Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2013

Feira de adoção de cães e gatos neste sábado

26 de abril de 2013 1

Cães e gatos poderão ser levados para casa em mais uma edição da feira de adoção de animais da Coordenadoria Municipal de Bem-Estar Animal, que ocorre na 170ª edição do Prefeitura na Rua, neste sábado.

Será das 9h ao meio-dia, na Praça Santa Isabel, Rua Clóvis Beviláqua, Vila Cerne, no bairro Harmonia. Um estande será montado no local.

Boneco Juca no Dia Mundial do Livro

23 de abril de 2013 0

Por Cauê Nascimento, Conselho de Blogueiros

Nesta terça-feira, 23 de abril, mais de cem países comemoram o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, data lançada pela Unesco em 1996. Curiosamente, é o dia de nascimento e morte de Shakespeare (1564-1616). Na Espanha, em 1616, também morreu nesse dia Miguel de Cervantes, autor de Dom Quixote de La Mancha. Por esse motivo, na Catalunha (Espanha), as pessoas trocam livros por rosas. Uma rosa por São Jorge, padroeiro, e um livro por Cervantes.
Em Canoas, quem marcou a data é o boneco Juca, mascote da Biblioteca Pública Municipal João Palma da Silva. Junto a suas “mães”, as professoras Sonia Petry e Maristela Bongiorni, percorreu as ruas centrais e o Calçadão de Canoas, distribuindo livros.
A foto ilustra o encontro de Juca com a imagem de São Jorge, vereador Paulinho de Odé, Uniaxés e Coordenadoria de Diversidades, que convidam a comuniade a participar da sexta procissão em homenagem a São Jorge-Ogum, neste sábado, 27 de abril, começando às 16h, na Praça do Avião.

Nova edição do Professora Boação

22 de abril de 2013 0


O blogueiro do Mais Canoas Mário Amaral Teixeira lançou na semana passada nova edição do livro Professora Boação, em evento na Escola Estadual Erico Verissimo, no bairro Igara. Também participaram do evento alunos da Escola Municipal Castelo Branco.

Cristiano Teixeira, cantor e baterista que há 12 anos integra o Grupo Tchê Guri, compõs a música Livros em Ação especialmente para a obra e também participou do evento.



Dia para lembrar o Guajuviras

17 de abril de 2013 0

Por Cauê Nascimento, Conselho de Blogueiros


Em março de 1987, anunciava-se a desativação do canteiro de obras do Conjunto Habitacional Ildo Meneghetti, do Projeto Guajuviras. O trabalho era realizado pela construtora Gus Livonius, e foi noticiado que sua paralisação se devia à burocratização para envio de recursos pela Caixa Econômica Federal, Cohab e Secretaria do Trabalho e Ação Social.
Começava aí a revolta popular. Milhares de casas abandonadas inacabadas, sem ninguém para morar e nem para se responsabilizar para solucionar o problema. No final de março, o presidente da Cohab/RS visitou o Guajuviras, junto ao prefeito Carlos Giacomazzi. Ele anunciou, então, que em fins de junho seriam entregues 1,2 mil unidades habitacionais aos interessados, junto a três escolas.
Mas os problemas do conjunto não terminaram aí. Pelo contrário, eles começaram neste ponto. A demora para a conclusão da obra deixou  impacientes as pessoas inscritas para a ocupação. E a impaciência, a irritação e a falta de lugar para se fixar durante a longa espera fizeram com que um grande grupo de pessoas tomasse uma atitude: invadir o Guajuviras, na madrugada da sexta-feira santa, 17 de abril de 1987. Sua resolução também foi impulsionada pela onda de invasões, que já estavam acontecendo em Alvorada, e consequentemente, pelo medo de que outras pessoas invadissem primeiro.
Lá existiam quase 6 mil moradias (casas e blocos de quatro andares, quatro apartamentos por andar). Hoje, associações de moradores estimam que passe dos 70 mil.
A foto deste post registra momento histórico em que se encontra parte do grupo que representavam as quadras de moradores em reuniões, lutando por melhorias. Nela estão o atual prefeito de Canoas, Jairo Jorge, o senador Paulo Paim, o deputado federal Marco Maia, Antonio Carlos Teixeira Vianna, (que hoje denomina praça do bairro,ao lado da Brigada Militar), seu irmão Paulo e outros lideres comunitários. No local desta foto foi o X Barranco, e hoje é a Contel. Observa-se ao fundo a Escola Jussara Maria Polidoro.



Em nome da beleza

08 de abril de 2013 2

Por Mário Amaral Teixeira, Conselho de Blogueiros

O número de empresas familiares de pequeno e médio porte tem crescido muito no Brasil. Em Canoas, não é diferente. Existem várias nos mais diversos setores. Profissionais se desligam de empresas e formam a sua própria companhia em casa ou em outros locais. Um dos setores em alta é o da beleza.

É o caso de Jaqueline Werner Duarte e de suas duas filhas, Bárbara Duarte Carpes e Débora Duarte Carpes.

- Sempre quis ser empreendedora. Trabalhei em uma imobiliária, na secretaria de uma escola e em uma multinacional antes. Em 1995, fiz meu primeiro curso de cabeleireira. Atuei com vários profissionais renomados em Canoas e ministrei cursos pelo Senac. Há cinco anos resolvi ter o meu próprio espaço – conta Jaqueline.

Daí para o ingresso das filhas Bárbara e Débora no negócio foi questão de tempo. Bárbara também cursa publicidade e propaganda. Débora, além de estar no Ensino Médio do Colégio Marechal Rondon, é dançarina de Hip Hop. Jaqueline diz que a união sempre existiu, mas se acentuou desde que ficou viúva, em 1999, quando as meninas ainda eram pequenas:

- Não quero que as meninas desviem o foco dos estudos, por isso trabalham em turnos alternados. Mas me surpreendo com o profissionalismo e o comprometimento das duas. Sempre fomos muito unidas – diz Jaqueline.

As três administram o local no centro da cidade com esmero. O salão ainda conta com mais funcionários. Cheias de planos, elas pretendem ampliar o negócio. Uma das ideias é criar uma biblioteca para uso dos clientes.

- O objetivo é juntarmos beleza, cultura, bem-estar e terapias em um só lugar. Estamos sempre abertas à inovação e novos investimentos profissionais. É preciso reciclar ideias e estar ligado nas novas tendências – anuncia Bárbara.

A irmã completa:

- Tem sido ótima a experiência de trabalharmos em família. Há conflitos de ideias, mas sempre encontramos um ponto em comum.

Neste momento, o lema “a união faz a força” é mais do que válido. Ainda mais em se tratando de empreendimentos familiares.

Biblioteca repaginada na Arthur Oscar Jochims

04 de abril de 2013 0

Por Mário Amaral Teixeira, Conselho de Blogueiros

A Biblioteca Olavo Bilac, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Arthur Oscar Jochims, no bairro Estância Velha, está de cara nova.

O ambiente foi modificado a partir do projeto Revisitando o Espaço da Biblioteca, a Construção de um Espaço Coletivo, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) Ulbra-Prefeitura de Canoas.

A iniciativa integra horas do conto e incentivo à leitura. Também destina verba para a compra de material para o novo espaço. Quem conversou comigo a respeito foi a coordenadora do projeto, Graziela Aline Teixeira:

- Desde a implantação do projeto, há seis meses, temos uma retirada mais expressiva de livros por parte dos alunos. Passamos a manter a biblioteca aberta também durante o recreio, o que acentuou ainda mais a interatividade dos leitores. Houve também o reposicionamento das estantes e a criação do ambiente para horas do conto.

Pude presenciar o movimento intenso de alunos durante o recreio. Não só as crianças como os adolescentes retiram livros.

- Atingir os adolescentes é um dos principais motivos do projeto. No início, eles apenas circulavam pelo espaço. Hoje, escolhem e leem os títulos que temos à disposição. Também nos oferecem títulos para a aquisição. Uma interação completa – diz Graziela.

O diretor, Gerson Flores, comentou:

- Estamos felizes com o movimento da biblioteca. Uma das preocupações da escola é oportunizar projetos que visam à criação de novos leitores. E este tem cumprido bem o papel proposto. Receber escritores também é importante e estamos sempre de portas abertas.

Parabéns à Biblioteca Olavo Bilac da Emef Arthur Oscar Jochims e a todos os envolvidos no projeto. Que os livros continuem a transformar e a formar leitores.

Galeto beneficente na Luz de Aruanda

04 de abril de 2013 0

Por Cauê Nascimento, Conselho de Blogueiros

A Associação Universalista Luz de Aruanda, na Rua Dr. Tancredo Neves, 556, bairro Fátima, promove, neste domingo, um galeto beneficente (não será servido no local, apenas para levar).

A arrecadação será utilizada na manutenção e na ampliação da sede da entidade, que presta serviço de atendimento espiritual por meio de sessões de caridade às quartas-feiras à noite, com mais de 500 atendimentos semanais.

Parte da arrecadação deste galeto também será revertida para as obras assistenciais que a casa desenvolve em abrigos para crianças (SOS Casa de Acolhida, Renascer e Raio de Sol), no asilo Lar da Fraternidade e junto a famílias em situação de vulnerabilidade nos bairros Fátima e Rio Branco.

Mais informações sobre o evento e também de como auxiliar a Associação Universalista Luz de Aruanda podem ser obtidas pelo telefone 3476-2882, a partir das 15h, diariamente, com Marcia.