Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Temporal na Praia do Medão

22 de outubro de 2009 0

Temporal destruiu a estrutura principal do evento/Divuilgação, ASP

A estrutura montada em SUPERTUBOS, Peniche, Portugal, para a penúltima etapa do Mundial de Surfe da ASP, o Rip Curl Pro Search, não aguentou a pressão e o forte temporal que atingiu a praia. Apesar do sugestivo nome indicar o contrário, SUPERTUBOS foi ao chão. Agora pasmem: SUPERTUBOS é mais conhecida como Praia do MEDÃO.

Isso mesmo. Medão. Só que o MEDÃO não foi páreo para o temporal arrasador que atingiu a costa portuguesa. Resultado: pelo terceiro dia seguido, o início da competição foi adiada. Assim, o novo formato de disputa, o qual dispensa a repescagem, será adotado. Quem perder estará fora.

Situação parecida ocorreu na Praia da Vila, em 2007, quando uma espécie de tornardo deixou um rastro de destruição. Parte da estrutura foi arrancada pela força dos ventos e pedaços de ferro e metal ficaram retorcidos. De assustar mesmo.

O panaense Jihad Kohdr estreia na primeira bateria contra o francês Tim Boal. O cearense Heitor Alves pega o sul-africano David Weare na segunda bateria.

E o carioca Bruno Santos, convidado dos organizadores, encara o australiano Mick Campbell na 10ª bateria. Adriano de Souza, o Mineirinho, atual terceiro colocado no ranking, estreia apenas na segunda fase. 

Postado por Jean Balbinotti, em Florianópolis

Envie seu Comentário