Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 23 fevereiro 2012

Brasil encara a repescagem do Mundial ISA de Standup Padlle e Paddleboard, no Peru

23 de fevereiro de 2012 0
Foto ISA/Tweddle

Catarinense Greta Sisson tem mais uma chance para disputar a final. Foto ISA/Tweddle

O caminho é mais difícil, mas os brasileiros não desistem na busca pelos títulos das categorias Sup Surfe masculino e feminino do Mundial ISA de Standup Paddle e Paddleboard, na Praia de El Pampilla, em Lima, no Peru. Tanto o carioca Caio Vaz, no masculino, como a catarinense Greta Sisson, no feminino, perderam suas baterias nesta quinta-feira, e agora terão que brigar por vaga nas finais em baterias de repescagem.

Foto ISA/Tweddle

Gaúcho Luis Saraiva acabou eliminado nesta quinta-feira. Foto ISA/Tweddle

O gaúcho Luis Saraiva, que já estava na chave de repescagem, acabou eliminado da competição.
Na Sup Race masculino, os brasileiros Fabio Velasco e André Turelly conquistaram posições intermediárias, Na prova vencida pelo australiano Brad Gaul (38min04seg), Velasco finalizou em 10º (46min06seg) e Turelly, em 12º (51min30seg). Mais informações e transmissão ao vivo no site oficial do evento.

Foto ISA Piero Marotta

Fabio Velasco foi o melhor brasileiro no Sup Race. Foto ISA Piero Marotta

As baterias desta sexta-feira do ISA SUP World Championship 2012

SUP Surf feminino
Repescagem 4

H1 – Penny Stemmet (AFS) x Karina Figl (AUS) x Greta Sisson (BRA) x Brisa Malaga (PER)

Final :
H1: Emmy Merrill (EUA) x Shakira Westdorp (AUS) + duas primeiras classificadas da Repescagem 4


Foto ISA Piero Marotta

Peruano Tamil Martino pegou altas nesta quinta-feira. Foto ISA Piero Marotta

SUP Surfe masculino
Repescagem 6

H1: Colin McPhillips (EUA) x Caio Vaz (BRA) x Sean Poynter (EUA) x Justin Holland (AUS)

Final:
H1: Antoine Delpero (FRA) x Jackson Close (AUS)  + dois classificados da Repescagem 6

Gabriel Medina é premiado no banquete da ASP

23 de fevereiro de 2012 0


Foto ASP/Cestari

Medina ganhou dois de quatro eventos em 2011. Foto ASP/Cestari


O ASP World Tour 2012 nem começou e o paulista Gabriel Medina já começou a ganhar prêmios. No banquete anual da entidade – o ASP Surfing Awards -, que premia os melhores da temporada 2011 em diversas categorias, o garoto prodígio de Maresias arrebatou os prêmios de revelação da temporada e de maior votação do público.

O campeão mundial sub-20 Caio Ibelli e a cearense Silvana Lima também foram premiados. Ibelli, pelo título mundial, e Silvana, pela votação do público, na mesma categoria vencida por Medina, o que mostra a popularidade dos surfistas brasileiros que se destacam com manobras arrojadas e a modernidade que o padrão atual de julgamento exige.

Foto ASP/Kirstin

Carissa e Kelly, os reis da noite de prêmios da ASP. Foto ASP/Kirstin

É claro que todas as atenções da festa estavam voltadas para o 11 vezes campeão Kelly Slater, que voltou a falar sobre o fato de ter que enfrentar garotos até 22 anos mais novos que ele, e para a campeão do mundo Carissa Moore, do Havaí. O ASP World Tour começa neste sábado, quando tem início o prazo para realização do Australia Quiksilver Pro, na praia de Snapper Rocks, na Gold Coast.

Ainda falando sobre o circuito, em entrevista ao site Waves, o tour manager Renato Hickel informou que, nesta primeira etapa, há a possibilidade do desfalque do havaiano Dusty Payne, por lesão. O norte-americano Brett Simpson também teria se machucado, mas nada sério. Não há nada de oficial ainda sobre a possível ausência dos dois. Mas se isso acontecer, o catarinense Willian Cardoso, como segundo alternate, pode reforçar o time brasuca na Austrália.

Brasil briga pelo título do Mundial ISA de Standup Paddle e Paddleboard, no Peru

23 de fevereiro de 2012 0
Foto ISA/Marotta

Caio Vaz se classificou direto para as quartas de final. Foto ISA/Marotta

Está rolando em La Pampilla, em Lima, no Peru, o Mundial de Stand Up Paddle e de Paddleboard 2012, organizado pela Internacional Surfing Association (ISA). O Brasil está representando na competição que tem prazo para acabar neste sábado, dia 25.

E no segundo dia de competição saíram as primeiras medalhistas de Sup Race (paddleboard) da história da ISA. A australiana Jordan Mercer, de 18 años, liderou de ponta a ponta a corrida de remada e ficou com o ouro, a frente da sul-africana Anna Notten. Em terceiro chegou a espanhola  Concecpcion Escatllar, deixando a brasileira Babi Brazil em quarto lugar.

No Sup Wave masculino (Sup Surfing), foram definidos os oito surfistas supistas das quartas de final: Jackson Close (AUS), José Gómez (PER), Colin McPhilips (USA), Justin Bing (AFS), Antoine Delpero (FRA), Sean Poynter (EUA), Caio Vaz (BRA) e Justin Holland (AUS). O gaúcho Luis Saraiva venceu a sua bateria no primeiro round, mas terminou em quarto lugar na bateria da terceira fase e caiu para a chave da repescagem que será disputada nesta quinta-feira.

Foto ISA Michael Tweddle

Jordan Mercer comemora o título que colocou a Austrália na frente. Foto ISA Michael Tweddle

A melhor atuação do segundo dia de competição realizado na quarta-feira, dia 22, foi do australiano Jackson Close (AUS) que marcou 17.33 (9.00+8.33) após combinar várias manobras radicais nas longas direitas de La Pampilla.

- Quando chegamos esta manhã pensei que as ondas haviam baixado, mas quando entrei na água, encontrei uma onda atrás da outra. Por enquanto está tudo bem e estar aqui competindo em equipe é uma experiência envolvente – disse Close.

Entre as mulheres do Sup Wave, a final do evento principal também está definida: Emmy Merrell (AUS), Brissa Málaga (PER), Shakira Westdrop (EUA) e a catarinense Greta Sisson (BRA) irão disputar quem ficará com as medalhas de ouro, prata e bronze.

Foto ISA/Marotta

Palanque montado para o Mundial de SUP em Lima, no Peru. Foto ISA/Marotta

Merrell tem sido o destaque entre as mulheres. Nesta quarta-feira, ela marcou 15.50 (8.17+7.33). Sua principal adversária, Shakira Westdrop, também teve uma performance convincente e ganhou sua série com comodidade.

- Tive um começo devagar, mas pude melhorar no decorrer da bateria. Tenho visto a Emmy e vouter que melhorar para poder ganhar – reconheceu a americana.

A prova do Sup race masculino está marcada para esta quinta-feira, e o Brasil conta com dois atletas: o gaúcho André Torelly e o baiano Fábio Velasco.

A disputa por equipes é liderada pela Austrália. Depois seguem Africa do Sul, Brasil, Peru e Estados Unidos, todos ainda com chances de levar o troféu do Club Waikiki para casa.
Para mais informações basta acessar o site oficial do evento.

Vale ressaltar a informação do manager da equipe brasileira Marco Antônio Gorayeb. Os atletas brasileiros estão disputando a competição sem patrocínio, na garra, pagando as despesas do próprio bolso.