Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gasolina sobe até R$ 0,22 em Joinville

29 de janeiro de 2015 2

17188779

 

Postos de combustíveis de Joinville já pagaram, quarta-feira, cinco centavos a mais pelo litro da gasolina comprada de distribuidoras. O preço do etanol já tinha subido 11 centavos na semana passada. Varejistas repassaram esta alta imediatamente, mas ainda mantinham, ontem à tarde, os valores da gasolina sem repasse. Em 1º de fevereiro, domingo, a pancada será bem maior: é esperado aumento de até 22 centavos por litro. Então, será natural que, num primeiro momento, o consumo de gasolina diminua, até que os proprietários de veículos se habituem à nova realidade. O grande reajuste vai impor uma fatia adicional ao processo inflacionário, dadas as repercussões significativas que os combustíveis têm sobre a enorme cadeia de produtos e serviços de variados segmentos econômicos.

Antes da alta
Enquanto a alta mais expressiva não chega, ainda há pontos de venda com preços mais atrativos e que evitaram antecipar o aumento. Pelo menos um destes postos, localizado na região Sul de Joinville, chama os consumidores para comprar a preços menores (foto acima).

Base de cálculo
A Secretaria da Fazenda do Estado eleva, também no domingo, a base de cálculo do ICMS sobre os negócios do setor. O valor para calcular o tributo passa de R$ 3,09 para R$ 3,24, que é a estimativa de média de preços a serem praticados em 1,1 mil postos de todas as regiões do Estado, diz o auditor fiscal e coordenador do grupo de especialistas em combustíveis da Secretaria da Fazenda, Vantuir Luiz Epping. A Fazenda faz pesquisa periódica para atualizar a base de cálculo ao que o mercado cobra. Atualmente, o preço da gasolina comum fica ao redor de R$ 2,98. E o combustível premium custa algo como R$ 3,90 em muitos locais. Em Santa Catarina, há aproximadamente 2,5 mil postos.

Comentários (2)

  • Douglas Visinheski diz: 29 de janeiro de 2015

    Absurdo, em vários países a gasolina baixando e no Brasil subindo.

  • Ivo Reis diz: 29 de janeiro de 2015

    Estes aumentos são em decorrência apenas da majoração do PIS e da Cofins incidentes sobre a importação e a venda de combustíveis. Vale que relembrar que, a partir de 01/05/2015, deveremos ter mais um aumento de combustível em decorrência da majoração da CIDE, prevista no Decreto 8.395/2015 publicado ontem pelo Governo Federal.

Envie seu Comentário