Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Jadson avança no Guarujá

30 de setembro de 2009 0

Gaúcho Rodrigo Dornelles está na disputa por uma vaga na elite/Daniel Smorigo, Divulgação

O cabeça-de-chave número 1 do Local Motion Guarujá Surf Pro, etapa de nível seis estrelas do WQS, o potiguar Jadson André, estreou com vitória, nesta quarta-feira, na Praia do Tombo, no Guarujá (SP). Ele avançou para a rodada dos 48 melhores e já tem vaga assegurada na elite mundial de 2010.

Jadson tem apenas 19 anos de idade e confessou que a meta traçada para esta temporada nem era a classificação para o Mundial da ASP, mas sim ganhar experiência no circuito. Vice-líder do campeonato deste ano, para superar os 14.975 pontos do líder Daniel Ross, australiano que disputa a etapa, o potiguar precisa chegar às quartas-de-final do Local Motion Guarujá Surf Pro.

Dessa forma, ele atinge 15.063 pontos no ranking e supera o adversário. Ou seja, Jadson André tem que passar mais três baterias na Praia do Tombo ou então na próxima etapa, na semana que vem, no Rio de Janeiro.

Assim como no primeiro dia, foram realizadas 20 baterias nesta quarta-feira. Começou com os quatro últimos confrontos da primeira fase e depois foi iniciada a rodada de apresentação dos cabeças-de-chave, ou os mais bem colocados no ranking mundial inscritos no Local Motion Guarujá Surf Pro.

Desta lista fazem parte os principais concorrentes para as 15 vagas que o WQS indica para completar a elite. O irlandês Glenn Hall é o 16º do ranking e passou atrás do pernambucano Bernardo Pigmeu, mas o norte-americano Nathan Yeomans, 17º, acabou eliminado em sua estreia na disputa anterior, pelo baiano Bernardo Lopes e o paulista Flávio Nakagima.

Bom para o gaúcho Rodrigo Dornelles, que divide a 20ª posição com o australiano Leigh Sedley e também avançou para terceira fase, dos 48 melhores do campeonato, na bateria vencida pelo cearense Charlie Brown, com ambos barrando o niteroiense Bruno Santos e o sul-africano Warwick Wright.

O irlandês Glenn Hall também ficou aliviado com a sua classificação. O catarinense Willian Cardoso, o outro único brasileiro no G-15 do WQS, em 13º lugar, encabeça a 16ª bateria da segunda fase, que será disputada nesta quinta-feira, a partir das 8h. Os catarinenses Beto Mariano, Thomas Hermes, Alejo Muniz, Marco Polo avançaram para a terceira fase.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Envie seu Comentário