Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2012

Campeões em ação no Oakley Pro em São Francisco do Sul

31 de maio de 2012 0
Foto Daniel Smorigo

Jean da Silva entrou na briga para entrar na elite com o 9º em Saquarema. Foto Daniel Smorigo

Os dois últimos campeões brasileiros, Jean da Silva e Tomas Hermes, o o campeão mundial júnior da ISA, Matheus Navarro, são as principais atrações da segunda etapa do Oakley Pro, o circuito catarinense profissional, que rola neste fim de semana, a partir de sexta-feira, na Prainha, em São Francisco do Sul. Em jogo, 1.500 pontos no ranking Fecasurf, e 1.500 pontos no Abrasp Tour, o circuito brasileiro formado por eventos regionais ao longo da temporada.

Dedicado ao circuito mundial, Tomas “defende” pela primeira vez a condição de campeão do Brasil numa etapa válida pelo circuito brasileiro. O atleta de Barra Velha ocupa a 55ª posição no ranking unificado da ASP e vem de um 25º lugar na etapa Prime de Saquarema, após participar como convidado na etapa brasileira do WCT.

Campeão brasileiro de 2010, Jean da Silva se deu bem no Prime de Saquarema com um 9º lugar. O resultado garantiu ao atleta de Joinville a 29ª colocação no ranking unificado, condição que lhe asseguraria uma vaga na elite se a temporada fosse encerrada agora. Já Matheus Navarro vai para sua primeira competição após a vitória no Mundial da International Surfing Association (ISA) no Panamá.

Foto Basilio Ruy

Gui defende a liderança do ranking Fecasurf. Foto Basilio Ruy

Além do trio catarinense, o Oakley Pro promete um show de surfe na briga pela liderança do ranking catarinense liderado por Guilherme Ferreira, vencedor da etapa de abertura de 2012, na Joaquina, e da etapa de encerramento da temporada 2011, na Praia da Vila. A competição também será um encontro da antiga e nova geração do surfe brasileiro. De um lado veteranos como Fabio Silva, Renato Wanderley, Victor Ribas e Rodrigo Dornelles. De outro, talentos como Lucas Silveira, Cauê Wood, Gustavo Ramos e Yan Daberkow.

Apostas abertas para chegada da Volvo Ocean Race em Lisboa

31 de maio de 2012 0
Foto Yann Riou/Volvo Ocean Race

O Groupama, de Frank Cammas, ameaça a vitória do Abu Dhabi. Foto Yann Riou/Volvo Ocean Race

A sétima perna da Volvo Ocean Race está chegando ao fim, mas faltando menos de 200 milhas para a flotilha aportar em Lisboa, as apostas continuam abertas. Na última noite, os barcos atravessaram um sistema de alta pressão que chegou a paralisar o avanço da flotilha que acabou reagrupada em um raio de apenas 25 milhas náuticas (46 quilômetros). Na manhã desta quinta-feira, o ritmo voltou a subir, os barcos passaram a velejar com média de velocidade de 19 nós, ocasionando mudanças parciais na classificação.

A frota está dividida em dois grupos: Abu Dhabi, Puma e Sanya pelo norte; Groupama, Camper e Telefónica pelo Sul. A distância lateral entre o barco mais ao norte (Sanya) e o situado mais ao Sul(Telefónica) é de 87 milhas. No último relatório, a vantagem do Abu Dhabi sobre o Groupama era de 19,9 milhas, com uma seperação lateral de 50 milhas, uma distância que pode ser determinante no sprint final, já que direção do vento favorece o grupo mais ao Sul, que dispõe de um ângulo mais favorável.

Foto Nick Dana/Volvo Ocean Race

Abu Dhabi está sendo caçado pelo Groupama. Foto Nick Dana/Volvo Ocean Race

Mas é preciso aguardar para saber se essa vantagem é suficiente para o veleiro de Frank Cammas ameaçar a posição ocupada pelo barco de Ian Walker. Assim como aconteceu em Itajaí, a chegada em Lisboa também promete ser bem demorada devido a corrente e às condições de contravento que os barcos encontrarão nas últimas milhas. A Vila da Regata foi aberta ao público e está preparada para receber os tripulantes às 23h desta quinta-feira (18h no horário de Brasília).

Acompanhe a posição real dos barcos no link do tracker .

Classificação – Etapa 7 – Dia 12 (31 de maio, 12:00h):

1º Abu Dhabi, a 175,9 milhas de Lisboa*
2º Groupama, +19,9
3º Puma, +32,7
4º Camper +52,4
5º Sanya, +56,0
6º Tefónica, +60,6
(* 1 Nm, milha náutica = 1,852 km)

Com informações de Assessoria de Imprensa Oficial da Volvo Ocean Race

Barra Velha sedia etapa do Catarinense de bodyboard

30 de maio de 2012 0


Foto Divulgação/Fecab

Foto Divulgação/Fecab


Nota do blogueiro: COMPETIÇÃO FOI CANCELADA!

A Praia do Tabuleiro, em Barra Velha, será palco da terceira etapa do Catarinense Profissional, neste fim de semana, dias 2 e 3 de junho. No masculino, a competição tem a presença confirmada do atual campeão brasileiro Eder Luciano, além de Luis Villar, Sanderson Trevisan, Ronaldo Figueiredo e o vencedor da etapa do ano passado, Daniel Gustavo.

Além da participação dos profissionais, a etapa conta ainda com disputas na categoria amador, com a presença de atletas do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. A competição tem ainda as categorias Profissional feminino, Open Feminino, Sub 16 masculino e Master masculino. Ainda há vagas em algumas categorias. Informações e inscrições pelo email jarbassoares@hotmail.com ou pelo telefone (48) 9103-8065 após as 18h.

A terceira etapa do Catarinense Pro e segunda etapa do Circuito Catarinense amador de Bodyboarding é uma realização da ASCN – Associação de Surfe Costão dos Naufragados e Federação Catarinense de Bodyboarding (Fecab). A prefeitura de Barra Velha, BySurf, Genesis, CiaWax, MOV e Hot Cordy patrocinam e apoiam o evento. Mais informações sobre o evento no www.fecab.com.br ou na página do Facebook da Fecab, que alerta os atletas sobre o cronograma de baterias, horários e quaisquer alterações.

Com informações de Moacir Veiga kienast – assessoria de imprensa FECAB

Convites definidos para o Itacoatiara Pro

30 de maio de 2012 0
Foto Tony D'Andrea

Dudu Pedra é mais um local de Itacoatiara no evento. Foto Tony D'Andrea

Os bodyboarders Dudu Pedra e José Otávio receberam os convites (wildcards) para o Itacoatiara Pro – quarta etapa do IBA Tour, o circuito mundial de bodyboard. A etapa tem prazo para começar no próximo dia 7 de junho e janela de espera até o dia 17. Dudu recebeu o convite por ser um dos atletas mais respeitados e que melhor conhecem a onda de Itacoatiara.

- Fico muito feliz com essa oportunidade. Eu me considero um dos caras que mais ficou dentro d´água em Itacoatiara. Meu avô fundou Itacoatiara, meu pai ajudou na administração do local. Digo que meu avô regou, meu pai plantou e eu estou colhendo. É uma satisfação enorme – brinca Dudu.

José Otávio é outro conhecedor nato das bombas de Itacoatiara. O atleta é apontado por muitos como um grande candidato ao título e respeitado por todos os atletas do IBA World Tour. Com os convites, Dudu Pedra e José Otávio entram direto no evento principal, sem precisar passar pelas triagens.

-  É um sonho para mim poder competir em Itacoatiara. Quando as coisas começaram a dar certo para mim como atleta eu sempre sonhei com isso, mas nunca achei que fosse acontecer o mundial aqui. A ficha ainda não caiu, ainda penso como será, ver a praia lotada, com boas ondas. É um evento inédito e representar Itacoatiara é a maior responsabilidade. Estou voltando aos meus 15 anos – completou, eufórico, Dudu Pedra.

Além das duas vagas no evento principal, a organização do Itacoatiara Pro 2012 tem mais duas vagas para as fases avançadas da triagem. Um dos atletas convidados é o local Guilherme Correa. A segunda vaga da triagem será decidida por votação na internet.  Dois expoentes da nova geração de Itacoatiara, João Zik e Kalani Lattanzi, estão nesta disputa.

Kalani já é campeão latino-americano e Zik foi apontado como uma das grandes revelações do Tour Mundial. A votação será aberta ainda nessa semana na Fan Page do evento no Facebook. Para participar, curta a página do evento no Facebook www.facebook.com/ItacoatiaraPro e vote. Para mais informações acesse www.itacoatiarapro.com .

Com informações de Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa Itacoatiara Pro

Camper desvia de baleia no Atlântico Norte

30 de maio de 2012 0

Quarto colocado durante a sétima perna, o veleiro Camper foi surpreendido por uma baleia na rota escolhida para chegar a Lisboa o mais rápido possível. A tripulação teve que manobrar para evitar um choque que poderia dafinicar a quilha ou o casco do barco. Os veleiros já estão a menos de 500 milhas de Lisboa e a chegada está prevista para a noite desta quinta-feira, dia 31 de maio.

O Abu Dhabi ainda lidera, com uma diferença de apenas 16 milhas sobre o Groupama, que escolheu a rota mais ao Sul da flotilha. O Puma é o terceiro e o Telefônica, o quinto. O Sanya segue em último. Os barcos devem ter a velocidade reduzida nas próximas horas pois entrarão numa área afetada por um sistema de alta pressão e nada está definido.

Abu Dhabi segue líder após velejar 500 milhas em 24 horas

29 de maio de 2012 0
Foto Nick Dana/Volvo Ocean Race

Wade Morgan, do Abu Dhabi, enfrenta a água no convés. Foto Nick Dana/Volvo Ocean Race

Após superar a barreira dos 1.000 quilômetros de distância do porto de Lisboa, a flotilha da Volvo Ocean Race negociou na manhã desta terça-feira a passagem pelo Arquipélago dos Açores. Distante 200 quilômetros a estibordo, o Abu Dhabi é o veleiro mais ao norte e ao leste do pelotão. Líder da sétima perna, o Abu Dhabi é o único veleiro que superou a marca dos 500 quilômetros percorridos nas últimas 24 horas.

Com o bom desempenho, o líder conseguiu manter o Puma distante 30 milhas nas últimas noves horas. O Camper é o quarto, 2,4  quilômetros atrás do Groupama, e a frente da Telefónica, que registrou pela manhã uma velocidade media de 25 nós. O Sanya segue em último lugar. O sprint para o leste continua e vai pelo menos até esta quarta-feira, quando o combustível (vento) se esgota na aproximação final para a Península Ibérica, onde é aguardado um anticiclone que dará as cartas.

Foto Andres Soriano/Volvo Ocean Race

Tripulantes do Sanya tiveram uma onda pela frente. Foto Andres Soriano/Volvo Ocean Race

Por enquanto, o ritmo é frenético, graças a um vento do noroeste de 22-27 nós com rajadas até 37 nós, confirme o último relatório.  As últimas estimativas indicam que a flotilha poderá chegar a Lisboa na próxima quinta-feira, à tarde, 31 de maio.

Classificação – Sétima perna – Dia 10 (29 de maio, 12h):
1º Abu Dhabi a 885.3 quilômetros Lisboa *
2º Puma, a 31,5 Nm
3º Groupama, a 48,6 Nm
4º Camper, a 56,2 Nm
5º Telefonica, a 58,6 Nm
6º Sanya, a 67,6 Nm
(* 1 Nm, milha náutica = 1,852 km)

Bruno Fontes encara Copa do Mundo de Vela na raia olímpica

29 de maio de 2012 0
Foto Pedro Felizardo/CBVM

Fontes terá tempo para se adaptar a raia de Weymouth. Foto Pedro Felizardo/CBVM

O velejador Bruno Fontes (Eletrosul/Unimed/AGE do Brasil/Fundesporte) viaja nesta quarta-feira, dia 30 de junho, para a Inglaterra. Entre os dias 4 e 9 de junho, Bruno participa do Skandia Sail For Gold Regatta, etapa da Copa do Mundo de Vela, na cidade de Weymouth, local da disputa da Olimpíada de Londres 2012.

- Este evento é muito importante. Vejo como uma oportunidade de treinamento, além de ser um evento no qual enfrentarei os adversários da Olimpíada. A flotilha será grande e isso é muito bom. Vou dar ênfase mais uma vez na largada. Além de tudo, é sempre bom conhecer o local da prova dos Jogos de Londres. Quanto mais informação da raia, melhor – declarou Bruno, que defende o segundo lugar no ranking da Copa do Mundo de Vela que contabiliza resultados de sete eventos.

Após as disputas do Mundial de Vela, realizada na Alemanha no começo do mês, Bruno intensificou sua preparação física e também dentro da água, com o treinador Bruni Di Bernardi. O evento de Weymouth será a última competição do velejador de Florianópolis antes da Olimpíada. O campeonato será realizado no mesmo formato dos Jogos Olimpícos, com a Medal Race, onde apenas os 10 melhores colocados na classificação geral participam da regata final, que vale medalha.

- Minha meta para este evento é o pódio, mas é importante também estar entre os 10 primeiros para pegar a Medal Race. Óbvio que sempre vamos com objetivo de brigar por medalhas – completou Bruno.

O velejador Bruno Fontes tem os patrocínios da Eletrosul, Unimed, AGE do Brasil e Fundesporte. O atleta ainda tem apoio do Comitê Olímpico Brasileiro e da Confederação Brasileira de Vela e Motor. Para mais informações sobre Bruno Fontes acesse o site do atleta www.brunofontes.com

Ranking olímpico da ISAF -2 de maio

1º Slingsby, Tom AUS  4669 pontos
2ºFontes, Bruno BRA  4654 pts
3ºAlsogaray, Julio ARG 4623 pts
4º Stipanović, Tonci CRO 4493 pts
5º Thompson, Nick GBR 4405 pts
6º Maloney, Andy NZL 4362 pts
7º Vujasinović, Milan CRO 4305 pts
8º Geritzer, Andreas AUT 4287 pts
9º Murdoch, Andrew NZL 4232 pts
10º Kontides, Pavlos CYP 4217 pts

Ranking da Copa do Mundo após 5 eventos:

1º Charlie Buckingham EUA      58 pontos
2º Tom Burton AUS                     51
3º Tom Slingsby AUS                  44
4º Paul Goodison GBR                39
5º Rutger Van S. NED                 36
6º Andy Maloney NZL                 34
7º Nick Thompson GBR              33
8º Bruno Fontes BRA                   30
9º Roelof Bouwmeester NED    29
10º Philipp Buhl GER                  27

Com informações da SixComm – Assessoria de Imprensa Bruno Fontes.

Família Grael confirma participação na Mitsubishi Sailing Cup

29 de maio de 2012 0
Foto Gianne Carvalho/Divulgação

Marco e Torben, filho e pai, estarão juntos no Mitsubishi/Energisa. Foto Gianne Carvalho/Mitsubishi

O Mitsubishi/Energisa contará com um trio de peso na disputa da Mitsubishi Sailing Cup, competição de vela oceânica que tem sua primeira parada marcada para acontecer entre os dias 21 e 24 de junho, em Ilhabrela, litoral paulista. No comando estará Torben Grael, o maior medalhista olímpico da vela mundial, vencedor da Regata Volta ao Mundo e do prêmio ISAF de Velejador do Ano de 2009. No Leme, Lars Grael, um campeão Mundial de Snipe, octacampeão Sul-americano de Tornado e duas vezes medalha de bronze nas Olimpíadas. Na vela grande, Marco Grael, campeão Sul-americano e tricampeão brasileiro de 49er.

- Eu e o Torben voltamos este ano a velejar juntos e vencemos o Mini-Circuito Rio de Vela Oceânica. Agora, teremos um desafio pela frente na Mitsubishi Sailing Cup com o Mitsubishi/Energisa. Desta vez, o meu sobrinho Marco estará conosco, ávido para obter reconhecimento de como é bom velejador. Será uma grande emoção velejar na Mitsubishi Sailing Cup – afirma Lars Grael, detentor das medalhas de bronze das Olimpíadas de Seul (1988) e Atlanta (1996).

Foto Gianne Carvalho/Mitsubishi

Lars estará no leme do Mitsubishi/Energisa. Foto Gianne Carvalho/Mitsubishi

Juntos, Torben e Lars conquistaram diversos títulos na vela, com destaque para o bicampeonato brasileiro e para o campeonato mundial da classe Snipe. Agora, ao lado de Marco, a dupla quer brigar de igual para igual com barcos brasileiros, argentinos, chilenos e espanhol.

- As regatas de altíssimo nível e a grande participação de barcos na Mitsubishi Cup, incluindo veleiros internacionais, têm importância fundamental na história da vela oceânica brasileira. A competição dá oportunidade a novos tripulantes de se confrontarem com velejadores de todos os continentes e contribui para o fortalecimento do esporte nacional – exalta Torben.

Estratégia

Em sua terceira temporada, a Mitsubishi Sailing Cup colocará frente a frente, mais uma vez, alguns dos melhores velejadores do mundo. Nos veleiros S40, por exemplo, destaque para a tripulação espanhola do Iberdrola, campeã da MedCup 2011. Na classe que é considerada a Fórmula 1 da vela, Lars acredita que as equipes que conseguirem traçar as melhores estratégias irão destacar-se nas regatas.

- O crescimento da classe Soto 40, apoiada pela Mitsubishi Sailing Cup, mostra a altíssima competitividade das classes monotipos. A briga pelas primeiras colocações será intensa e triunfará quem tiver maior consistência e equilíbrio – afirma o pentacampeão Sul-americano de Tornado.

Para acompanhar de perto a Mitsubishi Sailing Cup e saber todas as novidades das regatas, acesse o Twitter (www.twitter.com/mitsailingcup) e também o Facebook (www.facebook.com/nacao4x4).

Calendário 2012

1ª Etapa – 21 e 24 de Junho, em Ilhabela (SP)
2ª Etapa – 9 a 12 de Agosto, em Búzios (RJ)

Martine Grael comanda veleiro na Mitsubishi Sailing Cup

29 de maio de 2012 0


Foto Gianne Carvalho

Martine Grael vai comandar pela primeira vez um S40. Foto Gianne Carvalho


A Mitsubishi Sailing Cup ganhará ainda mais charme em sua terceira temporada. Pela primeira vez, a competição contará com um veleiro com tripulação 100% feminina, comandado por Martine Grael, filha de Torben Grael. Ela fará sua estreia à frente de um barco de grande porte, o S40 Pajero/Gol.

- Será um desafio comandar o veleiro, já que eu nunca liderei uma embarcação grande. Mas acho que não vai ser um bicho de sete cabeças e que é extremamente possível fazermos uma regata competitiva com os homens, mesmo eles tendo muito mais experiência e mais força física do que as meninas – afirma a velejadora.

Torben vê a iniciação do veleiro Pajero/Gol só com mulheres como um ponto positivo para a Mitsubishi Sailing Cup:

- Acho que será uma experiência nova e enriquecedora para todas elas. Para o evento, trás ainda mais brilho, deixando de ser um nicho só dos homens. É algo extremamente saudável – exalta.

Tripulação de peso

Além de Martine, todas as velejadoras da tripulação feminina irão somar grandes experiências ao veleiro Pajero/Gol. Dezenas de títulos nacionais e internacionais integram a lista das velejadoras, com destaque para Isabel Swan, 29 anos, parceira de Martina na classe 470. Isabel entrou para a história ao garantir a medalha de bronze da classe 470 nos Jogos Olímpicos de Pequim, ao lado de Fernanda Oliveira.
– Acredito que será um campeonato muito bom, com um nível alto de velejadores. Vejo que a tarefa é difícil para a gente, porque os homens já conhecem bem o barco e tem sintonia nas manobras e regulagens. Mas se velejarmos bem, vamos incomodar e podemos ter bons resultados. Com certeza, será um desafio para a equipe feminina – explica a trimmer do veleiro.
As inscrições para a primeira etapa da Mitsubishi Sailing Cup, entre os dias 21 e 24 de junho, em Ilhabela (SP), já estão abertas no site www.mitsubishisailingcup.com.br.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Mitsubishi Sailing Cup

Alejo Muniz surfando em Mar del Plata

28 de maio de 2012 0

O top do ASP World Tour, Alejo Muniz, deu a dica ao publicar em sua página no facebook um vídeo postado no You Tube com a edição de sessões de surfe realizadas em Mar del Plata, balneário argentino, onde nasceu. Foram as primeiras quedas do local de Bombinhas após a recuperação de uma contusão complicada – rompeu os ligamentos do joelho – sofrida durante uma partida de tênis no Havaí.

O vídeo mostra alguns picos locais como La Perla, La Paloma, Playa Grande (Biologia) e Santa Clara del Mar que lembram muito as ondas no litoral do Rio Grande do Sul – na temperatura e na cor também. Alejo já está a caminho das Ilhas Fiji, palco da quarta etapa do ASP World Tour, que tem prazo para começar no domingo, dia 3 de junho.