clicRBS
Nova busca - outros
08 abr17:25

Artesãs de Camaquã criam novas peças dos Bichos do Mar de Dentro

Massas de biscuit, madeira, linhas, tintas e agulhas são alguns dos ingredientes que somados à criatividade, disposição e talento dos artesãos, resultou em novas peças de artesanato para coleção Bichos do Mar de Dentro. Os grupos integrantes dos municípios de Camaquã, Rio Grande, Pelotas, Piratini, São Lourenço do Sul, São José do Norte e Arroio Grande participaram em março, de oficinas de qualificação, ministradas por uma equipe de designers que integra o projeto Bichos do Mar de Dentro. O time de artesãs de Camaquã é formado por oito artistas locais: Marlene Bittencourt, Nilza Lessa, Tânia Maria Menezes, Luiza Borges, Kimiko Takimi, Maria da Graça Ventromilla, Gina Cardoso e Tereza Menezes.


Elas reproduzem os bichos usando técnicas de pintura em porcelana, costura e aplicação em tecido, crochê e tricô. O resultado são produtos originais, vendidos em todo Brasil. As peças desta nova coleção, criadas durante a semana de oficinas em Pelotas, serão lançadas na feira nacional de design, a Paralela Gift, que acontece em agosto, em São Paulo.

Segundo a artesã Luiza Borges, a participação no projeto além de muito significativa promove o aperfeiçoamento no trabalho e a ampliação nas vendas dos produtos. “Estamos aqui para buscar novas idéias para resultar na comercialização das peças da nova coleção”, comentou. E são essas mãos cheias de talento que reproduzem os 26 animais selecionados para representar os “moradores” do Mar de Dentro. Além da preservação, o projeto também gera renda para os artistas e incentivo ao turismo na região.

Criado em 2006 pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), este ano o projeto recebeu via Lei Rouanet, o aporte de R$ 200 mil em recursos do Instituto Votorantim, através da Fibria. A equipe do projeto é formada por uma gama de profissionais qualificados, que vão desde fotógrafos, ilustradoras, designer, consultores na área ambiental, entre outros, coordenados pela Lahtu Sensu Administração Cultural em parceria com o Sebrae/RS.

O cronograma de ações contempladas pela verba se estende até janeiro de 2011, e além da criação de novos produtos da coleção prevê a participação em feiras nacionais e a produção de material educativo.

Capacitação

De 15 a 20 de março, 60 artesãos previamente selecionados estiveram reunidos com a equipe do projeto, formada por uma gama de profissionais qualificados, que vão desde fotógrafos, ilustradoras, designer, consultores na área ambiental, entre outros, coordenados pela Lahtu Sensu Administração Cultural. À frente desse mergulho no mundo da criação, esteve o designer carioca, Renato Imbroisi, que há seis anos se divide entre projetos no Brasil e na África.

Ao final das oficinas, diversos produtos foram reformulados e outros criados. Além da criação de novos produtos os artesãos participaram da gravação de um CD de estória, voltado ao público infanto-juvenil e cujo tema é a preservação ambiental. O grupo dividiu as oficinas de artesanato com aulas de musicalização, ministradas pelo maestro Sérgio Sisto e sua equipe. Ao final, gravaram em estúdio a trilha do CD e a história, onde os personagens foram vividos pelos próprios artesãos.

As novas peças devem conter a identificação dos bichos que estarão presentes na estória criada pela jornalista e escritora Maria Emília Kubrusly para o projeto. O resultado deverá impulsionar ainda mais o projeto Bichos do Mar de Dentro, reafirmando porque artesanato tem a arte no nome.

Por

Comentários