Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Brasil briga pelo título do Mundial ISA de Standup Paddle e Paddleboard, no Peru

23 de fevereiro de 2012 0
Foto ISA/Marotta

Caio Vaz se classificou direto para as quartas de final. Foto ISA/Marotta

Está rolando em La Pampilla, em Lima, no Peru, o Mundial de Stand Up Paddle e de Paddleboard 2012, organizado pela Internacional Surfing Association (ISA). O Brasil está representando na competição que tem prazo para acabar neste sábado, dia 25.

E no segundo dia de competição saíram as primeiras medalhistas de Sup Race (paddleboard) da história da ISA. A australiana Jordan Mercer, de 18 años, liderou de ponta a ponta a corrida de remada e ficou com o ouro, a frente da sul-africana Anna Notten. Em terceiro chegou a espanhola  Concecpcion Escatllar, deixando a brasileira Babi Brazil em quarto lugar.

No Sup Wave masculino (Sup Surfing), foram definidos os oito surfistas supistas das quartas de final: Jackson Close (AUS), José Gómez (PER), Colin McPhilips (USA), Justin Bing (AFS), Antoine Delpero (FRA), Sean Poynter (EUA), Caio Vaz (BRA) e Justin Holland (AUS). O gaúcho Luis Saraiva venceu a sua bateria no primeiro round, mas terminou em quarto lugar na bateria da terceira fase e caiu para a chave da repescagem que será disputada nesta quinta-feira.

Foto ISA Michael Tweddle

Jordan Mercer comemora o título que colocou a Austrália na frente. Foto ISA Michael Tweddle

A melhor atuação do segundo dia de competição realizado na quarta-feira, dia 22, foi do australiano Jackson Close (AUS) que marcou 17.33 (9.00+8.33) após combinar várias manobras radicais nas longas direitas de La Pampilla.

- Quando chegamos esta manhã pensei que as ondas haviam baixado, mas quando entrei na água, encontrei uma onda atrás da outra. Por enquanto está tudo bem e estar aqui competindo em equipe é uma experiência envolvente – disse Close.

Entre as mulheres do Sup Wave, a final do evento principal também está definida: Emmy Merrell (AUS), Brissa Málaga (PER), Shakira Westdrop (EUA) e a catarinense Greta Sisson (BRA) irão disputar quem ficará com as medalhas de ouro, prata e bronze.

Foto ISA/Marotta

Palanque montado para o Mundial de SUP em Lima, no Peru. Foto ISA/Marotta

Merrell tem sido o destaque entre as mulheres. Nesta quarta-feira, ela marcou 15.50 (8.17+7.33). Sua principal adversária, Shakira Westdrop, também teve uma performance convincente e ganhou sua série com comodidade.

- Tive um começo devagar, mas pude melhorar no decorrer da bateria. Tenho visto a Emmy e vouter que melhorar para poder ganhar – reconheceu a americana.

A prova do Sup race masculino está marcada para esta quinta-feira, e o Brasil conta com dois atletas: o gaúcho André Torelly e o baiano Fábio Velasco.

A disputa por equipes é liderada pela Austrália. Depois seguem Africa do Sul, Brasil, Peru e Estados Unidos, todos ainda com chances de levar o troféu do Club Waikiki para casa.
Para mais informações basta acessar o site oficial do evento.

Vale ressaltar a informação do manager da equipe brasileira Marco Antônio Gorayeb. Os atletas brasileiros estão disputando a competição sem patrocínio, na garra, pagando as despesas do próprio bolso.

Envie seu Comentário