Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Presidente de instituto diz que é hora do governo determinar o racionamento de energia

30 de janeiro de 2015 0

O presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Salles disse, na Fiesc, na sexta-feira, que é hora do governo determinar racionamento de energia. Aliás, já deveria ter sido feito. O problema é como adotar a medida sem afetar de maneira drástica os contratos em vigor. E, ainda, o racionamento deve ser percebido como elemento que vai reduzir mais o fluxo dos negócios, num ano já de expansão mínima.

A tarifa de energia elétrica pode subir 37% ao longo do ano estima Salles. Aponta os motivos: 1- concessionárias têm de pagar os empréstimos bilionários obtidos no ano passado junto a bancos e Tesouro. 2- a adoção de prática nova de bandeira tarifária, com oscilações mensais de valores; 3- o custo de energia adquirida a Itaipu subiu aproximadamente 40% ; 4- a inflação do período tem de ser considerada e, ainda – 5- haverá revisão tarifária extraordinária em 2015. ​

Whirlpool dará férias coletivas a 8 mil funcionários de Joinville

29 de janeiro de 2015 0

A Whirlpool vai dar férias coletivas aos funcionários de Joinville. Serão 15 dias, a partir de 9 de fevereiro. A medida atinge toda a operação, da produção a setores administrativos. Colaboradores e, inclusive, fornecedores já foram comunicados da decisão. Oficialmente, a empresa ainda não se pronunciou a respeito. A fábrica da cidade tem cerca de 8 mil colaboradores.

>> Whirlpool paga salário de acordo com o desempenho e potencial dos funcionários

No ano passado, a Whirlpool deu férias coletivas entre os dias 12 e 25 de junho para funcionários de áreas administrativas, mas o pessoal ligado à produção não parou. Maior produtora mundial de refrigeradores, a Whirlpool está instalada em uma área de 210 mil m² em Joinville e atua em quase 50 países.

Senai tem novo diretor

29 de janeiro de 2015 0

O engenheiro e professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Jefferson de Oliveira Gomes, deixa a gerência-executiva de Tecnologia e Inovação do Departamento Nacional do Senai, em Brasília, para ser o diretor regional do Senai em Santa Catarina. A prioridade é a melhoria em educação para elevar a competitividade das indústrias.​

Presidente da Schulz participa de reunião com o ministro da Fazenda e empresários do País

29 de janeiro de 2015 0

As principais lideranças empresariais do País – entre elas o presidente da Schulz, Ovandi Rosenstock -, reúnem-se, nesta sexta-feira, dia 30, durante café da manhã, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Será no Hotel Unique, em São Paulo. O empresário joinvilense é um dos nomes mais destacados da indústria de autopeças do Brasil. Em pauta conversa sobre ambiente econômico.​

Supermercados apostam em crescimento de vendas

29 de janeiro de 2015 0

As vendas dos supermercados catarinenses aumentaram, no ano passado, 4,69% (descontada a inflação), em comparação com o verificado em 2013 mostra pesquisa da Associação Catarinense de Supermercados. Os empresários consultados ainda apostam em expansão de ganhos em 2015, de até 9% nominais.

Gasolina sobe até R$ 0,22 em Joinville

29 de janeiro de 2015 0

17188779

 

Postos de combustíveis de Joinville já pagaram, quarta-feira, cinco centavos a mais pelo litro da gasolina comprada de distribuidoras. O preço do etanol já tinha subido 11 centavos na semana passada. Varejistas repassaram esta alta imediatamente, mas ainda mantinham, ontem à tarde, os valores da gasolina sem repasse. Em 1º de fevereiro, domingo, a pancada será bem maior: é esperado aumento de até 22 centavos por litro. Então, será natural que, num primeiro momento, o consumo de gasolina diminua, até que os proprietários de veículos se habituem à nova realidade. O grande reajuste vai impor uma fatia adicional ao processo inflacionário, dadas as repercussões significativas que os combustíveis têm sobre a enorme cadeia de produtos e serviços de variados segmentos econômicos.

Antes da alta
Enquanto a alta mais expressiva não chega, ainda há pontos de venda com preços mais atrativos e que evitaram antecipar o aumento. Pelo menos um destes postos, localizado na região Sul de Joinville, chama os consumidores para comprar a preços menores (foto acima).

Base de cálculo
A Secretaria da Fazenda do Estado eleva, também no domingo, a base de cálculo do ICMS sobre os negócios do setor. O valor para calcular o tributo passa de R$ 3,09 para R$ 3,24, que é a estimativa de média de preços a serem praticados em 1,1 mil postos de todas as regiões do Estado, diz o auditor fiscal e coordenador do grupo de especialistas em combustíveis da Secretaria da Fazenda, Vantuir Luiz Epping. A Fazenda faz pesquisa periódica para atualizar a base de cálculo ao que o mercado cobra. Atualmente, o preço da gasolina comum fica ao redor de R$ 2,98. E o combustível premium custa algo como R$ 3,90 em muitos locais. Em Santa Catarina, há aproximadamente 2,5 mil postos.

Em março, LOT terá 8 audiências em Joinville

27 de janeiro de 2015 0

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Joinville (Ippuj) fará, em março, oito novas audiências públicas para debater com a população o projeto da Lei de Ordenamento Territorial ( LOT). O cronograma, com datas e locais, deverá ficar pronto na próxima semana. A decisão de chamar novas reuniões é efeito de recomendação do Ministério Público, que entende ser necessário a Prefeitura dar mais esclarecimentos nas explicações referentes ao tema. Desta vez, as audiências vão durar quatro horas, em vez de duas, como ocorreu nos encontros já realizados no ano passado, diz o executivo do Ippuj, Gilberto Lessa dos Santos. Novamente, as reuniões se dividirão por grupos de bairros, respeitados os espaços geopolíticos e geográfico ocupados pelas subprefeituras.

Até junho

A Prefeitura espera consolidar o texto final da LOT até junho e, então, entregar o documento à Câmara de Vereadores de Joinville. A lógica indica que os vereadores terão que enfrentar, no segundo semestre deste ano, forte embate envolvendo interesses contraditórios em torno do que se quer para o futuro do município. Como já se verificou no Conselho da Cidade. De um lado, construtoras imobiliárias; de outro, grupos de lideranças empresariais e de bairros a lutar contra possível expansão exagerada do uso e ocupação do solo.

Meses

É bem provável que a aprovação da LOT, na Câmara, demore alguns meses, considerando a complexidade do tema. Ainda há que se considerar que os políticos vão querer mudar pontos do texto, atendendo a pressões de variados segmentos. A polêmica ainda vai render muito debate.

Prefeitura protocola defesa na 6ª Vara Federal de Joinville

26 de janeiro de 2015 0

O prazo vencia nesta segunda-feira, mas a prefeitura de São Francisco do Sul não quis esperar. Protocolou já na sexta-feira a sua defesa na 6ª Vara Federal de Joinville, por conta da ação civil pública do Ministério Público Federal.

O MPF questiona a aprovação de duas leis complementares em 2013, alegando que teriam modificado o zoneamento do município sem uma ampla consulta popular e, com isso, permitido atividades econômicas em áreas onde até então isto era proibido.

A decisão sobre o pedido de liminar para suspender o efeito das leis está nas mãos do juiz Fernando Ribeiro Pacheco, da 6ª Vara Federal de Joinville, e pode sair a qualquer momento.

Grupo Busscar: sai edital do leilão da Tecnofibras

26 de janeiro de 2015 0

Foi publicado, nesta segunda-feira, o novo edital de venda da Tecnofibras, do grupo Busscar. Avaliada em aproximadamente R$ 74 milhões, é a segunda maior empresa do grupo.

O leilão acontecerá no dia 11 de março de 2015, no Tribunal do Júri do Fórum de Joinville. Ainda em operação, a companhia é fabricante de peças para carroceria em plástico reforçado com fibra de vidro. Em 2013, faturou R$ 81 milhões e emprega atualmente 400 funcionários.

O leilão será presencial, em dois horários. No primeiro, a partir das 14h, o preço mínimo determinado pela Justiça é de 60% (R$ 44 milhões) do valor de avaliação, podendo o pagamento ser parcelado em até 48 vezes. Caso não ocorra arrematação, será aberto no mesmo dia o segundo leilão, a partir das 14h30, pelo maior valor, mesmo que abaixo dos 60% da avaliação, neste caso o parcelamento admitido será de até 36 vezes.

Movimentação de mercadorias em porto de Itapoá aumenta 41%

26 de janeiro de 2015 0

A movimentação de cargas (exportação e importação) no Porto de Itapoá ultrapassaram 200 mil TEUs no ano passado. O volume representa aumento de 41% em relação ao de 2013. A cabotagem superou 20 mil TEUs movimentados: acréscimo de 23% em relação ao ano anterior.

>> Leia as últimas notícias 

Franke inaugura nova fábrica em Joinville em março

26 de janeiro de 2015 0

A multinacional suíça Franke marcou data e vai inaugurar nova fábrica no Distrito Industrial de Joinville no dia 24 de março. O investimento soma R$ 30 milhões. O novo endereço ocupa área construída de 16,4 mil m² em terreno que mede 129,8 mil m². A empresa produz linha de produtos para cozinha e emprega 230 funcionários na unidade joinvilense, liderados pelo superintendente Ricardo Cons.

Na futura localização, vai reunir a administração e todas as suas operações de manufatura e logística. E contará com instalações de padrão internacional em ergonomia. O projeto e execução da obra são de empresas catarinenses. A fábrica operará com conceitos de sustentabilidade.

>> Leia mais notícias sobre economia

A Franke irá implementar o sistema de gestão integrada, unindo processos da qualidade, meio ambiente, saúde e segurança ocupacional. A multinacional suíça chegou a Joinville, há vários anos, com a aquisição da Douat Metalmecânica. O grupo multinacional faturou em 2013, no mundo, 2 bilhões de francos suíços. Tem 8,9 mil funcionários espalhados por 72 subsidiárias distribuídas em quatro continentes. Vende seus produtos para mais de cem países.

Giassi negocia terreno para novo supermercado em Jaraguá do Sul

23 de janeiro de 2015 1

O Giassi Supermercados negocia a compra de área de aproximadamente 24 mil m² no Centro de Jaraguá do Sul. O espaço pertence ao empresário Bruno Breithaupt. A decisão sobre o fechamento ou não do negócio deve ocorrer até sexta-feira, dia 30 de janeiro, diz o empresário Zefiro Giassi. Ele não informa quais são os pontos que permanecem em análise pelas partes e retardam a conclusão do negócio. A se confirmar a transação, no local será construído mais um supermercado da rede. O namoro com Jaraguá do Sul já dura pelo menos dois anos. Chegar ao mercado consumidor do importante polo econômico do Vale do Itapocu é estratégico para o Giassi aumentar sua presença e competitividade no mercado catarinense.

Caso Duque: Justiça dá prazo para Itaú se manifestar

23 de janeiro de 2015 0

Em despacho do dia 20 de janeiro de 2015, a juiza, Viviane Isabel Daniel Speck de Souza intimou o Banco Itaú S.A a se manifestar, no prazo de 15 dias,a respeito das considerações que a Metalúrgica Duque fez no processo, após a assembleia de credores.

Solicitou também, que a Duque apresente as contas demonstrativas de outubro, novembro e dezembro de 2014, inclusive, comprovando recolhimento de impostos. Depois disso, será a vez do administrador judicial se pronunciar. Em seguida, o Ministério Público dará seu parecer.

>> Leia mais notícias de economia

 

SCGás pede aumento da tarifa de gás natural para indústrias, comércios e rediências

23 de janeiro de 2015 0

A SCGÁS protocolou na quinta-feira (22) junto à Agência Reguladora do Estado de Santa Catarina (AGESC) pedido de ajuste de tarifa de gás natural. A Companhia solicitou reajuste médio, ponderado pelo volume, de 2,3% para o segmento industrial, 2,45% para o GNV (Gás Natural Veicular), 1,7% para o segmento comercial e 1,23% para as residências.

>> Leia as últimas notícias de economia

O motivo do pedido é o aumento do custo de aquisição do gás natural, puxado pela disparada do dólar, variável que compõe o custo do gás distribuído em Santa Catarina. De novembro de 2013 a novembro de 2014 o custo de aquisição aumentou 2,99%.

O pedido de reajuste considera apenas a atualização do custo de aquisição do gás e não altera a margem de distribuição da Companhia, que suporta os investimentos, o custeio e a depreciação e a remuneração de investimentos da empresa.​

Entidades empresariais vão pedir retorno da Zona Azul, cobrar ações de Celesc e Cia. Águas de Joinville e se manifestar contra a redução de delegacias em Joinville

22 de janeiro de 2015 0

Acij, CDL, Ajorpeme e Acomac rejeitaram, veementemente, a proposta do comando da Polícia civil de Joinville de reduzir o número de delegacias da cidade, com a justificativa de colocar o efetivo em investigações. Este posicionamento será levado ao próximo encontro do Conselho de Segurança, que ocorre na terça-feira, dia 27. As entidades também pretendem cobrar uma posição da bancada de deputados estaduais de Joinville sobre o assunto.

Energia elétrica
As constantes quedas de energia elétrica em Joinville, que dificultam também o abastecimento de água, preocupam as entidades. A Ajorpeme, com o aval das demais entidades, fará ofício convidando a Companhia Águas de Joinville para a próxima reunião do conselho. Outro documento será encaminhado ao presidente da Celesc apontando os prejuízos com os apagões, e solicitando informações sobre o planejamento de investimentos no setor.

Estacionamento rotativo

Outro item da reunião foi o estacionamento rotativo, que está suspenso há aproximadamente dois anos.
_Vamos manter a pressão na Prefeitura para o retorno da Zona Azul. Os lojistas estão sedo prejudicados porque carros ficam estacionados em frente aos comércios o dia todo, afastando clientes. É um desrespeito aos cidadãos que não podem estacionar”, disse o presidente da CDL, Luiz Kunde.
As entidades vão marcar uma audiência com o prefeito Udo Döhler para tratar da situação.