Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 29 setembro 2010

Gabriel Medina detona no Santinho

29 de setembro de 2010 0

As ondas subiram e o Sol apareceu para a estreia dos cabeças-de-chave do SuperSurf Internacional, nesta quarta-feira, no Costão do Santinho. Os recordes do primeiro dia de disputas foram dizimados pelo paulista Gabriel Medina, que tirou as maiores notas do ano nas etapas do SuperSurf.

GABRIEL MEDINA

Na primeira, ele acertou três manobras muito fortes numa boa onda e recebeu nota 8,93.
Já era a maior dos dois primeiros dias na Praia do Santinho, mas o menino prodígio de Maresias (SP) ainda surfou um tubo sensacional e arrancou 9,5 dos juízes, totalizando 18,43 pontos de 20 possíveis.

O garoto de apenas 16 anos de idade vem impressionando o mundo do surfe desde o ano passado com seus aéreos espetaculares. Dessa vez, entretanto, ele nem usou sua arma principal para bater todos os recordes do ano no SuperSurf 2010.

NECO PADARATZ

“É muito bom competir em casa. Eu estou viajando pra caramba esse ano, estive na Europa disputando um campeonato em cada país, e é muito desgastante, mas o bom é que agora tem três etapas aqui no Brasil. Iniciei com o pé direito.”

O paranaense Caetano Vargas passou junto com o novo recordista nas ondas da Praia do Santinho e continua defendendo a liderança do ranking especial do SuperSurf Internacional 2010, que vai dar um carro Peugeot zero km para o melhor surfista das quatro etapas. Ele só confirmou sua classificação nos últimos minutos, quando conseguiu uma nota 7,27 para superar o sul-africano Antonio Bortoletto e o cearense Adilton Mariano.

“Venho treinando bastante, estou focado, mas prefiro não ficar pensando em título ainda. Tem essa etapa aqui e mais outra no Rio de Janeiro, tem muita gente aí que também quer o Peugeot, então quero só pensar em passar bateria por bateria para quem sabe poder comemorar esse prêmio no final, se Deus quiser.”

RAONI MONTEIRO

Antes da rodada de estreia dos cabeças-de-chave, foram disputadas as quatro últimas baterias da primeira fase. O havaiano Gavin Gillette e o japonês Masatoshi Ohno despacharam dois brasileiros no primeiro confronto do dia. O mexicano Angelo Lozano e o costa-riquenho Carlos Munoz avançaram para a segunda fase também nos duelos seguintes.

Já o catarinense Jean da Silva fechou a primeira fase aumentando o recorde de placar da rodada inicial para 15,20 pontos, que depois foi batido por Gabriel Medina. Em seguida, entrou no mar o catarinense Neco Padaratz, que fez parte da elite mundial na primeira metade do ASP Dream Tour 2010.

Neco conseguiu a segunda vaga para a rodada dos 48 melhores surfistas do campeonato, com o cearense Michel Roque vencendo esta bateria que abriu a segunda fase. Neco foi um dos primeiros a mostrar o caminho dos tubos do Santinho na quarta-feira.

“O mar está bem diferente de ontem (terça-feira), difícil de saber quais ondas vão ser boas, então era preciso muito cuidado, porque detalhes assim podem fazer a diferença”, disse.

RODRIGO DORNELLES

Neco agora só pode voltar para a elite pelo ASP World Ranking, que vai classificar 10 surfistas para o Dream Tour de 2011. No entanto, dos brasileiros que estão fora do grupo atual, o cearense Heitor Alves é o mais bem colocado. Ele vem de duas vitórias consecutivas na “perna européia”, na Espanha e Portugal, e também ganhou a primeira etapa do ASP World Star no Brasil deste ano, em casa, no Ceará.

Em sua primeira apresentação na Praia do Santinho, ele foi superado pelo baiano Denis Tihara, mas avançou em segundo lugar para a rodada dos 48 melhores.

“O importante agora era passar a bateria. Concentrei em fazer duas ondas e deu certo. Meu objetivo aqui é tentar vencer esta etapa, porque acho que com mais uma vitória posso até confirmar de vez minha vaga. Estou confiante, a prancha está boa e quero tentar mesmo garantir minha classificação nestas três etapas do Brasil.”

TERCEIRA FASE
48 melhores

1: Pedro Henrique (BRA), Tomas Hermes (BRA), Michel Roque (BRA), Leandro Bastos (BRA)
2: Neco Padaratz (BRA), Diego Rosa (BRA), Simão Romão (BRA), Rudá Carvalho (BRA)
3: Raoni Monteiro (BRA), Junior Faria (BRA), Caetano Vargas (BRA), Nathan Brandi (BRA)
4: Gabriel Medina (BRA), Marcelo Nunes (BRA), Alan Donato (BRA), Dodô Veiga (BRA)
5: Marco Giorgi (URU), Charlie Brown (BRA), Antonio Eudes (BRA), Erbeliel Andrade (BRA)
6: Rodrigo Dornelles (BRA), Brandon Jackson (AFR), Alex Ribeiro (BRA), Guilherme Ramalho (BRA)
7: Denis Tihara (BRA), Pedro Husadel (BRA)
8: Heitor Alves (BRA), André Silva (BRA)

SEGUNDA FASE
1: 1-Michel Roque (BRA), 2-Neco Padaratz (BRA), 3-Raphael Becker (BRA), 4-Alvaro Bacana (BRA)
2: 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Diego Rosa (BRA), 3-Alan Saulo (BRA), 4-André Teixeira (BRA)
3: 1-Simão Romão (BRA), 2-Pedro Henrique (BRA), 3-Tânio Barreto (BRA), 4-Cesar Aguiar (BRA)
4: 1-Rudá Carvalho (BRA), 2-Leandro Bastos (BRA), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Beto Mariano (BRA)
5: 1-Raoni Monteiro (BRA), 2-Alan Donato (BRA), 3-Ricardo Ferreira (BRA), 4-Stefano Dornelles (BRA)
6: 1-Junior Faria (BRA), 2-Marcelo Nunes (BRA), 3-Wilson Nora (BRA), 4-Odirlei Coutinho (BRA)
7: 1-Dodô Veiga (BRA), 2-Nathan Brandi (BRA), 3-Messias Felix (BRA), 4-Renato Galvão (BRA)
8: 1-Gabriel Medina (BRA), 2-Caetano Vargas (BRA), 3-Antonio Bortoletto (AFR), 4-Adilton Mariano (BRA)
9: 1-Charlie Brown (BRA), 2-Rodrigo Dornelles (BRA), 3-Jatyr Berasaluce (ESP), 4-Marcos Pastro (BRA)
10: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Alex Ribeiro (BRA), 3-Marco Fernandez (BRA), 4-Gustavo Machado (BRA)
11: 1-Brandon Jackson (AFR), 2-Erbeliel Andrade (BRA), 3-Victor Ribas (BRA), 4-Mason Ho (HAV)
12: 1-Guilherme Ramalho (BRA), 2-Antonio Eudes (BRA), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Dunga Neto (BRA)
13: 1-Dennis Tihara (BRA), 2-Heitor Alves (BRA), 3-Heloy Junior (BRA), 4-Thiago de Sousa (BRA)
14: 1-Pedro Husadel (BRA), 2-André Silva (BRA), 3-Pedro Norberto (BRA), 4-Márcio Farney (BRA)
15: Gustavo Fernandes (BRA), Ricardo Santos (BRA), Fábio Silva (BRA), Jason Torres (CRC)
16: Pablo Paulino (BRA), Flavio Nakagima (BRA), Bino Lopes (BRA), Bruno Rodrigues (BRA)

BATERIAS QUE VÃO ABRIR A QUINTA-FEIRA:
17: Willian Cardoso (BRA), Patrick Tamberg (BRA), Vicente Romero (BRA), Yan Guimarães (BRA)
18: Yuri Sodré (BRA), David do Carmo (BRA), Pericles Dimitri (BRA), Igor Morais (BRA)
19: Jeronimo Vargas (BRA), Paulo Moura (BRA), Ulisses Meira (BRA), Santiago Muniz (BRA)
20: Manuel Selman (CHL), Peterson Rosa (BRA), Ian Gouveia (BRA), Bruno Moraes (BRA)
21: Leonardo Neves (BRA), Halley Batista (BRA), Gavin Gillette (HAV), Victor Borges (BRA)
22: Danilo Costa (BRA), Robson Santos (BRA), Masatoshi Ohno (JPN), Angelo Lozano (MEX)
23: Bernardo Pigmeu (BRA), Jano Belo (BRA), Franklin Serpa (BRA), Yuri Gonçalves (BRA)
24: Marco Polo (BRA), Marco Aurelio (BRA), Greg Cordeiro (BRA), Jean da Silva (BRA)

Texto: João Carvalho, assessor de imprensa da ASP South America