Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2010

O segredo da Fenadoce

31 de maio de 2010 1

Fernando Gomes

Prepará-lo requer habilidade, principalmente para acertar o ponto da massa (fininha e crocante).
Por isso, o blog foi buscar com as doceiras de Pelotas (cidade famosa por fazer um dos melhores pastéis de Santa Clara do Rio Grande do Sul) o modo de preparo desta receita.

O pastel de Santa Clara encerra uma série especial que o blog está fazendo há uma semana com receitas das estrelas vendidas na Fenadoce, a tradicional festa de Pelotas. É de dar água na boca (dá uma espiada nos posts anteriores).

Quem quiser conferir a festa in loco, Pelotas fica no extremo Sul do Estado. A Fenadoce ocorre até 13 de junho.

Ingredientes

Massa
300g de farinha de trigo
2 ovos
Salmoura (1 xícara de água e 1 colher de chá de sal)
1 colher (sopa) de manteiga

Recheio
12 gemas peneiradas
12 colheres (sopa) de açúcar
1 xícara de água
1 colher (sopa) de manteiga

Decoração
Açúcar de confeiteiro
Canela em pó

Preparo
Massa
– Em uma bacia, misture a farinha de trigo, os ovos, a salmoura e a manteiga
– Sove bem a massa até formar bolhas
– Forre uma mesa grande com uma toalha de linho e, sobre ela, abra a massa com um rolo
– Com as mãos, vá esticando, delicadamente, a massa até que cubra a mesa. A massa deve ficar bem fininha
– Deixe descansar (o tempo é o que você leva para fazer o recheio)
– Corte em quadrados (o tamanho do quadrado determinará o tamanho do pastel – pense que você terá de fazer uma trouxinha, dobrando a massa quadro vezes)

Recheio
– Em uma panela, faça uma calda com a água e o açúcar que fique em ponto de fio . Deixe amornar
– Junte as gemas peneiradas e leve ao fogo formar um creme
– Acrescente a manteiga. Reserve

Montagem
– Pegue cada quadrado de massa recheie – colocando os ovos moles bem no meio do quadrado
– Dobre quatro vezes, formando pacotinhos
– Unte uma forma e coloque os quadradinhos
– Leve ao forno médio até dourar ou até a massa ficar bem crocante
– Polvilhe açúcar de confeiteiro e canela
– A receita rende 12 porções

Doce casamenteiro

28 de maio de 2010 2

Tradicionalíssimo em casamento, o bem-casado é uma das delícias à venda na Fenadoce, que ocorre até 13 de junho em Pelotas, no sul do Rio Grande do Sul.

A receita abaixo foi dada pelas doceiras da cidade, que há anos brindam os visitantes com as duas bolachinhas recheadas com ovos moles e envoltas no glacê.

Quem tiver a oportunidade de dar um pulinho em Pelotas, poderá saborear os bem-casados por R$ 2 a unidade, assim como todos as outras delícias que o blog mostrou ao longo desta semana.

Adriana Franciosi

Ingredientes
Massa das bolachas
6 ovos
250g de açúcar
300g de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Ovos moles
300ml de água
180g de açúcar
15 gemas peneiradas

Glacê
3kg de açúcar
1 litro de água
300g de glicose

Decoração
Confeitos prateados

Preparo
Massa das bolachas
- Em uma batedeira, bata as claras em neve. Acrescente o açúcar e, logo após, as gemas
- Desligue a batedeira e misture a farinha de trigo peneirada com o fermento
- Sobre uma fôrma untada e polvilhada com farinha, com o auxílio de uma colherinha, modele as
bolachinhas (formato redondo e finas)
- Asse em forno pré-aquecido, bem quente até ficar dourado. Reserve

Ovos moles
- Coloque os ingredientes em uma panela, e faça uma calda em ponto de fio
- Retire do fogo
- Junte as gemas peneiradas e leve ao fogo, mexendo até o ponto de mingau. Reserve

Glacê
- Em uma panela, misture o açúcar, a água e a glicose
- Leve ao fogo até formar uma calda grossa. Deixe esfriar
- Em uma batedeira, bata a mistura até ficar um glacê duro e branquinho

Montagem
- Pegue duas bolachinhas e recheie com o doce de ovos moles, unindo as duas em uma só
- Envolva as bolachinhas com o glacê
- Decore com confeitos

- A receita rende 30 bem-casados

A joia de Pelotas

27 de maio de 2010 1

Nauro Júnior

Pelotas, no sul do Rio Grande, é uma cidade belíssima. Casarões coloniais bem-conservados, teatros históricos e um povo superhospitaleiro. Fiquei impressionada a primeira vez em que estive lá. Como as pessoas amam aquela cidade, e cuidam dela.

Pelotas também tem a Praia do Laranjal, muito frequentada por gaúchos no verão. Fica pertinho de Rio Grande, onde há outra praia famosa do litoral Sul, o Cassino.

Pelotas é a casa do Tholl, grupo circence de fama nacional, que encanta o público com seus espetáculos de som, luz e movimentos perfeitos

Mas não é por nenhum desses atributos que a cidade ficou famosa em todo o Brasil. O que mais chama a atenção dos visitantes são os doces de origem portuguesa. Desde o começo da semana, o blog está trazendo receitas das joias de Pelotas, à venda na Fenadoce por R$ 2 a unidade. A festa ocorre até 13 de junho.

Hoje, a dica é o camafeu (meu preferido!), que leva esse nome justamente porque parece uma joia antiga com esse nome. Se você tiver oportunidade, dá um pulinho na Fenadoce. É irresistível.

Ingredientes
Massa de nozes
500g de farinha de nozes (trituradas)
4 colheres (sopa) de açúcar
2 ovos
6 colheres (sopa) de leite

Glacê
3kg de açúcar
1 litro de água
300g de glicose
5 nozes chilenas para colocar sobre o doce

Preparo
Massa de nozes
_ Misture a farinha de nozes, o açúcar, os ovos e o leite e leve ao fogo, mexendo sempre, até aparecer o fundo da panela. Deixe esfriar
_ Modele os docinhos no formato oval
Glacê
_ Leve ao fogo o açúcar, a água e a glicose e faça uma calda grossa. Deixe esfriar.
_ Bata com um garfo até ficar bem dura e branquinha
_ Deixe o glacê no fogo, em banho-maria

_ Passe ao redor dos doces e coloque meia noz chilena em cada doce. Depois, coloque-os em uma forma
_ Depois que o glacê estiver bem frio e grudado no doce, coloque nas forminhas
- A receita rende 10 porções

Dos deuses

26 de maio de 2010 0

O blog traz mais uma receita alusiva à 18ª Fenadoce, que começa nesta quarta-feira, em Pelotas, na região sul do Estado. A trouxinha de nozes é dos deuses. De quebra, a receita ensina como fazer ovos moles, ingrediente usado na elaboração de outras tantas delícias.

Adriana Franciosi

Ingredientes

250g de farinha de nozes
4 latas de leite condensado

Ovos moles
15 gemas peneiradas
300ml de água
180g de açúcar

Preparo

_ Leve ao fogo o leite condensado e a farinha de nozes, mexendo sempre, até desprender do fundo da panela
_ Para os ovos moles, faça uma calda em ponto de fio médio
_ Retire do fogo, junte as gemas peneiradas
_ Misture a gema e leve ao fogo, mexendo até o ponto de mingau
_ Abra a massa sobre uma mesa
_ Corte em feitio ovalado
_ Recheie com ovos moles
_ Dobre, unindo as pontas com um pedaço de noz chilena. Rende 10 porções

A festa mais doce

25 de maio de 2010 2

A festa mais doce do Rio Grande do Sul começa nesta quarta-feira, em Pelotas, na Região Sul: a 18ª Feira Nacional do Doce (Fenadoce). O blog aproveita o embalo e traz receitas tradicionais, como a deste post: o imbatível quindim.
A Fenadoce vai até 13 de junho. O valor do ingresso é R$ 5 por pessoa. Além dos quitutes, que são a atração principal, ocorrem eventos paralelos à feira, como um rally e uma regata. Confira mais detalhes no site www.fenadoce.com.br.

Nauro Junior

Ingredientes
20 gemas peneiradas
500g de açúcar
100ml de água
100g de coco fresco ralado
2 colheres (sopa) de manteiga
Glicose

Preparo
_ Faça uma calda em ponto de fio com o açúcar e a água. Deixe esfriar
_ Acrescente o coco e as gemas e misture bem
_ Unte as forminhas para quindim com manteiga e glicose e encha com a massa
_ Leve para assar em banho-maria
_ Deixe esfriar para desenformar. Rende 30 porções


Bolinho de requeijão

24 de maio de 2010 0

O bolinho de requeijão é super simples de fazer, e o melhor: com ingredientes que geralmente temos em casa. Ele é opção para aquelas horas em que bate a vontade de comer um quitute gostoso, desse feitos em padaria. A receita rende 8 porções.

Daniela Xu

Ingredientes
1 ovo
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
4 colheres (sopa) de queijo ralado
1 copo de requeijão

Preparo
_ Junte o ovo, a farinha de trigo peneirada, o fermento em pó e o queijo ralado
_ Acrescente o requeijão e misture bem
_ Faça bolinhas. Se quiser, coloque um pedacinho de noz em cima, para decorar
_ Leve para assar em forno pré-aquecido, em temperatura média, até dourar

Arroz de cordeiro especial

23 de maio de 2010 0

Danny John/Divulgação

Como prometi ontem, mais uma receita que leva pinhão: o arroz de cordeiro especial. Esse prato saboroso foi tema de uma reportagem do jornal Pioneiro (de Caxias do Sul), que fala sobre a festa anual do pinhão em São Francisco de Paula, na Serra Gaúcha (confere lá no site www.pioneiro.com).

Ingredientes
4 xícaras (chá) de arroz cozido
250g de carne de cordeiro (paleta, pernil)
4 folhas de louro
1 cebola pequena
1 xícara (chá) de azeite
1 tomate grande sem sementes, descascado e cortado em cubos
1/2 xícara (chá) de azeitonas sem caroço
1 xícara (chá) de pinhões cozidos, cortados ao meio e sem casca
1 colher (sopa) de curry
1/2 colher (chá) de orégano
Sal a gosto

Preparo
_ Coloque a carne de cordeiro em uma panela de pressão, cubra com água e adicione 2 folhas de louro
_ Leve ao fogo e deixe cozinhar, na pressão, por 10 minutos
_ Espere o vapor sair, retire a carne e corte-a em cubos
_ Reserve 1 xícara (chá) do caldo
_ Bata a cebola e metade do azeite no liquidificador
_ Refogue a cebola em uma panela, acrescentando a carne e o restante do azeite
_ Junte o tomate, as azeitonas, os pinhões, o curry, o orégano e o restante do louro
_ Misture bem e adicione o caldo reservado
_ Acerte o sal e deixe cozinhar por 10 minutos
_ Aqueça o arroz e coloque-o em um refratário
_ Junte o arroz com o refogado de carne de cordeiro, mexa bem e sirva quente

Entrevero dos bons

22 de maio de 2010 4

Divulgação/ Antônio Vieira

Ele tem a cara do inverno. O frio nem bem começa, e ele já aparce nas gôndolas de supermercados e feiras. O modo mais comum de prepará-lo é cozinhar com sal. E o pinhão está pronto. Mas a semente das araucárias pode ser saboreada de muitas outras formas deliciosas.

A receita que o blog traz hoje vem de Lages, em Santa Catarina, e São Francisco de Paula, na Serra gaúcha. As duas cidades são produtoras de pinhão e promovem festas gastronômicas anuais com receitas deliciosas.
_ O pinhão se adapta às receitas por não ter um gosto muito acentuado _ disse ao jornal Pioneiro Alódie Bastiani Toss, assessora da Fundação Cultural de Lages e uma das organizadoras do livro de receitas Cozinha da Serra, de 2008.

Mas como sempre há uma “mas”, muito cuidado: o pinhão é tricalórico. Hoje, o blog traz uma receita de entrevero de pinhão. Amanhã, confira um arroz de cordeiro com pinhão

Ingredientes
1/2 kg de alcatra
1/2 kg de carne de porco
250g de bacon
1/2 kg de linguiça calabresa
1/2 kg de pinhão cozido
2 cebolas
1 dente de alho
1 pimentão verde
1 pimentão vermelho
2 cenouras
3 tomates
Óleo e tempero verde a gosto
Sal a gosto

Preparo
_ Pique todos os ingredientes separadamente
_ Frite todas as carnes aos poucos, num disco ou panela de ferro
_ Coloque os outros ingredientes aos poucos, deixando o tomate por último
_ Refogue até o ponto desejado e acerte o sal

Um toque de pêssego

21 de maio de 2010 0

Divulgação Café do Centro

O delicado sabor do pêssego dá um toque especial a esta receita do Café Picasso.

Aproveite que a próxima segunda-feira é o dia nacional do consumo de café e teste várias possibilidades.

Ontem, o blog trouxe uma receita de café cítrico.

Ingredientes
50ml de café expresso (ou bem forte) gelado
30ml de suco de pêssego
20ml de leite condensado
Chantilly para decorar
Grãos de café para decorar

Preparo
_ Em uma xícara, coloque o leite condensado, o suco de pêssego, e em seguida, acrescente o café
_ Decore com chantilly e grãos de café

Um dia sim, outro também

20 de maio de 2010 0

Divulgação/Café do Centro

Não importa a região do planeta, ele é, quase sempre, uma unanimidade. Quente, frio, torrado fino, mais forte, pingado… o café é uma bebida indispensável na alimentação diária da humanidade.

Na próxima segunda-feira, é comemorado o dia do grão escuro de aroma inconfundível. Para lembrar a data, e brindar os leitores com novas maneiras de prepapar o cafezinho, o blog fará um especial com receitas bem diferentes fornecidas pelo Café do Centro.

Hoje, a dica é um café cítrico, que mistura geleia de laranja e leite. Se você é um amante do líquido, escreva par a gente contando porque você não pode passar um dia sem tomar um.


Ingredientes

50ml de café bem forte
50ml geleia de laranja de preferência com pedaços
150ml de leite quente ou vaporizado
1 pedaço de casca de laranja para decorar

Preparo
_ Prepare o café e esquente o leite
_ Em uma taça alta, coloque a geleia (no fundo), adicione o café delicadamente e, por último, o leite
_ Coloque a laranja para decorar
_ Sirva quente e com uma colher (deve ser saboreado introduzindo a colher de baixo para cima, puxando todas as camadas)