Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tigre compra a equatoriana Israriego

29 de julho de 2010 0

A Tigre comprou a fábrica e os ativos de produção de tubos de PVC da equatoriana Israriego. Com esta compra, a Tigre soma 8% à sua participação de mercado, principalmente no segmento de irrigação. Desta forma, a empresa soma uma área de 15 mil m², e aumenta sua capacidade produtiva em tubos de PVC. A Israriego é controlada pela Plastro, recentemente comprada pela Deere & Co.. A Tigre está presente em Quito com uma unidade fabril e um centro de distribuição desde 2007.. Comparando janeiro a junho de 2010 com o mesmo o período do ano passado, a Tigre Equador apresenta um crescimento de 61%.

“Com esse investimento teremos um posicionamento mais fortalecido naquele país e nos demais mercados da América do Sul”, declara Maria Aparecida Hallack, vice-presidente da Tigre de Negócios Internacionais.

 A Tigre está entre as dez empresas brasileiras mais internacionalizadas segundo o estudo da Fundação Dom Cabral, “Transacionais Brasileiras 2010”, pelo segundo ano consecutivo. Possui 12 fábricas no exterior, concentradas no continente americano, e mantém negócios com mais de 40 países, que representam 25% de seu faturamento anual. Em 2009, a Tigre apurou receita de R$ 2,3 bilhões. No primeiro semestre de 2010, o grupo teve crescimento de 34% e duplicou o seu resultado operacional, em relação ao mesmo período de 2009 em todas suas unidades no exterior.

 A TIGRE NO EXTERIOR

Número de fábricas: 12 (Argentina, 2 na Bolívia, 3 no Chile – incluindo as plantas da joint-venture TigreADS, Colômbia, Equador, Peru, Estados Unidos, Paraguai, Uruguai)

Funcionários no exterior: 1.500

Contratações no exterior em 2009: 200 funcionários

Envie seu Comentário