Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 25 fevereiro 2012

Jacque e Silvana encaram repescagem no Roxi Pro, na Austrália

25 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Kirstin

Sofia Mulanovich salvou o "continente" na abertura!. Foto ASP Kirstin

A largada para a corrida pelo título mundial feminino, no ASP Womens World Tour 2012, também foi dada neste sábado, antes mesmo do início da prova masculina. No Roxi Pro, Silvana Lima e Jacqueline Silva, as duas brasileiras da elite, participaram do primeiro dia de competição em Snapper Rocks,  mas acabaram eliminadas. A peruana Sofia Mulanovich foi a única sul-americana a estrear com vitória.

A cearense Silvana Lima foi batida pela havaiana Malia Manuel na bateria que abriu a temporada 2012 em Snapper Rocks. E Jacqueline Silva ficou em último no confronto vencido por Sofia Mulanovich e que teve ainda Coco Ho na segunda colocação, no fechamento da primeira fase do Roxy Pro.

A catarinense agora vai abrir a repescagem feminina com Laura Enever e Silvana Lima enfrentará a também australiana Philippa Anderson na terceira bateria. A chamada acontece às 19h30min deste sábado, horário de Brasília.

PRIMEIRA FASE DO ROXY PRO:
1ª: 10.24=Malia Manuel (HAV), 8.73=Silvana Lima (BRA), 8.10=Courtney Conlogue (EUA)
2ª: 17.70=Tyler Wright (AUS), 12.26=Lakey Peterson (EUA), 7.33=Pauline Ado (FRA)
3ª: 13.73=Carissa Moore (HAV), 11.33=Rebecca Woods (AUS), 11.33=Philippa Anderson (AUS)
4ª: 14.64=Sally Fitzgibbons (AUS), 10.10=Paige Hareb (NZL), 7.94=Sarah Mason (NZL)
5ª: 14.33=Stephanie Gilmore (AUS), 13.70=Sage Erickson (EUA), 6.40=Laura Enever (AUS)
6ª: 12.73=Sofia Mulanovich (PER), 12.13=Coco Ho (HAV), 7.54=Jacqueline Silva (BRA)

REPESCAGEM – 13º lugar – US$ 4.500 e 1.750 pontos no ASP Women´s Title Race 2012:

1ª: Laura Enever (AUS) x Jacqueline Silva (BRA)
2ª: Pauline Ado (FRA) x Lakey Peterson (EUA)
3ª: Silvana Lima (BRA) x Philippa Anderson (AUS)
4ª: Coco Ho (HAV) x Sarah Mason (NZL)
5ª: Courtney Conlogue (EUA) x Sage Erickson (EUA)
6ª: Paige Hareb (NZL) x Rebecca Woods (AUS)

Com informações de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Neco Padaratz cai na rede

25 de fevereiro de 2012 0

NECO from Pietro l.f on Vimeo.

No último dia 7 de fevereiro, o catarinense Neco Padaratz deu início aos trabalhos na internet com o lançamento do seu blog pessoal – http://necopadaratz.blogspot.com.au . Na página,o surfista pretende postar vídeos e informações sobre sua carreira. Para começar ele apresenta um vídeo filmado em Saquarema com ondas alucinantes e muita vibe. Vale a pena conferir.

Quarteto brasileiro avança no Quiksilver Pro Gold Coast, na Austrália

25 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP ZAZ Chris Carey

Slater deu uma aula para os novato em Snapper. Foto ASP ZAZ Chris Carey

Adriano de Souza, Raoni Monteiro, Miguel Pupo e Heitor Alves se deram bem na abertura do circuito mundial de surfe profissional, o ASP World Tour. Os quatro avançaram direto para a terceira fase ao vencerem suas baterias na primeira fase do Quiksilver Pro 2012, neste sábado, na Praia de Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália.

Em ondas de um metro e séries pouco maiores, os maiores destaques do dia foram o 11 vezes campeão do mundo Kelly Slater, que colocou os novatos Kolohe Andino e Garret Parkes em combinação após pegar dois tubos (8,93 e 9,87) em três ondas surfadas na sexta bateria, e o havaiano Jonh John Florence, autor do maior placar – 19,60 – na última bateria do dia (confira vídeo com o tubo que valeu 9.90 no final do post).


Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza tentava sempre uma primeira manobra forte. Foto ASP Kirstin

A participação brasileira começou logo na abertura da competição, quando o mar ainda não apresentava as melhores condições e os surfistas tinha que forçar o drop elevador para pegar as ondas que realmente abriam e proporcionavam duas manobras fortes na primeira sessão, incluindo a possibilidade de tubo. Mesmo sem conseguir achar um barrel, Mineirinho surfou com muita consistência (6.00 e 7.83) e não deu chances aos veteranos Kieren Perrow e Taylor Knox.

Depois foi a vez de Raoni Monteiro (6.50 e 5.13) derrotar Yadin Nicol e Gabriel Medina, em outra bateria sem as melhores condições em Snapper Rocks. Mas a medida que a maré secava, as ondas da “superbancada” começavam a aparecer e o duelo entre os aussies Joel Parkinson, Adam Melling e o norte-americano Dane Reynolds foi uma mostra do show de surfe que os atletas da elite podem oferecer.

Foto ASP Kirstin

Heitor detonou de backside as direitas de Snapper Rocks. Foto ASP Kirstin

Parko, com todo conhecimento do pico, e Dane, com manobras explosivas, começaram bem a bateria, mas foram surpreendidos por Melling, que achou um tubo ao lado das pedras para virar o placar e se garantir na terceira fase.

Foto ASP Kirstin

Miguel Pupo surpreendeu o sul-africano Jordy Smith na última onda. Foto ASP Kirstin

Os brasileiros voltaram ao outside no oitavo confronto. Em batalha muito equilibrada, o paulista Miguel Pupo atacou de backside as direitas de Snapper para conseguir sair do terceiro lugar para a liderança na última onda (6.43 e 5.57 contra 6.33 e 5.63 de Jordy Smith e 6.00 e 5.60 de Pat Gudauskas).

No duelo seguinte, o cearense Heitor Alves mostrou que os goofys estão ligados. Com 6.43 e 7.93, ele deu o troco no australiano Matt Wilkinson, responsável por sua eliminação do evento em 2011. O catarinense Alejo Muniz, que recupera-se de forte contusão no tornozelo sofrida durante a temporada havaiana, ficou em terceiro lugar.

Na última participação verde-amarela na primeira fase, o potiguar Jadson André se deu mal contra o taitiano Michel Bourez, que arrancou um 9.67 e superou o francês Jeremy Flores, então líder do confronto. Medina, Alejo e Jadson ainda têm uma segunda chance nas baterias de repescagem.

QUIKSILVER PRO GOLD COAST
Resultados do Round 1:

H1: Adriano De Souza (BRA) 13.83, Taylor Knox (EUA) 10.66, Kieren Perrow (AUS) 7.70
H2: Owen Wright (AUS) 12.37, Bede Durbidge (AUS) 12.34, Kai Otton (AUS) 10.37
H3: Raoni Monteiro (BRA) 11.63, Yadin Nicol (AUS) 10.37, Gabriel Medina (BRA) 9.60
H4: Fredrick Patacchia (HAV) 15.43, Taj Burrow (AUS) 11.43, Brett Simpson (USA) 11.27
H5: Adam Melling (AUS) 15.70, Joel Parkinson (AUS) 15.43, Dane Reynolds (EUA) 14.90
H6: Kelly Slater (EUA) 18.80, Garrett Parkes (AUS) 12.73, Kolohe Andino (EUA) 10.60
H7: Adrian Buchan (AUS) 11.83, Julian Wilson (AUS) 11.83, Travis Logie (AFS) 8.67
H8: Miguel Pupo (BRA) 12.00, Jordy Smith (AFS) 11.96, Patrick Gudauskas (EUA) 11.60
H9: Heitor Alves (BRA) 14.36, Matt Wilkinson (AUS) 14.17, Alejo Muniz (BRA) 10.87
H10: Michel Bourez (TAI) 12.77, Jeremy Flores (FRA) 11.67, Jadson Andre (BRA) 8.00
H11: Mick Fanning (AUS) 15.26, Josh Kerr (AUS) 13.67, CJ Hobgood (EUA) 11.84
H12: John J. Florence (HAV) 19.60, Damien Hobgood (EUA) 16.50, Tiago Pires (POR) 12.50

Baterias de repescagem – Round 2
H1: Joel Parkinson (AUS) x Garrett Parkes (AUS)
H2: Taj Burrow (AUS) x Dane Reynolds (EUA)
H3: Gabriel Medina (BRA) x Yadin Nicol (AUS)
H4: Julian Wilson (AUS) x Kai Otton (AUS)
H5: Jordy Smith (AFS) x Taylor Knox (EUA)
H6: Alejo Muniz (BRA) x Travis Logie (AFS)
H7: Josh Kerr (AUS) x Patrick Gudauskas (EUA)
H8: Damien Hobgood (EUA) x Matt Wilkinson (AUS)
H9: Jeremy Flores (FRA) x Jadson Andre (BRA)
H10: Kieren Perrow (AUS) x CJ Hobgood (EUA)
H11: Bede Durbidge (AUS) x Tiago Pires (POR)
H12: Brett Simpson (EUA) x Kolohe Andino (EUA)