Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de setembro 2009

Jadson avança no Guarujá

30 de setembro de 2009 0

Gaúcho Rodrigo Dornelles está na disputa por uma vaga na elite/Daniel Smorigo, Divulgação

O cabeça-de-chave número 1 do Local Motion Guarujá Surf Pro, etapa de nível seis estrelas do WQS, o potiguar Jadson André, estreou com vitória, nesta quarta-feira, na Praia do Tombo, no Guarujá (SP). Ele avançou para a rodada dos 48 melhores e já tem vaga assegurada na elite mundial de 2010.

Jadson tem apenas 19 anos de idade e confessou que a meta traçada para esta temporada nem era a classificação para o Mundial da ASP, mas sim ganhar experiência no circuito. Vice-líder do campeonato deste ano, para superar os 14.975 pontos do líder Daniel Ross, australiano que disputa a etapa, o potiguar precisa chegar às quartas-de-final do Local Motion Guarujá Surf Pro.

Dessa forma, ele atinge 15.063 pontos no ranking e supera o adversário. Ou seja, Jadson André tem que passar mais três baterias na Praia do Tombo ou então na próxima etapa, na semana que vem, no Rio de Janeiro.

Assim como no primeiro dia, foram realizadas 20 baterias nesta quarta-feira. Começou com os quatro últimos confrontos da primeira fase e depois foi iniciada a rodada de apresentação dos cabeças-de-chave, ou os mais bem colocados no ranking mundial inscritos no Local Motion Guarujá Surf Pro.

Desta lista fazem parte os principais concorrentes para as 15 vagas que o WQS indica para completar a elite. O irlandês Glenn Hall é o 16º do ranking e passou atrás do pernambucano Bernardo Pigmeu, mas o norte-americano Nathan Yeomans, 17º, acabou eliminado em sua estreia na disputa anterior, pelo baiano Bernardo Lopes e o paulista Flávio Nakagima.

Bom para o gaúcho Rodrigo Dornelles, que divide a 20ª posição com o australiano Leigh Sedley e também avançou para terceira fase, dos 48 melhores do campeonato, na bateria vencida pelo cearense Charlie Brown, com ambos barrando o niteroiense Bruno Santos e o sul-africano Warwick Wright.

O irlandês Glenn Hall também ficou aliviado com a sua classificação. O catarinense Willian Cardoso, o outro único brasileiro no G-15 do WQS, em 13º lugar, encabeça a 16ª bateria da segunda fase, que será disputada nesta quinta-feira, a partir das 8h. Os catarinenses Beto Mariano, Thomas Hermes, Alejo Muniz, Marco Polo avançaram para a terceira fase.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Começa o Local Motion na Praia do Tombo

29 de setembro de 2009 0

Carioca Pedro Henrique foi um dos destaques do primeiro dia de competição/Daniel Smorigo, Divulgação

Teve início na manhã desta terça-feira, na Praia do Tombo, no Guarujá (SP), o Local Motion Guarujá Pro 2009, etapa de nível seis estrelas do WQS. Até a 14ª bateria – 20 seriam disputadas no primeiro dia -, três atletas de Santa Catarina haviam conquistado vaga na segunda fase: Beto Mariano, Thomas Hermes e Márcio Farney, cearense radicado na Ilha.

Beto e Thomas passaram em segundo lugar nas suas baterias e Márcio venceu a que disputou. Beto vai enfrentar agora o conterrâneo Neco Padaratz, um dos cabeças de chave do evento, na segunda bateria da segunda fase. Thomas caiu na quinta bateria e Márcio na oitava.

Outros catarinenses que vão estrear nessa fase são Marco Polo, campeão da etapa do Santinho do SuperSurf, no final de semana, na 11ª; Alejo Muniz na 13ª; Willian Cardoso, segundo melhor brasileiro no ranking de acesso, na 16ª; Jean da Silva na 23ª; e Diego Rosa na 24ª bateria.

O uruguaio Marco Giorgi, radicado na Ilha de SC, compete na 23ª bateria. O link da transmissão ao vivo é o

http://localmotion.com.br/guarujasurfpro/live.html 

 

Confira os resultados do dia:

PRIMEIRA FASE

01: 1-Manuel Selman (CHL), 2-Beto Mariano (BRA), 3-Luel Felipe (BRA), 4-Leandro Jesus (BRA)

02: 1-Brent Reilly (EUA), 2-Pedro Henrique (BRA), 3-Sérgio Pontes (BRA), 4-Felipe Martins (BRA)

03: 1-Flávio Nakagima (BRA), 2-Bruno Rodrigues (BRA), 3-Taylor Thorne (EUA), 4-Adilton Mariano (BRA)

04: 1-Bernardo Pigmeu (BRA), 2-Bernardo Lopes (BRA), 3-Denis Tihara (BRA), 4-Dylan Southworth (MEX)

05: 1-Ricardo Silva (BRA), 2-Dunga Neto (BRA), 3-Simão Romão (BRA), 4-Justin McBride (EUA)

06: 1-Alex Ribeiro (BRA), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Fábio Gouveia (BRA), 4-David Richards (AFR)

07: 1-Thiago Camarão (BRA), 2-Robson Santos (BRA), 3-Yan Guimarães (BRA), 4-Yuri Gonçalves (BRA)

08: 1-Márcio Farney (BRA), 2-Thiago Guimarães (BRA), 3-Alan Donato (BRA), 4-Dallas Petersen (AUS)

09: 1-Caio Faria (BRA), 2-Charlie Brown (BRA), 3-Alejandro Moreda (BRA), 4-Ricardo Ferreira (BRA)

10: 1-Bruno Santos (BRA), 2-Odirlei Coutinho (BRA), 3-Carlos Munoz (CRI), 4-Marcos Pastro (BRA)

11: 1-Magno Pacheco (BRA), 2-Jay Davies (AUS), 3-Peterson Rosa (BRA), 4-Angelo Lozano (MEX)

12: 1-Beto Fernandes (BRA), 2-Marco Fernandez (BRA), 3-Messias Félix (BRA), 4-Gustavo Sanches (BRA)

13: 2-Hizunomê Bettero (BRA), 1-Danilo Costa (BRA), 3-Jonatan Busetti (BRA), 4-Guilherme Ramalho (BRA)

14: 1-Darrell Goodrum (EUA), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Emerson Piai (BRA), 4-David do Carmo (BRA)

 

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Com 14 mil pontos chega...

28 de setembro de 2009 1

Wiilian está perto de confirmar a vaga/Globoesporte.com

Estive conversando com o João Carvalho, assessor de imprensa da ASP, o mago das estatísticas, que dificilmente erra cálculos e projeções que dizem respeito ao acesso de surfistas para a divisão de elite do esporte.

Perguntei a ele se ainda faltava muito para o catarinense Willian Cardoso carimbar o passaporte para o Mundial da ASP. Willian é o atual 13º colocado do WQS, o circuito de acesso, com 11.151 pontos. Segundo ele, 14.000 é o número mágico para garantir acesso independente de qualquer outro resultado.

No momento, apenas o australiano Daniel Ross, com 14.975, e o potiguar Jadson André, com 14.663 estão confirmados. Restam, portanto, 13 vagas e Willian precisaria somar, pelo menos, mais 2.800 pontos. Mas esse número pode variar e a pontuação necessária ser menor. Vejam a análise que o João me passou:

 

“Ainda tem quatro etapas PRIME de 3.500 pontos para rolar, e três 6 estrelas de 2.500 pontos, sendo duas no Brasil. Os próximos resultados que o Willian tem para trocar são: 1.125 pontos e dois de 1.138 pontos. Como ele tem 11.151 pontos no ranking, precisa computar mais 2.850 pontos, descartando os piores resultados para chegar nos 14.000 pontos. No Brasil, se ele ganhar uma aumenta 1.375 pontos (2.500 – 1.125) e fica faltando 1.475 ainda…aí a próxima troca é de 1.138 pontos e, se ganhar o outro 6 estrelas da perna brasileira, aumenta mais 1.362 pontos (2.500 – 1.138), ou seja, chega, no máximo, a 13.888 pontos, bem pertinho, praticamente confirmado, mas ele só alcança os 14.000 pontos mesmo nos PRIME das Ilhas Canárias, Trestles e Havaí…Resumindo, nada definido ainda e vai precisar repetir os resultados da “perna européia” para confirmar o seu nome entre os top-42 do ASP Tour de 2010…Acho que é isso.”
Então tá. Vamos aguardar para ver se o João acerta mais essa. Nesta terça-feira começa o Local Motion Guarujá Surf Pro, na Praia do Tombo, no Guarujá (SP), etapa de nível seis estrelas. A seguir a chave de baterias da primeira fase:
Primeira fase
1: Manuel Selman (CHL), Luel Felipe (BRA), Beto Mariano (BRA), Leandro Jesus (BRA)
2: Pedro Henrique (BRA), Brent Reilly (EUA), Felipe Martins (BRA), Sérgio Pontes (BRA)
3: Bruno Rodrigues (BRA), Adilton Mariano (BRA), Flávio Nakagima (BRA), Taylor Thorne (EUA)
4: Bernardo Pigmeu (BRA), Bernardo Lopes (BRA), Dylan Southworth (MEX), Denis Tihara (BRA)
5: Simão Romão (BRA), Dunga Neto (BRA), Justin McBride (EUA), Ricardo Silva (BRA)
6: Thomas Hermes (BRA), David Richards (AFR), Fábio Gouveia (BRA), Alex Ribeiro (BRA)
7: Thiago Camarão (BRA), Robson Santos (BRA), Yan Guimarães (BRA), Yuri Gonçalves (BRA)
8: Márcio Farney (BRA), Alan Donato (BRA), Dallas Petersen (AUS), Thiago Guimarães (BRA)
9: Charlie Brown (BRA), Alejandro Moreda (BRA), Ricardo Ferreira (BRA), Caio Faria (BRA)
10: Bruno Santos (BRA), Odirlei Coutinho (BRA), Marcos Pastro (BRA), Carlos Munoz (CRI)
11: Jay Davies (AUS), Angelo Lozano (MEX), Peterson Rosa (BRA), Magno Pacheco (BRA)
12: Dylan Graves (PRI), Messias Félix (BRA), Marco Fernandez (BRA), Gustavo Sanches (BRA)
13: Hizunomê Bettero (BRA), Danilo Costa (BRA), Guilherme Ramalho (BRA), Jonatan Busetti (BRA)
14: Darrell Goodrum (EUA), David do Carmo (BRA), Jessé Mendes (BRA), Emerson Piai (BRA)
15: Jayke Sharp (AUS), Leandro Bastos (BRA), Nathan Brandi (BRA), Jared Thorne (EUA)
16: Ricky Basnett (AFR), Travis Beckmann (EUA), Gilmar Silva (BRA), Emerson Silva (BRA)
17: Jesse Merle-Jones (HAV), Gabriel Villaran (PER), Cesar Aguiar (BRA), Alex Lima (BRA)
18: Marcelo Trekinho (BRA), Wade Goodall (AUS), Junior Faria (BRA), Caetano Vargas (BRA)
19: Gustavo Fernandes (BRA), Álvaro Bacana (BRA), Saulo Junior (BRA), Marcelo Bispo (BRA)
20: T. J. Barron (HAV), Heitor Pereira (BRA), Guilherme Herdy (BRA), André Gonçalves (BRA)
21: Jano Belo (BRA), Matt King (EUA), Kevin Sullivan (HAV), Antonio Eudes (BRA)
22: Mason Ho (HAV), Medi Veminardi (REU), André Teixeira (BRA), Ícaro Ronchi (BRA)
23: Halley Batista (BRA), Jerônimo Vargas (BRA), Junior Lagosta (BRA), Sidney Guimarães (BRA)
24: Antonio Bortoletto (AFR), Ian Gouveia (BRA), Peterson Crisanto (BRA), Marcelo Demantova (BRA)

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Mick Fanning na luta pelo bi

27 de setembro de 2009 0

Mick saiu do mar carregado pela torcida/Kelly Cestari, ASP, Divulgação

Campeão em 2007, o australiano Mick Fanning entrou de vez, neste domingo, na luta pelo bicampeonato do Mundial da ASP, a elite do surfe mundial. Fanning, que há três etapas ocupava o sétimo lugar no ranking, venceu a etapa francesa do circuito, o Quiksilver Pro France, em Seignosse, e colou no seu compatriota Joel Parkinson, ainda líder, mas que acumula dois 17º lugares nas duas últimas etapas, em Trestles (EUA), e Seignosse.

Fanning, por sua vez, vem de duas vitórias seguidas e agora está a 146 pontos (5.896 a 5.750) da ponta. A próxima etapa começa no dia 5 de outubro, em Mundaka, na Espanha. Fanning ganhou a etapa francesa com certa tranquilidade.

Diante do também australiano Bede Durbdige, ele somou 16,66 pontos, na soma das duas melhores ondas, contra 12,87 pontos do adversário. O franco-brasileiro Patrick Beven e o português Tiago Pires finalizaram em terceiro lugar.

Com a elkiminação precoce na repescagem do evento, o brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, agora com 4.573 pontos, ocupa a sexta posição no ranking. O melhor brasileiro em Seignosse foi o cearense Heitor Alves, que parou na terceira fase. Heitor é o 25º no ranking, com 2.822 pontos, e precisa de um bom resultado nas três últimas etapas se quiser permanecer na elite.

O paranaense Jihad Kodhr vive situação delicada. Em sete etapas, ele foi eliminado na segunda fase em cinco e ocupa a 38ª posição, com 2.135 pontos. Precisa reagir logo senão vai deixar a elite no próximo ano. É esperar para ver.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Marco Polo é campeão nos últimos segundos

27 de setembro de 2009 0

Marco pegou esse belo tubo no sábado/Nilton Santos, Divulgação

De forma sensacional, o catarinense Marco Polo conquistou, neste domingo, a etapa da Praia do Santinho do SuperSurf, em Florianópolis. Marco perdia a bateria final até os segundos finais para o paulista Odirlei Coutinho quando encaixou duas belas manobras, tirou uma nota 7,0 e assumiu a liderança da bateria.

Na final, Marco somou 12,00 pontos contra 9,37 pontos de Odirlei. Show de surfe nas difíceis condições do mar neste final de semana no Santinho. O potiguar Danilo Costa e o catarinense Guilherme Ferreira completaram o pódio.

No feminino, a carioca Gabriela Teixeira derrotou a sua conterrânea Tais de Almeida por 10,00 a 6,00 pontos na final e ficou com o título. A catarinense Marina Werneck e a paraibana Diana Cristina completaram o pódio. O último desafio do SuperSurf será na Barra da Tijuca, no Rio, entre 28 de outubro e 3 de novembro.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Três gatas nunca é demais

27 de setembro de 2009 1

Quem é a Caroline, a Raffaele e e Giselle, hein?/Marcio Dja, Divulgação

Imagine a situação: 12 belas meninas perfiladas uma ao lado da outra, o público masculino com o batimento cardíaco acelerado e os jurados não chegam a um consenso para eleger a mais bonita. Resultado: três são eleitas as mais bonitas. Isso aconteceu no final da tarde deste sábado, na Praia do Santinho, em Florianópolis, no Concurso Beach Girls. Prova de que Floripa é mesmo o paraíso das belas mulheres. Alguém duvida? 

Ah! Você quer saber o nome delas. Anotem aí, então! Caroline, Raffaele e Giselle…infelizmente, os organizadores não informaram a ordem das meninas que aparecem na foto. Fico devendo essa. Se alguém souber quem é quem, por favor, poste aqui.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Slater, sempre ele

26 de setembro de 2009 0

Kelly sempre atrai olhares curiosos nas praias do mundo inteiro/Divulgação, ASP

A história já está ficando repetitiva. Kelly Slater, o mago das ondas, mais uma vez arrepiou em uma etapa da elite do circuito mundial. Neste sábado, o norte-americano nove vezes campeão do mundo foi o centro das atenções em Hossegor, na França, onde acontece a sétima etapa do circuito deste ano.

Diante do francês Joan Duru, 17 anos mais novo, Slater, de 37, saiu atrás, mas teve paciência e virou o resultado no final para avançar às oitavas de final da competição. Já o australiano Joel Parkinson, pela segunda vez seguida, parou na terceira fase. Perdeu para o francês Patrick Beven.

Seria um aviso de que o título estaria em risco? Parkinson deve ter a vantagem de 1.000 pontos reduzida para Mick Fanning, segundo colocado, e até mesmo Slater, sexto colocado. Quanto ainda não sabemos, mas é certo que vai cair.

E os brasileiros terão que torcer para um estrangeiro na reta final do evento. Mineirinho foi eliminado junto com Jihad Kodhr na segunda fase e, neste sábado, o cearense Heitor Alves caiu diante do sul-africano Jordy Smith. Uma pena. 

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Messias, Willian e Jano fora do páreo

26 de setembro de 2009 0

Ondas pesadas dificultaram as manobras para homens e mulheres/Nilton Santos, Divulgação

Dois dos três primeiros colocados no ranking masculino do SuperSurf, o cearense Messias Felix e o catarinense Willian Cardoso, perderam, neste sábado, pela segunda fase da etapa da Praia do Santinho, em Florianópolis.

Com isso, o paraibano Jano Belo, vice-líder da competição, tinha  boas chances de assumir a ponta. Mas acabou sendo derrotada na fase seguinte. Willian, terceiro na corrida pelo título brasileiro, perdeu ainda na segunda fase para o carioca Bruno Santos pelo placar de 14,27 a 11,17 pontos.

Messias, por sua vez, foi eliminado também na segunda fase pelo carioca Leandro Bastos pelo placar de 9,17 a 7,50 pontos. O catarinense Guga Arruda também perdeu na segunda fase. Quem avançou foi Marco Polo, que fez a maior somatória de pontos na sexta-feira, e Guilherme Ferreira.

Nas oitavas de final, Guilherme despachou, agora pouco, o gaúcho Daison Pereira, enquanto Marco Polo pega o carioca Pedro Henrique, que pode alcançar a liderança nesta etapa, que termina neste domingo, por volta do meio-dia, ao final desta tarde.

A etapa final do SuperSurf acontece entre 28 de outubro e 3 de novembro, na Barra da Tijuca, no Rio. 

No feminino, duas atletas catarinenses avançaram para as quartas de final e duelam entre si, neste domingo: Chantala Furlanetto e Marina Werneck. A única que parou na segunda fase foi Gabriela Leite. 

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Dia de Marco Polo

25 de setembro de 2009 0

Marco Polo encarou bem as pesadas ondas do Santinho/Nilton Santos, Divulgação

O surfista catarinense Marco Polo foi quem somou mais pontos, nesta sexta-feira, em uma bateria da etapa do SuperSurf na Praia do Santinho. Com as condição do mar irregular, ele foi o atleta que melhor se apresentou no segundo dia do evento. Somou 13,67 pontos. Todos os demais atletas ficaram abaixo disso. A expectativa é de as condições melhorem para este sábado e bons duelos poderão ser visto.

Oito baterias completam a segunda fase do masculino e depois ocorrem as das oitavas de final. Marco enfrenta o paranaense Peterson Rosa, na 16ª bateria; Guilherme Ferreira pega o baiano Wilson Nora, na 11ª; Willian Cardoso encara o carioca Bruno Santos na 13ª; e, na 14ª, Guga Arruda pega o baiano Rudá Carvalho.

No feminino, as catarinenses Chantala Furlanetto, Marina Werneck e Gabriela Leite competem pela segunda fase do feminino em baterias de trê atletas cada. Vamos ficar na torcida.

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

O drama de Rudá

25 de setembro de 2009 0

Rudá espera por um ressarcimento/Divulgação, SuperSurf

O baiano Rudá Carvalho, integrante da divisão de elite do surfe brasileiro, passou por um momento bastante difícil na última semana, em Santa Catarina. O atleta de 21 anos, uma das promessas da nova geração, teve toda a sua bagagem furtada em uma viagem de ônibus que fazia a linha entre Florianópolis e Imbituba, na quinta-feira da semana passada.

Segundo Rudá, o ônibus em que estava teve a porta do compartimento de bagagem aberta involuntariamente ao fazer uma curva, na saída da Capital. Ao verificar o ocorrido, o motorista do ônibus parou o veículo, só que, antes que ele recuperasse o material, um motociclista passou pelo local, parou e levou a mala que estava no chão.

Nela haviam equipamentos eletrônicos, como um iPod, objetos pessoais e peças de roupas. Rudá perdeu tudo e calcula ter ficado com um prejuízo de aproximadamente R$ 2,6 mil. Pediu ressarcimento à empresa, a qual prometeu avaliar o caso.

Mas Isso já faz uma semana e, em todos esses dias, os amigos  lhe ajudaram a se proteger do frio e da chuva. Até o final da tarde de ontem, a empresa (a qual terá o seu nome preservado) não tinha dado uma resposta ao atleta.

Pelo menos as pranchas do surfista, também alojadas no compartimento de bagagem do ônibus, não foram furtadas. E pensar que ele precisa encontrar tempo para se preparar e disputar uma competição de alto nível como o SuperSurf.

Ah! A viagem para Imbituba era para Rudá treinar e se preparar para a etapa do Santinho. Custou caro essa ideia. 

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis