Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

As metas ousadas da Weg

10 de março de 2012 0

É enorme a ambição da Weg, com matriz em Jaraguá do Sul. A  companhia planeja apurar receita líquida de R$ 20 bilhões em 2020, daqui a oito anos. Atualmente fatura algo como R$ 6 bilhões. O crescimento vai passar por aquisições – principalmente no exterior – e entrada em novos mercados, além de atuar para garantir a liderança naqueles segmentos nos quais se destaca.
Argumentando duplicidade de produção, recentemente, a companhia fechou a fábrica de transformadores em Hortolândia, no interior paulista. A produção foi transferida para as unidades de Itajaí, Blumenau e Gravataí (RS).

A Weg abastece 27 novos trólebus nas 11 linhas de ônibus elétricos em São Paulo, que utilizam sistemas de tração  microprocessado. A solução é fornecida às empresas Eletra e Caio, responsáveis pela fabricação dos trólebus. O sistema tem sido referência para representantes das cidades-sede da Copa do Mundo que será realizada no Brasil em 2014. Desde 2010 a Weg fornece o sistema de tração para trólebus e ônibus hí­bridos da empresa Metra.

Envie seu Comentário