Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

John John Florence é o novo rei do Billabong Rio Pro

16 de maio de 2012 0
Foto ASP Kirstin

John John foi carregado por compatriotas como Frederick Pattachia. Foto ASP Kirstin

O havaiano John John Florence, 19 anos, é o novo campeão do Billabong Rio Pro no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, na final, ele venceu o australiano Joel Parkinson, 31 anos, logo nas primeiras ondas surfadas no Postinho da Barra da Tijuca e ficou com o prêmio de 100 mil dólares, além dos 10 mil pontos.

Esta foi a primeira vitória no ASP World Tour de John John que saltou da 10ª para a quinta posição no ranking da corrida pelo título da temporada 2012. A etapa brasileira provocou grandes mudanças no ranking e Joel Parkinson, apesar do vice-campeonato, assumiu a liderança com 19.700 pontos. Mick Fanning e Josh Kerr, derrotados nas semifinais, estão em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Adriano de Souza caiu para a quarta posição com o quinto lugar no Rio, enquanto Kelly Slater, ausente da etapa, agora é o oitavo colocado na corrida pelo título da temporada.

- Nossa, nem acredito que venci e nem sei o que dizer. Este é o meu primeiro ano no Tour e já conseguir uma vitória foi demais. Estou muito feliz, eu amo o Brasil e quero agradecer a todos por ter vindo à praia assistir ao campeonato. Essa semana foi muito boa pra mim. Não comecei bem no Arpoador, mas aqui nessas ondas do Postinho pude surfar forte e pegar bons tubos. Estou muito feliz – declarou o havaiano.

Foto ASP Kirstin

John John usou os aéreos para despechar três australianos no dia decisivo. Foto ASP Kirstin

A CAMPANHA

Nesta quarta-feira, John John Florence despachou três australianos. A primeira vítima foi o talentoso Julian Wilson, 23 anos. Nas semifinais, ele registrou a maior pontuação do último dia – 17,94 – para derrotar o voador Josh Kerr, 28, algoz de Mineirinho nas quartas de final. Na grande final, John John largou na frente com uma nota  9,10 após executar um aéreo rodando de backside em uma esquerda perfeita do Postinho.

Na terceira onda que surfou, John John passeou por dentro do tubo e completou a onda com uma batida para receber nota 7,27. Joel ainda tentou uma reação quando faltavam 12 minutos para o término da bateria e conseguiu achar um tubo que valeu nota 8,27. Mas foi o único high score de Parko que perdeu por 16,37 a 11,44 para o havaiano.

Foto ASP Kirstin

Joel tentou voltou para a briga com esse tubo, mas faltou uma segunda onda. Foto ASP Kirstin

Mesmo assim, Joel ficou feliz com o resultado porque já havia assumido a liderança do ranking no confronto direto com o também australiano Mick Fanning nas semifinais.

- É sempre bom ser o número um, é uma boa sensação, mas ainda é muito cedo e temos muitas etapas pela frente para pensar em título” – disse Joel Parkinson.

BRASIL NAS QUARTAS DE FINAL

Para os brasileiros, o Billabong Rio Pro terminou nas quartas de final que abriram a quarta-feira no Postinho da Barra. O catarinense Alejo Muniz não teve qualquer chance contra um inspirado Mick Fanning. Foi o melhor resultado de Alejo na temporada que ocupa agora a 19ª colocação no ranking e é o quarto melhor brasileiro na lista, atrás de Mineirinho, Heitor Alves e Miguel Pupo.

Foto ASP Kirstin

Mineirinho foi derrotado no final da sua bateria. Foto ASP Kirstin

E um aéreo perfeito do australiano Josh Kerr, que valeu nota 9,43, acabou com a possibilidade do bicampeonato de Adriano de Souza no Rio de Janeiro.

- Estou feliz assim mesmo. Não era o que eu esperava, pois queria muito ir à final e quem sabe ganhar de novo aqui no Brasil. Mas, o Josh (Kerr) é um grande surfista e eu sabia que ele tinha os aéreos como uma carta na manga. Ele acabou acertando um e conseguindo uma nota muito alta. Eu dei o meu máximo, mas infelizmente não completei o meu aéreo ali no fim da bateria. Espero que o Brasil tenha visto o meu esforço pra chegar na final, mas dessa vez não deu – declarou Mineirinho, resignado.

A próxima etapa da competição será realizada nas Ilhas Fiji entre os dias 3 a 15 de junho.

Foto ASP Kirstin

O campeão levanta o troféu. Foto ASP Kirstin

Resultados do último dia do BIillabong Rio Pro 16,37 x 11,44 pontos:
Campeão: John John Florence (HAV) 16,37 (com notas 9,10 e 7,27) – US$ 100 mil e 10.000 pontos
Vice-campeão: Joel Parkinson (AUS) 11,44 (com notas 8,27 e 3,17) – US$ 40 mil e 8.000 pontos

Semifinais (2º=3ºlugar=US$ 20 mil e 6.500 pontos):

1ª: Joel Parkinson (AUS) 15.83 x 15.00 Mick Fanning (AUS)
2ª: John John Florence (HAV) 17.94 x 11.86 Josh Kerr (AUS)

Quartas de final (2º=5ºlugar – US$ 15 mil e 5.200 pontos):

1ª: Joel Parkinson (AUS) 13.90 x 12.60 Tiago Pires (POR)
2ª: Mick Fanning (AUS) 16.57 x 5.90 Alejo Muniz (BRA)
3ª: John John Florence (HAV) 14.94 x 9.43 Julian Wilson (AUS)
4ª: Josh Kerr (AUS) 17.10 x 14.27 Adriano de Souza (BRA)

TOP-22 DO ASP WORLD TITLE RACE 2012 – 3 etapas:

1º: Joel Parkinson (AUS) – 19.700 pontos
2º: Mick Fanning (AUS) – 18.250
3º: Josh Kerr (AUS) – 18.200
4º: Adriano de Souza (BRA) – 17.200
5º: Taj Burrow (AUS) – 15.750
5º: John John Florence (HAV) – 15.750
7º: Jordy Smith (AFR) – 15.700
8º: Kelly Slater (EUA) – 13.700
9º: Jeremy Flores (FRA) – 12.250
10º: Owen Wright (AUS) – 12.150
11º: Julian Wilson (AUS) – 9.700
12º: Michel Bourez (TAH) – 8.500
13º: Adrian Buchan (AUS) – 7.450
13º: Tiago Pires (PRT) – 7.450
15º: Heitor Alves (BRA) – 6.250
15º: Brett Simpson (EUA) – 6.250
15º: C. J. Hobgood (EUA) – 6.250
15º: Miguel Pupo (BRA) – 6.250
19º: Alejo Muniz (BRA) – 6.200
19º: Kai Otton (AUS) – 6.200
21º: Travis Logie (AFR) – 5.250
21º: Bede Durbidge (AUS) – 5.250
Outros brasileiros:
23º: Raoni Monteiro (BRA) – 4.000 pontos
29º: Gabriel Medina (BRA) – 2.750
29º: Jadson André (BRA) – 2.750
36º: Willian Cardoso (BRA) – 500

Com informações de João Carvalho, assessoria de imprensa da ASP

Envie seu Comentário