Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Carreteiro de charque

18 de setembro de 2009 2

Luciele Kegler/Divulgação

Esta receita de carreteiro de charque _ talvez um dos pratos mais tradicionais da culinária gaúcha _ foi degustada durante os jantares da Semana Farroupilha no Departamento Tradicionalista Gaúcho (DTG) do Avenida Tênis Clube (ATC).

Sem muitos mistérios de preparo, o carreteiro de charque requer alguns cuidados para ficar soltinho e gostoso.

_ Não se pode fritar muito o charque senão ele fica duro _ conta o cozinheiro do DTG, Adelar Almeida de Oliveira, especialista em comida campeira há 22 anos.

Outra dica do blog é observar a quantidade de água para cozinhar o arroz. Se for muita água, o carreteiro vai virar uma “sopa” e perder suas características. Quem achar que pode se perder na medida, a dica é a mesma usada para fazer arroz branco: duas medidas de água para uma medida de arroz. Pode até faltar um pouco de água no final, mas neste caso, é só completar.

Outra observação. Se você está começando no mundo forno e fogão, prefira fazer porções menores. Sempre é mais fácil acertar uma receita para duas pessoas do que para 10.

Ingredientes

1 e ½ kg de arroz branco

2 kg de charque

2 cebolas médias

4 colheres de sopa de banha

2 dentes de alho

1 maço de tempero verde

Preparo

_ Corte o charque em cubos, coloque de molho na água por uma hora, após ferva com 1 litro de água, escorra e lave com água fria

_ Em uma panela, acrescente a banha, o charque, a cebola e o alho picados e refogue rapidamente

_ Coloque o arroz e frite até grudar de leve no fundo da panela. Acrescente água (mais ou menos 1litro e meio) e sal a gosto

_ Quando o arroz estiver pronto, acrescente o tempero verde

_ A receita rende 10 porções

Postado por Silvana Silva

Comentários (2)

  • sergio santos diz: 18 de setembro de 2009

    para desalgar o charque nãp se deve ferver o mesmo,senao o sal entranha, ora….

  • joel diz: 21 de setembro de 2009

    Desculpe, quando ferver o charque e jogar a agua fora não estará indo junto todo o sabor do charque?

     

    RESPOSTA

     

    Olá Joel,

    Conforme o cozinheiro Almeida, responsável por esta receita, não.

    Eu, particularmente, costumo utilizar outra forma de tirar o sal extra do charque. Deixo-o de molho por quatro horas em água fria, trocando a água de uma em uma hora.

    Podes utilizar esta técnica se preferir. Garanto que não altera o sabor

Envie seu Comentário