Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2009

Espaguete carnívoro

31 de outubro de 2009 0

Charles GUerra

Enfim, o blog traz a receita do quarto colocado no concurso Dia do Macarrão, promovido pela indústria de massas Corrieri, de Santa Maria.

O prato é ideal para quem não abre mão de carne no cardápio e quer sair do tradicional prato de sábado: carreteiro. A mistura feita pelo funcionário Rodrigo Silva Machado, 28 anos, do setor de apoio à fábrica, leva vários tipos de carnes e é, como dizia a minha avó, de sustância. Além de ser fácil e rápida de fazer.

Durante a semana que passou o blog publicou as outras três receitas que tiraram 1°, 2° e 3° lugar no concurso. Se quiser conferir, é só ir nas categorias do Livro de Receitas, em “massa”, que você vai encontrar canelone invertido, penne a napolitama e penne com iogurte.

Ingredientes

500g de espaguete com ovos

250g de carne de gado (patinho) em cubo

250g pernil de porco em cubo

250g de peito de peru em cubo

250g de sobrecoxa de frango em cubo

1kg de tomate

1/2 lata de massa de tomate

1 caldo de carne

2 cebolas

2 dentes de alho

1 colher (sopa) de açúcar

Pimenta do reino, noz moscada e sal a gosto

Preparo

_ No liquidificador, bata os tomates com um litro de água, a massa de tomate, o açúcar e o caldo de carne. Reserve

_ Em uma panela grande, frite as carnes até ficarem bem douradas. Depois, coloque o alho, a cebola, a pimenta, o sal e a noz moscada. Frite mais um pouco. Adicione o molho do liquidificador e ferva até engrossar o molho

_ Cozinhe o espaguete al dente. Misture o molho à massa e sirva decorado a gosto

Postado por Silvana Silva

Com muita fé

31 de outubro de 2009 0

Ronald Mendes, especial

É preciso muito amor e fé para fazer os doces vendidos na maior festa religiosa do Interior do Rio Grande do Sul. Pude comprovar isso in loco. Na quinta-feira à tarde, fazia mais de 30°C em Santa Maria, onde no dia 8 deste mês ocorrerá a Romaria da Medianeira.

Na metade da tarde, dentro de um pavilhão onde funcionavam três fornos e dois fogões a lenha, um grupo de senhoras não media esforços para mexer e remexer os tachões (olha a foto aí acima) de onde saiu a primeira leva de doces vendidos na semana que antecede a procissão religiosa.

O calor era insuportável lá dentro, mas as doceiras estavam felizes da vida, brincando e rindo enquanto colocavam cuidadosamente a massa do doce de batata-doce nos bandejões para secar.

romaria

É só com fé em Medianeira mesmo para suportar. E olha que quinta foi o primeiro dia da produção. Os 25 mil doces que serão vendidos a partir deste sábado (local de venda e preços aí abaixo) ainda serão feitos até o sábado que antecede a procissão, das 5h até por volta das 21h. Isso é que pode se chamar de devoção de verdade.

E o blog pretende acompanhar essa maratona culinária de pertinho. Na próxima semana, vou trazer receitas dos tradicionais doces. Vou citar só alguns para você ficar com vontade: bombocado, cocada, quindim, rapadura de amendoim, panelinha de coco e os tradicionais doce de abóbora e doce de batata doce.


Venda de doces da Romaria da Medianeira

– A partir deste sábado, no salão do parque da Medianeira (Avenida Medianeira, ao lado da Basílica), das 8h às 20h. A venda ocorre até o domingo, dia 8

– Cada doce custa R$ 1

– A massa folhada e a fatia de bolo serão vendidos a R$ 1,50

– A cuca custa R$ 5 (a grande)

– O pão custa R$ 3 (a unidade)

Postado por Silvana Silva

No embalo das bandinhas

30 de outubro de 2009 3

Lauro Alves

Para quem já está com saudade das oktoberfests — tradicionais festas da cultura germânica que ocorrem no Sul do país em outubro —, uma boa oportunidade é prestigiar o 1º Baile da Cuca e da Linguiça, que  ocorre neste sábado em Santa Maria.

Promovido pelo grupo de dança alemão Immer Lustig (que completa 25 anos) e pela Igreja de Confissão Luterana do Brasil, o baile terá muito chope, música de bandinha e, claro, linguiça e cucas deliciosas.

Aproveitei a festança para pagar uma dívida que tenho com três leitoras de Santa Catarina. Tempos atrás, elas pediram receitas de massa cuca. Provei a de coco, feita por uma das cozinheiras do baile, e achei ideal para trazer aos leitores. A massa é fofa, leve e pode ser feita com o seu recheio de preferência.
— A de uva, por exemplo, é só colocar a fruta dentro da massa antes de levar para o fogo e polvilhar com a farofa — explica a doceira Carmem, dona das receitas abaixo.

Para quem quiser ir ao baile, vai aí o serviço
Quando — Sábado, às 21h
Onde — No Clube Atiradores Esportivo (no final da Rua de 7 de setembro, no bairro Perpétuo Socorro). Há estacionamento no local
Quanto — R$ 15 por pessoa, R$ 7,5 (estudantes, idosos e pessoas com trajes típicos alemães). Ingressos à venda no clube — (55) 3222-3022 —, na secretaria da igreja — (55) 3221-4558 — ou com integrantes do Immer Lustig — (55) 8436-9885. O valor dá direito à entrada e um prato com cuca, linguiça e um chope de 300ml. Porções adicionais custam: R$ 5 (comida) e R$ 4 (chope)

Ah! o baile é uma opção bem bacana de se divertir pra valer. Como a intenção é valorizar a cultura alemã, o grupo de dança Immer Lustig emprestará 50 trajes típicos para quem quiser ir a rigor. É só ligar para os fones acima e solicitar. 

Ingredientes
Massa base (para 4 cucas)
1kg de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
2 ovos
1 xícara de leite
1 colher (chá) de sal
125g de gordura (misturar margarina, banha e manteiga)
2 colheres (sopa) de fermento em pó
100g de baunilha
Raspas de laranja a gosto

Recheios (para 1 cuca)
Farofa
1 xícara de açúcar
1 xícara de margarina
Canela em pó a gosto
Baunilha a gosto
Casca de laranja ou de limão ralado

Coco
1 xícara de açúcar
1 xícara de água
250g de coco ralado congelado

Morango
1 bandeja de moranguinho bem maduro
1 e 1/4 de xícara de açúcar
2 xícaras de água

Preparo
Massa base
— Em um recipiente, coloque todos os ingredientes, exceto o fermento. Bata tudo até formar uma massa homogênea. Se ficar muito dura, colocar um pouco de água. Adicione o fermento e mexa
— Deixe descansar até que a massa dobre de volume
— Coloque a massa, dividida em quatro formas retangulares. Reserve
— Leve ao forno médio já com o recheio escolhido por 25 minutos. A sugestão é sempre colocar o recheio e a farofa nas bordas

Recheios
Farofa
— Amasse todos os ingredientes até ficarem em consistência de uma farofa. Ela é a base do recheio da cuca

Coco
— Em uma panela, misture os ingredientes e leve ao fogo até formar uma calda. Ele ficará com aparência leitosa e, depois, transparente (este é o ponto). Desligue e coloque sobre a massa antes de ir para o forno

Morango
— Misture os morangos picados com 1/4 de xícara de açúcar e espere soltar um caldo
— Coloque o caldo em uma panela e misture com 1 xícara de açúcar e a água. Leve ao fogo até levantar fervura. Se precisar, engrosse com maisena
— Desligue  fogo e misture os morangos picados

Postado por Silvana Silva

Quer ter sorte?

29 de outubro de 2009 0

Divulgação

Quem não quer… Superstição ou não, reza a lenda que comer nhoque no dia 29 de cada mês traz fortuna. E foi acreditando que pode dar certo que a Secretaria de Turismo de Santa Maria e um grupo de restaurantes da cidade tiveram a ideia de criar o evento Nhoque da Sorte.

Todos os dias 29, quem participar da programação vai oferecer o prato em seu cardápio. Tudo começou no Boulevard Gastronômico, que ocorreu durante a última Expofeira, em setembro. Foram quatro tipo de nhoques servidos aos visitantes. O blog trouxe duas receitas: nhoque de mandioquinha com carne seca e nhoque de espinafre ao molho quatro queijos.

Hoje, 29, ocorre o segundo dia do evento na churrascaria Bovinu`s (Rua Venâncio Aires, 1.592) e restaurante Ravanello (Avenida Nossa Senhora das Dores, 399). O blog traz uma receita-base de nhoque de batata para quem quiser se aventurar em casa. O molho pode ser o que você quiser: vermelho, branco, com carne, com vegetais. Use a imaginação.

Receita base de nhoque de batata

Ingredientes

1kg de batata cozida sem pele

350g de farinha de trigo

100g de manteiga derretida

15g de sal

1 pitada de noz-moscada

4 gemas

60g de queijo parmesão

Preparo

_ Cozinhe a batata com casca em água e sal

_ Descasque e amasse

_ Misture a batata amassada, a farinha de trigo, a manteiga e as gemas

_ Junte o queijo parmesão e tempere com o sal e a noz-moscada

_ Faça rolinhos e corte no formato de nhoques

_ Cozinhe, aos poucos, em água fervente abundante com sal

_ Quando os nhoques vierem à superfície, estão cozidos

_ Retire e mergulhe em uma vasilha com água gelada. Misture os nhoques com o molho que você escolheu

e aqueça bem

Postado por Silvana Silva

Mistura de bom gosto

28 de outubro de 2009 0

Charles Guerra

Fernanda Cezar Chaves foi misturando tudo que gostava. Testou, experimentou, mudou e chegou a uma receita da penne a napolitana adaptada ao seu gosto (bom gosto, na minha opinião). O resultado também agradou os jurados do concurso do Dia do Macarrão, promovido na última segunda-feira pela indústria de massas Corrieri, onde Fernanda trabalha na limpeza.

_ Acabei indo de ultima hora. Esse prato é a minha cara, combinando tudo o que eu mais gosto _ conta a jovem de 26 anos, que tirou o terceiro lugar no concurso, que teve 19 receitas inscritas.

Como prometido, o blog traz a receita para você se deliciar. A massa é muito saborosa, e a cozinheira teve o cuidado de deixar os ingredientes no ponto certo do cozimento com a ajuda de alguns segredinhos (confira abaixo).

Amanhã, você confere aqui o quarto e último colocado no concurso: espaguete carnívoro. Desde o começo desta semana, já publicamos o primeiro e segundo lugar.

Ingredientes

500g de penne

1 abobrinha em cubo

2 cebolas grandes picadas

2 dentes de alho

1 abobrinha em cubos

1 maço de brócolis hidropônico

2 tomates picados

1/2 pimentão vermelho picado

200g de bacon em cubos

400g de queijo parmesão

300g de queijo lanche picado

250g de queijo provolone

1 pitadinha de pimenta malagueta (1 pinguinho só, mesmo)

1 maço de tempero verde picado

Manjericão a gosto

2 colheres (sopa) de margarina

4 ovos

2 colheres (sopa) fermento em pó

5 azeitonas

Preparo

_ Em uma panela, refogue a cebola, e o alho com margarina. Acrescente a abobrinha. Reserve (não tampe a panela para a abobrinha não juntar água

_ Em um refratário, misture os queijos lanche e provolone, o pimentão, o tomate, o tempero verde e o manjericão. Junte tudo e acrescente à mistura da abobrinha

_ Cozinhe o brócolis. (segredinho da Fernanda: coloque uma colher de royal depois que a água levantar fervura. Ele conserva a cor bem verde e não deixa o vegetal ficar mole). Desligue e reserve

_ Bata os ovos. Acrescente 1 colher de fermento em pó, sal a gosto e uma pitada de malagueta

_ Frite bem o bacon, até ficar crocante

_ Em um refratário, monte a penne em camadas na seguinte ordem: mistura com abobrinha, penne, brócolis (cortados ao meio) e bacon. Por último, coloque o ovo batido e salpique parmesão

_ Decore com tomate e azeitona

_ Leve ao forno médio para gratinar. Quando tiver dourado por cima, está pronto

Postado por Silvana Silva

Penne com iogurte

27 de outubro de 2009 0

Charles Guerra

A receita que tirou o 2º lugar no concurso Dia do Macarrão, promovido pela indústria Corrieri, de Santa Maria (RS), é uma salada de penne. E o toque especial deste macarrão frio é a casca de laranja ralada usada pelo autor, Andrei Luiz Paulon, 30 anos.

Estreante no concurso, o funcionário que trabalha na produção de talharim conseguiu deixar o prato suave e leve, apesar de levar massa. É uma ótima pedida para degustar como entrada ou acompanhamento de peixe e aves.

Até quinta-feira, o blog trará ainda outras duas receitas finalistas do concurso. A primeira colocada pode ser conferida aqui.


Ingredientes

500g de penne

Molho

2 copos de iogurte natural

20 folhas de hortelã picadas

2 xícaras de queijo branco picado em cubos

100g de presunto picado

1 xícara de cenoura ralada bem fininha

1 casca de laranja ralada

Sal e pimenta a gosto


Preparo

_ Cozinhe a penne em ponto al dente. Quando estiver pronto, escorra a água e reserve

_ Em um recipiente, misture todos os ingredientes do molho. Misture-o à massa e sirva frio

Postado por Silvana Silva

O primeiro lugar

26 de outubro de 2009 1

Charles Guerra

O primeiro ingrediente marcante é o manjericão. Lá no fundinho, percebe-se o gosto do tempero, imperceptível a olho. Depois de algumas garfadas, é a pimenta (bem suave) que se sobressai neste prato de dar água na boca feito pelo funcionário da indústria de massa Corrieri Paulo Roberto Duarte, 57 anos.

Foi com a receita de canelone invertido que o Paulo Roberto tirou o 1º lugar no concurso do Dia do Macarrão, promovido pela fábrica de Santa Maria para festejar o Dia Mundial do Macarrão (confira o post sobre o evento).

A final do concurso ocorreu na segunda-feira, na cozinha da Corrieri. Fui lá conferir, provei um pouquinho de cada uma das quatro receitas finalistas e fiquei com pena dos jurados (que tiveram de escolher). Estava tudo muito delicioso.

_ Fui misturando coisas que combinam e que eu gosto _ contou Paulo, funcionário do setor de fragmentação de matéria-prima, que ganhou R$ 800 e um jantar para dois como prêmio.

Olha ele aí conferindo os últimos retoques antes de servir a massa:

paulo

Melhor do que o sabor das massas era ver a alegria dos funcionários. Os concorrentes estavam ansiosos, nervosos com a avaliação dos jurados. Depois que saiu o resultado, foi uma festa só. Nesta terça-feira, os 140 empregados da fábrica vão ter um almoço especial. Os quatro finalistas irão preparar as receitas novamente para que os colegas consigam provar e participar ainda mais deste evento, criado para incentivá-los. No cardápio do dia, terá:

_ Canelone invertido, do seu Paulo (1º lugar)

_ Penne com iogurte, de Andrei Paulon (2º lugar)

_ Penne a napolitana, Fernanda Chaves (3º lugar)

_ Espaguete carnívoro, Rodrigo Machado (4º lugar)


Ficou com vontade de provar? Então, acompanhe o blog. De hoje até quinta-feira, vou publicar as receitas dos finalistas do Dia do Macarrão. Ah! é bom deixar a dieta de lado. Elas são todas deliciosas, mas nada lights.

Ingredientes

1/2 kg de massa ninho

Molho

1 cebola grande picada

1 pimentão vermelho picado

3 dentes de alho picado

1 colher (sopa) de pimenta calabresa em flocos

1 caixa de molho bolonhesa

1 caixa de molho madeira

1 copo de requeijão

Pesto

200ml de azeite de oliva

1 maço de manjericão

Canelones

500g de peito de peru (em formato retangular)

500g de queijo mussarela

100g de queijo parmesão ralado grosso


Preparo

Massa e pesto

_ Cozinhe a massa em ponto al dente. Retire do fogo e deixe esfriar

_ Faça o pesto: corte o manjericão bem fininho, coloque em uma frigideira com o azeite de oliva (reserve um pouco para fazer o molho vermelho)e coloque leve ao fogo por segundos (cuide para o manjericão não ficar preto). Tempere a massa com o pesto e reserve

Molho

_ Em uma panela, refogue a cebola, o pimentão, o alho e a pimenta. Acrescente o molho bolonhesa e deixe ferver por 5 minutos. Acrescente o molho madeira e deixe ferver por mais 3 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Depois, acrescente o requeijão e mexa

Canelones

_ Monte os canelones: coloque uma fatia de peito de peru, uma de queijo por cima e recheie com a massa temperada. Enrole e vá colocando um a um em um refratário grande

_ Cobrir os canelones com molho e salpicar o parmesão. Levar ao forno médio por 20 minutos (até dourar)

Postado por Silvana Silva

Viva o macarrão

25 de outubro de 2009 0

Claudio Vaz
Pense um pouco: você conhece alguém que não gosta de macarrão?
Fiz o exercício e não consigo lembrar de um vivente que conheço que não aprecie massa. Seja lá como for, independente do formato, da consistência, do molho ou dos ingredientes adicionados a sua receita básica. Como boa descentende de italianos, sou suspeitíssima a falar. Não há combinação que eu não adore, principalmente se vier acompanhada de muito queijo.

Esta declaração de amor às massas é para contar a vocês uma iniciativa genial que a Corrieri, de Santa Maria, promove há seis anos para Dia Mundial do Macarrão, comemorado neste domingo. Indústria especializada em fazer macarrão, a Corrieri resolveu convidar os funcionários para participar de um concurso que escolhe a melhor receita com macarrão inventada ou adaptada por eles.

Dois meses antes do julgamento, os funcionários colocam as receitas por escrito em uma urna. A comissão julgadora escolhe as 10 melhores. Depois de nova triagem, saem quatro finalistas que serão apresentadas a jurados de fora da empresa em um almoço.

O pessoal adora e se envolve desde março com o concurso. Escolhemos as receitas mais criativas, originais e inovadoras. Neste ano, 19 pessoas participarem — conta Dulce Denardim Faccin, diretora de Produção da Corrieri e integrante da comissão julgadora.

Amanhã, às 12h30min, os quatro funcionários finalistas deste ano irão preparar os pratos para os julgadores. E, é claro, o blog vai até lá conferir as delícias e trará as receitas para vocês. A Dulce nos adiantou que terá uma lasanha invertida (com a massa por dentro), um macarrão com quatro tipos de carne, um macarrão à polonesa (frio) e um com molho picante.

Além de incentivar os funcionários a aproveitar os prazeres da cozinha, o concurso premia os quatro colocados (R$ 800 para o primeiro, R$ 500 para o segundo, R$ 400 para o terceiro e R$ 300 para o quarto).

Para deixar você com água na boca, pedi para a primeira colocada de 2008, a recepcionista Alessandra Lhano de Moares, dar a receitinha do prato que ela preparou. Um rigatoni montado como se fosse uma lasanha. Dá uma espiada:

rigatoni

Ingredientes
500g de rigatoni
200g de presunto fatiado
400g de queijo fatiado
Molho de frango
1 peito grande de frango cozido e desfiado
1 lata de molho de tomate
100g de champignon
250g de tomate maduro
200g de cebola
2 tabletes de caldo de galinha
Pimenta do reino em pó a gosto
Pimenta vermelha a gosto
Alho a gosto
Molho branco
2 caixas de creme de leite
4 xícaras de leite
1 pitada de sal
8 colheres (sopa) rasas de maisena
1 pacote de queijo ralado

Preparo
Molho de frango
— Pique a cebola e o alho e coloque-os para fritar em uma panela grande. Quando estiverem dourados, coloque o tomate picado e os tabletes de caldo de galinha. Deixe ferver uns cinco minutos
— Adicione o frango picado, o champignon, o molho de tomate e as pimentas. Deixe formar um molho homogêneo. Reserve
Molho branco
— Em uma panela grande, coloque o leite e a maisena. Mexa bem para dissolver e leve ao fogo. Quando levantar fervura e formar um creme, coloque o sal, o creme de leite e o queijo ralado. Mexa e retire do fogo
Montagem
— Cozinhe o macarrão al dente
— Em um refratário grande, coloque uma camada de macarrão que tape o fundo do prato. Cubra com parte do molho de frango e coloque parte do queijo e do presunto picados. Depois, cubra com molho branco
— Repita a mesma ordem de camadas até que os ingredientes acabem, terminando com molho branco

Postado por Silvana Silva

A massa: terra e 36 ovos

24 de outubro de 2009 1

Denis Cabreira
Todo mundo tem uma história para lembrar de suas primeiras incursões pelo mundo das panelas. A dona Elizabeta Ross, uma doceira de mão cheia de Agudo, cidade da região central do Rio Grande do Sul, também:

— Engraçado, né? Lembro como se fosse hoje. Peguei uma bacia, fui para o pátio da casa da minha avó, enchi de terra e quebrei 36 ovos dentro para fazer a massa. Levei uma tunda de laço dela, mas nunca mais deixei a cozinha — conta a descendentes de alemães que, neste final de semana, é a responsável pela produção das delícias que o público da 12ª Festa do Moranguinho e da Cuca (olha o post sobre o evento) irão provar no café colonial.

Junto com a filha (Fabiana), dona Elizabeta faz tudo o que a padaria Ki-Delícia vende. E olha que é uma coisa mais maravilhosa que a outra. Pudera, herdou da avó materna, a mesma que lhe deu uma surra, o gosto pela cozinha. Bem faz ela que está passando adiante essa paixão.

— É uma coisa de sangue. Vejo a minha netinha de 4 anos, a Laura (o mesmo nome da avó da surra), juntando farinha e ovo e mexendo e parece comigo. Ela já sabe fazer bolinho de chuva, sabia?
Não, eu não sabia até conversar com a senhora, dona Elizabeta. Mas fico na torcida, do fundo do meu coração, para que a Laura aprenda todos os segredinhos da família Klüsener (a da vó Laura) e perpetue essa tradição da culinária agudense. Seria um pecado essas receitas se perderem no tempo.

Se você não vai poder ir à festa, não fique triste. A dona Elizabeta preparou um quindão de morango para os leitores do blog. Meu colega, Denis Cabreira, da RBS TV Santa Maria, fotografou a receita enquanto fazia uma reportagem sobre a doceira.
Eu, e os leitores, agradecemos.

Quindão de morango

Ingredientes
Cobertura de morango
1kg de morango
1/2 litro de água
1kg de açúcar
200g de coco ralado
35 gemas
2 colheres (sopa) de margarina
Pão-de-ló
5 ovos
200g de farinha
200g de açúcar
1 colher (sopa) fermento em pó
Recheio
500g de nata
1 lata de leite condensado
500g de raspa de chocolate

Preparo
Cobertura de morango
— Bata os morangos no liquidificador com a água. Quando estiver bem um liquido homogêneo, coar e colocar em uma panela para ferver com o açúcar e a margarina por 10 minutos. Deixe esfriar
— Adicionar o coco e as gemas de ovo e misturar
— Em uma forma retangular, untada com glicose, coloque a mistura e leve para assar, em banho maria, por cerca de meia hora
Pão-de-ló
— Bata os ovos com o açúcar até ficar homogêneo. Depois, misture a farinha e o fermento
— Coloque em uma forma do mesmo tamanho da que você assou a cobertura de morango e leve ao forno, a 150°C, por 15 minutos
Recheio
— Bata a nata e o leite condensado no liquidificador. Reserve
Montagem
— Use a mesma forma que assou o pão de ló. Sobre ele, coloque o recheio e salpique as raspas de chocolate sobre a nata
— Cuidadosamente, vire a cobertura de morango sobre o recheio com a parte que ficou em contato com a glicose para cima. É ela que vai dar aquele brilho característico do quindim
— Decore a gosto. A sugestão é usar morangos

Postado por Silvana silva

Troca troca vegetariano

23 de outubro de 2009 0

Miro de Souza

Você é adepto de comida saudável? Se a resposta for sim, não perca um evento que vai rolar em Santa Maria amanhã, neste sábado. A Comunidade de Vegetarianos da cidade e o Centro de Yoga Clássico farão o 2º Encontro de Troca de Receitas Vegetarianas.

A ideia do evento, que vai rolar a partir das 9h30min, na Rua Dr. Bozzano, 777, sala 201, é convidar as pessoas que curtem uma alimentação mais saudável para trocar receitas e dicas de como preparar os pratos de uma forma mais saborosa.

E para provar que é possível fazer combinações deliciosas com vegetais (eu adoro), busquei nos arquivos do caderno Gastronomia, de Zero Hora, uma receita dada pelo cozinheiro Luciano Ferreira, de Novo Hamburgo.

Ele ensina fazer uma lasanha substituindo a massa por abobrinha italiana, o guizado por carne de soja, e o queijo mussarela por ricota. O segredo é fazer um molho bem sequinho, já que o vegetal larga água na hora do cozimento. Além disso, deve-se hidratar bem a soja e retirar todo o excesso de água (o gosto forte do grão acaba sendo liberado nesse líquido).

Além de ser bem menos engordativa, a receita ainda leva soja, rica em cobre, ferro, fósforo, potássio, magnésio, manganês e vitaminas do complexo B.

Para quem não gosta de abobrinha italiana, minha dica é trocá-la por berinjela. Já fiz a receita em casa e fica supersaborosa. Use muitas ervas como tempero e pouco sal. Você vai adorar.

Lasanha de abobrinha com carne de soja

lasanhavegetariana

Ingredientes
550g de proteína de soja texturizada fina
3 abobrinhas italianas médias
2 cebolas médias
3 tomates grandes
3 colheres (sopa) de molho de tomate
1 colher (sopa) de sal
1 maço de tempero verde
300g de ricota fresca (se preferir, substitua a ricota por mussarela ou queijo tofu)
Ervas a gosto

Preparo
— Fatie as abobrinhas em lâminas finas. Escalde-as em água fervente por 5 minutos
— Hidrate a proteína de soja em água fria por 25 minutos. Depois, retire toda a água, apertando a proteína de soja nas mãos
— Em uma panela, refoge a cebola e o tomate picados. Acrescente a proteína de soja, o sal, o molho de tomate, o tempero verde e os demais condimentos.
— Cozinhe até que o molho esteja bem consistente, quando sem líquido.
— Fatie a ricota em lâminas finas
—Em uma forma, intercale camadas de abobrinha, ricota e proteína de soja
— Asse em fogo médio, a 180°C, por 20 minutos

Postado por Silvana Silva