Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 16 maio 2011

Mais um adiamento e o Arpex cresce na parada

16 de maio de 2011 0

Condições de mar storm adiaram início da prova masculina. Foto ASP Kelly Cestari

Um vento sudoeste forte, muita chuva e mar mexido adiaram mais uma vez o início do Billabong Rio Pro, o evento masculino do circuito mundial, na Barra da Tijuca. Com isso, é grande a possibilidade de a terceira etapa da ASP World Tour finalmente começar na terça-feira. A chamada será às 7h na Barra da Tijuca, e o Arpoador já surge como possível palco para realização da competição entre os homens.

- Vento maral muito forte, tempo fechado e chuva. Essas condições já eram previstas desde ontem. Este vento já está trazendo uma nova ondulação e acredito que teremos nos próximos dias boas condições. Existe uma previsão de melhora e é possível que o evento comece na Barra, porém, pelo tamanho da ondulação prevista, a tendência é fazer boa parte do campeonato no Arpoador – atestou Daniel Friedman, diretor de prova do Billabong Rio Pro.

A etapa masculina do Billabong Rio Pro vem sendo adiado desde a quarta-feira da semana passada, início da janela da competição que fecha no domingo 22 de maio. Nove brasileiros aguardam para competir e o cearense Heitor Alves está escalado na primeira bateria, com Owen Wright (Aus) e Bobby Martinez (EUA).

Esta primeira fase é classificatória. Os vencedores das baterias avançam diretamente para a terceira fase, mas os perdedores têm uma nova chance na primeira das duas repescagens do campeonato. Na terceira bateria, os catarinenses Alejo Muniz e Ricardo Santos enfrentam Taj Burrow (Aus). Na quarta, o carioca Simão Romão encara o bicampeão mundial Mick Fanning (Aus) e Dusty Payne (Hav).

Na 5ª, entra outro carioca classificado na triagem, Igor Morais, junto com o vice-campeão mundial Jordy Smith (AFS) e Patrick Gudauskas (EUA). Na 6ª, a aguardada estreia do dez vezes campeão mundial Kelly Slater (EUA) será contra os jovens Julian Wilson (Aus), e o paranaense Peterson Crisanto, convidado da Billabong para esta etapa.

Na 7ª bateria, o potiguar Jadson André defende o título da etapa brasileira contra  Bede Durbidge (Aus) e Gabe Kling (EUA). Na 9ª, o carioca Raoni Monteiro pega Damien Hobgood (EUA) e Tiago Pires (POR). E na 11ª, o paulista Adriano de Souza fecha a participação brasileira enfrentando Kieren Perrow (Aus) e Daniel Ross(Aus).

O Verão Sem Fim e o Billabong Rio Pro, produzidos pela GEO Eventos, são apresentados pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e pela Riotur e contam ainda com o apoio da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro, da Associação de Surf da Barra da Tijuca e do Favela Surf Club.

Dupla de Nikit em Arica, no Chile - Bodyboard

16 de maio de 2011 0

João Zik voando em Arica, em 2010. Foto Gustavo Camarão

Os bodyboarders de Itacotiara, Niterói(RJ), José Otávio e João Zik embarcam para o Chile para a dipsutaram o Arica Chilean Challenge 2011. José Otávio é conhecido pelo seu vasto repertório de manobras. João Zik, da nova geração, já ficou marcado por ter pego uma das maiores ondas da temporada, em Itacoatiara.
Válido como terceira etapa Grand Slam do ano, o evento chileno é marcado por sempre receber ondas grandes, e a dupla de Nikit espera fazer bonito durante a etapa.
- Fiquei muito feliz em receber este convite, quando recebi o aviso fiquei muito empolgado para competir no Chile – declara Zé Otávio, que recebeu o wild card, convite da organização do evento, para participar a etapa.

José Otávio, em Búzios, 2009. Foto Tony D'Andrea
- Espero mostrar o que sei nas ondas de Arica. O local é muito bom e o nível dos atletas também. Espero que seja um ótimo campeonato – completa José Otávio.

João Zik se prepara para o seu segundo ano nas ondas de Arica. Mesmo ainda jovem, com 17 anos, o atleta já tem boa bagagem em El Gringo.
- Ano passado eu competi e consegui passar algumas baterias. Espero que este ano eu consiga mais uma vez fazer um bom resultado – afirma Zik, apontado em 2010 como um dos grandes destaques da triagem.
O evento chileno começa no próximo dia 20 e tem até o dia 29 para ser encerrado.

Com informações de Danilo Caboclo – assessoria de imprensa IBA South America

Mundial de Wakeboard em Nova Lima (MG)

16 de maio de 2011 1

Foto Carlos Hauck

O norte-americano Phillip Soven foi o grande campeão da etapa brasileira do Mundial de Wakeboard, evento realizado na Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima (MG). O último dia de competição, no domingo, teve a presença apenas de atletas estrangeiros, já que os brasileiros pararam nas quartas de final realizadas no sábado.
Soven, conhecido como “The Iceman”, tem 21 anos e compete profissionalmente desde os 11 anos. Ele desbancou o australiano Harley Clifford, segundo colocado da etapa brasileira do WWA – Wakeboard World Series. Em terceiro ficou o norte-americano Nick Jones, e em quarto, o compatriota Trevor Hansen.
– Estava treinando essa passada há algum tempo. Hoje deu tudo certo e consegui realizar todas as manobras – disse Soven que não caiu nenhuma vez e deu show para o público que lotou o Clube Serra da Moeda para assistir as finais.
Sete brasileiros chegaram as quartas de final da categoria Pro. O público que lotou o evento de sexta a domingo pode ver de perto os maiores nomes do wakeboard mundial e nacional. Simultaneamente aconteceu a primeira etapa do circuito brasileiro com as categorias avançado, open e feminino.

Resultados da etapa do circuito brasileiro:

Feminina
1ª Teca Lobato (MG) 2ª Gabriela Rondi (SP) 3ª Mariana Bernardini (SP).
Open
1º Rodrigo Lara Matos 2º José Antonio Ferreira 3º Fabio Vitor Moreira.
Avançado
1º Giuliano Amadeu Cordeiro 2ºHenrique Dalbert 3ºVitor Cadette Cordeiro.

Com informações da Trópico comunicação