Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de novembro 2011

Estaleirinho decide o Estadual de Bodyboard 2011

29 de novembro de 2011 0

A Praia do Estaleirinho volta ao cenário de competições do bodyboard catarinense nos próximos dias 3 e 4 de dezembro com o Festival Catarinense de Bodyboard 2011. O evento é válido pela quinta etapa do estadual e irá apontar o campeão catarinense profissional. O paranaense Sanderson Trevisan lidera o ranking, mas o bodyboarder de Bombinhas, Darlan Vieira, vem logo atrás. Palco máximo das competições do bodyboard catarinense, o pico também é local de treino de atletas da região e dos tops do circuito mundial Luis Villar e Eder Luciano, atual campeão brasileiro. O Estaleirinho recebe bem as ondulações de Nordeste, Leste e Sudeste.
- Todo evento aqui no Estaleirinho é sensacional, boas ondas, público na areia e os melhores atletas nas ondas tubulares do pico – afirma Jarbas Soares, presidente da Fecab.


As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas com depósito bancário

Caixa Econômica Federal  
AG.1784
C/POUP.37-444-8– OP013–
Em nome de José J. Soares
Confirmar pelo fone (48) 9103-8065 após as 18h.

Categorias:
Pro/am feminino e masculino – R$ 80
Amador masculino e feminino – R$ 35
Junior masculino – R$35
Mirim masculino – R$30
Master masculino – R$30

O Festival Catarinense de Bodyboard conta com apoio do Fundesporte (governo do Estado) e prefeitura de Balneário Camboriú. O evento tem patrocínio da Aloha Surfshop, Genesis, Sky Beach, By Surf, Hotcordy Girls, Ciawax, Mov bodyboards, Delicias do Cerrado e Fluel. Você pode acompanhar ainda pelos sites fecab.com.br , wavefluid.com.br  e quersurfar.com.br e pelos blogs acambodybalneariocamboriu.blogspot.com e bodybrothersbrazil.blogspot.com . A realização e da Velasques Eventos, Associação Camboriú de Bodyboard (Acambody) e Federação Catarinense de Bodyboard (Fecab). Informações pelo (47)9915-3412, com Julio Wollinger, presidente da Acambody e vice da Fecab.

Ranking catarinense após quatro etapas:
Open Masculino
1º-Sanderson Trevisan-PR-3030 pontos
2º-Darlan Vieira-2590 pontos
3º-Paulo Henrique-PR-2270 pontos
4º-Daniel Gustavo-2060 pontos
5º-José Carlos Deichmann-2025 pontos

Open Feminino
1º-Juliana Pacheco-3320 pontos
2º-Liege Laurentino-3260 pontos
3º-Francis Aoto -2530 pontos
3º-Perola de Souza-PR-2530 pontos
5º-Vanessa Esquila-730-pontos

Júnior Masculino
1º-Thiago Flores-3275 pontos
2º-Felipe Dorigão-3130 pontos
3º-João Vitor-2828 pontos
4º-Lucas Paulo-2153 pontos
5º-Patric Russi- 2025 pontos

Mirim Masculino
1º-João Vitor -3460 pontos
2º-Luan Gouveia-2720 pontos
3º-Lucas Paulo -2620 pontos
4º-Patric Alves-2050 pontos
5º-Sergio Quelhante-PR-1860 pontos

Com informações de Moacir Veiga Kienast – www.quersurfar.com.br

Wiggolly Dantas se garante em Sunset Beach

29 de novembro de 2011 0
Foto ASP/Kirstin Scholtz

Wiggolly mandou bem nas direitas que abriram em Sunset. ASP Kirstin

No segundo dia de disputas do Vans World Cup of Surfing, o liquidificador de Sunset Beach funcionou com ondas de cinco a sete pés e quatro brasileiros conseguiram a classificação para o Round 3. O paulista Wiggolly Dantas venceu a quarta bateria, deixando Jamie O’Brien em segundo, a frente do carioca Léo Neves. Guigui fez um dos melhores placares do dia atacando bem as direitas que abriram na sua bateria. Infelizmente, Léo Neves não conseguiu a classificação e foi a primeira baixa verde-amarela do dia.

Antes, Júnior Faria e Jesse Mendes já haviam conseguido passar em segundo lugar em suas baterias. A segunda vitória brasileira veio com o catarinense Tomas Hermes, que bateu Mason Ho, filho do lendário Michael Ho, na última bateria do dia. Ricardo dos Santos também estava nesse duelo, mas acabou eliminado com a terceira colocação. O round 96 ainda contou com um repeteco do aqui havia rolado no Reff Hawaiann Pto, com a presença da campeã mundial Carissa Moore. Mas o veterano Sunny Garcia não deu moleza para a havaiana, e na última onda surfada pulou para a liderança do confronto deixando Carissa atrás do aussie Mitch Colenborn, fora da competição.


No Round 3 entram os tops (32 pré-classificados) e o esquadrão brasileiro será reforçado por Adriano de Souza, Miguel Pupo, Thiago Camarão, Willian Cardoso, Raoni Monteiro e Jadson André. Uma nova ondulação é aguardada para quarta-feira. O Vans World Cup of Surfing é a segunda etapa da Tríplice Coroa Havaiana e é o último evento com status Prime, que oferece 6.500 mil pontos ao campeão.

RESULTADOS
Round 2 (96) –  Vans World Cup of Surfing
H1: Vincent Duvignac (FRA) 12.53 ; Junior Faria (BRA) 10.33; Romain Cloitre (AUS) 5.27; Perth Standlick (FRA) 3.70
H2 : Evan Valiere (HAV) 13.34; Heath Joske (AUS) 13.13 ; Marcus Hickman (HAV) 11.34 ; Cory Lopez (USA) 8.77
H3 : Brent Dorrington (AUS) 13.17; Jesse Mendes (BRA) 9.60; Billy Kemper (HAV) 7.37; Nathan Florence (HAW) 5.67
H4 : Wiggolly Dantas (BRA) 12.84 ; Jamie O’Brien (HAV) 9.73 ; Leonardo Neves (BRA) 9.00; Chris Foster (HAW) 6.90
H5 : Kekoa Bacalso (HAV) 14.67; Evan Gelselman (EUA) 11.66; Brian Toth (PRI) 8.43; Mitch Crews (AUS) 7.06
H6 : Daniel Ross (AUS) 14.16; Torrey Meister (HAV) 12.27; Kai Barger (HAV) 11.54; Gavin Gillette (HAW) 10.10
H7 : Pancho Sullivan (HAV) 12.90 ; Olamana Eleog (HAV) 12.37; Nic Muscroft (AUS) 11.93; Dion Atkinson (AUS) 9.47
H8 : Davey Cathels (AUS) 12.93; Nat Young (EUA) 9.67; Aritz Aranburu (EUK) 8.86; Tim Reyes (USA) 5.93
H9 : Dale Staples (AFS) 12.27 ; Joel Centelo (HAV) 8.24; Nathan Yeomans (EUA) 7.66; Dylan Graves (PRI) 7.46;
H10 : Ian Walsh (HAV) 13.50 ; Tonino Benson (HAV) 8.83; Tom Whitaker (AUS) 7.76; Adam Robertson (AUS) 7.00
H11 : Lincoln Taylor(AUS) 11.87; Keanu Asing (HAV) 10.10; Sean Moody (HAV) 6.03; Richard Christie (NZL) 3.73
H12 : Adrien Toyon (REU) 9.57; Gabe King (EUA) 9.03; Austin Ware (EUA) 8.47; Royden Bryson (ZAF) 7.90
H13 : Glenn Hall (IRL) 13.83 ; Shaun Joubert (AFS) 10.47; Mak Rothman (HAV) 8.43; Tanner Hendrickson (HAV) 3.64
H14 : Sunny Garcia (HAV) 13.93; Mitchel Coleborn (AUS) 10 ; Carissa Moore (HAV) 7.83; Alain Riou (TAI) 5.60
H15 : Ian Gentil (HAV) 10.47; Dane Reynolds (EUA) 9.06; Marc Lacomare (FRA) 8.14; Myles Padaca (HAV) 7.83
H16 : Tomas Hermes (BRA) 10.14; Mason Ho (HAV) 10.07; Ricardo Santos (BRA) 8.37; Granger Larsen (HAV) 6.43

Laguna define campeões catarinenses de surfe amador

28 de novembro de 2011 0

Divulgação

O circuito catarinense Oceano de surfe amador está na sua reta final e nos dias 3 e 4 de dezembro, em Laguna, sul do estado, a molecada está com encontro marcado para a etapa final, na Praia do Mar Grosso, em Laguna. O circuito passou pelas principais praias do litoral catarinense, com um total de oito etapas.

A sexta etapa do circuito, que iniciou em Imbituba e foi interrompida no segundo dia de competições devido ao mau tempo, vai ser finalizada também em Laguna, a partir das 8h deste sábado, dia 3. Na sequência começa a oitava e última etapa do circuito, que vai definir os campeões catarinenses da temporada 2011 da Fecasurf.

As disputas pelo título da temporada 2011 estão acirradas e poderão ser acompanhadas pela internet pelos sites da Fecasurf e do Surfpro.

O circuito catarinense Oceano de Surf Amador 2011 é apresentado Arnette e tem o patrocínio da Oceano e do governo do Estado, co-patrocínio da prefeitura de Laguna, Dalila Têxtil, Texponti, Maxi Tex, e o apoio do Waves, Jornal Drop, Tecnoblu, Quadrotex, CT Surf Wax, Gráfica Soni, H2 Outdoor Digital, Hotel Atlântico Sul, Hotel Mar Grosso, Skull, Mormaii, By Chello, Griffe Co, e cobertura oficial do Grupo RBS de Comunicação e Atlântida FM. A realização é da Federação Catarinense de Surf e Associação de Surf de Laguna.

Líderes do Ranking Catarinense Fecasurf 2011 após sete etapas (não computados os pontos da sexta etapa)
Open  – Matheus Navarro         9.140 pontos  
Júnior – Matheus Navarro        10.102 pontos
Mirim – Luan Wood                  9.112 pontos  
Iniciantes – André Heiden        8.298 pontos  
Infantil – Lucas Vicente           10.840 pontos
Feminino – Marina Resende     10.332 pontos
Máster  – Stewson Crippa        10.282 pontos

Eunate Aguirre é campeã mundial de bodyboard em 2011

28 de novembro de 2011 0
IBA/Trouville

As meninas no pódio em Azores, Portugal. IBA/Trouville

A bodyboarder Eunate Aguirre comemora o seu primeiro título mundial ao vencer a última etapa do circuito mundial em Portugal, neste domingo, dia 27 de novembro. A bodyboarder que representa o País Basco só precisava garantir lugar na final para ser campeã, mas também acabou vencendo o evento ao derrotar a cearense Isabela Sousa, que terminou o circuito com o vice-campeonato.

Apesar da derrota, Isabela teve um brilhante ano de 2011, principalmente no segundo semestre, quando levou o título nacional e assumiu o segundo lugar no ranking mundial, a frente da pentacampeã mundial, a capixaba Neymara Carvalho, terceira colocada.

_ O ano de 2011 está sendo um ano muito maravilhoso na minha carreira. Conquistei o tri latino-americano, o bi brasileiro e ainda fui vice-campeã mundial buscando até o último minuto esse título. Sempre entrego nas mão de Deus e estou muito contente pelo vice. Permaneço aqui na Europa para competir o ISA Games que vai ser o meu foco para o final da temporada. A IBA está de parabéns pelos evento de 2011, procurando os locais de melhores condições de ondas. Que venha 2012 e que venha o bimundial.

IBA/Trouville

Isabela Sousa ficou perto do bicampeonato mundial em 2011. IBA/Trouville

Na final em Azores, Isabela tentou um ARS quase nas pedras e se lesionou, o que prejudicou muito sua participação na última bateria do ano e favoreceu a basca Eunate Aguirre, que levou a etapa e coroou um ano perfeito no tour mundial, culminando com seu primeiro título, após dois vice-campeonatos.

Na semifinal, Eunate venceu a capixaba Maylla Venturin, que fechou o ano na sexta posição no ranking mundial. Entre os homens o grande campeão da etapa foi o francês Pierre Louis Costes. Na final, o atleta francês venceu o português Hugo Pinheiro e conquistou sua segunda vitória consecutiva no tour mundial. A anterior foi em Porto Rico, na etapa Grand Slam.

Ranking mundial feminino 2011:

1 – Eunate Aguirre (ESP) – 6180 pontos
2 – Isabela Sousa (BRA) – 5800 pontos
3 – Neymara Carvalho (BRA) – 5050 pontos
4 – Luz Marie GrandPerez (POR) – 4670 pontos
5 – Lilly Pollard (AUS) – 4513 pontos
6  – Maylla Venturin (BRA) – 4410 pontos
7 – Catarina Sousa (POR) – 3940 pontos
8 – Karla Costa Taylor (BRA) 3575 pontos
9 – Natasha Sagardia (POR) – 3560 pontos
10 – Maira Viana (BRA) – 3550 pontos

Com informações de Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa IBA South America

Samuca Albrecht e cia vencem o Porto Alegre Match Cup

28 de novembro de 2011 0



Foto Luis Gonçalves/Pressmidia/VDS

Equipe de Samuel Albrecht levou a melhor na Open.


O Porto Alegre Match Cup – 3º Ibero-americano de Match Race encerrou neste domingo no Veleiros do Sul com a vitória da equipe de Samuel Albrecht na divisão Open (masculino e feminino). Ele derrotou por 2 a 0 Geison Dzioubanov na final decidida numa série de melhor de três regatas.

A terceira colocação ficou com Adrion Santos que venceu Philipp Grochtmann por 3 a 1. Apenas o Brasil participou da fase final. Os representantes da Argentina e México não conseguiram a classificação.

Albrecht venceu a fase round robin, e na semifinal fez 2 a 0 sobre Adrion Santos. Com sua equipe composta por Frederico Sidou e Rodrigo Duarte terminou o Ibero-americano invicto nos 11 matches que disputou.  A última regata entre os finalistas não foi a mais emocionante porque os duelos esperados não aconteceram.  
– O campeonato serviu principalmente para mostrar que as equipes estão crescendo no match race e sem dúvida teremos gente de excelente nível. Para este campeonato juntei meus amigos que são velejadores experientes – disse Samuca.


Foto Luis Gonçalves/Pressmidia/VDS

Festa da equipe campeã.



A disputa pela terceira colocação apresentou ritmo de final de campeonato. A equipe juvenil de Philipp Grochtmann, que correu com Vilnei Goldmeier e Lorenzo Medeiros, deu um sufoco nos experientes adversários. Adrion Santos, Lucas Ostergren e Gustavo Zipperer saíram na frente com 1 a 0, mas perderam o segundo match. Eles erraram a boia de contravento quando da alteração de percurso devido à mudança do vento. Na disputa final, se revezaram na liderança, mas na última montagem da perna de popa, Santos ultrapassou Grochtmann.

O Ibero-Americano de Match Race começou na quarta-feira a divisão de mulheres que teve como campeãs as brasileiras por Renata Decnop, Gabriela Nicolino e Larissa Juck. E a Open foi no fim de semana. Participaram oito equipes em cada divisão e tiveram a participação de equipes do Brasil, Argentina, México e Peru.

No final da tarde foi realizada a cerimônia de premiação. Além das três primeiras equipes, os árbitros também receberam troféus numa homenagem da comodoria. O presidente do Conselho Deliberativo do VDS, Luiz Gustavo Tarrago de Oliveira, deu um galhardete do clube para o português Armando Goulart, diretor técnico da Federação Ibero-americana de Vela (FIVELA).

O Porto Alegre Match Cup – 3º O Ibero-Americano de Match Race é uma realização do Veleiros do Sul com apoio da Federação Internacional de Vela (ISAF), Federação Ibero-americana de Vela (FIVELA), Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM) e patrocínio da Randon e Marcopolo através da Lei de Incentivo do Esporte do Governo Federal.

Classificação da divisão Open
1º – Samuel ALBRECHT, Frederico Sidou e Rodrigo Duarte (BRA)
2º – Geison Mendes DZIOUBANOV, Mathias Melecchi e Felipe Ilha (BRA)
3º – Adrion SANTOS, Lucas Ostergren e Gustavo Zipperer (BRA)
4º Philipp Andreas GROCHTMANN, Vilnei Goldmeier e Lorenzo Medeiros (BRA)
5º – Diego BAIALARDO, Nicolás e José Tabares (ARG)
6º – Santiago RIGONI, Mariano Costa e Gonzalo Mendieta (ARG)
7º – Sebastián CRISTINA, Carlos Mues e Santiago Castillo (ARG)
8º – Eliane FIERRO, Cora Gonzáles Fierro e Ana Sofia Casas (MEX)

Umpires (árbitros)

Chefe Umpire: Nelson Ilha – Brasil
Gustavo Bernabei – Argentina
Tom Rinda – Estados Unidos
Konstantin Knebel – Brasil
Boris Ostergren – Brasil
Diretor técnico – FIVELA
Armando Goulart – Portugal

Com informações de Ricardo Pedebos/VDS e Camejo Comunicação

Ricardinho avança em Sunset Beach

28 de novembro de 2011 0
Foto ASP/Kirstin

Ricardo dos Santos venceu logo na estreia em Sunset Beach

Após dois dias de lay day, o Vans World of Cup of Surfing começou neste domingo na Praia de Sunset Beach, no Havaí, É a segunda etapa da Tríplice Coroa Havaiana, penúltimo evento da temporada da ASP e último com status Prime, oferecendo ao campeão 6.500 pontos no ranking unificado. É a última chance de pontuação dos surfistas que não fazem parte da elite e querem entrar no grupo dos 32.

O catarinense Ricardo dos Santos, o Ricardinho, foi o único brasileiro que conseguiu avançar o round dos 128, a primeira fase do evento, ao vencer sua bateria com uma das melhores notas do dia. O carioca Yuri Sodré, o paulista Caio Ibelli e o paraibano Jano Belo também estavam nesse round e acabaram eliminados.

Na próxima fase, quando outros brasileiros fazem sua estreia no evento, Ricardinho vai tentar fazer a dobradinha catarinense com Tomas Hermes. A dupla tem pela frente os havaianos Mason Ho e Granger Larsen e precisa pontuar bem nessa etapa para ficar entre os top 100 e se credenciar a disputa da etapas Prime em 2012. Jesse Mendes, Wiggolly Dantas, Léo Neves e Junior Faria são os outros brazucas escalados para o round 96 do evento. A competição deve continuar nesta segunda-feira porque o swell chegou ao Havaí.

Lenzi, Trekinho e Kalay são os campeões do Over Limits

27 de novembro de 2011 0


Foto Ricardo Fuchs

Alessander Lenzi levou a melhor na disputa com Tiago Geitens.


O catarinense Alessander Lenzi, de Jaraguá do Sul, o carioca Marcelo Trekinho e o paulistano Kalay Marques conquistaram neste domingo, os títulos da primeira edição do Over Limits, nas modalidades de Jet Waves (manobras com jet nas ondas), Sling Shot (surf aéreo) e Paraquedismo Swoop (pouso radical), respectivamente. As disputas, que começaram na sexta-feira foram realizadas na praia da Ferrugem, em Garopaba, no Litoral Sul, de Santa Catarina.

O tempo colaborou e sol voltou a brilhar neste domingo para as decisões do Jet Waves e Sling Shot e possibilitou a realização de vários saltos de Swoop.


Foto Ricardo Fuchs

Sling Shot foi a novidade do evento inédito promovido em Garopaba.


No Jet Waves, categoria PRO, a baterial final entre Lenzi e o gaúcho Tiago Geitens, de Canoas foi das mais equilibradas, com alto nível técnico. Lenzi devolveu a derrota sofrida na etapa brasileira do mundial e levou o título. O catarinense explicou que o mar estava melhor que nos dois dias anteriores, por isso foi possível colocar em prática o que havia planejado. Antes da final, Lenzi ganhou do baiano Bruno Jacob. Na decisão do terceiro lugar, o piloto de Salvador ganhou do catarinense Everardo Souza.

Na categoria amador, o título ficou com o gaúcho Marçal Muller, que derrotou na final o catarinense Everardo Souza, de Florianópolis. O terceiro colocado foi Dioceles Vieira, seguido pelo gaúcho André Martins.


Foto Ricardo Fuchs

Os paraquedistas do Swoop encontraram boas condições neste domingo. Foto Ricardo Fuchsm que


Boa parte das 31 baterias do Sling Shot foram equilibradas e apresentaram alto nível técnico. Marcelo Trekinho era um dos favoritos para conquista do título. Com boa performance nas cinco baterias que disputou, Trekinho passou pelo paulista Nathan Brandi, o baiano Wilson Nora, e o paulista Marcos Sifu. Na semifinal, ele derrotou o pernambucano radicado em Florianópolis, Paulo Moura. Na decisão, ele enfrentou o catarinense Gustavo Schilikmann e depois de uma boa disputa, levou a melhor.

Na modalidade do Swoop as condições climáticas estiveram desfavoráveis na sexta-feira, com céu nublado à tarde, impedindo a realização dos saltos. Entretanto no sábado, o tempo colaborou e alguns dos melhores paraquedistas do país puderam mostrar toda técnica e habilidade, realizando saltos de um helicóptero a cinco mil metros de altura, com objetivo de pousar em um local determinado.
Kalay, que soma cinco títulos brasileiros de Swoop no currículo, foi o destaque com excelente performance.

Além disso, o pentacampeão brasileiro realizou algumas apresentações extras, com vento de cauda, em que o paraquedista atinge uma velocidade ainda maior, passando sobre a água e pousando na areia. Ele terminou com o título da competição, seguido por Paulo Perini e José Palhares, ambos de São Paulo.

Com informações de Renato Fabretti, assessoria de imprensa do Over Limits


Isabela Sousa atrás do bicampeonato mundial neste domingo

27 de novembro de 2011 0


Foto Specker

Isabela Sousa precisa ganhar etapa e torcer para Eunate parar na semi.

A cearense Isabela Sousa garantiu sua vaga na semifinal do Mundial feminino, disputado em Azores, Portugal, e está a duas baterias de garantir o bicampeonato mundial. Porém, além da vitória nas ondas portuguesas, Isabela precisa torcer para que Maylla Venturin supere a bodyboarder do País Basco, Eunate Aguirre, na semifinal, para levantar o caneco.


No sábado, dia 26, Isabela Sousa precisou vencer a maior vencedora do Circuito Mundial para continuar na briga pelo título. Diante da pentacampeã Neymara Carvalho, Isabela teve muito trabalho e virou a disputa no final da bateria.

- Hoje fiz uma bateria difícil contra a pentacampeã mundial Neymara Carvalho. Estou muito feliz por ter passado e continuar na briga pelo titulo, e muito motivada com esse ano maravilhoso. Obrigada, Senhor pelos presentes e aprendizados. A luta continua -  disse Isabela, que encara a porto riquenha Luz Marie Grande Perez nas semis.

Agora, além de vencer, a cearense fica na torcida pela amiga Maylla Venturin. A capixaba também garantiu presença entre as quatro melhores após vencer Anna Cecile Lacoste, da França. Entre os homens, foram definidas as quartas de final, mas sem a presença de brasileiros. O destaque fica por conta de Pierre Louis Costes, que segue na luta pelo título.

Com informações de Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa IBA South America

Telefônica vence a primeira perna da Volvo Ocean Race

27 de novembro de 2011 0
Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Festa no porto da Cidade do Cabo.

O Telefónica confirmou as previsões e venceu a primeira perna da Volvo Ocean Race. O barco espanhol completou o trecho de Alicante até a Cidade do Cabo em 21 dias, 14 minutos e 25 segundos, e aportou na tarde de sábado, na Cidade do Cabo, com muito barulho de vuvuzelas e festa para os 11 tripulantes. Um deles, o brasileiro Joca Signorini, comemorou o resultado que coloca o time na liderança da VOR depois de um início difícil de campeonato.

- Sabíamos do potencial do barco e deu certo. Estamos muito contentes de estar aqui em primeiro lugar, após a decepção com nosso resultado na Regata do Porto. O último lugar nos obrigou a fazer uma perna melhor – festejou Joca Signorini.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Chegada do barco espanhol com a Table Mountain de moldura.

O barco espanhol foi o último colocado na regata do Porto de Alicante, no dia 29 de outubro. O percurso de 6.500 milhas náuticas (12.044 km) da Espanha até África do Sul foi repleto de desafios, como o início do Mediterrâneo com ventos fortes e a passagem pela linha do Equador com calmaria.
- Trabalhamos muito desde o primeiro dia. Nossa equipe estava 100%. A perna foi muito difícil, prova disso é o abandono de outros três barcos (Abu Dhabi, Sanya e Puma) – contou Pepe Ribes.
Os espanhóis estão eufóricos, já que a tradição da VOR diz que quem vence a primeira perna é o campeão da Volvo Ocean Race.
- Nós atingimos um nível de excelência que nos deixa felizes. Vimos que podemos tirar muito mais do esperado no barco – revelou Iker Martínez, comandante do Telefónica, que já soma 31 pontos.

Foto Roman/Volvo Ocean Race

Barco foi o primeiro a encarar as águas do Atlântico Sul.

Os outros dois barcos da flotilha continuam na travessia. O Camper deve chegar neste domingo (27) e o Groupama no dia seguinte. A tripulação do Telefónica vai aproveitar o tempo para descansar, rever a família e arrumar o barco para a próxima perna. No dia 11 de dezembro, os seis veleiros partem da Cidade do Cabo e vão até Abu Dhabi (Emirados Árabes) para um percurso de 5.430 milhas náuticas (10.060 km).

Com informações da ZDL Comunicação

Barco Telefonica se aproxima da Cidade do Cabo

25 de novembro de 2011 0
Foto Diego Fructuoso/Volvo Ocean Race

Barco espanhol deve ser o primeiro a completar a primeira perna da VOR.

O Telefónica deve ser o primeiro a chegar na Cidade do Cabo (África do Sul) pela primeira perna da Volvo Ocean Race. O time espanhol esteve próximo de quebrar o recorde de singradura (maior distância percorrida em 24 horas) do brasileiro Torben Grael, e deve atracar no porto africano até a madrugada deste sábado, dia 26 de novembro.
A parcial da equipe de Iker Martínez desta quinta-feira, dia 24, foi de 533,8 milhas (média de 41 km/h). Em outubro de 2008, também na Volvo Ocean Race, o Ericsson 4, comandado por Torben Grael, percorreu 594,23 milhas náuticas (1.101 km) em um dia, recorde da competição.
- Quando você navega, o objetivo é aproveitar as melhores rajadas de vento e terminar a perna na melhor colocação possível. Isso é sempre mais importante do que qualquer recorde – assegura Iker Martínez.

Foto Diego Fructuoso/Volvo Ocean Race

Tripulação trabalhou firme para conquistar a liderança.

O Telefónica continua a ser o barco mais ao sul da flotilha, ou seja, mais próximo do destino, a 500 milhas da Cidade do Cabo. Em segundo aparece o Camper (147 milhas atrás) seguido pelo Groupama (a 517 milhas).

- O Camper e o Telefónica estão aproveitando bem o regime de ventos. É como estar em um avião voando baixo e logo logo estaremos na Cidade do Cabo – conta o tripulante de mídia do Camper, Hamish Hooper.

Puma, Abu Dhabi e Sanya desistiram da perna de 6.500 milhas náuticas (12.044 km) por avarias nas embarcações. Próximo do destino, a tripulação do Teléfonica, que tem o brasileiro Joca Signorini, já começa a pensar no que fazer em terra. O primeiro desejo é ver a família e amigos e o segundo é um banho de água doce.

- Depois de 20 dias no mar, cheira muito mal a bordo – brinca Iker Martínez.

A largada rumo à cidade do Cabo foi dada no dia 5 e a previsão de chegada em território africano é neste sábado, dia 26, após 6,5 mil milhas náuticas (12.044 km) percorridas.

Foto Hamish Hooper/Volvo Ocean Race

Camper vem logo atrás do Telefonica.

Com informações da ZDL Comunicação.