Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2012

Adriano de Souza é o Brasil na Gold Coast

28 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP/Robertson

Mineiro está focado em iniciar o ano com vitória na Gold Coast. Foto ASP/Robertson

O Quiksilver Pro e Roxy Pro Gold Coast, etapas de abertura do circuito mundial masculino e feminino da ASP, tiveram uma terça-feira movimentada em ondas de dois a três pés na Praia de Snapper Rocks. Entre os homens foram definidos os classificados para as quartas de final. Entre as mulheres, já estão definidas as semifinalistas.

O Brasil conta apenas com Adriano de Souza, que avançou direto para as quartas de final ao vencer sua bateria do round 4 diante dos aussies Owen Wright e Josh Kerr. Owen, por sinal, será o adversário de Mineirinho nas quartas de final. Heitor Alves e Miguel Pupo foram eliminados nas baterias do round 5, a repescagem, e somaram 4.000 pontos no ranking com a 9º colocação. A cearense Silvana Lima foi derrotada nas quartas de final após avançar sua bateria de respecagem e finalizou o primeiro evento na quinta colocação, um ótimo resultado para quem estava se recuperando de uma lesão no joelho.

Foto ASP Kirstin

Joel Parkinson conhece como poucos as ondas de Snapper. Foto ASP Kirstin

Os destaques do dia foram dois australianos. No feminino, Tyler Wright (AUS), 17 anos e vice-campeã do evento em 2011 eliminou a havaiana Carissa Moore numa reedição da final do ano passado. Tyler atacou as ondas de Snapper com muita pressão, fez dois high  scores e não deu chances para Carissa.
- Eu sabia que tinha que fazer algo grande para batê-la. Ela é a campeã mundial. Eu tive sorte porque peguei boas ondas. Se ela tivesse feito o mesmo, ela poderia ter vencido também – disse Tyler, que na semifinal irá enfrentar Laura Enever, a algoz de Silvana Lima.

O outro destaque foi Joel Parkinson, autor da primeira nota 10 do evento. Após ficar em segundo no round 4, Parko teve que disputar a repescagem. Pior para o seu adversário – Julian Wilson – que viu Parkou destroçar uma direita com pauladas e rasgadas sem perder o drive na onda em nenhum momento. Agora, Parkinson terá pela frente o sul-africano Jordy Smith.

Uma nova chamada será feita a partir das 6h30min na Austrália – 18h30min no horário de Brasília – para possíve recomeço às 7h30min – 19h30min desta terça-feira. A expectativa é de que a ondulação possa perder a força nos próximos dias e a competição pode ser encerrada nesta madrugada de terça para quarta. Confira a transmissão em português, ao vivo, no site oficial do evento.

Resultados de terça-feira

Quiksilver Pro Gold Coast
Round 5:

H1: Owen Wright (AUS) 16.20 a 15.43. Michel Bourez (PYF)
H2: Josh Kerr (AUS) 14.44 a 9.84 Heitor Alves (BRA)
H3: Joel Parkinson (AUS) 18.00 a 10.06 Julian Wilson (AUS)
H4: Adrian Buchan (AUS) 14.03 a 13.27 Miguel Pupo (BRA)
Round 4:
H1: 1º Adriano De Souza (BRA) 15.37, 2º Owen Wright (AUS) 15.13, 3º Josh Kerr (AUS) 9.00
H2: 1º Kelly Slater (EUA) 14.00, 2º Michel Bourez (TAI) 12.13, 3º Heitor Alves (BRA) 11.10
H3: 1º Jordy Smith (ZAF) 15.44, 2º Joel Parkinson (AUS) 15.30, 3º Miguel Pupo (BRA) 11.04
H4: 1º Taj Burrow (AUS) 17.34, 2º Adrian Buchan (AUS) 12.33, 3ºJulian Wilson (AUS) 9.33

Roxi Pro
Quartas de final:

QF 1: Tyler Wright (AUS) 18.03 a 13.47 Carissa Moore (HAV) 13.47
QF 2: Laura Enever (AUS) 13.57 a 12.23 Silvana Lima (BRA) 12.23
QF 3: Sally Fitzgibbons (AUS) 17.00 a 12.00 Malia Manuel (HAV) 12.00
QF 4: Stephanie Gilmore (AUS) 16.77 a 16.30 Courtney Conlogue (EUA) 16.30
Round 4:
H1: Carissa Moore (HAV) 17.13 a 10.80 Sarah Mason (NZL)
H2: Silvana Lima (BRA) 14.73 a 10.50 Paige Hareb (NZL)
H3: Sally Fitzgibbons (AUS) 18.13 a 16.50 Lakey Peterson (EUA)
H4: Courtney Conlogue (EUA) 15.03 a 12.23 Sofia Mulanovich (PER)

Quiksilver Pro Gold Coast –
Quartas de final:

QF 1: Adriano De Souza (BRA) vs. Owen Wright (AUS)
QF 2: Kelly Slater (EUA) vs. Josh Kerr (AUS)
QF 3: Jordy Smith (AFS) vs. Joel Parkinson (AUS)
QF 4: Taj Burrow (AUS) vs. Adrian Buchan (AUS)

Roxi Pro
Semifinais

SF 1: Tyler Wright (AUS) vs. Laura Enever (AUS)
SF 2: Sally Fitzgibbons (AUS) vs. Stephanie Gilmore (AUS)

Adriano de Souza garante Brasil nas quartas de final do Quiksilver Pro Gold Coast

27 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Kirstin

Taj voou nas direitas de Snapper nesta terça-feira na Austrália. Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza garantiu um lugar para o Brasil nas quartas de final do Quiksilver Pro Gold Coast, disputado em ondas mexidas de três a quatro pés na praia de Snapper Rocks, na Austrália. Mineirinho venceu a bateria de abertura do quarto dia de competição e avançou direto para as quartas de final, mandando a dupla aussie Owen Wright e Josh Kerr para a repescagem.

Em seguida, o norte-americano Kelly Slater confirmou o favoritismo no mar difícil e também avançou direto para as quartas. O cearense Heitor Alves ficou em segundo e vai enfrentar Josh Kerr na repescagem. O paulista Miguel Pupo também não se deu bem com o mar de Snapper nesta terça-feira e terminou em terceiro na bateria vencida pelo sul-africano Jordy Smith.

Mas o destaque da rodada dos sem perdedores foi o australiano Taj Burrow, que fez o maior placar – 17.34 – para superar os conterrâneos Adrian Buchan e Julian Wilson. Adrian será o adversário de Miguel na repescagem. No momento está rolando as baterias da repescagem do Roxi Pro. Confira ao vivo, em português, no link do site oficial do evento.

Quiksilver Pro Gold Coast
Resultados do Round 4

H1 – 1º 15.37 Adriano De Souza BRA 2º 15.13 Owen Wright AUS 3º 9.00 Josh Kerr AUS
H2 – 1º 14.00 Kelly Slater EUA  2º 12.13 Heitor Alves BRA  3º 11.10 Michel Bourez TAI   
H3 – 1º 15.44 Jordy Smith AFS 2º 15.30 Joel Parkinson AUS 3º11.04 Miguel Pupo BRA
H4 – 1º 17.34 Taj Burrow AUS2º 12.33 Adrian Buchan AUS  3º 9.33 Julian Wilson AUS

Baterias do Round 5 (2º= 9º lugar = 4000 pontos)

H1 – Owen Wright     AUS x Michel Bourez TAI
H2 – Heitor Alves BRA x Josh Kerr AUS
H3 – Joel Parkinson AUS x Julian Wilson AUS
H4 – Adrian Buchan AUS x Miguel Pupo BRA

Garantidos nas quartas de final:

Adriano de Souza BRA
Kelly Slater EUA
Jordy Smith AFS
Taj Burrow AUS

Adriano de Souza, Heitor Alves e Miguel Pupo seguem na briga

27 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Robertson

Miguel tem impressionado pela rápida adaptação ao Tour. Foto ASP Robertson

O sol apareceu na Gold Coast nesta segunda-feira e três brasileiros seguiram na briga pelo título do Quilksilver Pro Gold Coast, primeira etapa do circuito mundial da ASP, disputada na Austrália. Adriano de Souza, Heitor Alves e Miguel Pupo venceram suas baterias em ondas irregulares e estão na quarta fase, que não é eliminatória.

Adriano vai encarar os aussies Owen Wright e Josh Kerr, enquanto Heitor tem Kelly Slater e Michel Bourez pela frente, e Miguel Pupo pega Jordy Smith e Joel Parkinson. Quem vencer, avança direto para o Round 5, e os perdedores vão para a repescagem.

Foto ASP Kirstin

Kelly decolando e avançando mais uma rodada. Foto ASP Kirstin

O dia começou com algumas baterias do Quiksilver Pro e acabou intercalada com o Round 3 do Roxi Pro para depois voltar ao complemento da Round 3 do masculino. Na retorno para a disputa do Quiksilver Pro, um dos destaques foi o paulista Miguel Pupo que eliminou ninguém menos do que Mick Fanning.

O paulista de São Sebastião colocou pressão no australiano logo no começo da bateria e Mick não teve com reagir diante da irregularidade das ondas, bastante espumadas e sem a melhor formação. Mesmo assim, Miguel desferiu várias patadas de backside para fazer as duas notas intermediárias que o levaram à vitória.

Foto ASP Kirstin

Julian Wilson soltou o surfe nesta segunda-feira. Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza foi responsável pela eliminação do norte-americano Kolohe Andino, 17 anos. Muito determinado, o brasileiro mostrou que a experiência no tour pode fazer a diferença.

- Eu respeito muito o Kolohe. Ele tem só 17 anos, mas ele pode me trazer muito prejuízo lá fora. Eu estou me sentindo bem e tentando ficar concentrado. Eu vim para cá 10 dias antes e realmente conheço o pico. Acho que minha experiência de sete anos no tour me ajudou nessa bateria – disse.

Heitor Alves também se deu bem diante de Jeremy Flores com duas ondas seguidas na casa dos 7 pontos. A baixa brasuca ficou com Raoni Monteiro que lutou diante de um Jordy Smith determinado a não deixar escapar a vitória nos segundos finais. O carioca deu um aéreo irado na última tentativa, mas o sul-africano aproveitou que tinha a prioridade e entrou na onda para invalidar a onda do brasileiro.

Foto ASP Kirstin

Jordy Smith abriu a bateria com esse aéreo. Foto ASP Kirstin

Outro destaque do dia foi a vitória de Julian Wilson com o maior placar do dia para cima do conterrâneo Adam Melling. Julian abriu a bateria com um 9.57 e continuou no mesmo gás até o final para fazer 18.57 de 20 possíveis. A virada de Ace Bucham diante de Jonh John Florence fechou o dia. O havaiano liderou a bateria por 26 minutos, mas Ace conseguiu duas ondas consecutivas para virar o placar.

No Roxi Pro, a cearense Silvana Lima ficou em terceiro na sua bateria, vencida por Tyler Wright, e agora terá que conquistar a vaga para as quartas de final na repescagem, assim como a atual campeã do mundo, a havaiana Carissa Moore, e a vice, a aussie Sally Fitzgibbons.

Foto ASP Kirstin

Laura Enever surpreendeu a campeã do mundo Carissa Moore. Foto ASP Kirstin

QUIKSILVER PRO GOLD COAST
Resultados do Round 3:
H1: Owen Wright (AUS) 14.90 a 14.50 Matt Wilkinson (AUS)
H2: Josh Kerr (AUS) 15.50 a 14.90 Kieren Perrow (AUS)
H3: Adriano De Souza (BRA) 14.07 a 12.74 Kolohe Andino (EUA)
H4: Michel Bourez (PYF) 14.36 a 10.83 Bede Durbidge (AUS)
H5: Heitor Alves (BRA) 15.07 a 12.84 Jeremy Flores (FRA)
H6: Kelly Slater (USA) 16.36 a 12.40 Fredrick Patacchia (HAV)
H7: Joel Parkinson (AUS) 13.50 a 12.27 Yadin Nicol (AUS)
H8: Miguel Pupo (BRA) 12.67 a 11.17 Mick Fanning (AUS)
H9: Jordy Smith (AFS) 14.83 a 12.20 Raoni Monterio (BRA)
H10: Julian Wilson (AUS) 18.57 a 15.63 Adam Melling (AUS)
H11: Adrian Buchan (AUS) 16.03 a 13.60 John John Florence (HAV)
H12: Taj Burrow (AUS) 14.20 a 13.16 Travis Logie (AUS)

Baterias do Round 4:
H1: Owen Wright (AUS), Josh Kerr (AUS), Adriano de Souza (BRA)
H2: Michel Bourez (TAI), Heitor Alves (BRA), Kelly Slater (EUA)
H3: Joel Parkinson (AUS), Miguel Pupo (BRA), Jordy Smith (AFS)
H4: Julian Wilson (AUS), Adrian Buchan (AUS) Taj Burrow (AUS)

ROXY PRO GOLD COAST

Resultados do Round 3:
H1: Tyler Wright (AUS) 16.20, Sarah Mason (NZL) 12.80, Silvana Lima (BRA) 9.63
H2: Laura Enever (AUS) 16.83, Paige Hareb (NZL) 14.07, Carissa Moore (HAV) 13.57
H3: Malia Manuel (HAV) 14.53, Sally Fitzgibbons (AUS) 12.90, Courtney Conlogue (EUA) 10.64
H4: Stephanie Gilmore (AUS) 16.73, Sofia Mulanovich (PER) 11.27, Lakey Peterson (USA) 6.04

Baterias do Round 4
H1 – Sarah Mason NZL x Carissa Moore HAV
H2 – Paige Hareb NZL x Silvana Lima BRA
H3 – Sally Fitzgibbons AUS x Lakey Peterson EUA
H4 – Sofia Mulanovich PER x Courtney Conlogue EUA

Alcides Lopes é destaque na segunda etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador

27 de fevereiro de 2012 0


Foto Basilio Ruy /Fecasurf

Alcides Lopes voou nas pequenas ondas do Santinho. Foto Basilio Ruy /Fecasurf

Em ondas de meio metro de altura, o destaque da segunda etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador foi o surfista Alcides Lopes Neto, de São Francisco do Sul, que levou o título em duas categorias. Na Junior, Alcides achou as melhores ondas na bateria final e venceu ao somar 13,50 pontos contra 7,05 pontos de Fernando Paulino, segundo colocado. Completaram o pódio, Gabriel Neves na terceira colocação, e Pedro Tanaka na quarta colocação.


Na Mirim não foi diferente, Alcides começou a bateria na liderança e se manteve até o final para garantir mais uma vitória ao somar 15,00 pontos contra 7,20 pontos de Yago Dora, segundo colocado.

Na Open, o campeão foi o surfista de Balneário Camboriú André Mói, com  9,35 pontos, contra 8,75 pontos de Ygor Arakaki, de Bombinhas. Completaram o pódio o surfista de Imbituba, Victor Borges, na terceira colocação, e Dereck Adriano, de Navegantes, na quarta colocação.

A maior nota da etapa saiu na categoria Infantil com o atleta Matheus Herdy, que apesar do tamanho, tem surf de gente grande.  Matheus marcou 8,75 pontos na sua melhor onda na segunda bateria semifinal. O maior somatório foi de Alcides Lopes Neto com 15,00 pontos nas suas duas melhores ondas na final da categoria Mirim.

A próxima etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 será na Praia do Rosa, em Imbituba, nos dias 5 e 6 de maio.

O Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 é apresentado Arnette e tem o patrocínio da Oceano, do Governo do Estado, co-patrocínio da Texponti, Maxi Tex, Skull, Prefeitura de Florianópolis, Costão do Santinho, Spyder, apoio da Pousada Moradas do Mirante, Doca’s Restaurante, Restaurante Mar Aberto, Papa Pizza, Cia Wax, Waves, Jornal Drop, com a promoção da Rádio Atlântida FM, a realização é da Fecasurf e ASIS – Associação de Surf Ingleses e Santinho.

Resultados da 2ª etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador– Praia do Santinho

OPEN
1º – André Mói           
2º – Ygor Arakaki      
3º – Victor Borges     
4º – Dereck Adriano  

JUNIOR
1º – Alcides Lopes     
2º – Fernando Paulino           
3º – Gabriel Neves    
4º – Pedro Tanaka     

MIRIM
1º – Alcides Lopes     
2º – Yago Dora          
3º – Ian Tavares        
4º – Allan Barbosa     

INICIANTES
1º – Gustavo Ramos
2º – Giovane Picaski
3º – Nathan Santos    
4º – Luan Garcia        

INFANTIL
1º – Matheus Herdy  
2º – Gabriel Kalani     
3º – Lucas Vicente    
4º – Leonardo Barcelos         

FEMININO
1º – Marina Rezende
2º – Aloha Maciel       
3º – Natalie Plachi     
4º – Evelin Conceição           

MASTER
1º – Adriano Lemos   
2º – Carlos Kxot        
3º – André Carneiro   
4º – Altair Michereff   

Líderes do Ranking Catarinense Fecasurf 2012

Open: Igor Arakaki e André Mói 3800 pontos
Júnior: Fernando Paulino – 3800 pontos
Mirim: Luan Wood – 3062 pontos
Iniciantes: Luan Garcia – 3458 pontos
Infantil: Lucas Vicente – 3420 pontos
Feminino: Aloha Maciel – 3800 pontos
Master: Carlos Kxot – 3800 pontos

Com informações de Norton Evaldt – Assessoria de Comunicação Fecasurf

Austrália vence Mundial de Standup Paddle e Paddleboard no Peru; Brasil fica em sétimo lugar

26 de fevereiro de 2012 0
Foto ISA/Tweddle

Austrália não teve adversários no Peru. Foto ISA/Tweddle



A equipe da Austrália ganhou com facilidade a edição inaugural do Mundial de StandUp Paddle (SUP) and Paddleboard da Internacional Surfing Association (ISA). Das 11 categorias em disputa, os aussies venceram sete e levaram a medalha de ouro por equipes e o troféu perpétuo Club Waikiki.

Considerado o maior atleta de SUP do mundo, Jamie Mitchell se recuperou do erro na corrida técnica quando cruzou a linha de chegada sem carregar o remo e ganhou a maratona de Sup, seguido do compatriota Travis Grant e do francês Eric Terien.

Foto ISA/Tweddle

Francês Antonie Delpero não deu chances para os adversários na final. Foto ISA/Tweddle

Outro destaque do sábado, último dia de competições, foi a vitória do francê Antonie Delpero no Sup Surfing. Campeão de longboard do ISA World Games em 2009, Delpero dominou a bateria final e colocou todos os três adversários – Justin Holland (AUS), Bronce Poynter (EUA) e Cobre Jakson Close (AUS) – em combinação.

O Brasil finalizou a competição na sétima colocação, com destaques para Barbara Brazil, quarta colocada na maratona de SUP e na corrida técnica de Paddleboard; Luis Guido, quatro colocado na Maratona de SUP; e Caio Vaz,  eliminado na bateria final da repescagem após um julgamento duvidoso e que foi protestado pelo chefe da delegação Marco Gorayeb.

Foto ISA/Tweddle

Brasileiros agitaram dentro e fora dágua. Foto ISA/Tweddle

Aliás, esse não foi apenas o único obstáculo enfrentado pelo time brasileiro. A catarinense Greta Sisson, que disputaria uma vaga na final da Sup Surfing feminino, não competiu na bateria final da repescagem no sábado, porque se lesionou no dia anterior.

Classificação final por países
1º – Australia
2º – Estados Unidos
3º – Africa do Sul
4º – Espanha
5º – Peru
6º – Argentina
7º – Brasil
8º – França
9º – Venezuela
10º – Chile
11º – Irlanda
12º – Inglaterra
13º – México
14º – Suíça
15º – Nova Zelândia
16º – Italia
17º – Austria

Surfing SUP masculino:
1º: Antoine Delpero (FRA)
2º: Justin Holland (AUS)
3º: Sean Poynter (USA)
4º: Jackson Close (AUS)

Surfing SUP feminino:

1ª: Emmy Merrill (EUA)
2ª: Shakira Westdorp (AUS)
3ª: Penny Stemmet (AFS)
4ª: Brissa Málaga (PER)

SUP Maratona masculino:

1º: Jamie Mitchell (AUS)
2º: Travis Grant (AUS)
3º: Eric Terrien (FRA)
4º: Luis Guido (BRA)

SUP Maratona feminino:

1ª: Brandi Baksic (EUA)
2ª: Angela Jackson (AUS)
3ª: Bigette van Aswegen (AFS)
4ª: Bárbara Brazil (BRA)

Paddleboard Maratona feminino:
1ª: Jordan Mercer (AUS)
2ª: Anna Notten (AFS)
3ª: Gillian Gilbree (EUA)
4ª: Concepción Escatllar (ESP)

Paddleboard Maratona masculino:

1º: Brad Gaul (AUS)
2º: Joel Mason (AUS)
3º: Shane Scoggins (EUA)
4º: Ryan Butcher (AFS)

Corrida Técnica SUP masculino:
1º: Travis Grant (AUS)
2º: Jamie Mitchell (AUS)
3º: Paul Jackson (NZL)
4º: Matt Becker (EUA)

Corrida Técnica SUP feminino:

1º: Brandi Baksic (EUA)
2º: Angela Jackson (AUS)
3º: Karina Figl (AUT)
4º: Brigette van Asweggen (AFS)

Corrida de postas (Relay)

1º: Australia
2º: Estados Unidos
3º: Africa do Sul
4º: Espanha

Corrida Técnica de Paddleboard masculino:

1º: Brad Gaul (AUS)
2º: Joel Mason (AUS)
3º: Ryan Butcher (AFS)
4º: Shane Scoggins (EUA)

Corrida Técnica de Paddleboard feminino:

1ª: Jordan Mercer (AUS)
2ª: Anna Notten (AFS)
3ª: Concepción Escatllar (ESP)
4ª: Bárbara Brazil (BRA)

Silvana Lima garante o Brasil na Austrália

26 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Robertson

Silvana fez o maior placar entre as mulheres. Foto ASP Robertson

A cearense Silvana Lima foi a única representante a vencer uma bateria neste domingo, nas ondas de três a quatro pés de Snapper Rocks, na Austrália. Jacqueline Silva no Roxi Pro, e Gabriel Medina, Alejo Muniz e Jadson André acabaram eliminados da competição, válida como primeira etapa dos circuitos mundial feminino e masculino da ASP.

A catarinense Jacqueline Silva foi a primeira a dar adeus a competição, ao perder para a australiana Laura Enever, embalada pela boa participação no Australian Open. Na quarta bateria, Silvana colocou a australiana Philippa Anderson em combinação logo após surfar a sua terceira onda na bateria, que foi aberta com um 9.23.  Foi a primeira vitória da cearense após a cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado do joelho direito.

No masculino, Gabriel Medina caiu na terceira bateria, diante do aussie Yadin Nicol. O paulista fez a melhor nota do duelo, mas ficou precisando de uma segunda onda, enquanto seu adversário pegou duas intermediárias e garantiu a vitória A competição masculina abriu o domingo de disputas em Snapper Rocks, mas acabou paralisada com a piora das condições do mar para dar entrada para as disputas do Roxi Pro.

Após as seis baterias do feminino, os homens voltaram para a água e Alejo acabou perdendo para o sul-africano Travis Logie na mesma situação que Medina. O catarinense teve dificuldade na escolha das ondas, enquanto o veterano espancou as direitas de backside para fazer duas notas intermediárias. Por último foi a vez de Jadson André dar adeus a competição numa disputa equilibrada com Jeremy Flores. Depois de liderar a bateria no início, o potiguar se viu obrigado a virar o placar nos 10 minutos finais. Teve duas chances, mas as ondas não ofereceram qualidade para sua performance.

Agora, o Brasil segue apenas com Silvana Lima na terceira fase do Roxi Pro, além de Adriano de Souza, Heitor Alves, Raoni Monteiro e Miguel Pupo na terceira fase do Quiksilver Pro Gold Coast. Jacque Silva finalizou a competição em 13º lugar, enquanto Alejo, Medina e Jadson encerram a participação da primeira etapa na 25ª posição. A competição deve reiniciar nesta segunda=-feira (domingo à noite, no horário de Brasília) com as baterias da terceira fase do evento masculino.

Quiksilver Pro Day 2 – Mens Morning Highlights Round2 Heats 1 to 4 from McKinnon Media Productions on Vimeo.


Resultados deste domingo em Snapper Rocks, na Austrália:

Roxy Pro -  Round 2 ( 2º=13º lugar, 1750Pts, U$4,5 mil)
H1 Laura Enever AUS 13.37 a 12.20 Jacqueline Silva BRA
H2 Lakey Peterson EUA 16.33 a 14.37 Pauline Ado FRA
H3 Silvana Lima BRA 17.56 a 11.50 Philippa Anderson AUS
H4 Sarah Mason NZL 13.10 a 11.20 Coco Ho HAV
H5 Courtney Conlogue EUA 15.40 a 13.43 Sage Erickson EUA
H6 Paige Hareb NZL 12.34 a 8.10 Rebecca Woods AUS

Quiksilver Pro Gold  Coast
Round 2 (2º:25º lugar, 500Pts, U$7 mil)

H1 – Joel Parkinson AUS 16.36 a 6.43  Garrett Parkes AUS
H2 – Taj Burrow AUS 18.10 a 16.06 Dane Reynolds EUA
H3 – Yadin Nicol AUS 13.13 a 12.53 Gabriel Medina BRA
H4 – Julian Wilson  AUS 14.06 a 13.73 Kai Otton AUS
H5 – Jordy Smith AFS 17.43 a 12.33 Taylor Knox EUA
H6 – Travis Logie AFS 15.30 a 13.03 Alejo Muniz BRA
H7 – Josh Kerr AUS 17.60 a 10.53 Patrick Gudauskas EUA
H8 – Matt Wilkinson AUS 15.86 a 10.33 Damien Hobgood EUA
H9 – Jeremy Flores FRA 13.67 a 12.07 Jadson Andre BRA
H10- Kieren Perrow AUS 14.00 a 13.84 CJ Hobgood EUA
H11- Bede Durbidge AUS 13.53 a 10.73 Tiago Pires POR
H12 – Kolohe Andino EUA 14.33 a 13.87  Brett Simpson EUA

Baterias do terceiro dia de competição
:
Quiksilver Pro – Round 3 (2º=13º lugar, 1750Pts, U$8,5 mil)
H1 – Owen Wright     AUS x Matt Wilkinson AUS
H2 – Josh Kerr AUS x Kieren Perrow AUS
H3 – Adriano De Souza BRA x Kolohe Andino EUA
H4 – Michel Bourez TAI x Bede Durbidge AUS
H5 – Jeremy Flores FRA x Heitor Alves BRA
H6 – Kelly Slater EUA x Fredrick Patacchia HAV
H7 – Joel Parkinson AUS x Yadin Nicol AUS
H8 – Mick Fanning     AUS x Miguel Pupo BRA
H9 – Jordy Smith AFS x Raoni Monteiro BRA
H10 – Julian Wilson AUS x Adam Melling AUS
H11 – John John Florence HAV x Adrian Buchan AUS
H12 – Taj Burrow AUS x Travis Logie AFS

Roxi Pro
H1 – Tyler Wright AUS x Silvana Lima BRA x Sarah Mason NZL
H2 – Carissa Moore HAV x Laura Enever AUS x  Paige Hareb NZL
H3 – Sally Fitzgibbons AUS x Courtney Conlogue EUA x Malia Manuel HAV
H4 – Stephanie Gilmore AUS x Sofia Mulanovich PER x Lakey Peterson EUA


Jacque e Silvana encaram repescagem no Roxi Pro, na Austrália

25 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP Kirstin

Sofia Mulanovich salvou o "continente" na abertura!. Foto ASP Kirstin

A largada para a corrida pelo título mundial feminino, no ASP Womens World Tour 2012, também foi dada neste sábado, antes mesmo do início da prova masculina. No Roxi Pro, Silvana Lima e Jacqueline Silva, as duas brasileiras da elite, participaram do primeiro dia de competição em Snapper Rocks,  mas acabaram eliminadas. A peruana Sofia Mulanovich foi a única sul-americana a estrear com vitória.

A cearense Silvana Lima foi batida pela havaiana Malia Manuel na bateria que abriu a temporada 2012 em Snapper Rocks. E Jacqueline Silva ficou em último no confronto vencido por Sofia Mulanovich e que teve ainda Coco Ho na segunda colocação, no fechamento da primeira fase do Roxy Pro.

A catarinense agora vai abrir a repescagem feminina com Laura Enever e Silvana Lima enfrentará a também australiana Philippa Anderson na terceira bateria. A chamada acontece às 19h30min deste sábado, horário de Brasília.

PRIMEIRA FASE DO ROXY PRO:
1ª: 10.24=Malia Manuel (HAV), 8.73=Silvana Lima (BRA), 8.10=Courtney Conlogue (EUA)
2ª: 17.70=Tyler Wright (AUS), 12.26=Lakey Peterson (EUA), 7.33=Pauline Ado (FRA)
3ª: 13.73=Carissa Moore (HAV), 11.33=Rebecca Woods (AUS), 11.33=Philippa Anderson (AUS)
4ª: 14.64=Sally Fitzgibbons (AUS), 10.10=Paige Hareb (NZL), 7.94=Sarah Mason (NZL)
5ª: 14.33=Stephanie Gilmore (AUS), 13.70=Sage Erickson (EUA), 6.40=Laura Enever (AUS)
6ª: 12.73=Sofia Mulanovich (PER), 12.13=Coco Ho (HAV), 7.54=Jacqueline Silva (BRA)

REPESCAGEM – 13º lugar – US$ 4.500 e 1.750 pontos no ASP Women´s Title Race 2012:

1ª: Laura Enever (AUS) x Jacqueline Silva (BRA)
2ª: Pauline Ado (FRA) x Lakey Peterson (EUA)
3ª: Silvana Lima (BRA) x Philippa Anderson (AUS)
4ª: Coco Ho (HAV) x Sarah Mason (NZL)
5ª: Courtney Conlogue (EUA) x Sage Erickson (EUA)
6ª: Paige Hareb (NZL) x Rebecca Woods (AUS)

Com informações de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Neco Padaratz cai na rede

25 de fevereiro de 2012 0

NECO from Pietro l.f on Vimeo.

No último dia 7 de fevereiro, o catarinense Neco Padaratz deu início aos trabalhos na internet com o lançamento do seu blog pessoal – http://necopadaratz.blogspot.com.au . Na página,o surfista pretende postar vídeos e informações sobre sua carreira. Para começar ele apresenta um vídeo filmado em Saquarema com ondas alucinantes e muita vibe. Vale a pena conferir.

Quarteto brasileiro avança no Quiksilver Pro Gold Coast, na Austrália

25 de fevereiro de 2012 0
Foto ASP ZAZ Chris Carey

Slater deu uma aula para os novato em Snapper. Foto ASP ZAZ Chris Carey

Adriano de Souza, Raoni Monteiro, Miguel Pupo e Heitor Alves se deram bem na abertura do circuito mundial de surfe profissional, o ASP World Tour. Os quatro avançaram direto para a terceira fase ao vencerem suas baterias na primeira fase do Quiksilver Pro 2012, neste sábado, na Praia de Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália.

Em ondas de um metro e séries pouco maiores, os maiores destaques do dia foram o 11 vezes campeão do mundo Kelly Slater, que colocou os novatos Kolohe Andino e Garret Parkes em combinação após pegar dois tubos (8,93 e 9,87) em três ondas surfadas na sexta bateria, e o havaiano Jonh John Florence, autor do maior placar – 19,60 – na última bateria do dia (confira vídeo com o tubo que valeu 9.90 no final do post).


Foto ASP Kirstin

Adriano de Souza tentava sempre uma primeira manobra forte. Foto ASP Kirstin

A participação brasileira começou logo na abertura da competição, quando o mar ainda não apresentava as melhores condições e os surfistas tinha que forçar o drop elevador para pegar as ondas que realmente abriam e proporcionavam duas manobras fortes na primeira sessão, incluindo a possibilidade de tubo. Mesmo sem conseguir achar um barrel, Mineirinho surfou com muita consistência (6.00 e 7.83) e não deu chances aos veteranos Kieren Perrow e Taylor Knox.

Depois foi a vez de Raoni Monteiro (6.50 e 5.13) derrotar Yadin Nicol e Gabriel Medina, em outra bateria sem as melhores condições em Snapper Rocks. Mas a medida que a maré secava, as ondas da “superbancada” começavam a aparecer e o duelo entre os aussies Joel Parkinson, Adam Melling e o norte-americano Dane Reynolds foi uma mostra do show de surfe que os atletas da elite podem oferecer.

Foto ASP Kirstin

Heitor detonou de backside as direitas de Snapper Rocks. Foto ASP Kirstin

Parko, com todo conhecimento do pico, e Dane, com manobras explosivas, começaram bem a bateria, mas foram surpreendidos por Melling, que achou um tubo ao lado das pedras para virar o placar e se garantir na terceira fase.

Foto ASP Kirstin

Miguel Pupo surpreendeu o sul-africano Jordy Smith na última onda. Foto ASP Kirstin

Os brasileiros voltaram ao outside no oitavo confronto. Em batalha muito equilibrada, o paulista Miguel Pupo atacou de backside as direitas de Snapper para conseguir sair do terceiro lugar para a liderança na última onda (6.43 e 5.57 contra 6.33 e 5.63 de Jordy Smith e 6.00 e 5.60 de Pat Gudauskas).

No duelo seguinte, o cearense Heitor Alves mostrou que os goofys estão ligados. Com 6.43 e 7.93, ele deu o troco no australiano Matt Wilkinson, responsável por sua eliminação do evento em 2011. O catarinense Alejo Muniz, que recupera-se de forte contusão no tornozelo sofrida durante a temporada havaiana, ficou em terceiro lugar.

Na última participação verde-amarela na primeira fase, o potiguar Jadson André se deu mal contra o taitiano Michel Bourez, que arrancou um 9.67 e superou o francês Jeremy Flores, então líder do confronto. Medina, Alejo e Jadson ainda têm uma segunda chance nas baterias de repescagem.

QUIKSILVER PRO GOLD COAST
Resultados do Round 1:

H1: Adriano De Souza (BRA) 13.83, Taylor Knox (EUA) 10.66, Kieren Perrow (AUS) 7.70
H2: Owen Wright (AUS) 12.37, Bede Durbidge (AUS) 12.34, Kai Otton (AUS) 10.37
H3: Raoni Monteiro (BRA) 11.63, Yadin Nicol (AUS) 10.37, Gabriel Medina (BRA) 9.60
H4: Fredrick Patacchia (HAV) 15.43, Taj Burrow (AUS) 11.43, Brett Simpson (USA) 11.27
H5: Adam Melling (AUS) 15.70, Joel Parkinson (AUS) 15.43, Dane Reynolds (EUA) 14.90
H6: Kelly Slater (EUA) 18.80, Garrett Parkes (AUS) 12.73, Kolohe Andino (EUA) 10.60
H7: Adrian Buchan (AUS) 11.83, Julian Wilson (AUS) 11.83, Travis Logie (AFS) 8.67
H8: Miguel Pupo (BRA) 12.00, Jordy Smith (AFS) 11.96, Patrick Gudauskas (EUA) 11.60
H9: Heitor Alves (BRA) 14.36, Matt Wilkinson (AUS) 14.17, Alejo Muniz (BRA) 10.87
H10: Michel Bourez (TAI) 12.77, Jeremy Flores (FRA) 11.67, Jadson Andre (BRA) 8.00
H11: Mick Fanning (AUS) 15.26, Josh Kerr (AUS) 13.67, CJ Hobgood (EUA) 11.84
H12: John J. Florence (HAV) 19.60, Damien Hobgood (EUA) 16.50, Tiago Pires (POR) 12.50

Baterias de repescagem – Round 2
H1: Joel Parkinson (AUS) x Garrett Parkes (AUS)
H2: Taj Burrow (AUS) x Dane Reynolds (EUA)
H3: Gabriel Medina (BRA) x Yadin Nicol (AUS)
H4: Julian Wilson (AUS) x Kai Otton (AUS)
H5: Jordy Smith (AFS) x Taylor Knox (EUA)
H6: Alejo Muniz (BRA) x Travis Logie (AFS)
H7: Josh Kerr (AUS) x Patrick Gudauskas (EUA)
H8: Damien Hobgood (EUA) x Matt Wilkinson (AUS)
H9: Jeremy Flores (FRA) x Jadson Andre (BRA)
H10: Kieren Perrow (AUS) x CJ Hobgood (EUA)
H11: Bede Durbidge (AUS) x Tiago Pires (POR)
H12: Brett Simpson (EUA) x Kolohe Andino (EUA)

Adriano de Souza inaugura temporada 2012 do ASP World Tour na Austrália

24 de fevereiro de 2012 0


Foto ASP Cestari

Enquanto todo mundo fala em Medina, Mineirinho vai pelas beiradas. Foto ASP Cestari


Melhor brasileiro na corrida pelo título de 2011, o paulista Adriano de Souza pode inaugurar neste sábado, dia 25, a abertura da temporada do ASP World Tour, o circuito mundial de surfe profissional, nas ondas de Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália. O paulista vai enfrentar o australiano Kieren Perrow e o veterano Taylor Knox na primeira bateria do Quiksilver Pro, evento que com prazo para começar neste sábado (noite de sexta-feira no horário de Brasília) e terminar até o dia 7 de março.

Outros seis brasileiros disputam a primeira etapa do circuito mundial que distribui US$ 425 mil em premiação. O paulista Gabriel Medina e carioca Raoni Monteiro está escalados na terceira bateria que tem ainda o australiano Yadin Nicol, recuperado de uma fratura no tornozelo sofrida em agosto de 2011.


Foto ASP Robertson

Alejo conquistou um quinto lugar em "Snapps" no ano passado. Foto ASP/Robertson


O paulista Miguel Pupo é o próximo a entrar na água para encarar o sul-africano Jordy Smith e o norte-americano Pat Gudauskas na oitava bateria. Em seguida, o catarinense Alejo Muniz e o cearense Heitor Alves repetem a dobradinha brasuca na primeira fase, com o australiano Matt Wilkinson. O potiguar Jadson André é o último brasileiro a fazer a estreia, contra o taitiano Michel Bourez e o francês Jeremy Flores na 10ª bateria.

O único desfalque da elite do surfe profissional é o havaiano Dusty Payne, que foi substituído pelo primeiro alternate, o compatriota Fred Pattachia. O australiano Garret Parkes ganhou a último vaga ao vencer as triagens finalizadas em ondas de dois a três pés na sexta-feira. O catarinense Yan Daberkow e o paulista Jessé Mendes também buscavam a vaga, mas fora eliminados na segunda fase da competição classificatória.


Foto ASP Kirstin

Jadson terminou 2011 em baixa, mas tem gás e talento para subir novamente. Foto ASP Kirstin



Mais informações e transmissão ao vivo da competição com o início das disputas do Roxi Pro, o evento feminino, no site oficial do evento.


Quiksilver Pro – 1º Round

H1 – Adriano De Souza BRA x Kieren Perrow AUS x Taylor Knox EUA
H2 – Owen Wright AUS x Bede Durbidge AUS x Kai Otton AUS
H3 – Gabriel Medina BRA x Raoni Monteiro BRA x Yadin Nicol AUS
H4 – Taj Burrow AUS x Brett Simpson EUA x Fred Patacchia HAV
H5 – Joel Parkinson AUS x Adam Melling AUS x Dane Reynolds EUA
H6 – Kelly Slater EUA x Kolohe Andino EUA x Garrett Parkes AUS
H7 – Julian Wilson AUS x Adrian Buchan AUS x Travis Logie AFS
H8 – Jordy Smith AFS x Miguel Pupo BRA x Pat Gudauskas EUA
H9 – Alejo Muniz BRA x Heitor Alves BRA x Matt Wilkinson AUS
H10 – Michel Bourez TAI x Jeremy Flores FRA x Jadson Andre BRA
H11 – Josh Kerr AUS x Mick Fanning AUS x CJ Hobgood EUA
H12 – Damien Hobgood EUA x John John Florence HAV x Tiago Pires POR