Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Todos contra o Groupama a partir de sábado na Volvo Ocean Race

29 de junho de 2012 0

Frank Cammas comanda o veleiro líder. Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

A cidade francesa de Lorient será palco neste sábado da penúltima regata in-port da Volvo Ocean Race 2011-2012. A previsão indica 16-24 nós de vento para a rota entre bóias distribuídas por seis pontos a partir da 13h (horário de Alicante). No domingo, a flotilha vai partir em direção a Galway (Irlanda), em busca dos 30 pontos da nona perna da competição que podem ser decidivos para a definição do título da edição 2011/2012. O Groupama tem a liderança provisória com uma margem de 23 pontos sobre o PUMA e 29 sobre o Camper e o Telefónica. Calculadora na mão, o pódio continua completamente aberto.

De acordo com Gonzalo Infante, diretor de meteorologia da Volvo Ocean Race, os barcos vão encontrar condições verdadeiramente oceânicas que podem ocasionar surpresas. A flotilha partirá de Lorient com ventos de 20 a 25 nós para alcançar a Fastnet (Sul da Irlanda), onde poderão chegar entre as 13h e as 16h da próxima segunda-feira. A partir desse ponto, um vento de 25 a 30 nós se combina com grandes ondas para aumentar a tensão e emoção na etapa final de Galway. A chegada pode ocorrer entre 23h de segunda-feira e início de terça-feira.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Iker Martinez, capitão do Telefone Equipe:
“Como sempre, não sei se iniciar ou começar contra o vento de popa, o que obviamente muda muito a corrida, mas vai depender da direção do vento e esperamos complicações como sempre. Claro que a saída vai ser super importante e temos que lutar para fazer melhor do que os outros e ganhar, isso é tudo o que sabemos.”

Chris Nicholson padrão CAMPER com a Emirates Team New Zealand:

“Nesta fase da corrida, com tanta coisa acontecendo, e cada equipe muito cansada, acho que você tem que se concentrar em fazer o melhor. Isso pode fazer com que você se destaque de seus rivais. “

Franck Cammas, o Groupama padrão Sailing Team:
“Esta é uma corrida importante. Quanto mais nos aproximamos do fim da competição, cada ponto fica mais importante. Esta é a primeira das três provas que faltam para o fim, temos três saídas, e temos treinado para fazer bem. Infelizmente, eu não tenho vantagem por navegar em Lorient. “

Ken Read, skipper do Puma Ocean Racing alimentado por BERG:
“Precisamos tirar pontos em relação ao Groupama, isso é certo. Não acho que vamos ter muitos amigos na pista de corrida, especialmente considerando que três equipes estão propensos a brigar com eles.”

Ian Walker, comandante de Abu Dhabi Ocean Racing:
“Este é o nosso forte, então eu espero que nós possamos fazer direito.”

Mike Sanderson, skipper do Team Sanya:

“Temos de estar muito conscientes, porque a última coisa que queremos é tornar a vida difícil com uma colisão. Por um lado, temos de ser responsáveis, mas também temos de ser corajosos. “

Com informações da Assessoria de Imprensa da Volvo Ocean Race

Envie seu Comentário