Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Atingidos ganham linhas esperciais de crédito

26 de novembro de 2008 0

O Banco do Brasil vai dar tratamento especial aos clientes que, em

virtude das chuvas, tenham dificuldades de realizar ou quitar suas

operações bancárias. O BB autorizou as agências do Estado a

ofertar a possibilidade de renovação ou renegociação de débitos.

O atendimento preferencial às pessoas físicas, empresas e agroempresários

atingidos pelas chuvas em Santa Catarina prevê linhas de crédito em

condições diferenciadas

prazos/carências alongados, fluxo especial na análise das solicitações de

empréstimos, bem como a revisão, quando for o caso, do limite de crédito

desses clientes.

 Condições diferenciadas

Para micro e pequenas empresas, o BB prorrogará o prazo da linha Proger

Urbano Empresarial de 72 para 84 meses, com carência de três meses para

novas operações e dispensa da entrada mínima de 10%. Na linha de capital

de giro, os vencimentos de dezembro e janeiro próximos poderão ser

prorrogados para o final do prazo, mantendo-se os valores das prestações.

O volume disponível nas duas linhas para os catarinenses é de R$ 300

milhões.

Já para o setor do agronegócio, o Banco do Brasil vai dispor de R$ 100

milhões para contratação de linha de crédito para construção e reforma de

benfeitorias em propriedades rurais e reposição de plantéis. O prazo para

pagamento será de três anos. O BB também concederá crédito rural para

custeio para financiar o replantio de lavouras atingidas no montante de

até R$ 150 milhões. Estará também disponível uma linha de crédito para

investimento destinada a refinanciar operações do BNDES no valor de R$ 50

milhões.

O Banco do Brasil também estabeleceu condições diferenciadas para linhas

que atendam às pessoas físicas atingidas. A linha para compra de

materiais de construção, que facilita a aquisição de material básico,

hidráulico, elétrico, dentre outros, para construção e reforma de imóvel

residencial urbano terá R$ 500 milhões para Santa Catarina. O BB reduziu

taxas de juros e dobrou o prazo de 24 para 48 meses, que terá carência de

até 180 dias. O teto das operações passa de 20 para R$ 40 mil.

O empréstimo consignado também terá disponibilidade de R$ 500 milhões

para o Estado. A carência máxima foi ampliada de 59 para 180 dias para o

pagamento da 1ª prestação das novas operações. Para as operações já

contratadas os clientes poderão solicitar carência de até 180 dias.

Na área de seguridade, o Banco do Brasil vai implementar fluxo especial

para regulação de sinistros e pagamento de indenizações para os ramos de

seguros de vida, automóveis e ramos elementares. O Banco do Brasil vai

ainda instalar base de atendimento em Florianópolis para análise de

seguros de vida e ramos elementares.

redução dos encargos financeiros e

Postado por Claudio Loetz, Joinville

Envie seu Comentário