Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de julho 2012

De volta ao Colégio São Paulo

31 de julho de 2012 4

Por Mário Teixeira Amaral, Conselho de Blogueiros

Entre os dias 17 e 20 de julho, quatro irmãs da congregação Irmãs Servas de Maria Imaculada, que comandaram por quase 50 anos o Colégio São Paulo, no bairro Niterói, estiveram visitando Canoas.

Recepcionadas por ex-alunos da comunidade do Facebook denominada Ex-alunos admiradores do Sampa, elas participaram de jantares, passeio à Serra gaúcha e visita às instalações do extinto Colégio São Paulo – hoje denominado Centro de Assistência Social La Salle. Desde dezembro de 1997, os irmãos lassalistas passaram a administrar o complexo educativo.

Vindas do Paraná, da cidade de Apucarana, onde administram a escola Nossa Senhora da Glória, as irmãs Deonisia, diretora da escola, junto a Eliceia, Nádia e Zita, mostraram-se simpáticas e emocionadas com a recepção por parte dos ex-alunos e também dos professores do Colégio São Paulo.

– É emocionante rever as irmãs. Ainda mais dentro do nosso Colégio São Paulo de excelentes recordações. Devo a minha educação a elas – comenta o ex-aluno Cristiano Teixeira.

– Só quem esteve lá para entender o sentimento que vibrava em nossos corações naquele instante de retorno ao passado – salientou Tânia Mello, integrante da comunidade.

A sempre sorridente Irmã Deonísia comentou:

– Não temos palavras para agradecer os momentos especiais que nos proporcionaram. Foram maravilhosos. Ainda mais pelo valor que vocês, queridos ex-alunos, continuam nos dando depois de todos estes anos.

Entre as presentes, as irmãs Zita e Nádia foram as que viveram em diferentes momentos do Colégio São Paulo. A Irmã Zita foi diretora nos anos 60 e a Irmã Nádia lecionou língua portuguesa até a venda da escola, em 1997.

– Sentimos muitas saudades de Canoas, do bairro Niterói e de nosso queridos alunos – comentou irmã Zita.

As irmãs retornaram ao Paraná felizes com a acolhida. Os alunos ficaram cheios de boas lembranças e ansiosos por um novo encontro. Que seja em breve.

Hoje nas bancas

20 de julho de 2012 0

Furtos em residências e a veículos no Parque Ozanan mobilizam os moradores do bairro a reivindicar mais segurança. Apesar da reincidência, a polícia ainda não tem suspeitos dos crimes. E um dos problemas é a falta de boletins de ocorrência registrando os roubos. Veja como está a situação na edição desta sexta-feira do Mais Canoas.

Situação crítica também é a organização do comércio da Rua Júlio de Castilhos, tema de um texto de Mário Amaral. A prefeitura, no entanto, adianta que não há projetos para o local.

Por outro lado, a cidade comemora dois fatos simultâneos. Um deles são as férias escolares. Para aproveitar sem perder o foco nos estudos, o Mais Canoas indica algumas atividades para movimentar a gurizada. O outro foi o anúncio do grupo que irá defender a Apav/Canoas na Superliga de vôlei. O central Gustavo, que já foi eleito o melhor bloqueador do mundo, vestirá a camisa da equipe canoense.

Quem também defende a cidade, mas comandando a Casa das Artes Villa Mimosa, é Tutti Gregianin. O cineasta é o responsável por administrar o espaço que recebe eventos culturais de todos os segmentos.

Se você quiser indicar algum personagem ou assunto para ser pauta da próxima edição, envie um e-mail para canoas@zerohora.com.br. Se quiser denunciar algum problema, também entre em contato pelo e-mail ou pela fan page no Facebook.

Problemas na Júlio de Castilhos

18 de julho de 2012 1

Por Mário Amaral Teixeira, Conselho de Blogueiros

Os moradores do bairro Niterói estão preocupados com as condições da Rua Júlio de Castilhos. Principalmente no trecho entre as ruas Lajeado e Tamoio, onde há diversos estabelecimentos comerciais e o trânsito intenso de ônibus. Há problemas no asfalto, e a sinalização está apagada. As calçadas estão ruins em vários pontos. Um dos comerciantes, que preferiu não se identificar, indaga:

– Não temos placas de sinalização ao longo do trecho. Gostaria de saber também por que praticamente toda a cidade recebeu novas paradas de ônibus e aqui, que é a principal rua do bairro, ainda persistem as paradas de madeira?

Conversei também com alguns transeuntes sobre o assunto.

– Está complicado circular com o carro. Há veículos estacionados de ambos os lados e ainda há a circulação dos ônibus. Seria interessante que as linhas a usassem apenas em um sentido. Desafogaria um pouco. Comentei isso com um dos integrantes da Associação dos Moradores do Bairro Niterói (Abnit). Me propus a abrir uma discussão sobre o assunto com a comunidade, mas não houve interesse por parte da direção – comenta André Luis, morador do bairro.

– Acredito que as calçadas sejam um problema. Eu mesma já tropecei em um dos buracos e quase caí. Alguns ônibus circulam em alta velocidade e tiram fino dos carros estacionados e dos pedestres – opina a estudante Amanda Costa.

Há cerca de dois anos, abordei a polêmica sobre a reformulação da Júlio de Castilhos, transformando-a num calçadão. No entanto, os comerciantes seguem contrários à ideia.

– A circulação de pessoas é fundamental para o comércio. No entanto, as linhas de ônibus apenas em um sentido seria uma opção, sim. Outro ponto é que os próprios comerciantes poderiam repensar o uso de veículos próprios no dia a dia. Mais da metade dos veículos estacionados ao longo da rua são deles mesmos – comenta outro comerciante.

O que ocorre é que a Rua Júlio de Castilhos precisa de revitalização urgente. Seria interessante que os comerciantes e moradores se unissem e apresentassem alternativas.


Contraponto

O que diz a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação:

Não há projeto específico de revitalização para o passeio da Rua Júlio de Castilhos. Vale lembrar que a conservação das calçadas em boas condições é de responsabilidade dos proprietários dos lotes adjacentes ao passeio. Para denunciar calçadas irregulares ou que oferecem risco aos pedestres, os canoenses devem recorrer à Central de Atendimento pelo telefone 0800-510-1234. Os proprietários são localizados e notificados a efetuar a limpeza ou recomposição do local.

Hoje nas bancas

13 de julho de 2012 0

Um guia turístico está sendo desenvolvido para apresentar os pontos de Canoas que podem receber visitas na Copa do Mundo de 2014. O Mais Canoas fez um levantamento desses locais e como a cidade se prepara para receber o megaevento.

O que não anda bem é a educação. São 10 escolas estaduais sem professor. E a realidade não tem previsão de mudar. Quem quer mudar sua realidade é um jovem judoca da Caju. Christian Mendes conseguiu a vaga para o Campeonato Brasileiro, em Manaus, mas pode ficar de fora por não ter condições de pagar sua viagem.

Se você quiser sugerir pautas ou entrar em contato conosco para mandar uma foto, envie um e-mail para canoas@zerohora.com.br.

Confira abaixo o vídeo de Grazy Liz, uma artista que começou a carreira em uma igreja do Guajuviras e é lá que ela apresenta seu primeiro álbum. Ela também é destaque nesta edição do Mais Canoas:


Trensurb divulga valores da integração tripla em Canoas, São Leopoldo e Porto Alegre

12 de julho de 2012 0

A integração ônibus – metrô – ônibus em viagens nos municípios de Canoas, São Leopoldo e Porto Alegre é possível para quem possui os cartões SIM ou TRI.

Desde julho de 2011, todas as linhas municipais da Capital realizam a integração. Em São Leopoldo, são duas linhas: Campina e Feitoria, da empresa Central. Canoas possui 32 itinerários da Vicasa.

Confira abaixo como fica a tabela com e sem os descontos:


Vacinação contra a Gripe A será retomada na próxima semana

06 de julho de 2012 1

A partir da próxima terça-feira, os canoenses incluídos nos grupos de risco poderão procurar as Unidades Básicas de Saúde para se vacinarem contra o vírus Influenza A. O município recebeu 3 mil doses da vacina nesta sexta-feira.

Os grupos prioritários que têm direito à vacina são:

- crianças de 6 meses a dois anos

- indígenas

- profissionais em saúde

- idosos com mais de 60 anos

- gestantes.

As unidades ficam abertas das 8h às 16h30min. É preciso levar a carteira de vacinação e um documento.

Hoje nas bancas

06 de julho de 2012 0

A fiscalização do transporte público ficou mais rígida. Já estão em funcionamento o sistema de rastreamento da frota por GPS. Além disso, cinco paineis eletrônicos instalados nas paradas indicam o tempo de espera entre uma linha e outra.

A mobilidade urbana na cidade promete mudar ainda mais. Nesta semana, o governo federal repassou verbas para duas obras: a construção do túnel na Rua Domingos Martins e o rebaixamento do trensurb no Centro.

Na área da saúde, uma boa notícia para os benfeitores. Quem quiser doar sangue não precisará ir à Capital. Uma unidade foi instalada no Hospital Universitário e, em breve, a cidade pode contar com um banco de sangue. Outra ação envolvendo a solidariedade ocorre na área da educação. Integrantes do Centro de Capaciatação, Educação Inclusiva e Acessibilidade reunem pais e alunos para reproduzir quadros clássicos.

No Mais Esporte, conheça a equipe de futebol amador finalista de um torneio metropolitano. Também mande suas sugestões de pauta e reclamações para canoas@zerohora.com.br. Pode ser sobre uma obra inacabada na sua rua ou sobre irregularidades constantes. Acesse também a fan page do Facebook para conferir informações diferentes e exclusivas.

Confira o listão com os aprovados do Vestibular de Inverno do Unilasalle

02 de julho de 2012 0

A lista com os aprovados no Vestibular de Inverno do Unilasalle, realizado no sábado, foi divulgada. Confira neste link a tabela com todos os candidatos selecionados.

Os classificados poderão fazer suas matrículas na quarta e na quinta-feira, das 10h ao meio-dia e das 15h às 20h, de acordo com o cronograma de cada curso.

As inscrições para 2ª etapa do Vestibular de Inverno estão abertas até o dia 16. A prova acontece no dia 18, com início às 19h30min e término às 21h.

Projeto CEIA +10

02 de julho de 2012 1

Por Mário Amaral Teixeira, Conselho de Blogueiros

Visitar o Centro de Capacitação de Educação Inclusiva e Acessibilidade (Ceia) é, ao mesmo tempo, emocionante e encantador pelo número de projetos realizados. Em cima da proposta do RIO +20, a professora de artes Zaida Mendonça Lyra desenvolveu o projeto CEIA +10.

_ Buscamos reciclar conceitos e valores enfatizando as potencialidades que ficam destacadas sob o manto das dificuldades. Um dos trabalhos significativos é o encontro semanal com os pais, no qual juntamos os retalhos e costuramos esta integração através da reconstrução de uma obra de arte _ diz Zaida.

As obras trabalhadas até então são de autoria do pintor austríaco Gustav Klimt. São elas: O Beijo e Adele.

_ Neste espaço, observamos e dividimos nossas dificuldades. A Adele é a nossa própria vida reconstruída a partir dos retalhos _ comenta Vanessa Carvalho, uma das mães envolvidas no projeto.

Segundo a assistente social Maria Beatriz Gava, “trata-se de um grupo de pais atuante, comprometidos”.

_ É gratificante este momento semanal _ conclui.

A professora Dirneide Goulart é uma da mais empolgadas com as conquistas do projeto:

_ É um espaço de fortalecimento social. Além da arte, serve também como troca a partir da experiência compartilhada entre pais, alunos e o CEIA como um todo.

A qualidade e o sucesso das obras confeccionadas pelo projeto é tanto que algumas estão expostas na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SMDE).

_ Usamos o fator surpresa ao expô-los, o que atiçou a curiosidade dos funcionários e demais visitantes. É a nossa galeria da inclusão. Quase ninguém acredita que foram feitas por pais ou alunos do Ceia _ garante Vinicius Corrêa, que atuou no Centro e hoje é gerente de escritório da SMDE.

No Ceia, há ainda outras tantas histórias de vida e superação a serem contadas. Esta é apenas uma delas. Em breve retomarei assunto.

O Ceia fica no bairro Mathias Velho na Rua Rio de Janeiro, 360. Visitem, conheçam as potencialidades e revejam conceitos.