Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

ASP South America Surf Series

28 de maio de 2010 0

daniel smorigo/divulgação/asp south america

A ASP South America confirmou a mudança do local da segunda etapa do Supersurf Internacional, marcado para o Costão do Santinho, entre 29 de junho a 4 de julho. A troca da data já havia sido noticiada pelo Diário Catarinense no último domingo. A principal alegação é o período da pesca da tainha. Seriam duas etapas seguidas no Estado, já que entre os dias 22 a 27 de junho, o South to South Santa Marta Pro faz a estreia do WQS(competição internacional), no Farol de Santa Marta, em Laguna. O SuperSurf Internacional acabou transferido para a praia de Maresias, na mesma data (de 29 de junho a 04 de julho), e abriu uma data para 28 de setembro a 03 de outubro, quando rola a etapa do Costão do Santinho, que vai abrir a “perna brasileira” de fim de ano do ASP South America Surf Series 2010.

Esta última série de eventos do circuito mundial no Brasil esse ano tem quatro etapas confirmadas, todas com nível máximo 6 estrelas de US$ 145 mil dólares, que valem 3 mil pontos no ASP World Ranking. A primeira passa a ser o SuperSurf Internacional no Costão do Santinho, em Florianópolis (SC). A segunda ainda não tem nome definido, mas vai rolar nos dias 5 a 10 de outubro, na Praia Brava, em Itajaí (SC).

De Santa Catarina, todos partem para o Rio de Janeiro, onde será encerrado o ASP South America Surf Series, que define o campeão sul-americano profissional da temporada. A penúltima batalha será o Rio Surf Pro International na Praia do Arpoador, de 12 a 17 de outubro. Nos dias 19 a 24, o SuperSurf Internacional fecha a temporada de provas do ASP World Star no Brasil esse ano na Barra da Tijuca, apontando o campeão sul-americano.

No último domingo foi encerrada uma série de três etapas seguidas e o catarinense Alejo Muniz assumiu a liderança no ranking da ASP South America no Maresia Surf International, que terminou com vitória de Aritz Aranburu, do País Basco, na final com o gaúcho Rodrigo Dornelles. Na Praia Mole de Florianópolis, ele ganhou a posição do carioca Raoni Monteiro, campeão sul-americano profissional de 2008 e agora segundo colocado na classificação geral das sete etapas do ASP World Star na América do Sul completadas na capital catarinense.

Alejo é o atual campeão sul-americano Pro Junior e agora tenta o título máximo do continente. Ele começou a temporada com um vice-campeonato no Maresia Ceará Surf International em Paracuru, que foi vencido pelo cearense Heitor Alves em 31 de janeiro. Na semana seguinte, Alejo foi até as semifinais e ficou em terceiro lugar no Hang Loose Pro Contest de Fernando de Noronha (PE). Ele não disputou as duas provas do início do ano no Peru e nem o primeiro SuperSurf Internacional em Ubatuba (SP). Alejo só não foi bem no Coca-Cola Saquarema Pro, onde passou apenas uma bateria, mas assumiu a ponta do ranking com o nono lugar no Maresia International de Floripa.

ASP SOUTH AMERICA SURF SERIES – após 7 etapas:
1º: Alejo Muniz (BRA) – 7.255 pontos
2º: Raoni Monteiro (BRA) – 7.114
3º: Willian Cardoso (BRA) – 6.584
4º: Heitor Alves (BRA) – 6.083
5º: Hizunomê Bettero (BRA) – 5.535
6º: Wiggolly Dantas (BRA) – 5.491
7º: Rodrigo Dornelles (BRA) – 4.615
8º: Gustavo Fernandes (BRA) – 4.374
9º: Pedro Henrique (BRA) – 4.216
10º: Leonardo Neves (BRA) – 4.162

Envie seu Comentário