clicRBS
Nova busca - outros

tecnologia

14 fev08:25

Cursos da Unipampa preparam projeto conjunto

Um projeto conjunto entre os cursos de Engenharia de Software e Enfermagem da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), ainda em fase de preparativos, cria oportunidades de aprendizado para acadêmicos de ambas as áreas. Enquanto os estudantes de Alegrete vão se exercitar no desenvolvimento de programação, os alunos da área de Saúde em Uruguaiana terão contato com soluções digitais apropriadas para as atividades do Laboratório de Práticas de seu curso.

Um encontro entre professores de ambos os cursos aconteceu na terça-feira, 8 de fevereiro, no Campus Alegrete. As professoras do Campus Uruguaiana Anali Martegani, Cenir Tier, Fernanda Silva e Josefine Busanello reuniram-se com os professores Cleo Billa, Marcelo Pinto e Vanessa Vieira para iniciar tratativas desse trabalho conjunto.

De acordo com informe enviado pelo professor Marcelo Pinto, a proposta é informatizar partes do Processo de Enfermagem, incluindo os registros dos dados da anamnese e exame físico, diagnósticos e cuidados de enfermagem, com o intuito de facilitar as atividades e propiciar o contato dos alunos com um sistema de registro de dados informatizado no Laboratório de Práticas do curso.

- Este processo será desenvolvido pelos alunos do segundo ano de Engenharia de Software, pois as atividades relacionadas a esta informatização são tema de todas as componentes curriculares do semestre que se inicia – conta o professor Marcelo. Os docentes dos cursos de Enfermagem e de Engenharia de Software deram início ao projeto conjunto com a descrição dos processos que serão atendidos pelo sistema.

Um novo encontro já está agendado para o dia 23 de fevereiro, em Santana do Livramento, e inclui a participação dos professores Amanda Melo, Daniel Welfer, Sérgio Dill e Sam Devincenzi do Campus Alegrete, para acertar os detalhes e formalizar a realização deste projeto.

- O fato de a Unipampa ser multicampi não impede que existam trabalhos em conjunto entre diferentes áreas de conhecimento. O mais difícil na verdade é haver a integração de áreas distintas em um único projeto, mesmo em locais onde as pessoas se encontram na porta ao lado – pondera o professor Marcelo.

Outros passos do desenvolvimento do sistema de dados estão definidos. No dia 5 de abril, uma nova reunião no Campus Alegrete, desta vez entre professoras do curso de Enfermagem e alunos da Engenharia de Software, vai tratar de esclarecimentos quanto aos recursos digitais que serão usados no projeto.

O professor Marcelo adianta que, posteriormente, os alunos do curso de Engenharia de Software farão uma visita ao Laboratório de Práticas do curso de Enfermagem em Uruguaiana, para que os acadêmicos envolvidos possam conhecer detalhes dos processos desenvolvidos lá.

Comente aqui
12 fev15:26

Governo firma convênio com o MEC para distribuir computadores a alunos da Fronteira

Portal Fronteira da Paz

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, quer implementar no Estado uma iniciativa do Uruguai na área da Educação, o Plano Ceibal. Há três anos, o país vizinho disponibiliza um computador para cada aluno da rede pública.

A ideia é começar pelos municípios da fronteira com o Uruguai, depois na Grande Porto Alegre e nas regiões onde será instalado o Pronaf para inclusão digital.

Comente aqui
02 jan15:01

clicRBS Livramento agora é parceiro do Portal Fronteira da Paz

Com novidades sempre quentinhas da fronteira, o Portal Fronteira da Paz se aliou ao clicRBS Livramento para que o leitor santanense fique sempre bem informado. Nele encontra-se notícias sobre os free shops, informações sobre Livramento e Rivera, artigos, eventos e muito mais sobre as duas cidades que agora estarão também no clicRBS Livramento.

Agora o clicRBS Livramento está mais completo para informar a população santanense e apresenta sua notícias em mais um local, com um feed das últimas novidades na capa do Portal Oficial da Fronteira da Paz.

O endereço é: www.fronteiradapaz.com.br. Confira.

Comente aqui
08 dez13:55

Para os internautas da fronteira

Rumos da Fronteira

O projeto Rumos da Fronteira, que começa no caderno especial de oito páginas, terá continuidade permanente no blog www.zerohora.com/ rumosdafronteira, que já está no ar. O blog será atualizado constantemente com as notícias da Campanha e da Fronteira Oeste do Estado.

Esse suplemento, que você lerá a seguir, abordará as principais potencialidades, as rotas de turismo, as festas e as peculiaridades das duas regiões, entre outros temas. Na internet, o novo canal de notícias será abastecido pelos repórteres Marina Lopes e Sancler Ebert, correspondentes de Zero Hora na Fronteira Oeste e na Campanha, respectivamente, e pelo fotógrafo Naúro Júnior.

Iniciado em 2008, o projeto Rumos publicou cadernos especiais sobre as regiões Sul, Norte, Noroeste e Vales. Agora, chegou a vez de a Fronteira ganhar espaço em zerohora.com. O blog irá manter interação permanente com o leitor da região, que pode sugerir pautas de seu município.

Está ocorrendo um evento importante na sua cidade? Ou você quer relatar um episódio curioso, quer elogiar uma iniciativa ou está descontente em relação a algo que ocorre em seus município? Não deixe de escrever para o rumosdafronteira@ zerohora.com.br.

Comente aqui
28 nov17:45

Paróquia Sant'Ana disponibiliza cartões virtuais cristãos para as festas

A Paróquia Sant’Ana, conhecida popularmente como Igreja Matriz, a fim de se aproximar cada vez mais e ter uma linguagem mais estreita com os fiéis, investe em recursos tecnológicos e traz novidades em seu portal.

Agora é possível também, através do site da Paróquia, enviar cartões de Natal e Ano Novo aos amigos, parentes que estão perto ou muito longe, à pessoa amada ou a quem desejar enviar votos de Boas Festas e fazer uma pequena surpresa on-line.

E recomenda: Um cartão virtual é um modo simples e fácil de estar perto das pessoas queridas nos dias de festa.

Confira aqui: http://paroquiasantanaliv.sites.uol.com.br/cartoesvirtuais.htm


Saiba mais sobre o portal da Paróquia:

>> Igreja Matriz cria site como instrumento de evangelização



Comente aqui
25 nov11:37

Eu Vivo na Noite lança cobertura em Santa Catarina

O site parceiro do clicRBS Livramento, Eu Vivo na Noite, expande seu trabalho e lança hoje a cobertura também no Estado de Santa Catarina. Além das novidades da noite da fronteira, agora todas as festas de Florianópolis e São José podem ser conferidas no Eu Vivo na Noite. Confira: www.euvivonanoite.com.br.

Informações e fotos da noite santanense e riverense continuam bombando no site. As notícias de festas, bandas e notícias da noite de Livramento e Rivera estarão também no clicRBS Livramento.


1 comentário
02 out09:51

Novo site tradicionalista adentra a internet

Chegou o blog De Pingo Alçado no Freio. Com a força do minuano, com o pé no estrivo e rédea na mão para a alma sair do chão.

De Pingo Alçado no Freio retrata a vivência de homens de mulheres do campo, troca experiências com jovens tradicionalistas dos mais variados rincões, entra no universo de poetas, declamadores, cantores e verdadeiros defensores da essência de um povo e de uma gente.

Pingo Alçado no Freio nasceu de uma roda de mate, entre Ana Claudia Luz Feltrim, ex-prenda do Rio Grande do Sul e o poeta, cantor, compositor Marco Lima.

- Vamos de Pingo Alçado no Freio contar as histórias de mulheres e homens que fazem estes campos, na pata de seus cavalos. Vamos contar a história daqueles que são por vezes esquecidos e agora ganharão voz e vez – diz Ana Cláudia Luz Feltrim, umas das realizadoras do projeto.

De Pingo Alçado no Freio terá link no site da Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha (CBTG) e é parceiro de O Rio Grande delas. De Pingo Alçado no Freio visitou um dos lugares mais bonitos e encantadores do Planalto Central, onde firmaram, no último final de semana várias parcerias com a presidência da CBTG.

Ceva o mate e preserve suas raizes. Acesse: http://www.depingoalcadonofreio.blogspot.com/.

1 comentário
30 jul13:31

Caravana da Unipampa comenta o FISL 2010

O Campus Alegrete da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) marcou presença na edição 2010 do Fórum Internacional de Software Livre (FISL 11), que ocorreu de 21 a 24 de julho em Porto Alegre. No maior evento nacional e um dos maiores do mundo no segmento de desenvolvimento de programação e negócios relacionados a programas de computador de código aberto, o FISL reuniu pesquisadores, desenvolvedores, empresários, estudantes e profissionais dos setores privado e público. 45 alunos dos cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Software e oito analistas de Tecnologia da Informação (TI) da universidade participaram do evento. A caravana foi coordenada pelo diretor do Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação da Reitoria (NTIC), professor Diego Kreutz.

O evento apresentou algumas mudanças em relação às edições anteriores. Lucas Arbiza, acadêmico do 7º semestre de Ciência da Computação, notou que grandes empresas do setor, como Google, Mozilla e Oracle não enviaram representações ao FISL e lamentou a ausência dessas organizações “pela oportunidade de interagir com quem trabalha em empresas desta importância”, afirma, sem esquecer da qualidade dos brindes oferecidos.

Por outro lado, ele acredita que as palestras ficaram mais acessíveis na grade de horários e apresentaram qualidade superior em relação às oferecidas nas três edições imediatamente anteriores do evento – em parte devido ao sistema de seleção coletiva implementado pela organização do FISL neste ano, em que os participantes apontaram quais assuntos lhe interessavam.

Em um fórum de software livre, cada participante da caravana pôde escolher dentre as diversas atividades da agenda. O professor Diego observou que as áreas que mais chamaram a atenção dos alunos foram as apresentações relacionadas a mostra de soluções e aplicações em negócios, o desenvolvimento de programas e o gerenciamento de serviços de rede – este último foi a mesma escolha do analista de TI Charles Bastos, que ressaltou que apresentações e troca de informações sobre gerenciamento, desenvolvimento e segurança de redes de computadores são pouco abordadas em eventos de TI, embora sejam valiosas.
– Trata-se de uma área bastante complexa, porém de extrema importância nos dias de hoje. Além disso, vem de encontro aos projetos existentes dos quais eu participo no NTIC – conta ele.

Lucas, por sua vez, optou pelas palestras e debates relacionados às suas pesquisas, como o projeto de software livre Gnome, por exemplo.

Tendências em 2010

Um dos pontos apontados pelo professor Diego como tendência no FISL deste ano é a cloud computing (computação em nuvem, em uma tradução livre), termo que indica a disponibilização de aplicativos, serviços e recursos computacionais através de redes conectadas pela Internet, alterando os investimentos em computadores para organizações públicas e privadas. Mas outras linhas de desenvolvimento, como a das telas interativas (touch screen) e a do barateamento do custo de computadores também foram apontadas como relevantes.

A adoção de software livre pelo serviço público é indicada por Charles como outra tendência forte. A escolha, segundo ele, mostra preocupação com custos e principalmente com a autonomia e segurança dos dados.
– O aumento da quantidade de órgãos públicos adotando soluções baseadas em software livre não se justifica apenas pelo fator financeiro, mas sim pela flexibilidade dos códigos, velocidade com que novas versões surgem para resolver os problemas e a participação da comunidade no processo de maturação e aperfeiçoamento destas soluções- explica o analista de TI.

O estabelecimento de novos contatos e o reforço dos laços existentes entre as comunidades de desenvolvimento de software livre marcou o evento, na opinião do professor Diego.
– Uma das tendências do FISL 11 foram as comunidades, o estreitamente de relações entre grupos nacionais e internacionais. Uma das grandes metas é fortalecer cada vez mais as comunidades, estratégias e ações vinculadas à difusão e utilização de software livre – diz.

Software livre no dia-a-dia

Nos papéis de gestor e professor, Diego apontou quais tecnologias lhe pareceram mais interessantes – inclusive para trabalhar em projetos no NTIC:
– Soluções para computação nas nuvens (Cloud Computing); sistemas para telas interativas (touchscreen); novas linguagens de programação, como é o caso da Go; frameworks para o desenvolvimento de sistemas Web; e sistemas de gerenciamento de conteúdos Web – enumera.

Charles, por sua vez, avalia a importância do uso e da cultura do software livre no trabalho que realiza na UNIPAMPA como analista de tecnologia. Ele está constantemente buscando aplicativos e afirma que o uso de ferramentas baseadas em softwares livres permite uma flexibilidade na utilização de diferentes componentes.
– O acesso à documentação ou códigos fontes, se for o caso, aumenta a credibilidade e torna a utilização de softwares livres uma questão de responsabilidade social que, no meu ponto de vista, deveria ser seguida em todos os órgãos do setor público – declara Charles.

Lucas, que desenvolve seu projeto de conclusão de curso usando aplicativos e programas de código aberto, diz que começou a se interessar pelo assunto há cerca de dois anos e meio, quando instalou pela primeira vez uma distribuição Linux em seu computador. Trabalhar com o desenvolvimento de soluções, incluindo as faes de teste e o estudo, não desanimam o estudante – pelo contrário. “A evolução dos projetos é muito rápida, as melhorias são contínuas e significativas”, explica ele, que diz receber forte estímulos no curso de Ciência da Computação, no qual o software livre é um aliado do ensino:
– Há disciplinas em que precisamos não só conhecer, mas também interagir com sistemas e ferramentas, e em sistemas proprietários e fechados isso não é possível. O software livre dá total autonomia e assim podemos fazer o que quisermos com nosso sistema, podemos conhecer completamente o que estamos usando e experimentando aprendemos melhor – afirma o acadêmico.

Contatos

Além de palestras e troca de conhecimentos técnicos, eventos são sempre ocasiões de recebimento (e troca) de cartões de visita. O professor Diego conta que no FISL deste ano aproveitou para conhecer alguns pesquisadores e profissionais de destaque em suas áreas. O criador da Cluster Latinux e diretor executivo da ISEIT (Instituto Superior de Estudios e Investigaciones Tecnológicas), na Venezuela, Ricardo Strusberg, é um dos nomes. Da conversa surgiu a possibilidade da UNIPAMPA tornar-se a primeira universidade brasileira a oferecer as certificações Latinux, reconhecidas e acreditadas em mais de 10 países. Um detalhe interessante: O Cluster Latinux, que reúne empresas que trabalham com software livre, foi formalmente criado no FISL de 2006.

Outro contato importante, de acordo com o professor Diego, foi feito com o professor e pesquisador Marcus Castilho, que coordena o projeto “PROINFODATA – Coleta de dados do projeto ProInfo/MEC de inclusão digital nas escolas públicas brasileira”. Diego explica que o projeto apoia a criação de soluções baseadas em software livre para o desenvolvimento de projetos na área da educação, como o funcionamento de laboratórios de informática nas escolas públicas brasileiras.

Finalizando a lista, o professor Diego também entrou em contato com representantes do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.BR) e da Escola Superior de Redes da Rede Nacional de Pesquisa (ESR/RNP), com o objetivo de trazer profissionais desses dois órgãos para a 8ª Escola Regional de Redes de Computadores (ERRC 2010), evento que está sendo organizado pela UNIPAMPA com realização prevista de 4 a 6 de outubro de 2010, no Campus Alegrete.

Comente aqui
25 jul16:28

Igreja Matriz cria site como instrumento de evangelização

A Paróquia Sant’Ana, mais conhecida como Igreja Matriz, de Santana do Livramento, acompanha a evolução de seus fiéis e cria um site para divulgar as notícias da Igreja e ter uma canal mais direto com seus frequentadores.

Utilizado como um instrumento de evangelização, o site pretende atingir um número significativo de pessoas, católicas ou não, visto ser um espaço bastante diversificado.

Leia artigos religiosos, novenas, curiosidades, mensagens e acompanhe os horários das missas em: http://paroquiasantanaliv.sites.uol.com.br/

3 comentários
22 jul18:31

Unipampa tem terminal personalizado de autoatendimento

O Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação (NTIC) da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) colocou um terminal eletrônico de autoatendimento para uso dos alunos, em fase experimental, na portaria do Campus Alegrete, desde o dia 12 de julho. A fase de testes pelos usuários deve durar de três a quatro meses.

A ideia é aperfeiçoar o sistema por meio do uso dos alunos, que poderão acessar diversos serviços como resgate e troca de senhas, acesso ao Portal do Aluno e ao ambiente Moodle e visualização de mapas de localização e do calendário acadêmico. Economia, praticidade e flexibilildade na manutenção do sistema são as vantagens que o projeto oferece à Universidade.

A interface do terminal à disposição dos alunos é similar à usada no Portal Unipampa, facilitando o uso

De acordo com o diretor do NTIC, professor Diego Luiz Kreutz, o principal ganho para os alunos é a praticidade.

– Antes dos terminais, os alunos precisavam dirigir-se ao setor de suporte do Campus para poder criar uma nova senha ou recuperar a senha de acesso aos computadores dos laboratórios de informática. Com o sistema dos terminais, isso não é mais necessário – explica.

Outro exemplo da facilidade é a consulta ao Portal do Aluno, que antes só podia ser feita nos laboratórios de informática.

Kreutz explica que a economia de recursos financeiros e a facilidade de manutenção e ajustes no serviço são as vantagens do projeto desenvolvido. Além do ganho econômico com a redução de custos, o diretor destaca a formação e o aumento de conhecimento dos técnicos envolvidos, a possibilidade de adaptar os sistemas conforme as necessidades institucionais e dos usuários, e a liberdade e a agilidade para criar soluções:

– Software livre não impõe barreiras e dependências externas – finaliza o diretor.

Tela do terminal

Os técnicos do NTIC que se envolveram nas diversas fases do projeto são os analistas de TI Márcio Vinissius Fernandes Furtado, Sérgio Bortolin Junior, Luiz Mário Lopes Moraes, Daniel Michelon De Carli e Aline Pacheco Primão, com o apoio do técnico em TI Rafael Quevedo e do diretor do NTIC.

Segurança e praticidade

Apesar de ter colocado em funcionamento o primeiro terminal de autoatendimento para alunos, a equipe do NTIC já havia desenvolvido um terminal para gerenciar a agenda online da sala de reuniões como experiência, em funcionamento desde maio deste ano. A metodologia usada no desenvolvimento incluiu reuniões com alunos, séries de testes e avaliações nos sistemas.

Os terminais têm como sistema operacional a distribuição GNU/Linux Slackware,

– uma das versões mais antigas e estáveis da família Linux – explica Kreutz.

Além da integridade, o Linux Slackware permite diversas medidas de segurança e controle das possibilidades na interface para o usuários de terminais:

– Isso evita que o terminal seja utilizado para fins não previstos e/ou desejáveis – afirma.

A interface web para o usuário final foi desenvolvida usando o sistema de banco de dados MySQL, a linguagem de programação PHP e o servidor web Apache2, softwares consagrados pelo uso global em sites e serviços de diversos portes, favorecendo ainda mais o uso dos terminais. A equipe de desenvolvimento integrou o sistema do terminal com os domínios de usuários usados para gerir as credenciais de acesso aos sistemas da Universidade – mais uma medida que reúne a preocupação com a segurança dos dados, a rapidez no atendimento e a usabilidade do terminal para os alunos.

Com essa configuração, o próximo passo após os ajustes é iniciar a instalação dos terminais pelos demais campi e pela Reitoria da UNIPAMPA, consolidando um dos projetos do NTIC. A perspectiva é completar essa fase até o final de 2010. O prazo depende ainda de processos de compra e da preparação dos terminais para entrada em funcionamento.

Comente aqui