Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2010

Gabriel Medina detona no Santinho

29 de setembro de 2010 0

As ondas subiram e o Sol apareceu para a estreia dos cabeças-de-chave do SuperSurf Internacional, nesta quarta-feira, no Costão do Santinho. Os recordes do primeiro dia de disputas foram dizimados pelo paulista Gabriel Medina, que tirou as maiores notas do ano nas etapas do SuperSurf.

GABRIEL MEDINA

Na primeira, ele acertou três manobras muito fortes numa boa onda e recebeu nota 8,93.
Já era a maior dos dois primeiros dias na Praia do Santinho, mas o menino prodígio de Maresias (SP) ainda surfou um tubo sensacional e arrancou 9,5 dos juízes, totalizando 18,43 pontos de 20 possíveis.

O garoto de apenas 16 anos de idade vem impressionando o mundo do surfe desde o ano passado com seus aéreos espetaculares. Dessa vez, entretanto, ele nem usou sua arma principal para bater todos os recordes do ano no SuperSurf 2010.

NECO PADARATZ

“É muito bom competir em casa. Eu estou viajando pra caramba esse ano, estive na Europa disputando um campeonato em cada país, e é muito desgastante, mas o bom é que agora tem três etapas aqui no Brasil. Iniciei com o pé direito.”

O paranaense Caetano Vargas passou junto com o novo recordista nas ondas da Praia do Santinho e continua defendendo a liderança do ranking especial do SuperSurf Internacional 2010, que vai dar um carro Peugeot zero km para o melhor surfista das quatro etapas. Ele só confirmou sua classificação nos últimos minutos, quando conseguiu uma nota 7,27 para superar o sul-africano Antonio Bortoletto e o cearense Adilton Mariano.

“Venho treinando bastante, estou focado, mas prefiro não ficar pensando em título ainda. Tem essa etapa aqui e mais outra no Rio de Janeiro, tem muita gente aí que também quer o Peugeot, então quero só pensar em passar bateria por bateria para quem sabe poder comemorar esse prêmio no final, se Deus quiser.”

RAONI MONTEIRO

Antes da rodada de estreia dos cabeças-de-chave, foram disputadas as quatro últimas baterias da primeira fase. O havaiano Gavin Gillette e o japonês Masatoshi Ohno despacharam dois brasileiros no primeiro confronto do dia. O mexicano Angelo Lozano e o costa-riquenho Carlos Munoz avançaram para a segunda fase também nos duelos seguintes.

Já o catarinense Jean da Silva fechou a primeira fase aumentando o recorde de placar da rodada inicial para 15,20 pontos, que depois foi batido por Gabriel Medina. Em seguida, entrou no mar o catarinense Neco Padaratz, que fez parte da elite mundial na primeira metade do ASP Dream Tour 2010.

Neco conseguiu a segunda vaga para a rodada dos 48 melhores surfistas do campeonato, com o cearense Michel Roque vencendo esta bateria que abriu a segunda fase. Neco foi um dos primeiros a mostrar o caminho dos tubos do Santinho na quarta-feira.

“O mar está bem diferente de ontem (terça-feira), difícil de saber quais ondas vão ser boas, então era preciso muito cuidado, porque detalhes assim podem fazer a diferença”, disse.

RODRIGO DORNELLES

Neco agora só pode voltar para a elite pelo ASP World Ranking, que vai classificar 10 surfistas para o Dream Tour de 2011. No entanto, dos brasileiros que estão fora do grupo atual, o cearense Heitor Alves é o mais bem colocado. Ele vem de duas vitórias consecutivas na “perna européia”, na Espanha e Portugal, e também ganhou a primeira etapa do ASP World Star no Brasil deste ano, em casa, no Ceará.

Em sua primeira apresentação na Praia do Santinho, ele foi superado pelo baiano Denis Tihara, mas avançou em segundo lugar para a rodada dos 48 melhores.

“O importante agora era passar a bateria. Concentrei em fazer duas ondas e deu certo. Meu objetivo aqui é tentar vencer esta etapa, porque acho que com mais uma vitória posso até confirmar de vez minha vaga. Estou confiante, a prancha está boa e quero tentar mesmo garantir minha classificação nestas três etapas do Brasil.”

TERCEIRA FASE
48 melhores

1: Pedro Henrique (BRA), Tomas Hermes (BRA), Michel Roque (BRA), Leandro Bastos (BRA)
2: Neco Padaratz (BRA), Diego Rosa (BRA), Simão Romão (BRA), Rudá Carvalho (BRA)
3: Raoni Monteiro (BRA), Junior Faria (BRA), Caetano Vargas (BRA), Nathan Brandi (BRA)
4: Gabriel Medina (BRA), Marcelo Nunes (BRA), Alan Donato (BRA), Dodô Veiga (BRA)
5: Marco Giorgi (URU), Charlie Brown (BRA), Antonio Eudes (BRA), Erbeliel Andrade (BRA)
6: Rodrigo Dornelles (BRA), Brandon Jackson (AFR), Alex Ribeiro (BRA), Guilherme Ramalho (BRA)
7: Denis Tihara (BRA), Pedro Husadel (BRA)
8: Heitor Alves (BRA), André Silva (BRA)

SEGUNDA FASE
1: 1-Michel Roque (BRA), 2-Neco Padaratz (BRA), 3-Raphael Becker (BRA), 4-Alvaro Bacana (BRA)
2: 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Diego Rosa (BRA), 3-Alan Saulo (BRA), 4-André Teixeira (BRA)
3: 1-Simão Romão (BRA), 2-Pedro Henrique (BRA), 3-Tânio Barreto (BRA), 4-Cesar Aguiar (BRA)
4: 1-Rudá Carvalho (BRA), 2-Leandro Bastos (BRA), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Beto Mariano (BRA)
5: 1-Raoni Monteiro (BRA), 2-Alan Donato (BRA), 3-Ricardo Ferreira (BRA), 4-Stefano Dornelles (BRA)
6: 1-Junior Faria (BRA), 2-Marcelo Nunes (BRA), 3-Wilson Nora (BRA), 4-Odirlei Coutinho (BRA)
7: 1-Dodô Veiga (BRA), 2-Nathan Brandi (BRA), 3-Messias Felix (BRA), 4-Renato Galvão (BRA)
8: 1-Gabriel Medina (BRA), 2-Caetano Vargas (BRA), 3-Antonio Bortoletto (AFR), 4-Adilton Mariano (BRA)
9: 1-Charlie Brown (BRA), 2-Rodrigo Dornelles (BRA), 3-Jatyr Berasaluce (ESP), 4-Marcos Pastro (BRA)
10: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Alex Ribeiro (BRA), 3-Marco Fernandez (BRA), 4-Gustavo Machado (BRA)
11: 1-Brandon Jackson (AFR), 2-Erbeliel Andrade (BRA), 3-Victor Ribas (BRA), 4-Mason Ho (HAV)
12: 1-Guilherme Ramalho (BRA), 2-Antonio Eudes (BRA), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Dunga Neto (BRA)
13: 1-Dennis Tihara (BRA), 2-Heitor Alves (BRA), 3-Heloy Junior (BRA), 4-Thiago de Sousa (BRA)
14: 1-Pedro Husadel (BRA), 2-André Silva (BRA), 3-Pedro Norberto (BRA), 4-Márcio Farney (BRA)
15: Gustavo Fernandes (BRA), Ricardo Santos (BRA), Fábio Silva (BRA), Jason Torres (CRC)
16: Pablo Paulino (BRA), Flavio Nakagima (BRA), Bino Lopes (BRA), Bruno Rodrigues (BRA)

BATERIAS QUE VÃO ABRIR A QUINTA-FEIRA:
17: Willian Cardoso (BRA), Patrick Tamberg (BRA), Vicente Romero (BRA), Yan Guimarães (BRA)
18: Yuri Sodré (BRA), David do Carmo (BRA), Pericles Dimitri (BRA), Igor Morais (BRA)
19: Jeronimo Vargas (BRA), Paulo Moura (BRA), Ulisses Meira (BRA), Santiago Muniz (BRA)
20: Manuel Selman (CHL), Peterson Rosa (BRA), Ian Gouveia (BRA), Bruno Moraes (BRA)
21: Leonardo Neves (BRA), Halley Batista (BRA), Gavin Gillette (HAV), Victor Borges (BRA)
22: Danilo Costa (BRA), Robson Santos (BRA), Masatoshi Ohno (JPN), Angelo Lozano (MEX)
23: Bernardo Pigmeu (BRA), Jano Belo (BRA), Franklin Serpa (BRA), Yuri Gonçalves (BRA)
24: Marco Polo (BRA), Marco Aurelio (BRA), Greg Cordeiro (BRA), Jean da Silva (BRA)

Texto: João Carvalho, assessor de imprensa da ASP South America

Marco Polo defende título no Costão

27 de setembro de 2010 0

Marco Polo cavando numa boa direita que rolou segunda-feira no Santinho. Foto: Nilton Santos

O catarinense Marco Polo irá defender o título do Supersurf Internacional 6 estrelas do Costão do Santinho, que começa nesta terça-feira com previsão de boas ondas. O evento tem a presença de surfistas de 11 países que irão disputar os 3 mil pontos no ASP World Ranking, o ranking de acesso à elite do surfe mundial. Polo, que integrou a elite do ASP Dream Tour na primeira metade da temporada é um dos 48 cabeças de chave que entram só na segunda fase, mas ontem aproveitou o dia livre para treinar.
Marco Polo vai estrear na 24ª e última bateria da segunda fase do SuperSurf Internacional, ao lado do paulista Marco Aurélio, vencedor da primeira etapa do Supersurf, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba.

Primeira fase (sujeito a alterações):
1ª: André Teixeira, Michel Roque, Sidney Guimarães, Fabio Carvalho
2ª: Alan Saulo, Raphael Becker, Rodrigo Wazlawick, Gabriel Galdino
3ª: Beto Mariano, Felipe Ximenes, Tanio Barreto, Thiago Bianchini
4ª: Leandro Bastos , Bruno Galini, Cesar Aguiar, Ricardo Tavares
5ª: João Guedes , Marcelo Nunes , Stefano Dornelles, Neto Moura
6ª: Wilson Nora, Alan Donato, Leonardo Gianotti, Marcelo Bispo
7ª: Antonio Bortoletto(AFS), Nathan Brandi, Daison Pereira, Matheus Navarro                                                 8ª: Adilton Mariano, Dodô Veiga, Yan Daberkow
9ª: Manuel Selman (CHL), Cheyne Willis (HAV), Marcos Pastro, Gustavo Machado                                   10ª:Jatyr Berasaluce(ESP), Marco Fernandez, Icaro Ronchi, Allan Souza
11ª:Guilherme Ramalho, Tamaê Bettero, Saul Senna, Erbeliel Andrade
12ª: Victor Ribas, Guilherme Ferreira, Antonio Eudes, Carlos Silva (BRA)
13ª: Pedro Husadel, Chris Dennis (TTO), Milton Cruz
14ª: Pedro Norberto, Dennis Tihara, Jonathan Busetti, Odacir Nonato
15ª: Bino Lopes , Magno Pacheco , Wellington Carane, Fabio Silva
16ª: Bruno Rodrigues, Jason Torres (PAN), Thiago Muller, Jole Leandro
17ª: Alan Jhones, Thiago Guimarães, Vicente Romero, Pericles Dimitri
18ª: Igor Morais, Yan Guimarães, Cauê Wood, Dickson Queiroz
19ª: Ian Gouveia, Ulisses Meira, Michel Flores
20ª: Saulo Junior, Marthen Pagliarini, Bruno Moraes, Santiago Muniz
21ª: Masatoshi Ohno(Jap), Gavin Gillette(Hav), Adriano Camargo, André Gonçalves
22ª: Beto Fernandes, Angelo Lozano (Mex), Alon Campestrini, Victor Borges
23ª: Franklin Serpa, Greg Cordeiro, Carlos Munoz (Cri), Thayson de Souza
24ª: Jean da Silva, Yuri Gonçalves, Felipe Teixeira, Robson Gobbato

Cabeças de chave da segunda fase:
1ª: Neco Padaratz, Alvaro Bacana
2ª: Diego Rosa, Tomas Hermes
3ª: Pedro Henrique, Simão Romão
4ª: Hizunomê Bettero , Rudá Carvalho
5ª: Raoni Monteiro, Ricardo Ferreira
6ª: Junior Faria , Odirlei Coutinho
7ª: Messias Felix , Renato Galvão
8ª: Gabriel Medina , Caetano Vargas
9ª: Rodrigo Dornelles, Charlie Brown
10ª: Marco Giorgi (Uru), Alex Ribeiro
11ª: Brandon Jackson (Afs), Mason Ho (Hav)
12ª: Wiggolly Dantas, Dunga Neto
13ª: Heitor Alves, Thiago de Sousa
14ª: André Silva, Márcio Farney
15ª:Gustavo Fernandes, Ricardo Santos
16ª: Pablo Paulino, Flavio Nakagima
17ª: Willian Cardoso, Patrick Tamberg
18ª: Yuri Sodré , David do Carmo
19ª: Jeronimo Vargas, Paulo Moura
20ª: Aritz Aranburu (Esp), Peterson Rosa
21ª: Leonardo Neves, Halley Batista
22ª: Danilo Costa, Robson Santos
23ª: Bernardo Pigmeu, Jano Belo
24ª: Marco Polo, Marco Aurelio

Riquinho na frente

27 de setembro de 2010 0

O catarinense Ricardo Júnior foi o grande campeão da segunda etapa do Circuito Brasileiro de Motonáutica, que rolou no final de semana na Barra Sul, em Balneário Camboriú. Riquinho, como é conhecido, assumiu a liderança do ranking da categoria que resgata os bons tempos da modalidade que quase desapareceu do calendário esportivo brasileiro no início da década de 90.

Apesar da chuva, duas mil pessoas prestigiaram os melhores atletas da modalidade no Brasil. O atleta de Florianópolis, que treina na Lagoa da Conceição, deixou para trás os cariocas Paulo Stille(2º) e Paulo Renha(3º) e o paulista Paulo Rabelo(4º). 
-Foi muito bom vencer no meu estado, com a presença do meu pai e dos meus amigos – disse o campeão, filho de Rico, um dos percursores da motonáutica no Brasil.

A próxima etapa acontece na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. O circuito ainda segue para Manaus e se encerra em Paraty, no litoral fluminense. Os barcos, também chamados de “voadeiras”, possuem motores Mercury de 150 HP Optimax, e são construídos em rigor às normas internacionais de segurança da União Internacional de Motonáutica (UIM). No Stock Boat Class One, como é chamado o circuito, os competidores têm igualdade de condições, pois o conjunto (casco e motor) é idêntico para todos. Mais informações e fotos acesse o site www.stockboat.com.br .

Com informações da RMAlves Comunicação.

Jean vence em Búzios

27 de setembro de 2010 0

O catarinense Jean da Silva conquistou neste domingo a primeira vitória no Brasil Surf Pro e pulou para a segunda posição do equilibrado ranking que apontará o campeão brasileiro de 2010. No feminino, a vencedora foi a paraíbana Diana Cristina, a Tininha.

Os dois campeões estragaram a festa das sensações da terceira etapa do Brasil Surf Pro, o cearense Pablo Paulino e a carioca Taís de Almeida, que ficaram com o vice-campeonato. Jean e Diana brilharam na hora certa e faturaram 1000 pontos no ranking brasileiro, além de premiações de R$ 25 mil e R$ 9 mil, respectivamente. Assim como Jean, Tininha assumiu a segunda colocação no ranking.

Na final, com ondas de boa formação, na praia de Geribá, em Búzios, Jean ditou o tom do confronto logo na primeira onda, uma boa esquerda que impressionou os juízes com uma batida forte e uma bela rasgada, arrancando um 7.33 e abrindo caminho para a conquista do título.

Na segunda onda, Jean conseguiu um 5.33 deixando Paulino em combinação (precisando de duas ondas para assumir a primeira colocação) a 16 minutos do fim da disputa. O cearense travou uma batalha contra o tempo e contra a própria ansiedade, e teve dificuldades de encontrar boas ondas e completar até manobras simples. A três minutos do fim, Pablo surfou uma boa onda com batidas fortes, mas levou apenas um 5.77 e precisava de 6.90 para virar. A vitória de Jean estava sacramentada: 12.66 contra 9.40.

– É muito emocionante ganhar pela primeira vez uma etapa do circuito nacional. Vou levar essa vitória para casa com muita alegria – festejou Jean.
Recém-chegado de uma temporada na Indonésia, Jean comemorou também a conquista do posto de vice-líder do ranking brasileiro.
– É muito bacana chegar tão perto do topo, mas não posso deixar subir à cabeça – diz Jean, pronto para assumir a condição de favorito na próxima etapa do Brasil Surf Pro, entre os dias 3 e 7 de novembro, na Praia da Joaquina, em Florianópolis, Santa Catarina.
– A proxima etapa do circuito vai acontecer na minha cidade, conheço muito bem as ondas e as valas. Agora é continuar treinando para conseguir manter o meu trabalho e alcançar a liderança do ranking.

No surfe deu Havaí!

23 de setembro de 2010 0

Se no futebol os avaianos não comemoram uma vitória fez tempo, no surfe a história tem sido diferente. A havaiana Coco Ho, de 19 anos, conquistou, nesta quinta-feira, na Praia Mole, em Florianópolis, o título do Maresia Girls International, etapa de nível seis estrelas do WQS, divisão de acesso do circuito mundial. Coco ganhou as duas etapas do ASP Women’s Star no Brasil e consolidou sua ascensão na disputa.

FOTOS: BASILIO RUY (ASP SOUTH AMERICA)

Sábado passado, na Bahia, ela derrotou a peruana Anali Gomez, de 24 anos, na final. Em Santa Catarina, bateu a francesa Pauline Ado, de 19 anos, que entrou na zona de classificação para a elite feminina do World Tour de 2011. Além dela, a catarinense Jacqueline Silva, 31 anos, barrada pela campeã nas semifinais, também ingressou no grupo das seis atletas que sobem pelo ranking de acesso. A definição das vagas acontecerá no Havaí, entre os dias 12 a 23 de novembro, quando acontece a etapa final do ASP Women’s Star, em Haleiwa Beach.

Jacque voltou a entrar na lista das classificadas pela o WT de 2011

Na quinta-feira decisiva do Maresia Girls International, as ondas deram uma trégua e as séries, de 2 a 3 pés de altura, apesar da boa formação, demoravam muito para entrar. Isso prejudicou bastante o desempenho das atletas. Poucas ondas foram surfadas nas baterias e a escolha das melhores ganhou peso decisivo na definição dos resultados.

Silvana parou nas semifinais

A havaiana não deu qualquer chance para as adversárias que cruzaram seu caminho no último dia, passando pela peruana Anali Gomez, nas quartas de final, e pela catarinense Jacqueline Silva, na semifinal. Apesar da derrota, Jacque sai do Brasil no G-6 do WQS.
Na decisão do título, também surfou as melhores ondas que entraram na bateria para comemorar sua segunda vitória consecutiva no Brasil. A francesa Pauline Ado ainda pegou uma onda nos minutos finais e não conseguiu reverter o placar, que acabou encerrado em 9,50 a 8,60 pontos.
Com a vitória, Coco Ho faturou o prêmio de US$ 4,5 mil, marcou mais 3.000 pontos e subiu para o sexto lugar no ranking. No entanto, como ela já faz parte da elite mundial, no momento não precisa da vaga no ranking de acesso, que classifica seis surfistas para o ASP Dream Tour do ano que vem.

RANKING DO ASP WOMEN’S STAR
10 etapas

1: Sally Fitzgibbons (AUS) _ 12.120 pontos
2: Laura Enever (AUS) _ 11.520
3: Courtney Conlogue (EUA) _ 10.920
4: Tyler Wright (AUS) _ 10.320
5: Paulline Ado (FRA) _ 9.600
6: Coco Ho (HAV) _ 9.520
7: Jacqueline Silva (BRA) _ 9.480
8: Claire Bevilacqua (AUS) _ 9.240
9: Alana Blanchard (HAV) _ 8.880
10: Cannelle Bulard (REU) _ 8.760
20: Bruna Schmitz (BRA) _ 7.920
21: Ornella Pellizzari (ARG) _ 7.560
26: Claudia Gonçalves (BRA) _ 6.960
31: Sofia Mulanovich (PER) _ 6.360
31: Suelen Naraisa (BRA) _ 6.360
43: Valeria Sole (PER) _ 4.690
48: Silvana Lima (BRA) _ 3.860

Jacque que voltar à elite

22 de setembro de 2010 0

Jacque arrancou com uma nota 8 no primeiro dia de evento na Mole. Foto Basilio Ruy

Com ondas de três a quatro pés teve o início do Maresia Girls International na Praia Mole, em Floripa, nesta terça-feira. Apesar da chuva e da forte corrente, as 44 inscritas estrearam no primeiro dia da etapa nível seis estrelas da ASP Women’s Star, que prossegue até quinta-feira. Os destaques do dia foram duas catarinenses. Jacqueline Silva confirmou o que se esperava e venceu sua bateria, com Marina Werneck em segundo. Antes, Gabriela Leite já havia vencido sua bateria deixando a quinta colocada do ranking, a aussie Claire Bevilacqua na segunda posição.
Com o resultado, Jacque já pode trocar o seu pior resultado no tour e avança para ficar entre as seis que se classificam para a elite do surfe feminino.

Alana é uma das concorrentes as seis vagas para a elite. Foto Basilio Ruy

Mas as concorrentes de Jacque também avançaram como a havaiana Alana Blanchard e a surfista da Ilhas Reunião Camille Bullard.Quem também avançou foi a vice-líder do ranking mundial, a brasileira Silvana Lima, que teve uma prancha quebrada depois que tentou achar um tubo no inside da Mole.

Silvana Lima se preparando para tentar o tubo que acabou quebrando sua prancha. Foto Basilio Ruy

Além do título da etapa, também está em jogo o título sul-americano, e a peruana Anali Gomez passou a ser a favorita após a eliminação da conterrânea Valeria Soler. Confira os resultados do dia e a escalação das baterias da segunda fase que entram na água na quarta-feira.

Resultados primeira fase:3ª=25ºlugar(US$ 450-1200 pts)/4ª=37º(US$150 -1080)

1ª:1-Johanne Defay(Fra)2-Nikita Robb(Afs)3-Claudia Gonçalves 4-Barbara Segatto
2ª:1-Laura Enever(Aus)2-Taís de Almeida 3-Tarryn Chudleigh(Afs)
3ª:1-Sage Erickson(EUA)2-Pauline Ado(Fra)3-Luana Coutinho 4-Susã Leal
4ª:1-Silvana Lima 2-Mizuki Hagiwara(Jap)3-Valeria Sole(PER)4-Marina Rezende
5ª:1-Gabriela Leite 2-Claire Bevilacqua(Aus)3-Amadine Sanchez(Fra) 4-Anne C. Tallec (Fra)
6ª:1-Alana Blanchard(Hav)2-Bethany Hamilton(Hav)3-Chantalla Furnaletto
7ª:1-Jacqueline Silva 2-Marina Werneck 3-Justine Dupont(Fra) 4-Juliana Quint
8ª:1-Anali Gomez(Per)2-Sayuri Hashimoto(Jap)3-Paige Hareb(Nzl)4-Aloha Maciel

9ª:1-Coco Ho(Hav)2-Lakey Peterson(EUA)3-Freya Prumm(Aus)4-Danielle Ohayon (Jam)

10ª1-Monik Santos 2-Cannelle Bulard(Reu)3-Nicola Atherton (Aus)

11ª1-Courtney Conlogue(EUA)2-Ornella Pellizzari(Arg)3-Camila Cassia 4 -Natali Paola

12ª: 1-Bruna Schmitz , 2-Diana Cristina , 3-Suelen Naraisa

Laura Enever abre o segundo dia do Maresia Girls Internacional. Foto Basilio Ruy

SEGUNDA FASE – 3ª=13ºlugar (US$ 800 e 1560 pts)/4ª=37º(US$ 700 e 1440 pts):

1ªLaura Enever(Aus),Pauline Ado(Fra),Joanne Defay(Fra) e Mizuki Hagiwara(Jap)
2ªSilvana Lima(BRA),Sage Erickson(EUA),Nikita Robb(Afs) eTaís de Almeida
3ªAlana Blanchard(Hav),Sayuri Hashimoto(Jap),Marina Werneck eGabriela Leite
4ª:Claire Bevilacqua(Aus),Jacque Silva,Bethany Hamilton(Hav),Anali Gomez (Per)
5ªCoco Ho(Hav),Ornella Pellizzari(Arg),Diana Cristina e Monik Santos
6ªBruna Schmitz,Courtney Conlogue(EUA),Cannelle Bullard (Reu),Lakey Peterson (EUA)

Com informações de João Carvalho, assessoria ASP South America.

Maresia Girls adiado na Praia Mole

20 de setembro de 2010 0

Estrutura montada na Praia Mole. Foto Basilio Ruy

O início do Maresia Girls International foi adiado para as 8h de terça-feira após a terceira chamada do primeiro dia da etapa nível 6 do ASP Women´s Star, feita ao meio-dia desta segunda-feira na Praia Mole. É a penúltima etapa da corrida pelas seis vagas para a divisão de elite do Circuito Mundial Feminino. As 44 inscritas, de doze países, compareceram segunda-feira na Praia Mole, pois todas estão escaladas na primeira fase, e com o adiamento, ganharam um dia extra para treinar em Floripa.

A segunda-feira amanheceu com a maré muito seca na Praia Mole. Foi então anunciada uma segunda chamada às 10h. As condições não melhoraram, entrou a chuva com raios e trovões e às 12h foi confirmado o adiamento do início do Maresia Girls International.

Jacque quer um bom resultado na Praia Mole. Foto: Basilio Ruy O campeonato vale pontuação máxima de    3  mil pontos e é decisivo principalmente para a surfista de Florianópolis, Jacqueline Silva, que está na porta de entrada da zona de classificação para o ASP Tour. A catarinense foi uma das que entraram no mar para testar as condições do mar na segunda-feira e aprovou a decisão tomada pela comissão técnica.
- Acredito que sim, pois temos quatro dias de evento e se as previsões indicam melhores condições nos próximos dias, então é melhor esperar mesmo”, afirmou Jacqueline Silva, única bicampeã mundial da história do WQS.
O objetivo de Jacque é fazer um bom resultado na Praia Mole para entrar entre as cinco primeiras do ranking para competir no Havaí mais tranquila.
A vice-campeã mundial Silvana Lima também treinou na segunda-feira na Praia Mole e é a cabeça de chave número 1 do Maresia Girls International.

Silvana conferiu as condições do mar e aprovou o adiamento. Foto Basilio Ruy

PRIMEIRA FASE DO MARESIA GIRLS INTERNATIONAL:

1ª:Niki Robb(AFR),Claudia Gonçalves,Barbara Segatto,Johanne Defay (FRA)
2ª:Laura Enever(AUS),Tarryn Chudleigh(AFR),Taís de Almeida
3ª:S. Erickson(EUA),Pauline Ado(FRA), Luana Coutinho,Susã Leal
4ª:Silvana Lima,Valeria Sole(PER),Mizuki Hagiwara(JAP),Marina Rezende
5ª:Claire Bevilacqua(AUS),Amadine Sanchez(FRA),Gabriela Leite,Anne Cecile Tallec(FRA)
6ª:Alana Blanchard(HAV),Bethany Hamilton(HAV),Chantalla Furnaletto
7ª:Jacqueline Silva,Justine Dupont(FRA),Juliana Quint,Marina Werneck
8ª:Paige Hareb(NZL),Sayuri Hashimoto(JAP),Anali Gomez(PER),Aloha Maciel
9ª: Coco Ho(HAV),Freya Prumm(AUS),Lakey Peterson(EUA),Danielle Ohayon (JAM)
10ª:Nicola Atherton(AUS),Cannelle Bulard(REU),Monik Santos
11ª:C.Conlogue (EUA),Ornella Pellizzari(ARG),Camila Cassia, Natali Paola
12ª:Bruna Schmitz,Suelen Naraisa,Diana Cristina

Uma over de surfe competição

19 de setembro de 2010 0

A havaiana Coco Ho estará em Florianópolis a partir desta segunda-feira. Foto Daniel Smorigo

O final de semana foi de muito surfe competição pelo mundo, e a semana já começa animal com a disputa do Maresia Girls International, na Praia Mole, em Floripa. Sete integrantes da elite – entre elas Silvana Lima – estarão no evento que tem ainda a catarinense Jacqueline Silva brigando para retornar à elite.

No sábado, o eneacampeão Kelly Slater assumiu a liderança no ranking da ASP ao vencer o Hurley Pro, com altas ondas em Lowers Trestles, na Califórnia. Na final, Slater derrotou o enjoado australiano Bede Durbidge, que havia vencido Jordy Smith nas quartas de final. Os brasileiros, Adriano de Souza e Jadson André, terminaram em 17º, e caíram no ranking. Mineiro agora é o sétimo e Jadson, o 13º.Mais do que assumir a ponta, Slater abriu 4,5 mil pontos de vantagem sobre Jordy Smith.

No WQS, o brasileiro Heitor Alves venceu o Lusiades Figueira Pro, evento seis estrelas, em Figueira da Foz, Portugal, e agora é o 19º no ASP One Ranking, o ranking unificado que classifica para o World Tour 2011. O cearense está bem próximo de retornar à elite.

Foi a segunda vitória consecutiva de Heitor na Europa. Ele já havia vencido o Zarautz Pro, na Espanha. Outro brazuca que se deu bem na perna europeia do WQS foi o paulista Wiggolly Dantas, que agora ocupa a 24ª posição do ranking. Alejo Muniz caiu para 30ª posição, Raoni Monteiro é o 33º e Wllian Cardoso, o 34º.

A francesa Johane Dufay é outra atração do Maresia Girls International. Foto: Daniel Smorigo

Em Salvador, o Billabong Eco Surfe Festival terminou no sábado com vitória gringa. A havaiana Coco Ho, que estará em Floripa, venceu o evento da ASP World Stars quatro estrelas, ao bater a peruana Anali Gomez na final. Na final do ASP South America Pro Júnior, a vitória foi da francesa Johanne Defay, sobre a paulista Camila Cássia, classificada para o Mundial Sub-20.

Em Balneário Camboriú, rolou o Circuito catarinense Rip Fly de surfe amador, com vitória do surfista local Adriano Trinca Ferro na categoria Open, em ondas de meio metro com boa formação. O campeonato teve a presença de 128 surfistas em sete categorias.

Na júnior, Diego Michereff, de Barra Velha, ficou com o título. Na mirim, deu João Paulo Abreu, de Imbituba, enquanto na iniciantes, Alcides Lopes Neto levou a melhor e Gustavo Ramos confirmou na categoria infantil. Na master, Junior Maciel foi quem surfou mais solto nas valas e no feminino, vitória da alagoana Lívia Guimarães, que reside na Barra da Lagoa, em Floripa.

A próxima etapa e penúltima do circuito será dias 8 e 9 de outubro, no Balneário Rincão, em Içara, Sul do Estado. O ranking não mudou muito com essa etapa. Diego Michereff lidera na open, e Matheus Navarro domina na júnior e na mirim. Alcides Lopes é o primeiro na iniciantes, e Gustavo Ramos continua na ponta da infantil. Ana Cecarelli, no feminino, e Stewart Dean, na master, completam a lista dos primeiros colocados do ranking amador da Fecasurf 2010.

Meninas Radicais

18 de setembro de 2010 0

Tetracampeã Pro Júnior, Tininha eliminou Jacque no WQS. Foto Daniel Smorigo

Termina hoje em Salvador, o evento feminino do Billabong Eco Festival, válido pelo WQS, com a participação de algumas tops do circuito mundial feminino, que desembarca na próxima semana em Florianópolis. A prova em Salvador também definiu as surfistas com idade até 20 anos que representarão o Brasil no Mundial ASP Sub-20. A paraíbana Diana Cristina e a paulista Camila Cassia ficaram com as vagas. Tininha já havia se garantido na quinta-feira, e Cássia avançou para a semifinal da competição para ficar com a segunda vaga.

Gabriela fez 8,33 nesta onda e superou a argentina Ornella Pelizzari no WQS. Foto Daniel Smorigo

A catarinense Gabriela Leite fez a melhor nota do dia na sexta-feira e segue viva no WQS, como consolo por não ter conseguido uma das vagas para representar o Brasil no Mundial. O dia também foi marcado pelas eliminações da cearense Silvana Lima e da catarinense Jacque Silva. Confira algumas imagens radicais das meninas e veja o que está reservado para o WQS da Praia Mole na próxima semana.

Vice campeã mundial júnior em 2006, Anali Gomez surpreendeu Silvana Lima. Foto Daniel Smorigo

Camila Cassia pega a havaiana Coco Ho na semifinal do Pro Júnior. Foto Daniel Smorigo

A havaiana Coco Ho virou a principal favorita com eliminação de Silvana Lima. Foto Daniel Smorigo

Hurley Pro em Trestles na água

18 de setembro de 2010 0

Adriano cavou bonito, mas perdeu a bateria numa disputa acirrada com Kieren Perrow. Foto Kirstin Scholtz

Já recomeçou neste sábado o Hurley Pro, em Lower Trestles, na Califórnia. É a primeira etapa do World Tour da ASP com novo formato, com os 32 melhores surfistas do primeiro semestre mais quatro convidados.

Infelizmente, os brasileiros Adriano de Souza e Jadson André foram barrados na sexta-feira, no terceiro round.  Mineirinho perdeu para o aussie Kieren Perrow, a “surpresa” do evento – já que ficou fora da lista dos 32, mas acabou sendo um dos convidados da ASP por lesão -, enquanto Jadson André foi derrotado por Damien Hobgood numa bateria apertada.

Jordy Smith, Owen Wright, Taj Burrow e Mick Fanning apavoraram com suas performances na sexta-feira e aguardam os vencedores da quarta fase para a decisão dos semifinalistas.Mas Kelly Slater, os irmãos Hobgood e Dane Reynolds ainda estão vivos na prova.Tem briga pela liderança no ranking e pelas posições entre os 10.

Confira ao vivo pelo site http://www.hurley.com/hurleypro/live.cfm