Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 20 maio 2011

Mineirinho é campeão e lidera o ranking da ASP

20 de maio de 2011 0

Emocionado, Adriano comemora com a galera na Barra da Tijuca. Foto ASP/Kirstin Scholtz

Adriano de Souza, o Mineirinho foi o grande campeão da etapa brasileira do circuito mundial, o Billabong Rio Pro. O evento foi encerrado no início da tarde desta sexta-feira, em ondas de meio metro de altura, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. De quebra, Mineirinho assumiu a primeira posição do ranking da corrida pelo título, superando Kelly Slater, Joel e Jordy, que ficaram pelo caminho na etapa carioca. É a primeira vez na história que um surfista brasileiro assume a liderança do ranking da elite do surfe mundial!

Na final, Adriano de Souza venceu o australiano Taj Burrow, tricampeão em etapas no Brasil, duas delas no próprio Rio de Janeiro. O brasileiro entrou na água sabendo que a vitória o levaria ao primeiro posto do ranking mundial. Após um início com ondas ruins, Mineirinho fez por merecer o título ao fazer o seu placar 15,63. Nos últimos minutos, Taj ficou tentando a onda da virada, acima de 8. Mas a galera que antes vibrou com cada manobra de Mineirinho, secou bonito o australiano, torcendo para as ondas fecharem e não oferecer a parede que Taj tanto queria.

Adriano apostou muito nas direitas da Barra durante a competição. Foto ASP Kelly Cestari

Após a sirene tocar, Adriano de Souza não aguentou a emoção e chorou copiosamente enquanto era transportado pelo jet ski até os braços da galera na beira da praia. Já no palanque, o surfista do Guarujá que está no sexto ano no circuito mundial agradeceu na pessoa do manager Luis Pinga Sabóia, ao apoio da marca Oakley, que apostou nele para um dia conseguir atingir esse nível e repetir a vitória conquistada no ano passado pelo parceiro de equipe, Jadson André, e à Red Bull, outro patrocinador. Foi a sétima vitória brazuca em etapas do mundial disputadas em ondas brasileiras.

Final:
Adriano de Souza 15,63 x 12,17 Taj Burrow (Aus)

Semifinal

1ª Taj Burrow (Aus) 16.27 x  10.50 Jeremy Flores (Fra)
Adriano de Souza (Bra) 9 x 8,40 Bede Durbidge (Aus)

Quartas de final
1ª Taj Burrow (Aus) 16,26 x 14.43 Bobby Martinez (EUA)
2ª Jeremy Flores (Fra) 15,60 x 12.17 Joel Parkinson (Aus)
3ª Bede Durbidge (Aus) 16,03 x 6.27Josh Kerr (Aus)
Adriano de Souza 14,23 x 14.10 Owen Wright (Aus)

Quinta fase
1ª – Damien Hobgood (EUA) 12.63 x 14.60 Bobby Martinez (EUA)
2ª – Jeremy Flores (Fra) 12.60 x 11.63 Daniel Ross (Aus)
3ª – Bede Durbidge (Aus) 13.43 x 12.67 Raoni Monteiro (Bra)
4ª - Adriano de Souza (Bra) 10.73 x 7.90 Michel Bourez (Tai)

Ranking ASP após 3 etapas:
1º Adriano de Souza (Bra) 20.500 pontos
2º Joel Parkinson (Aus) 19.200
3º Kelly Slater (EUA) 16.950
4º Taj Burrow (Aus) 16.500
5º Jordy Smith (AfS) 14.750
6º Owen Wright (Aus) 12.150
7º Michel Bourez (Tai) 12.000
8º Mick Fanning (Aus) 11.500
9º Bede Durbidge (Aus) 11.000
10º Tiago Pires (Por) 11.000
11º Jeremy Flores (Fra) 8.750
12º Jadson André (Bra) 8.700
12º Josh Kerr (Aus) 8.700
14º Alejo Muniz (Bra) 7.450
14ºBobby Martinez (EUA) 7.450
14º Matt Wilkinson (Aus) 7.450
17ºCJ Hobgood (EUA) 6.250
17º Damien Hobgood (EUA) 6250
17º Daniel Ross (Aus) 6.250
17º Adrian Buchan (Aus) 6.250
21º Brett Simpson (EUA) 6.200
21º Chris Davidson (Aus) 6.200
21º Dusty Payne (Hav) 6.200
24º Adam Melling (Aus) 5.250
24º Heitor Alves (Bra) 5.250
26º Raoni Monteiro (Bra) 5.000
27º Cory Lopes (EUA) 4.000
27º Pat Gudauskas (EUA) 4.000
27º Kieren Perrow (Aus) 4.000
30º Gabe Kling (EUA) 2.750
30º Julian Wilson (Aus) 2.750
30º Kai Otton (Aus) 2.750
30º Taylor Knox (EUA) 2.750
30º Fred Pattachia (Hav) 2.750
35º Dane Reynolds (EUA) 1.500

Petersinho vence a expression session

20 de maio de 2011 0

Com o chequinho na mão. Foto Fabio Minduim

O paranaense de 19 anos Peterson Crisanto levou a bateria Expression Session SporTV, nesta quinta-feira, na Barra da Tijuca, durante o Billabong Rio PRO. O surfista da cidade de Matinhos levou para casa o prêmio de US$ 5 mil, obtido com sua especialidade: os aéreos. A competição reuniu 18 surfistas da elite mundial, como Jadson André, Josh Kerr, Raoni Monteiro, CJ Hobgood e Dusty Payne. Confira alguns momentos do local de Matinhos na lente de Fábio Minduim.

Facilidade para decolar. Foto Fabio Minduim

E gira também. Foto Fabio Minduim

Foto Fabio Minduim/Billabong

Legends, Bourez, brazucas e + do Billabong Rio Pro

20 de maio de 2011 0

Mineirinho usando a força do backside na esquerda do Barramares. Foto: ASP/Kelly Cestari

Aproveito para colocar outras fotos e passar mais algumas informações sobre o Billabong Rio Pro. Uma bateria com os grandes nomes do surfe brasileiro das décadas de 70 e 80 será a preliminar da grande final do Billabong Rio Pro, nesta sexta-feira, na Barra da Tijuca. Daniel Friedman, Cauli Rodrigues, Ricardo Bocão, Otavio Pacheco e Rico de Souza irão relembrar os bons tempos da década de 70, quando disputaram as primeiras etapas brasileiras do circuito mundial no Rio, o Waimea 5000.

Daniel Friedman e Cauli Rodrigues são os maiores vencedores da década de 70. Otavio Pacheco foi o campeão festival brasileiro de Ubatuba em 1975, e Rico tornou-se o embaixador do surfe, com viagens internacionais, títulos e aparições na telinha e na telona  – o hômi filmou até com o Arnold Schwazeneger  no filme Conan, o Bárbaro. O bir rider da bateria é Ricardo Bocão, com suas temporadas havaianas e representividade na cultura do surfe. Primeiro, com o programa Realce, e agora há cinco anos com o canal de esportes radicais Woohoo.

O polinésio voou pra bater Jadson nesta quinta-feira. Fotos:ASP/Kirstin Scholtz

Mas voltando ao último dia do Billabong Rio Pro, a minha expectativa maior é a bateria entre o Adriano de Souza e o polinésio Michel Bourez, a quarta da quinta fase, eliminatória. Mineirinho está bem focado, preciso, confiante. Do outro lado, não é de agora que Bourez tem conseguido bons resultados, com manobras expressivas, bem powersurf. E nesse mar da Barra tá difícil de prever algo.

Mas acho que o Raoni Monteiro pode fazer um caldo diante de Bede Durbidge, assim como o Mineiro tem tudo para vencer o polinésio. O certo é que Taj, Joel Parkinson (tirando a primeira fase) e Owen Wright têm apresentado um surfe consistente. Josh Kerr aliou velocidade (para seus truques) à força. Por isso, os quatro estão nas quartas de final, esperando os vencedores dos duelos lotéricos da quinta fase do Billabong Rio Pro. Chamada para o dia final nesta sexta-feira, às 7h, na Barra da Tijuca.

Owen tem surfado bem desde os primeiros dias no Arpoador. Foto: ASP Kelly Cestari

Round 5
1ªDamien Hobgood (EUA) x Bobby Martinez (EUA)
2ª Jeremy Flores (Fra) x Daniel Ross (Aus)
3ª Bede Durbidge (Aus) x Raoni Monteiro (Bra)
4ª Michel Bourez (Tai) x Adriano de Souza (Bra)

Joel tentou achar a porta do tubo na esquerda da Barra. Foto ASP Kirstin Scholtz