Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Jovens empreendedores

19 de julho de 2014 0

Crédito: Mário Amaral Teixeira/Arquivo Pessoal

Por Mário Amaral Teixeira, do Conselho de Blogueiros

Historicamente, Canoas sempre recebeu pessoas vindas de outras lugares do Estado e do Brasil. Muitos vinham em busca de oportunidade de emprego. Com o tempo e com o crescimento das instituições de ensino superior, começamos também a receber muitos jovens estudantes.

Neste leque há também os que chegam para empreender e participar de forma efetiva do crescimento da cidade.

É o caso dos casais Maurício Caponi e Taliane Riguez e Mauri Caponi e Caroline de Souza. Há quase dois anos, os quatro chegaram de Espumoso, no Vale do Taquari.

— Eu e o Mauri somos irmãos e trabalhávamos como chapeadores na oficina mecânica do meu pai, em Espumoso. Queríamos mudar de rumo e virarmos empreendedores. Meu tio Antônio Vanine, que ministra cursos de confeiteiro no Senai, comentou conosco que haveria a possibilidade de alcançarmos sucesso abrindo uma padaria no bairro Niterói. Aceitamos o desafio e aqui estamos há quase dois anos — relata Maurício.

Os jovens contam que a experiência do tio de mais de 15 anos no setor e a colaboração da tia Marlene Caponi foram essenciais.

— Não é somente topar o desafio, é também o querer e a dedicação em aprender o ofício. Eu e a Caroline trabalhávamos em lojas de departamentos, por exemplo. Hoje, formamos uma equipe na qual todos cuidamos de todas as tarefas. Queremos ir além e expandir o negócio. A união é fundamental — comenta Taliane.

Quando questionados se houve uma fácil adaptação à cidade, a resposta é positiva.

— As pessoas são muito receptivas. É legal ver como elas se preocupam conosco por saberem que estamos distante de nossa família. Isso é muito bacana — afirma Caroline.

— Além de clientes, ganhamos amigos. Isso, por si só, comprova que fizemos a escolha certa — afirma Mauri.

Maurício estuda Administração e pretende concluir o curso para ajudar na administração do negócio.

Desejo sucesso a esses jovens e a todos aqueles que vislumbram se tornar empreendedores em nossa cidade. Sejam eles naturais desta terra ou vindos de fora.

Envie seu Comentário