Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Joinville é a 9ª melhor cidade do País para criar os filhos

04 de março de 2015 0

Joinville é a nona melhor cidade brasileira para se criar filhos. O estudo é da Delta Economics & Finance, preparado com exclusividade para a EXAME.com. e divulgado nesta quarta-feira, dia 4. O levantamento considera 48 variáveis socioeconômicas e de qualidade de vida para compor o ranking, que é liderado por Florianópolis. Outro município catarinense bem posicionado, e a frente de Joinville,  é Blumenau, em quarto lugar. Santa Catarina tem estes três municípios entre os dez mais bem ranqueados.

>> Confira as atrações e pontos turísticos de Joinville e região

Weg paga mais R$ 92 milhões em PPR

04 de março de 2015 0

O grupo Weg, de Jaraguá do Sul, distribui, no dia 11, o total de R$ 92 milhões como parcela complementar de participação nos lucros referente a 2014, ao conjunto de seus 22 mil funcionários no Brasil. Outros R$ 50,6 milhões já foram antecipados em agosto do ano passado. A receita operacional líquida da empresa foi de R$ 7,8 bilhões, um crescimento de 15% em relação ao desempenho do ano anterior.

Celesc construirá duas subestações em Joinville

04 de março de 2015 0

A Celesc vai investir aproximadamente R$ 40 milhões em novas obras em Joinville no biênio 2015-2016. Estão previstas as construções de duas subestações – uma no bairro Vila Nova e outra no Boa Vista ( ao custo de algo ligeiramente superior a R$ 30 milhões no total) –, além de R$ 8 milhões em serviços de média tensão, como alimentadores e melhoria no sistema elétrico.

No dia 13, o presidente da companhia, Cleverson Siewert, fará apresentação detalhada sobre a situação energética no município, a convite de lideranças empresariais e da Prefeitura. A Celesc ainda vai aplicar, neste ano, R$ 40 milhões, em programas de eficiência energética em diferentes regiões do Estado envolvendo diferentes categorias de clientes.

Reajustes
Em sua fala no painel da WTC, diante de 50 empresários de Joinville, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Florianópolis e Curitiba, Cleverson disse que o custo de energia, para os consumidores em Santa Catarina, já subiu 36% neste ano. E estima que no dia 7 de agosto, quando da revisão tarifária anual, um novo reajuste ficará em um dígito. Destaca que esta é uma percepção bem preliminar e de momento.
Termelétricas
No evento do WTC, o presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna, foi ao ponto: não há mais como operar o sistema elétrico nacional sem a utilização significativa de termelétricas.

 

Racionamento
A consultoria PSR dá praticamente como certo que haverá racionamento de energia neste ano. A probabilidade de acontecer é de 100%, se a reservação de energia ficar em apenas 20% ao final de abril. A chance de racionamento desce para 65% se as reservas hídricas chegarem a 31%. E de apenas 10% se chover bem mais, com 60% de água nos reservatórios brasileiros. O governo só vai falar sobre eventual racionamento em maio, quando acaba o período de regime de chuvas.

Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha abre escritório em Joinville

03 de março de 2015 0

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha vai abrir escritório em Joinville. A confirmação deverá ocorrer durante o encontro empresarial, a se realizar em setembro, na Expoville.

>> Leia as últimas notícias de Joinville e região 

Maltaria alemã abre centro de distribuição em Joinville

02 de março de 2015 0

A respeitada maltaria alemã Weyermann planeja ampliar a participação no mercado cervejeiro do Brasil. Para isso, está instalando um centro de distribuição de maltes no condomínio CRH (antiga fábrica da Tigre), em Joinville, para atender a cervejarias de Santa Catarina e suprir o novo boom dos praticantes de fabricação de cerveja caseira em todo Estado.

O consumo da matéria-prima para fabricação de cerveja aumentou mais de 300% nos dois últimos anos e foi fator decisivo para a iniciativa. A parceria é com a maior maltaria do Brasil, a Cooperativa Agrária. A Weyermann, uma empresa familiar de 136 anos com quatro gerações no comando desde a sua inauguração, é atualmente a maior maltaria da Europa.

A marca está presente com algum tipo de malte especial em nove das dez melhores cervejas do mundo. O casal de proprietários estará em Joinville no dia 11 de março para a inauguração do novo CD.

Agência de Joinville vai gerenciar a carreira do lutador Vitor Miranda

02 de março de 2015 0

17255490

 

A Agôn, agência joinvilense de marketing esportivo, vai gerenciar a carreira do lutador Vitor Miranda, um dos brasileiros do UFC. A parceria entre empresa e atleta, que também é de Joinville, inclui a gestão de carreira e imagem, negócios, assessoria e ações de relacionamento voltadas ao esporte. A Agôn também gerencia a carreira do jogador de futsal Neto, que foi eleito, pela Fifa, o craque da Copa do Mundo da modalidade de 2012, competição conquistada pela Seleção Brasileira.

Loteamento industrial em Joinville pode sair neste ano

02 de março de 2015 0

O empresário Wilson Odorizzi, da Imobiliária Casa Nova, planeja iniciar ainda neste ano a construção de loteamento industrial no bairro Paranaguamirim, um megaempreendimento para 292 lotes. Obtida a licença ambiental da Fatma, agora precisa conseguir o alvará da Prefeitura de Joinville. A área toda tem 1,4 milhão de m², aquele mesmo espaço originalmente imaginado para o projeto da Ajorpeme e que não avançou.

Do total, 800 mil se destinarão ao negócio. O restante do espaço será de preservação e de colocação de equipamentos públicos. A iniciativa exigirá investimentos de R$ 25 milhões, a serem feitos ao longo de cinco anos, conta o empresário. Com os recursos, serão feitos limpeza, supressão de vegetação, drenagem, pavimentação, arruamento e instalação de redes de água e luz. Os compradores dos lotes farão os galpões.

Nossas causas comuns

01 de março de 2015 0

espelho

Por que elegemos parlamentares? Que importância eles têm na estrutura social e para o encaminhamento do processo de evolução das comunidades? A resposta é bem simples: representar as diversas correntes da sociedade. É o que vale, lógico, para os quatro deputados estaduais que integram o conjunto dos membros da Assembleia Legislativa de Santa Catarina e que chegaram lá com dezenas de milhares de votos de moradores de Joinville.

***

Justamente porque conquistaram fatia do poder, Darci de Matos, Kennedy Nunes, Patrício Destro e Dalmo Claro têm responsabilidades para com toda a população.

É isto mesmo que a Associação Empresarial de Joinville (Acij) fará nesta segunda-feira, dia 2, na primeira reunião da plenária do ano do conselho deliberativo da entidade empresarial. Tomando para si a liderança das reivindicações comunitárias de Joinville, a Acij vai cobrar empenho dos eleitos a favor das grandes causas do município. O empresariado vai insistir para que todos eles atuem, em Florianópolis, e façam, lá, aquela pressão necessária e constante para que o governador Raimundo Colombo inclua entre as suas prioridades a construção de um novo hospital regional.

***

Evidente que esse trabalho de lobby se desdobrará por muitos anos ainda. O que é inaceitável é uma eventual omissão e/ou desinteresse. Se, atualmente, os hospitais públicos em operação já não dão conta das demandas, é fácil imaginar como será a situação da saúde daqui a cinco anos se nada for iniciado agora.

***

Outro tema absolutamente decisivo para garantir a continuidade da boa qualidade de vida é a segurança pública. Neste ponto, o Estado nos deve muito, muito mesmo. É essencial que algum dos deputados (preferencialmente todos) abrace(m) a causa. E grite(m) nos ouvidos dos governantes que Joinville precisa, urgentemente, de aumento de efetivo de policiais militares e civis. Não só isso. Aspecto fundamental é o da permanência das atuais estruturas das duas Polícias. Aquela ideia de reduzir o número de delegacias tem de ser combatida de forma drástica e impiedosa. Verdadeiro balão de ensaio nascido de mentes com espírito desconectado da realidade, ela não pode prosperar.

***

Dirão alguns que estes tópicos não têm relação com a economia, objeto central deste espaço semanal. Esta percepção é equivocada. Simplesmente porque o fluxo dos negócios passa, sim, pela infraestrutura que o cerca em suas mais amplas latitudes. O olhar de investidores, então, atravessa a fronteira de dados econômico-financeiros de uma cidade qualquer. Considera outros fatores, como índice de saúde dos trabalhadores e de suas famílias, aliado à compreensão de que andar nas ruas e abrir empreendimentos devam ser gestos naturais a se constituir no progresso civilizatório.

Turbulência freia resultado da Tupy

27 de fevereiro de 2015 0

- O ano de 2014 foi um duro teste à força operacional e financeira da Tupy.

É com esta frase que o presidente Luiz Tarquínio Sardinha Ferro abre a mensagem da administração da empresa no relatório anual referente ao balanço das operações do último ano.

Mesmo com os desafios impostos pelo cenário econômico, com reflexo na cadeia automotiva (principal segmento atendido pelos blocos e cabeçotes de motor em ferro fundido fabricados pela metalúrgica), a receita da empresa ficou estável: houve queda irrisória, de 0,3%, passando de R$ 3,12 bilhões para R$ 3,11 bilhões.

O lucro líquido, por outro lado, subiu um pouco: passou de R$ 86,3 milhões para R$ 89,2 milhões, avanço de 3,3%. As receitas do mercado externo cresceram 8,3% em comparação com o ano anterior. A América do Norte representou 52,3% deste montante. No mercado interno, as vendas caíram 17,6%.

>> Leia as últimas notícias de Joinville e região

Joinville é a 20ª melhor cidade brasileira para se investir em imóveis

24 de fevereiro de 2015 0

A lista, publicada pela revista Exame, foi feita com base em um estudo da consultoria Prospecta Inteligência.

O ranking não considera as principais capitais, já que a análise foi feita apenas com municípios com menos de 1 milhão de habitantes. Segundo a reportagem, as cidades indicadas têm alta renda per capita, número considerável de empresas e população com alto nível de emprego e instrução.

A liderança do ranking é de São Bernardo do Campo (SP). De SC, aparecem ainda Florianópolis (11ª), Blumenau (38º), São José (50º), Itajaí (65º), Balneário Camboriú (80º), Chapecó (92º) e Criciúma (93º).

Árabes planejam fábrica em Joinville

23 de fevereiro de 2015 0

O Everest Industrial Group, com sede nos Emirados Árabes Unidos e com mais quatro unidades no mundo (Egito, Arábia Saudita, Sri-Lanka e Ucrânia), deverá instalar, em Joinville, a sua primeira fábrica no Brasil. O investimento previsto soma US$ 10 milhões (algo próximo a R$ 30 milhões).

A decisão a favor do município catarinense está 99% tomada, revela o gerente de contas Alexander Bychkov. A unidade vai produzir equipamentos para refrigeração de bebidas a serem colocados em pontos como aeroportos, supermercados e postos de combustíveis. O mercado brasileiro, hoje, é dominado pela Metalfrio.

Em reunião com o secretário de Desenvolvimento Econômico Jalmei Duarte, o executivo obteve informações sobre incentivos fiscais (do Pró-empresa) e apurou dados sobre nível de qualificação da mão de obra disponível na cidade.

O que a Expogestão 2015 ensinará aos executivos

23 de fevereiro de 2015 0

A vida corporativa, nestes tempos de mudanças rápidas, exige de cada um de nós atributos essenciais e diferentes competências para mantermos a competitividade. Indistintamente. Tanto por parte dos trabalhadores de escalões menos destacados, mas, principalmente, nos níveis hierárquicos elevados. Dedicação, habilidades cognitivas, capacidade de liderar grupos e de espalhar inspiração à equipe já são elementos vitais para um gestor. Isso não é de hoje. Há “n” manuais sobre isso. A lógica do desenvolvimento pessoal do executivo – e, por consequência, da companhia que dirige – tem um centro: a capacidade de aprender (e, por extensão, de apreender) sempre mais.

***

Está é só uma das várias missões dos organizadores da Expogestão deste ano, que ocorre de 27 a 29 de maio, em Joinville. Encontro anual de milhares de empresários, executivos e profissionais de variados ramos de atividade, o congresso consegue agregar ensinamentos valiosos para todos. Isso só é possível porque a grade da programação é abrangente o suficiente para atender a interesses de públicos diversos.

***

Supor que se consegue gerir companhias sem reciclar comportamento, cultura e informação é um equívoco com efeitos desastrosos. É nesta perspectiva transformadora, em meio a um ambiente suscetível a angústias existenciais, que (re)aprender a conquistar vitórias cotidianas nos negócios se torna decisivo. A Expogestão gera, justamente, essa possibilidade: a de abrir as mentes e fornecer “pratos” a alimentar dirigentes que têm o dever de tomar decisões múltiplas a cada dia.

***

Se há 20 anos a palavra criatividade já era invocada em papers acadêmicos, tornou-se nesta segunda década do século 21 dominante entre líderes que querem permanecer assim, no topo. O tema em questão é um dos que a Expogestão vai debater neste ano. Inovar é importantíssimo, exatamente num período em que a noção de que é gerencialmente moderno abandonar conceitos já conhecidos e práticas velhas, em favor de apostas novas, é propagada viralmente.

***

Estamos próximos de racionamento de energia elétrica? Tudo indica que é possível acontecer, sim. A se confirmar – e em maio este cenário estará muito mais bem delineado –, nada mais pertinente do que ir ao encontro dos CEOs da Tractebel e da Weg para ouvir deles o que nos espera. Ambos vão nos esclarecer pontos desconhecidos. E é desta forma que o tema energia vai se impor. A situação energética foi escolhida como assunto a ser detalhado no encontro deste ano, na Expoville. Exatamente em razão de sua importância estratégica para o futuro da economia.

***

Jovens empresários são, potencialmente, os líderes futuros. Eis, então, a oportunidade de eles beberem na fonte primária. A chance apareceu, e Joinville vai sediar, simultaneamente à Expogestão, o encontro da Confederação Nacional de Jovens Empreendedores (Conaje).

***

Ninguém deve duvidar: as incertezas quanto ao que vai ocorrer com a economia, predominantes nesta antevéspera da Expogestão, insistirão em continuar. É em momentos históricos com esta carga de apreensão que a busca por um norte e por sabedoria deve compor o ideário das lideranças motivadas a evoluir. A crise pode ser atenuada se os decisores enxergarem o futuro com menos névoa pela frente. Aprender, criar, inovar e realizar são mais do que verbos. São palavras balizadoras para o sucesso.

Confira temas e palestrantes da Expogestão 2015

20 de fevereiro de 2015 0

São quatro os vetores do congresso da Expogestão deste ano, que acontecerá entre 27 e 29 de maio, na Expoville. O desenvolvimento pessoal dos executivos, tendo por base o tripé disciplina, concentração e resultados; energia; cenários de economia e negócios; e design e criatividade. Já estão confirmados 13 palestrantes.

Os presidentes da Weg, Harry Schmelzer, e da Tractebel, Manoel Zaroni Torres, vão analisar o ambiente do mercado de energia ao tempo em que se projeta provável racionamento.

O professor da Fundação Dom Cabral (Belo Horizonte) Paulo Vicente deverá vir para apresentar ideias sobre estratégias empresariais. Um ex-presidente do Banco Central é muito cotado para explicar o que acontece no cenário macroeconômico. Só falta definir a agenda.

Internacional

O evento trará, ainda, três palestrantes internacionais. Um deles é Bruce Nassbaum, professor de inovação e design da Parsons The New Scholl for Design. Ele vai falar sobre inteligência criativa e como os cérebros de CEOs devem se apropriar de conhecimentos e habilidades de desenvolvedores de design. O professor diz que a criatividade impulsiona o capitalismo. O presidente da comissão organizadora da Expogestão será o empresário Adriano Silva, dirigente do Laboratório Catarinense.

 

Tigre investe US$ 30 milhões e inaugura fábrica no Peru

19 de fevereiro de 2015 0

A Tigre inaugurou nesta quinta-feira, 19, uma nova fábrica no Peru. Com investimento de 30 milhões de dólares, a empresa ergueu no distrito de Lurin, a 32 quilômetros da capital Lima, sua mais moderna fábrica fora do Brasil.

O objetivo é dobrar a capacidade de tubos, conexões e acessórios produzidos atualmente no país. Em pleno funcionamento, a unidade poderá produzir, anualmente, 45 mil toneladas.

O Peru tem grande importância pelas oportunidades que reserva para as empresas do setor da construção civil e pelo cenário econômico em crescimento. Apostamos muito no sucesso dessa operação”, afirma o presidente Otto von Sothen. Com 80 mil m2, a nova estrutura vai unir as duas atuais unidades do Peru em uma única planta.

Joinville tem 53 mil inadimplentes

18 de fevereiro de 2015 0

Há 53.389 CPFs inadimplentes na base cadastral da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Joinville. O número é atual, de 31 de janeiro deste ano. Significa dizer que são aqueles que fizeram compras no crediário e não pagaram.

A quantidade de registros ativos chega a 81.948. A diferença é que um CPF pode ter vários registros no SPC. Os 53.389 com contas atrasadas impressionam. Representam quase 20%, praticamente um em cada cinco dos 280 mil joinvilenses em idade economicamente ativa, considerando-se somente o grupo da população entre 24 a 59 anos de idade. Joinville tem aproximadamente 560 mil habitantes.