Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 27 fevereiro 2012

Adriano de Souza garante Brasil nas quartas de final do Quiksilver Pro Gold Coast

27 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Kirstin

Taj voou nas direitas de Snapper nesta terça-feira na Austrália. Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza garantiu um lugar para o Brasil nas quartas de final do Quiksilver Pro Gold Coast, disputado em ondas mexidas de três a quatro pés na praia de Snapper Rocks, na Austrália. Mineirinho venceu a bateria de abertura do quarto dia de competição e avançou direto para as quartas de final, mandando a dupla aussie Owen Wright e Josh Kerr para a repescagem.

Em seguida, o norte-americano Kelly Slater confirmou o favoritismo no mar difícil e também avançou direto para as quartas. O cearense Heitor Alves ficou em segundo e vai enfrentar Josh Kerr na repescagem. O paulista Miguel Pupo também não se deu bem com o mar de Snapper nesta terça-feira e terminou em terceiro na bateria vencida pelo sul-africano Jordy Smith.

Mas o destaque da rodada dos sem perdedores foi o australiano Taj Burrow, que fez o maior placar – 17.34 – para superar os conterrâneos Adrian Buchan e Julian Wilson. Adrian será o adversário de Miguel na repescagem. No momento está rolando as baterias da repescagem do Roxi Pro. Confira ao vivo, em português, no link do site oficial do evento.

Quiksilver Pro Gold Coast
Resultados do Round 4

H1 – 1º 15.37 Adriano De Souza BRA 2º 15.13 Owen Wright AUS 3º 9.00 Josh Kerr AUS
H2 – 1º 14.00 Kelly Slater EUA  2º 12.13 Heitor Alves BRA  3º 11.10 Michel Bourez TAI   
H3 – 1º 15.44 Jordy Smith AFS 2º 15.30 Joel Parkinson AUS 3º11.04 Miguel Pupo BRA
H4 – 1º 17.34 Taj Burrow AUS2º 12.33 Adrian Buchan AUS  3º 9.33 Julian Wilson AUS

Baterias do Round 5 (2º= 9º lugar = 4000 pontos)

H1 – Owen Wright     AUS x Michel Bourez TAI
H2 – Heitor Alves BRA x Josh Kerr AUS
H3 – Joel Parkinson AUS x Julian Wilson AUS
H4 – Adrian Buchan AUS x Miguel Pupo BRA

Garantidos nas quartas de final:

Adriano de Souza BRA
Kelly Slater EUA
Jordy Smith AFS
Taj Burrow AUS

Adriano de Souza, Heitor Alves e Miguel Pupo seguem na briga

27 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Robertson

Miguel tem impressionado pela rápida adaptação ao Tour. Foto ASP Robertson

O sol apareceu na Gold Coast nesta segunda-feira e três brasileiros seguiram na briga pelo título do Quilksilver Pro Gold Coast, primeira etapa do circuito mundial da ASP, disputada na Austrália. Adriano de Souza, Heitor Alves e Miguel Pupo venceram suas baterias em ondas irregulares e estão na quarta fase, que não é eliminatória.

Adriano vai encarar os aussies Owen Wright e Josh Kerr, enquanto Heitor tem Kelly Slater e Michel Bourez pela frente, e Miguel Pupo pega Jordy Smith e Joel Parkinson. Quem vencer, avança direto para o Round 5, e os perdedores vão para a repescagem.

Foto ASP Kirstin

Kelly decolando e avançando mais uma rodada. Foto ASP Kirstin

O dia começou com algumas baterias do Quiksilver Pro e acabou intercalada com o Round 3 do Roxi Pro para depois voltar ao complemento da Round 3 do masculino. Na retorno para a disputa do Quiksilver Pro, um dos destaques foi o paulista Miguel Pupo que eliminou ninguém menos do que Mick Fanning.

O paulista de São Sebastião colocou pressão no australiano logo no começo da bateria e Mick não teve com reagir diante da irregularidade das ondas, bastante espumadas e sem a melhor formação. Mesmo assim, Miguel desferiu várias patadas de backside para fazer as duas notas intermediárias que o levaram à vitória.

Foto ASP Kirstin

Julian Wilson soltou o surfe nesta segunda-feira. Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza foi responsável pela eliminação do norte-americano Kolohe Andino, 17 anos. Muito determinado, o brasileiro mostrou que a experiência no tour pode fazer a diferença.

- Eu respeito muito o Kolohe. Ele tem só 17 anos, mas ele pode me trazer muito prejuízo lá fora. Eu estou me sentindo bem e tentando ficar concentrado. Eu vim para cá 10 dias antes e realmente conheço o pico. Acho que minha experiência de sete anos no tour me ajudou nessa bateria – disse.

Heitor Alves também se deu bem diante de Jeremy Flores com duas ondas seguidas na casa dos 7 pontos. A baixa brasuca ficou com Raoni Monteiro que lutou diante de um Jordy Smith determinado a não deixar escapar a vitória nos segundos finais. O carioca deu um aéreo irado na última tentativa, mas o sul-africano aproveitou que tinha a prioridade e entrou na onda para invalidar a onda do brasileiro.

Foto ASP Kirstin

Jordy Smith abriu a bateria com esse aéreo. Foto ASP Kirstin

Outro destaque do dia foi a vitória de Julian Wilson com o maior placar do dia para cima do conterrâneo Adam Melling. Julian abriu a bateria com um 9.57 e continuou no mesmo gás até o final para fazer 18.57 de 20 possíveis. A virada de Ace Bucham diante de Jonh John Florence fechou o dia. O havaiano liderou a bateria por 26 minutos, mas Ace conseguiu duas ondas consecutivas para virar o placar.

No Roxi Pro, a cearense Silvana Lima ficou em terceiro na sua bateria, vencida por Tyler Wright, e agora terá que conquistar a vaga para as quartas de final na repescagem, assim como a atual campeã do mundo, a havaiana Carissa Moore, e a vice, a aussie Sally Fitzgibbons.

Foto ASP Kirstin

Laura Enever surpreendeu a campeã do mundo Carissa Moore. Foto ASP Kirstin

QUIKSILVER PRO GOLD COAST
Resultados do Round 3:
H1: Owen Wright (AUS) 14.90 a 14.50 Matt Wilkinson (AUS)
H2: Josh Kerr (AUS) 15.50 a 14.90 Kieren Perrow (AUS)
H3: Adriano De Souza (BRA) 14.07 a 12.74 Kolohe Andino (EUA)
H4: Michel Bourez (PYF) 14.36 a 10.83 Bede Durbidge (AUS)
H5: Heitor Alves (BRA) 15.07 a 12.84 Jeremy Flores (FRA)
H6: Kelly Slater (USA) 16.36 a 12.40 Fredrick Patacchia (HAV)
H7: Joel Parkinson (AUS) 13.50 a 12.27 Yadin Nicol (AUS)
H8: Miguel Pupo (BRA) 12.67 a 11.17 Mick Fanning (AUS)
H9: Jordy Smith (AFS) 14.83 a 12.20 Raoni Monterio (BRA)
H10: Julian Wilson (AUS) 18.57 a 15.63 Adam Melling (AUS)
H11: Adrian Buchan (AUS) 16.03 a 13.60 John John Florence (HAV)
H12: Taj Burrow (AUS) 14.20 a 13.16 Travis Logie (AUS)

Baterias do Round 4:
H1: Owen Wright (AUS), Josh Kerr (AUS), Adriano de Souza (BRA)
H2: Michel Bourez (TAI), Heitor Alves (BRA), Kelly Slater (EUA)
H3: Joel Parkinson (AUS), Miguel Pupo (BRA), Jordy Smith (AFS)
H4: Julian Wilson (AUS), Adrian Buchan (AUS) Taj Burrow (AUS)

ROXY PRO GOLD COAST

Resultados do Round 3:
H1: Tyler Wright (AUS) 16.20, Sarah Mason (NZL) 12.80, Silvana Lima (BRA) 9.63
H2: Laura Enever (AUS) 16.83, Paige Hareb (NZL) 14.07, Carissa Moore (HAV) 13.57
H3: Malia Manuel (HAV) 14.53, Sally Fitzgibbons (AUS) 12.90, Courtney Conlogue (EUA) 10.64
H4: Stephanie Gilmore (AUS) 16.73, Sofia Mulanovich (PER) 11.27, Lakey Peterson (USA) 6.04

Baterias do Round 4
H1 – Sarah Mason NZL x Carissa Moore HAV
H2 – Paige Hareb NZL x Silvana Lima BRA
H3 – Sally Fitzgibbons AUS x Lakey Peterson EUA
H4 – Sofia Mulanovich PER x Courtney Conlogue EUA

Alcides Lopes é destaque na segunda etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador

27 de fevereiro de 2012 0


Foto Basilio Ruy /Fecasurf

Alcides Lopes voou nas pequenas ondas do Santinho. Foto Basilio Ruy /Fecasurf

Em ondas de meio metro de altura, o destaque da segunda etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador foi o surfista Alcides Lopes Neto, de São Francisco do Sul, que levou o título em duas categorias. Na Junior, Alcides achou as melhores ondas na bateria final e venceu ao somar 13,50 pontos contra 7,05 pontos de Fernando Paulino, segundo colocado. Completaram o pódio, Gabriel Neves na terceira colocação, e Pedro Tanaka na quarta colocação.


Na Mirim não foi diferente, Alcides começou a bateria na liderança e se manteve até o final para garantir mais uma vitória ao somar 15,00 pontos contra 7,20 pontos de Yago Dora, segundo colocado.

Na Open, o campeão foi o surfista de Balneário Camboriú André Mói, com  9,35 pontos, contra 8,75 pontos de Ygor Arakaki, de Bombinhas. Completaram o pódio o surfista de Imbituba, Victor Borges, na terceira colocação, e Dereck Adriano, de Navegantes, na quarta colocação.

A maior nota da etapa saiu na categoria Infantil com o atleta Matheus Herdy, que apesar do tamanho, tem surf de gente grande.  Matheus marcou 8,75 pontos na sua melhor onda na segunda bateria semifinal. O maior somatório foi de Alcides Lopes Neto com 15,00 pontos nas suas duas melhores ondas na final da categoria Mirim.

A próxima etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 será na Praia do Rosa, em Imbituba, nos dias 5 e 6 de maio.

O Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 é apresentado Arnette e tem o patrocínio da Oceano, do Governo do Estado, co-patrocínio da Texponti, Maxi Tex, Skull, Prefeitura de Florianópolis, Costão do Santinho, Spyder, apoio da Pousada Moradas do Mirante, Doca’s Restaurante, Restaurante Mar Aberto, Papa Pizza, Cia Wax, Waves, Jornal Drop, com a promoção da Rádio Atlântida FM, a realização é da Fecasurf e ASIS – Associação de Surf Ingleses e Santinho.

Resultados da 2ª etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador– Praia do Santinho

OPEN
1º – André Mói           
2º – Ygor Arakaki      
3º – Victor Borges     
4º – Dereck Adriano  

JUNIOR
1º – Alcides Lopes     
2º – Fernando Paulino           
3º – Gabriel Neves    
4º – Pedro Tanaka     

MIRIM
1º – Alcides Lopes     
2º – Yago Dora          
3º – Ian Tavares        
4º – Allan Barbosa     

INICIANTES
1º – Gustavo Ramos
2º – Giovane Picaski
3º – Nathan Santos    
4º – Luan Garcia        

INFANTIL
1º – Matheus Herdy  
2º – Gabriel Kalani     
3º – Lucas Vicente    
4º – Leonardo Barcelos         

FEMININO
1º – Marina Rezende
2º – Aloha Maciel       
3º – Natalie Plachi     
4º – Evelin Conceição           

MASTER
1º – Adriano Lemos   
2º – Carlos Kxot        
3º – André Carneiro   
4º – Altair Michereff   

Líderes do Ranking Catarinense Fecasurf 2012

Open: Igor Arakaki e André Mói 3800 pontos
Júnior: Fernando Paulino – 3800 pontos
Mirim: Luan Wood – 3062 pontos
Iniciantes: Luan Garcia – 3458 pontos
Infantil: Lucas Vicente – 3420 pontos
Feminino: Aloha Maciel – 3800 pontos
Master: Carlos Kxot – 3800 pontos

Com informações de Norton Evaldt – Assessoria de Comunicação Fecasurf