-Nal de 2011, às 19h30min de domingo.

Convidados das autoridades do Uruguai, 10 observadores brasileiros da BM, experientes em clássicos, devem se colocar em pontos estratégicos do Estádio Atílio Paiva e ajudar os locais a detectar possíveis vândalos.


Sem Fifa

Único árbitro Fifa do Estado e um dos melhores do Brasil, Leandro Vuaden, 35 anos, está fora do Gre-Nal. Ele não conseguiu completar os dois testes físicos da FGF, ontem, na Sogipa, na Capital.

É o seu segundo fracasso em dois testes, vítima de uma lesão muscular na panturrilha da perna direita, dia 6.

Vuaden só volta ao Gauchão se passar pelos testes da CBF em março. Se não passar, fica longe também do Brasileirão, que se inicia em maio.

Ao contrário de esperar 30 dias para o reteste, como habitualmente acontece na FGF, o árbitro fez a segunda prova apenas 21 dias depois da primeira. A pressa em recuperar Vuaden pode ter sido a razão central da má performance na pista.


Caravana na fronteira

A Caravana estaciona na Fronteira da Paz neste fim de semana. Será sua quinta parada. Sábado, a partir das 20h, a festa será no Parque Internacional da Fronteira da Paz. Haverá show de Elton Saldanha, Expresso Gaúcho, Adair de Freitas e a Banda da Caravana.

Comente aqui
15 jan07:43

Antes de viajar, confira dicas de segurança para cuidar dos pneus

Janeiro é mês de férias, de viagens e de muita chuva. Para pegar a estrada, como todos sabem, por segurança, são necessários alguns cuidados com o veículo. Entre os itens que precisam ser revisados estão os pneus, responsáveis por grande parte da segurança de uma viagem. Trafegar com pneus carecas, por exemplo, é extremamente perigoso, além de ser uma infração de trânsito. Viajar com chuva e pneus carecas é receita quase certa para um incidente.

Ter os pneus de seu veículo em ordem é uma obrigação do motorista para sua própria segurança e também pela dos demais. O assunto é sério e merece atenção, especialmente nesta época de chuvas. Para ajudar o motorista a entender mais do assunto e saber quando está na hora de trocar os pneus, Giovanni Carlo Rossi, consultor técnico da Anip – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos, concedeu a entrevista abaixo.

# Quando sei que tenho que trocar os pneus?

O que deve ser observado para saber se está na hora de trocar os pneus é a parte do pneu que fica em contato com o solo, ou seja, a banda de rodagem. É onde está o desenho do pneu, como os motoristas costumam chamar. Quando este desenho estiver perto do desgaste do limite de segurança que é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos, o pneu já passa a ser considerado careca e aí é hora de trocá-lo.

Para ajudar os motoristas a saber quando está na hora de trocar o pneu, existe um indicador na banda de rodagem. Tecnicamente, ele é chamado de “Tread Wear Indicator” (TWI). É uma saliência de borracha com altura de 1.6mm que é colocada dentro do sulco do pneu. Quando o desgaste do pneu atinge esse indicador, significa que já está no limite de segurança e é hora de trocá-lo.


# Quais procedimentos o usuário deve tomar com os pneus antes de pegar a estrada?

Em primeiro lugar, o motorista deve checar se o pneu não está próximo da marca de 1,6mm e, se estiver, a troca deve ser providenciada antes da viagem. Vale considerar que se for uma viagem longa e o motorista verificar que o pneu está quase chegando na marca de segurança, mas ainda daria para rodar um pouco mais, o mais seguro é trocar antes da viagem para evitar que o pneu fique careca no meio da viagem. Trafegar em estradas com pneu careca é perigoso, imprudente e, além disso, significa uma infração de trânsito. O motorista também não deve esquecer do estepe. Ele tem que estar em boas condições e pronto para o uso no caso de necessidade de troca.


# Qual a durabilidade para utilização dos pneus?

Não é possível determinar até qual quilometragem um pneu pode ser usado porque isso depende de vários fatores. A duração dos pneus depende de uma série de variáveis como a carga sobre o pneu, da pressão do pneu, da maneira de dirigir do motorista, da velocidade, da regularidade de marcha, das condições mecânicas do veículo, da concentração de tráfego, do grau de manutenção e ainda outros fatores como clima e temperatura ambiente.

Os pneus do veículo de um motorista que, por exemplo, sempre trafegue numa cidade com velocidade constante na maior parte do tempo, tem uma duração xis. Os pneus deste mesmo veículo nas mãos de um motorista que dirija dentro de uma cidade como São Paulo, com um trânsito pesado tipo para-anda e portanto com velocidade inconstante, pode ter uma duração menor pelo desgaste que vem desta necessidade de brecadas e aceleradas constantes.

Este é apenas o exemplo de um dos fatores que influem na duração dos pneus. Considere-se agora todas as demais variáveis e teremos uma idéia da prática impossibilidade de fixar uma duração dos pneus.

Como não é possível determinar uma quilometragem específica para a troca de pneus, é muito importante que o motorista fique atento para o limite de segurança de desgaste que é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos. Abaixo dessa medida, o pneu já passa a ser considerado “careca”. A resolução do Contran 558/80, estabelece que trafegar com pneus abaixo do limite é ilegal. O veículo pode ser apreendido.


# Os pneus tem o mesmo rendimento e segurança quando está chovendo?

O rendimento quilométrico ou duração dos pneus em pista molhada é maior do que em pista seca. Com chuva os pneus sofrem menor desgaste.

Por outro lado, a aderência dos pneus em pista molhada é menor e depende principalmente da capacidade dos sulcos da banda de rodagem escoarem ou expelirem a água entre a pista e o pneu; depende da quantidade de água ou espessura da camada ou véu de água na pista, da pressão do pneu e da velocidade do veículo.

Em caso de chuva, a melhor recomendação é que o motorista reduza a velocidade, tendo presente também outros fatores como o tipo de estrada e condições de tráfego.


# Quando há aquaplanagem, a causa pode ser pneu careca?

Sim, chuva e pneu careca formam uma combinação perigosa. A aquaplanagem ocorre quando a quantidade de água retida na área de contato entre pneu e pista, supera a capacidade de escoamento dos sulcos da banda de rodagem do pneu. Forma-se então uma película de água entre o pneu e a pista e o pneu perde contato.

Quanto menor a profundidade dos sulcos da banda de rodagem, maior a probabilidade de aquaplanagem em caso de fortes chuvas e em pistas de estradas com má ou irregular drenagem das águas pluviais. Com os pneus carecas o risco é gravíssimo.

Portanto, durante o verão, é importante estar sempre com os pneus em ordem e em caso de fortes chuvas, seja como for, por uma questão de segurança é sempre recomendável reduzir a velocidade.


# Como sei qual o pneu mais adequado para o meu veículo?

Pneus de automóveis são desenvolvidos para fazer parte das características do automóvel, seja ele um veículo pequeno e econômico ou um esportivo de alta performance. Diferentes veículos, portanto, necessitam de pneus de concepções absolutamente diferentes e coerentes com as exigências de cada um. Para saber o pneu adequado para um veículo, o proprietário deve consultar o manual do veículo, onde o fabricante indica o tamanho ou os tamanhos de pneus adequados e seus índices de carga e velocidade.


# Quando tenho que realizar o balanceamento e alinhamento dos pneus?

O balanceamento ou alinhamento dos pneus devem ser realizados a cada 10.000 km rodados, quando surgirem vibrações, na troca ou no conserto do pneu, quando o veículo sofrer impactos na suspensão, quando apresentar desgastes irregulares, quando forem substituídos componentes da suspensão ou quando o veículo estiver puxando para um lado.


# Qual o risco de estar com os pneus carecas?

Dirigir com pneus carecas aumenta o risco de acidentes porque diminui o atrito entre o pneu e a pista, além de ser uma infração grave com cinco pontos na carteira. Motoristas devem estar alertas para realizar a troca do pneu antes que ele esteja totalmente liso.


# Pneus tem garantia?

Os pneus tem garantia contratual oferecida pelos fabricantes de cinco anos a partir da data da nota fiscal de compra do pneu ou da data de compra do veículo (no caso de pneus de primeiro equipamento) ou na ausência destas, a partir da data de fabricação do pneu gravada na lateral, após o código DOT, constituída de quatro algarismos, onde os dois primeiros identificam a semana de produção e os dois últimos, o final do ano de fabricação.


# Qual a calibração ideal?

Os pneus devem ser calibrados semanalmente de acordo com a indicação do manual do veículo e indicações do fabricante.

Comente aqui
04 jan15:18

Preocupação e perigo para os motoristas

Jandira Vanin, RBS TV Livramento

O trevo da faxina, na BR158, que dá acesso à Santana do Livramento, apresenta problemas de sinalização, o que pode causar acidentes no trânsito.

Em 2009, foram nove acidentes neste trecho da rodovia, onde fica o trevo da faxina. Duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, no ano passado, foram registrados dois acidentes com três passageiros feridos.

Ainda é possível encontrar no local as marcas provocadas pelos acidentes. O cruzamento dá acesso à Rosário do Sul pela BR158 e à Dom Pedrito pela BR293. Durante o trajeto pela BR293, encontra-se apenas uma placa indicando o trevo e a necessidade de reduzir a velocidade.

Outro problema aqui no trecho são os furtos das placas de sinalização. Há dois meses, quando foi realizada uma reforma na Br158, a maioria delas foi levada do local.

A imprudência também coloca em risco a vida dos motoristas. Durante a reportagem da repórter Jandira Vanin para a RBS TV local, um veículo fazia ultrapassagem indevida, bem perto do local do trevo.

Segundo o departamento nacional de infraestrutura de transporte, o Dnite, no segundo semestre de 2010 já está previsto um projeto para melhorar o trânsito dos veículos e a sinalização no trevo da faxina.

Comente aqui
30 dez16:48

Dicas para que os fogos de artifícios só enfeitem o Ano Novo

Fim de ano é época de comemorar. Mas também de se ter cuidado. O Corpo de Bombeiros de Santana do Livramento chama a atenção da população sobre os cuidados com os fogos de artifícios. E para não estragar a festa de Reveillon, todo o cuidado é necessário na hora de manusear os artefatos.

Especialmente na noite do 31 de dezembro, véspera de Ano Novo, aumentam as ocorrências de queimaduras causadas por fogos de artifício. E a má utilização deste tipo de artefato, traz riscos mais graves. O Corpo de Bombeiros alerta para que a queima seja feita por profissionais, mas não é isso que normalmente acontece. Se não for possível, é indicada a utilização do modelo mais alongado, diminuindo os riscos de contato da explosão dos fogos com o corpo.

Além desses cuidados, é preciso ter atenção também onde se vai soltar os fogos. Locais fechados, onde há um grande número de pessoas, próximo à residências e da fiação elétrica aumentam o risco de acidentes.

- Os pais também tem que ter atenção redobrada com as crianças que não devem manusear os fogos – diz o Sargento Chandler Costa.


Confira outras dicas para soltar fogos de artifício com segurança:

* Não compre fogos clandestinos, na maioria das vezes, eles não são testados, são vendidos de forma avulsa e não trazem as orientações do fabricante na embalagem.

* A distância para explodir os fogos com segurança é de 30 a 50 metros de pessoas, edificações e carros.

* Se os fogos não estourarem, não tente reaproveitá-los.

* Molhe-os para apagar o pavio e evitar acidentes e leve na loja em que comprou para trocá-los.

* Se for guardar os fogos de artifício em casa, deixe-os em um local seco e longe de fogões, isqueiros e do acesso à fumantes.

Comente aqui
29 dez19:07

Aproveite o verão em segurança

Jandira Vanin, RBS TV Livramento

O verão está aí e muita gente aproveita os dias de sol para se refrescar em rios e lagos. Mas essa opção de lazer exige segurança. essa época, os afogamentos são sempre motivos de preocupação, por isso, a presença de salva-vidas é fundamental para que a diversão não seja interrompida. Em Santana do Livramento, o Corpo de Bombeiros chama a atenção para o perigo de nadar em áreas onde não é permitido o banho, já que nesse período, a atenção para essas ocorrências são redobradas.

Um dos pontos preferidos para mergulho é o Lago Batuva. É comum famílias inteiras se banharem nos fins de semana. Mas, mesmo os que sabem nadar devem tomar cuidado. Lagos e rios podem esconder perigos como buracos e pedras, que podem resultar em afogamento. Próximo à taipa de pedra, a profundidade do lago é de aproximadamente 18 metros, por isso, os bombeiros alertam os usuários com dicas de segurança.

No ano passado um homem morreu afogado no Lago Batuva. Ele estava nadando fora da área de banho permitida pelos salva-vidas. Nesta temporada, três bombeiros vão trabalhar para orientar os banhistas já que mortes são comuns no local.

Os salva-vidas trabalham das dez da manhã ao meio-dia e das três e meia às sete e meia da noite. Mas é preciso também estar atento a outras medidas de segurança.


Medidas de segurança na água:

- Evite nadar sozinho,

- Não tome bebida alcoólica antes de entrar na água e não mergulhe após lanches e refeições,

- Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado. Lance objetos flutuantes, como bolas, bóias, isopores e madeiras ou cordas a quem está se afogando, ao invés de retirá-lo da água.

Comente aqui
17 dez15:59

Número de denúncias dobrou com o patrulhamento volante

Jandira Vanin, RBS TV

A Polícia Civil de Santana do Livramento reapresentou as equipes volantes que atuam no município. Com esse tipo de patrulhamento, o número de denúncias anônimas e repasse de informações para a polícia aumentou.

Duas viaturas fazem o policiamento em toda a cidade 24 horas por dia. A segurança é feita em pontos estratégicos, principalmente onde há maior incidência de crimes. Nesse período de movimento intenso no comércio, a presença da Polícia Civil também ajuda a prevenir assaltos a turistas e trabalhadores.

As equipes volantes foram implantadas há cerca de oito meses e esse trabalho já obteve bons resultados. Ao ver a polícia nas ruas, a comunidade se sente mais segura e procura denunciar os crimes que acontecem na cidade.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), Daniel Mendelski Ribeiro, o número de ligações para o número 197, da Polícia Civil, dobrou desde que as equipes começaram o patrulhamento. Para ele, o resultado demonstra que a população está tentando fazer a sua parte e reconhecendo as ações da polícia.

Comente aqui
09 dez17:19

Servidores de escolas infantis recebem curso de combate a incêndio

O Governo Municipal desenvolveu recentemente, através de seus técnicos de Segurança do Trabalho, em conjunto com o Corpo de Bombeiros, o primeiro treinamento de combate a incêndios, voltado a servidores das escolas infantis (creches).

A atividade contou com presença do prefeito Wainer Machado e do secretario municipal de Administração, Vitor Hugo Mafra, e foi realizada sob coordenação dos soldados César e Andrade.

As aulas teóricas foram dedicadas aos temas de Legislação Estadual de Prevenção, PPCI e sistemas de segurança; noções de Responsabilidade Civil e Criminal, e noções sobre os extintores de incêndio – Classes de Incêndio. Já as atividades práticas contaram com Reconhecimento das Classes de Incêndio e Manuseio de Extintores de Incêndio, com debates sobre as principais dúvidas e esclarecimentos dos professores e funcionários das unidades de ensino.

Na oportunidade, o servidor municipal Luis Mansilha, que coordena o setor de Segurança do Trabalho, lembrou que, quando bem entendida, a ação de orientar quem está atuando diariamente com crianças até os cinco anos aproximadamente, propicia maior qualidade vida, oferecendo proteção a saúde de todos que convivem neste ambiente. Mansilha acrescentou agradecendo aos instrutores do Corpo de Bombeiros, em especial ao tenente Lenine e a parceria que o municipio espera que seja duradoura, já que com isto a comunidade só tem a lucrar.


O prefeito Wainer salientou a importância da participação de todos os servidores dispostos a serem qualificados para o setor de Segurança do Trabalho, que entenderam a importância de estarem concientizados sobre uma série de fatores decorrentes dentro de suas jornadas semanais.

A entrega dos certificados do treinamento será efetuada no próximo dia 20, a partir das 8h, no Salão Nobre do Palácio Moysés Vianna, quando também serão disponibilizadps os certificados de conclusão do curso de capacitação da NR-10, aos eletricistas do departamento de Iluminação Pública Municipal.

Comente aqui