Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "SCGás"

Senai discute eficiência energética

07 de abril de 2014 0

Acontece nesta terça-feira, no Senai de Joinville, ciclo de palestras que discutirá melhores práticas para se obter maior eficiência energética nos processos industriais. A Testo do Brasil, multinacional alemã especialista em instrumentos de medição, além da SCGás e da Weg, vão expor seus processos.

BMW só terá gás natural por desistência de outra empresa

31 de março de 2014 0

Retrato da difícil situação das empresas em relação ao abastecimento por gás natural em Santa Catarina se expressa numa informação dada no encontro do Fórum Parlamentar Catarinense, na sexta-feira, em Joinville: a BMW só será atendida pela SCGás porque uma indústria abriu mão de receber parte do volume do insumo que havia contratado.

Apostar em aumento da tarifa de gás natural neste ano é um equívoco. A SCGás garante, em informação pública, o congelamento da tarifa, desde que o dólar fique valendo até R$ 2,40. Mas, mesmo subindo mais – e deve subir – é politicamente inviável elevar o preço em pleno ano eleitoral.

SCGás vai abastecer a BMW com gás natural

21 de fevereiro de 2014 0

A SCGás vai abastecer a BMW com gás natural neste ano e projeta um aumento nas vendas ao segmento industrial catarinense de 3,7%, totalizando 575,6 mil m³. As indústrias respondem por mais de 80% do consumo. A alta do consumo industrial é atribuída à boa fase do setor cerâmico, impulsionada pelo bom desempenho do mercado imobiliário.

No cronograma de novas ligações em 2014 estão oito clientes industriais. Dentre eles, além da BMW, a planta têxtil da Altenburg, em Blumenau, e a Britagem Gaspar, em Gaspar. Os oito contratos representam um acréscimo no consumo de 5,57 mil m³ diários de gás.

SCGás e Fiesc discutem oferta de gás no mercado

28 de janeiro de 2014 0

SCGás e Fiesc debatem nesta terça-feira as ações de curto e médio prazos para garantir a oferta de gás ao mercado nos próximos cinco anos. Entre as opções estão o aumento do limite de volume operacional da empresa, o que poderá disponibilizar mais 170 mil metros cúbicos aos consumidores, e a renegociação de bases contratuais com a Petrobras. Neste caso, a intenção é retomar a quantidade diária contratada em 1995, de 2,3 milhões de metros cúbicos por dia. O contrato atual é de 2 milhões de m³/dia. Empresas catarinenses deixam de ampliar instalações no Estado por falta dessa matéria-prima essencial.

Aumenta tarifa de gás natural para empresas

20 de novembro de 2013 0

A SCGás aumenta a tarifa de gás natural em 9,8%para os segmentos de mercado industrial, automotivo e comercial, com vigência a partir de 1º de novembro. Os novos valores foram autorizados pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Santa Catarina (Agesc) em resolução emitida em 11 de novembro por seu conselhos superior e comunicada à companhia ontem (19/11) em ofício expedido pelo Diretor Executivo da Agesc, Francisco Cardoso de Camargo Filho. Os clientes residenciais não serão impactados.

A solicitação de reajuste protocolado pela SCGás em 9 de setembro é justificado pelo aumento do custo de aquisição do gás natural, que subiu 17,7% de outubro de 2012, data do último reajuste, a setembro de 2013 e amparado pelas regras do contrato de concessão que regulamenta o serviço de distribuição de gás natural em Santa Catarina. Com o aumento, o custo do gás e os impostos representavam em setembro 89,64% da tarifa ao consumidor, achatando a margem de distribuição, parcela que sustenta a operação e investimentos da empresa.

O aumento concedido pela Agesc ficou abaixo do valor encaminhado, A SCGás pediu  um aumento adicional de 3,65% e 3,2% no início de 2014 para os segmentos industrial e automotivo, respectivamente.

Dólar alto faz SCGás avaliar aumento de tarifa

30 de agosto de 2013 0

A escalada do dólar fez o custo de aquisição do gás natural boliviano, única fonte de suprimento do insumo dos estados do Sul do Brasil, aumentar 31% de janeiro a julho deste ano. A alta gerou um déficit de R$ 17 milhões na operação da SCGÁS (Companhia de Gás de Santa Catarina) neste período em comparação com o projetado.

Os relatórios apontam que na hipótese de manutenção do câmbio no patamar de R$2,35, a empresa terá déficit de caixa de R$ 3,25 milhões em outubro, R$ 3,98 milhões em novembro e R$ 11,27 milhões em dezembro.

Por conta do cenário desfavorável, a distribuidora já contratou cheque especial junto à Caixa Econômica Federal para suprir a iminente deficiência de caixa, e estuda uma alternativa para manter o equilíbrio econômico e financeiro da companhia.

O presidente Cósme Polêse explica que haverá redução dos custos operacionais, revisão do cronograma de parte dos investimentos e negociação de prazos junto a fornecedores. Aumento de tarifa também está sendo analisado.

— Estamos estudando a situação dos clientes para desenvolver uma solução que seja viável para ambas as partes —, diz o presidente.

Para entrar em vigor, o reajuste deve ser solicitado e ter parecer positivo da Agência Reguladora do Estado de Santa Catarina. O último reajuste tarifário aplicado pela SCGÁS foi de 5% para o segmento indústria, em outubro de 2012. O segmento industrial representou, em julho, 82,5% do consumo de gás natural em Santa Catarina.

Desigualdade

A diferença entre o preço de aquisição do gás nacional e o importado chega a 26%, conforme dados de distribuidoras. Atualmente, para os preços praticados às distribuidoras das regiões Nordeste e Sudeste o supridor oferece descontos acima de 30%, conforme boletim mensal divulgado pelo Ministério de Minas e Energia, o que não acontece com o gás boliviano.

Tubos para gasoduto da SCGás

16 de abril de 2013 0

A Tuper será a fornecedora dos tubos de aço que serão utilizados na rede de distribuição de gás natural da terceira fase do projeto Serra Catarinense da SCGás. O contrato de execução das obras, que compreendem 38 km de gasodutos entre os municípios de Ibirama e Rio do Sul, foi assinado. A Tuper vai produzir 2 mil toneladas de tubos de aço API 5L revestidos, de 12 polegadas por 6,35 milímetros de espessura. A partir do lançamento da ordem de serviço, os construtores terão dois anos para concluir a instalação do gasoduto.

SCGás distribui 6 bilhões de m³ de gás natural

06 de fevereiro de 2013 0

A SCGás atingiu, na primeira semana de fevereiro, um total de 6 bilhões m³ de gás natural distribuídos em Santa Catarina desde o início da suas operações, em abril de 2000.

A empresa iniciou o mês com 222 clientes do ramo industrial, 136 postos de gás natural veicular, 258 clientes comerciais e 3.876 unidades residenciais conectadas à rede de gasodutos.

No mês de janeiro, a média de distribuição de gás foi de 1,68 milhões de metros cúbicos diários.

SCGás emite nota oficial

21 de dezembro de 2012 0

A SCGás emite nota e se posiciona sobre a decisão do Tribunal de Contas do Estado contestando contratos entre acionistas, como publicamos quinta-feira.

“A companhia não recebeu oficialmente a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que dispõe sobre análise do contrato de concessão, sua composição acionária e operação da empresa, mas tomou conhecimento dos fatos pela última sessão pública realizada na sede do TCE no dia 20. Quanto às questões acionárias e estatutárias elas devem ser debatidas no âmbito da assembleia geral de acionistas”.

E segue: “À diretoria executiva da SCGás cabe a gestão operacional da empresa, o que vem cumprindo em atenção a legislação e os contratos vigentes. A diretoria comunica à sociedade e aos seus mais de 100 mil usuários de gás em Santa Catarina que a operação da companhia está mantida, bem como o atendimento ao mercado. Ou seja, os benefícios do gás natural continuam e continuarão a chegar aos consumidores e que seus planos de expansão estão mantidos para o ano de 2013″.

O embate pela tarifa do gás

27 de junho de 2012 0

É grande o embate nos bastidores entre a Fiesc e a SCGás em torno do pretendido aumento de tarifa, em 20,3%, por parte da companhia. A SCGás argumenta que, em 2010, o peso do custo de compra do gás importado da Bolívia na formação da tarifa industrial catarinense foi de 47% para a SCGás, que somados aos impostos (29%) permitiam que a companhia operasse com margem de distribuição de 23%. Com consecutivos aumentos do dólar – com alta de 15% na projeção média do ano – e do petróleo, a margem da companhia catarinense, reduziu-se a 7%. A queda da margem de distribuição é consequência da pressão do custo de aquisição do gás, e do histórico sem repasse tarifário, que soma 70%.

Com esse cenário, 46% do volume é vendido à indústria, principal consumidor do insumo, e apresenta margem negativa. “Ou seja, a SCGás paga para distribuir o gás natural”, diz comunicado. Na variação acumulada de abril de 2000 a junho de 2012 o custo de aquisição do gás cresceu 300% e a tarifa do produto para a indústria subiu 165%, contrariando o que regula o contrato de concessão que estabelece a necessidade de repasse total do custo de compra do gás à tarifa.

Gás preocupa

27 de junho de 2012 1

A SCGás protocolou, no dia 21, aumento de 20,3% na tarifa do gás natural. A prevalecer, significaria reajuste de 43% entre outubro do ano passado a outubro de 2012.  A Fiesc reagiu: “o impacto seria desastroso no ambiente econômico que vivemos, com sinalização de crescimento do PIB de 2% em 2012, e considerando que já há retração nas vendas”, disse o presidente da Câmara de Energia da federação, Otmar Müller. No setor de vidros o gás representa 35% do custo de fabricação e na de revestimentos cerâmicos é de 25%. No encontro com industriais, a SCGás defendeu o reajuste, em razão da alta do câmbio e a ocorrência de déficit no caixa da empresa.

A SCGás assinou acordo operacional com Transportadora Brasileira do Gasoduto Bolívia Brasil (TBG) que estabelece procedimentos de cooperação e comunicação, quando da necessidade de intervenções no sistema de recebimento de gás natural. O objetivo é manter a continuidade operacional, garantia de abastecimento, segurança e integridade das instalações. A SCGás tem  nove estações de recebimento localizados em Joinville, Guaramirim, Gaspar, Brusque, Tijucas, São Pedro de Alcântara, Tubarão, Urussanga e Nova Veneza.

Pedido negado

13 de março de 2012 0

O governo do Estado de Santa Catarina pediu à Petrobras aplicação de desconto temporário no custo de compra do gás natural e postergação de 30 dias para o pagamento das faturas de gás a serem efetuadas a partir de maio deste ano. O pedido não foi atendido, porque extrapola os acordos internacionais de precificação do gás boliviano. De concreto, o novo diretor da Petrobrás confirmou participação na reunião que será realizada entre o poder concedente e os acionistas da SCGás, quando será apresentada proposta para a interiorização da oferta do produto e aceleração dos programas de investimentos.

Gás natural vai ficar mais caro

20 de janeiro de 2012 0

A SCGás vai aumentar em 9,7%, em média, a tarifa do gás natural a partir de fevereiro. O pedido já foi feito à agância estadual que regula o tema. O custo de aquisição do gás, que representa 70% da formação tarifária do produto, aumentou em 50% de dezembro de 2010 para dezembro de 2011. e como não foram feitos repasses no ano passado – o aumento médio de 7,16% autorizado em outubro foi insuficiente. A empresa teve prejuízos contábeis em outubro e dezembro e o que acontecerá também neste mês. O reajuste proposto não é suficiente para reequilibrar a situação econômico- financeira da companhia.

SCGás planeja investir mais de R$ 12 milhões em Joinville

29 de dezembro de 2011 0

A SCGás vai investir mais de R$ 12 milhões nos próximos cincos anos para a implantação do sistema que vai atender, com gás natural, às residências de Joinville. Os primeiros bairros beneficiados serão Centro, Atiradores e Anita Garibaldi. O valor é quatro vezes mais do que o programado no anúncio inicial, feito em julho.

O objetivo da empresa é disponibilizar o gás a 300 edifícios e mais de 7 mil unidades residenciais, além de dezenas de estabelecimentos comerciais. Em 2012, com a implantação da rede de distribuição de gás natural e a ligação de clientes, os investimentos ultrapassarão R$ 1,4 milhão.

SCGás investe R$ 25 milhões em Joinville

20 de julho de 2011 0

A SCGás vai investir R$ 25 milhões na ampliação do abastecimento de gás natural em Joinville ao longo de três etapas. A meta é atender a 7,6 mil residências e 97 comércios. Vai atender a novos empreendimentos e prédios que já tenham central de gás.

Do total, R$ 6 milhões serão aplicados na primeira fase, com ampliação em 11 comércios e 2944 residências no Centro e nos bairros Atiradores e Anita Garibaldi.