Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Itajaí"

TCU fiscaliza obras no porto de Itajaí

21 de outubro de 2013 0

O Tribunal de Contas da União (TCU) avaliou a qualidade das obras de reconstrução dos berços 1 e 2 do Porto de Itajaí (SC) e recomendou à Secretaria Especial de Portos da Presidência da República (SEP) que promova avaliações periódicas até o término da garantia dos serviços realizados. A secretaria também deverá elaborar manual de utilização, inspeção e manutenção da obra.

O TCU examinou a qualidade das estruturas de concreto do píer e do cais e do sistema de acostagem, que inclui os sistemas de fixação e de proteção ao choque dos navios, e o impacto que essa qualidade tem na operação portuária. Os testes indicaram que os principais parâmetros normativos para durabilidade da estrutura de concreto e para os dispositivos de acostagem foram cumpridos.

De acordo com o relatório, a obra foi recebida sem aceitação provisória. Essa etapa deve ser cumprida antes do recebimento definitivo e permite maior controle da administração sobre o produto entregue. Também não há registros de que sejam feitas inspeções técnicas periódicas para identificar defeitos na construção. A obra ainda está no período de garantia, que é de cinco anos.

As obras tiveram início em 2009, quando a Secretaria Especial de Portos firmou dois contratos emergenciais para a recuperação dos berços 1 e 2, que desmoronaram durante as enchentes do rio Itajaí-Açu, em novembro de 2008. O relator do processo é o ministro-substituto Marcos Bemquerer Costa. A íntegra da decisão está no acórdão 2696/2013.

O processo é TC 018.841/2013-9

Trabalhadores da Petrobras entram em greve por tempo indeterminado

17 de outubro de 2013 0

Os trabalhadores da Petrobras entraram em greve por tempo indeterminado a partir da zero hora de hoje. Em Santa Catarina, a paralisação envolve petroleiros de Guaramirim, São Francisco do Sul, Itajaí e Biguaçu. Pode ser só uma parada rápida, de um dia, com o objetivo de pressionar. Se a refinaria de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, parar por mais tempo, haverá, em alguns dias, efeitos sobre a distribuição de combustíveis nos postos de Joinville. A categoria quer a suspensão imediata da rodada de licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP) na área do pré-sal, que está prevista para segunda-feira.

Encontro faz levantamento das necessidades de cursos do Pronatec

16 de outubro de 2013 0

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Joinville reúne hoje as secretarias de Assistência Social dos municípios das regionais de Joinville, Jaraguá do Sul e Itajaí. O objetivo é fazer um levantamento das necessidades de cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para 2014. O encontro será na Faculdade Anhanguera, em Joinville.

Novo shopping em Itajaí

23 de julho de 2013 0

Foi lançado o Shopping ParkCity Itajaí. É uma parceria entre o empreendedor imobiliário SmithCo com a administradora de shopping AD Shopping. Terá 32 mil m2 de área bruta locável com 216 lojas, cinco âncoras, cinco salas de cinemas, quatro megalojas e um hipermercado.

Mudanças na Multilog

28 de junho de 2013 0

Rogerio Fortunato, superintendente nos últimos 11 anos, foi incorporado ao novo conselho de administração da Multilog S/A, empresa de logística sediada em Itajaí. E Djalma Vilela assume como diretor-executivo da empresa. A meta é dobrar o faturamento nos próximos cinco anos.

Petróleo é tema de palestra em Itajaí

25 de junho de 2013 0

“Indústria do petróleo no Brasil: oportunidades para os próximos anos” é tema de palestra a ser feita na Sociesc, em Itajaí, nesta terça-feira, dia 25. A fala será da consultora e professora Débora Rodrigues.

Negócio em logística

02 de outubro de 2012 0

O grupo BTI Brasil Logística Internacional, formado pelas empresas Brasmazém Armazéns Gerais, Moser & Furtado Transportes e B do Brasil Contêineres, compraram a totalidade das ações da Brasmarine Transportes Internacionais. Sediada em Itajaí, a empresa é dirigida por Eder Moser.

Indústria e trabalhadores preparam manifestação

06 de março de 2012 0

Algumas das principais lideranças da indústria e de trabalhadores em âmbito nacional vão promover a primeira manifestação pública do ano contra a política industrial. Será  em Itajaí, no dia 28 de março. A cidade foi escolhida porque é por lá que chegam toneladas de mercadorias importadas a competir com a indústria nacional. Os organizadores – Fiesp e Abimaq à frente – querem reunir entre 15 mil e 20 mil pessoas.
As lideranças do chamado “Grito de alerta” vão pedir, em correspondências, para que os empresários catarinenses liberarem parte de seus funcionários e os levem até o local da manifestação para engrossar o protesto. Mas isso não deve acontecer, dado o perfil conservador do empresariado.
A ausência quase total de lideranças locais da indústria no encontro de ontem, na Acij, em Joinville, chamou a atenção e já é um claro sinal de desinteresse. Outras três reuniões preparatórias ainda vão acontecer, nas próximas segundas-feiras.
Assinam o manifesto a Fiesp, Força Sindical, UGT, CGTB, CUT, Sindicato Metalúrgicos de São Paulo, Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), Federação das Indústrias do Paraná, Federação das Indústrias de Minas Gerais, entre outras entidades.
Os signatários querem redução da taxa básica de juros; medidas urgentes para atenuar a sobrevalorização cambial, desoneração integral do investimento produtivo de todos os tributos federais e estaduais;    conteúdo local mínimo efetivo em todas as compras governamentais e privadas quando beneficiadas por financiamento público e/ou incentivos fiscais, e em setores estratégico; utilização do compulsório não remunerado como instrumento de incentivo ao desenvolvimento de linhas privadas de financiamento de longo prazo e utilização das compras governamentais, inclusive da Petrobras, como indutoras da produção nacional.
Razões
A gritaria da indústria brasileira se explica: só no setor de máquinas e equipamentos, há 770 mil desempregados porque a indústria brasileira importa da China e de outros países a preços mais em conta. Atualmente, um quarto de todos os produtos consumidos pelos brasileiros é importado. E a indústria de transformação, nos anos 70, representava 25% do PIB; hoje participa só com 14%. A Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) estima que 80% dos trabalhadores na indústria ganham até dois salários mínimos. Para piorar a situação, em 2001, o câmbio estava em R$ 1,85 por dólar, e hoje vale R$ 1,75. No período, a inflação foi de 115%.
Como o quadro macroeconômico é confortável para o governo – desemprego mínimo, balança comercial favorável; crescimento econômico de 3% contra Europa e EUA em crise; e nível de emprego em alta – é improvável ações radicais por parte de Brasília. Em Santa Catarina, pelo lado patronal, o movimento é coordenado pela Fiesc.
A Abimaq dá o alerta: ou o governo age agora e faz mudanças já, ou, daqui a algum tempo virá a catástrofe, quando o preço das comoditties cair no mercado mundial, o câmbio explodir e a inflação retornar com força.

Senai investe R$ 230 milhões em SC

02 de março de 2012 0

O Senai, órgão da Fiesc, vai investir R$ 230 milhões no Estado no prazo de três anos. Do total, R$ 130 milhões virão do Senai nacional, a partir de financiamento obtido junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). E o restante é dinheiro do próprio Senai estadual.
Serão criadas oito unidades do Instituto Senai de Tecnologia. Três deles ficam na região Norte: um em Joinville (setor metalmecânico); Jaraguá do Sul (eletroeletrônica) e São Bento do Sul (moveleiro). As outras cinco vão surgir em Blumenau (têxtil e meio ambiente); Chapecó (alimentos); Criciúma (materiais); Florianópolis (tecnologia da informação); Itajaí (logística).

Serão instalados dois institutos de inovação: ambos no Sapiens Park, em Florianópolis, para dinamizar as atividades em segmentos relacionados à aplicação de laser e à segurança integrada.

A terceira vertente das prioridades é a melhoria e construção de novas unidades educacionais. Vão ser construídas novas escolas em Concórdia, Joaçaba, Palhoça e Capivari de Baixo. Atualmente, há 35 escolas técnicas em operação. O Senai fechou 2011 com 97 mil matrículas. Para este ano abriu mais 20.043 vagas para atender à crescente demanda.

O BNDES aprovou empréstimo de R$ 1,5 bilhão para o Senai nacional. O financiamento, corrigido pela Taxa de Juros de Longo Prazo  mais 1,4% ao ano, será amortizado em 12 anos. Com este crédito e mais R$ 400 milhões de recursos próprios, o órgão vai aplicar R$ 1,9 bilhão na construção de 53 centros de formação profissional, na compra de 79 unidades móveis e na reforma de escolas.

Greve em Itajaí afeta Whirlpool

11 de novembro de 2011 0

A Whirlpool Latin America, líder no mercado de eletrodomésticos no Brasil e no mundo, manifesta sua preocupação com o atual cenário de greve no porto de Itajaí, no Estado de Santa Catarina.

A empresa usa o porto para escoar sua produção de Joinville, onde tem a maior fábrica de geladeiras do mundo,. A empresa chama a atenção para os eventuais problemas que a greve pode trazer à economia do Estado.

“A preocupação envolve a chegada de matérias-primas bem como o envio de produtos manufaturados para os mercados doméstico e internacional. E, em nota, destaca: “a greve também pode prejudicar a cadeia de fornecedores das indústrias do Estado”.

Há cem vagas em estaleiro

06 de setembro de 2011 0

A Azimuth-Benetti, que já emprega mais de 250 funcionários prevê chegar a mil empregos nos próximos dois anos com a construção do pólo náutico em Itajaí, que será a maior estrutura do gênero no país.

O projeto de construção dentro do complexo industrial Teporti, terá a sua primeira fase concluída no início do ano que vem. Trata-se da maior estrutura náutica de lazer do Brasil em uma área de 200 mil m2.