Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de novembro 2012

Regatas rápidas abrem finais da Copa Suzuki Jimny 2012 em Ilhabela

30 de novembro de 2012 0

TNT Loyal tenta o título na C30 da Copa Suzuki Jimny. Foto Aline Bassi/Balaio

Os campeões da Copa Suzuki Jimny 2012 serão conhecidos neste fim de semana (1º e 2 de dezembro) e as condições para as primeiras regatas deste sábado são ideais para a maioria dos velejadores de oceano: ventos com velocidade superior a 14 nós, na direção leste, e 25 graus de temperatura em Ilhabela.

O campeonato, apontado como um dos mais fortes da América Latina, terá regatas rápidas neste sábado a partir das 12h30min, provavelmente na Ponta das Canas, no Norte de Ilhabela. Estão previstas duas provas no formato barla-sota (entre boias) para as classes C30, ORC e RGS (A,B,C e Cruiser). A HPE poderá fazer três regatas. Para domingo, a meteorologia prevê ventos mais fracos, na direção Norte.

Após três etapas durante o ano e metade da fase decisiva, disputada no final de semana passado, a tendência é que a competição no litoral norte paulista seja mais uma vez equilibrada. Os números indicam que a C30 tem a situação mais imprevisível. O TNT Loyal (Marcelo Massa) tem apenas dois pontos de diferença para o Barracuda (Humberto Diniz) e, mesmo como favoritismo, os líderes da temporada na categoria prometem usar a experiência da tripulação para levantar a taça. Nomes como André ´Bochecha´Fonseca e Gustavo Thiesen fazem parte da equipe.

- Vamos velejar com tranquilidade e buscando sempre ganhar as regatas e não nos preocuparemos em marcar o adversário. Vamos continuar velejando do mesmo jeito, sem inventar – lembra o comandante Marcelo Massa, um dos maiores defensores da C30 no Brasil.

SER Glass quer o título na HPE. Foto Cuca Sodre


Outras classes mantém o equilíbrio

A Copa Suzuki tem outras classes equilibradas. Na HPE, o Ginga (Breno Chvaicer) é o favorito para o tri, mas o SER Glass Eternity (Marcelo Bellotti) tentará retomar a ponta nas regatas. Doze pontos separam as duas equipes após 25 provas disputadas ao longo do ano.

Na ORC, o Touché (Ernesto Bredo)se despedirá oficialmente das regatas no Brasil. A sua última apresentação nacional antes do Mundial da categoria será apenas para confirmar o título da Copa Suzuki Jimny, já que o time não pode mais ser alcançado pelo Orson/Mapfre (Carlos Eduardo Souza e Silva).

Entre os RGS, os campeões serão conhecidos em Ilhabela também neste fim de semana. Na A, o Fram (Felipe Aidar) está praticamente com a mão na taça, mas os adversários como Jazz (Valéria Ravanni) estarão na raia para adiar a conquista. Na B, o Nomad (Mauro Dottori) está confortável na liderança.

Na C, Ariel (Luis Pimenta) e Rainha Mix Saúde (Leonardo Pacheco) fazem um tira-teima nas águas de Ilhabela para definir o campeão. Um ponto separa as equipes. Na Cruiser, Hélio II – Hospital Sírio Libanês já é o virtual vencedor da temporada 2012 com desempenho quase perfeito: venceu 14 das 17 regatas do calendário.

Fram é o favorito na RGS. Foto Aline Bassi/Balaio


Confraternização

Como de costume, a última etapa da Copa Suzuki Jimny encerra em grande estilo o calendário de eventos top da vela oceânica da América Latina. Todos que correram durante o ano estão convidados para a confraternização no Yacht Club de Ilhabela. O final da tarde do sábado tem uma programação cheia : além da tradicional canoa de cerveja, haverá a premiação do fita azul e dos vencedores de cada classe da Regata Volta a Ilhabela e uma banda para garantir a animação da galera.

No domingo, está prevista a premiação da quarta etapa e dos campeões gerais da Copa Suzuki Jimny 2012. Informações e resultados completos da Copa Suzuki Jimny estão disponíveis no site www.yci.com.br

Com informações de Flávio Perez – Mtb.: 45562

Abrasp confirma realização do Brasil Surf Master na Praia de Itamambuca entre 14 e 16 de dezembro

30 de novembro de 2012 0

Ricardinho Toledo estará surfando em casa. Foto Nilton Santos/Supersurf

A Associação Brasileira de Surf Profissional promove entre os dias 14 e 16 de dezembro uma grande oportunidade para rever os surfistas que fizeram a história do Circuito Brasileiro de Surf Profissional. Apresentado pela Skol Praia, o Brasil Surf Master vai ser realizado na Praia de Itamabuca, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, o na Praia de Itamambuca, e definirá os campeões Masters de 2012 da entidade nas categorias Master e Grand Master.

Entre os primeiros a confirmarem suas presenças estão os bicampeões brasileiros Jojó de Olivença, Tinguinha Lima e o local Ricardo Toledo. Outro já garantido é o potiguar Joca Junior, único surfista da história a conquistar o título amador (1989), profissional (1996) e master (2005). O Brasil Surf Master estará dividido em duas categorias: a Master, para quem já fez 40 anos de idade (nascidos em 1971) ou mais; e a Grand Master, para os que completaram 45 anos (nascidos em 1966).

Tinguinha Lima fez história do surfe nacional. Foto Nilton Santos/Supersurf

O evento também vai promover a categoria Kahuna, para os que passaram dos 50 anos (nascidos em 1961) e vivenciaram a transformação do lazer de pegar ondas para o esporte, nas décadas de 70 e 80 no Brasil. As inscrições podem ser feitas até o dia 6 de dezembro e o número limite de participantes é de 64 surfistas para a categoria Master, 48 para a Grand Master e 32 para a Kahuna.

UBATUBA NA HISTÓRIA

A profissionalização do esporte começou na década de 70 na Austrália e só em 1986 foi fundada a Abrasp, que teve apoio total das marcas de surfwear e realizou os primeiros circuitos brasileiros a partir de 1987. Até então, existiam dois grandes festivais que indicavam os melhores do país, o de Saquarema no Rio de Janeiro e o Festival de Surf de Ubatuba. A batalha principal na época era travada entre paulistas e cariocas, mas novos campeonatos passaram a acontecer em outros estados e Santa Catarina logo ganhou destaque com os eventos que lotavam a Praia da Joaquina, em Florianópolis, que culminou com a fundação da Abrasp na Ilha de Santa Catarina.

Jojó de Olivença foi um exemplo dentro e fora dágua. Foto Nilton Santos/Supersurf

O primeiro circuito brasileiro foi projetado para ter cinco etapas patrocinadas pelas marcas de surfe e o primeiro campeão foi o paulista Paulo Matos, ou Paulinho do Tombo, do Guarujá. Em 1988, o número um no ranking foi o baiano Jojó de Olivença. Em 1989 foi a vez do carioca Pedro Muller, que foi sucedido em 1990 por Tinguinha Lima, e Ricardo Toledo, em 1991. Estes surfistas dominaram o ranking nos primeiros anos e todos já garantiram presença no Brasil Surf Master. Surfistas que projetaram o país no cenário internacional também devem comparecer, como os pioneiros Fábio Gouveia, Teco Padaratz e Piu Pereira, além de Victor Ribas, Renan Rocha, entre outros. Com 38 anos de idade ainda, a grande ausência é Peterson Rosa, único tricampeão da história da Abrasp.

INSCRIÇÕES

As instruções para as inscrições podem ser acessadas na capa da página www.abrasp.com.br e o prazo vai até o dia 6 de dezembro. Os valores são de R$ 145 para as categorias Master e Grand Master e de R$ 120 para a Kahuna. Na Master e na Grand Master, que são profissionais, a premiação é de R$ 20 mil para cada uma. E na Kahuna, a vitória vale uma passagem aérea para a Costa Rica, além de pranchas para os outros três finalistas. Mais informações pelo telefone (0xx21) 2235-1039 ou abraspsurfpro@hotmail.com .

Pedro Muller, o Águia, confirmou presença. Foto Nilton Santos/Supersurf

O Brasil Surf Master é um evento viabilizado através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, apresentado pela Skol Praia, com patrocínio da Oakley e apoio do Aquário de Ubatuba, L23 e Nivana Turismo, contando com apoio de mídia da ESPN Brasil, Revista Fluir e Waves. O evento decide os títulos brasileiros da categoria Master da Associação Brasileira de Surf Profissional, em uma realização conjunta com a Federação Paulista de Surf, Associação Ubatuba de Surf e Prefeitura Municipal de Ubatuba.

RANKING HISTÓRICO DA ABRASP DOS 25 ANOS DO CIRCUITO BRASILEIRO – 1987 a 2011:
1º: Peterson Rosa (PR) – 11.354 pontos em 22 participações – 1989 a 2011
2º: Jojó de Olivença (BA) – 11.199 pontos em 21 anos – 1987 a 2007
3º: Pedro Muller (RJ) – 10.546 em 22 rankings – 1987 a 2008
4º: Wagner Pupo (SP) – 10.399 em 21 temporadas – 1988 a 2008
5º: Fábio Gouveia (PB) – 9.202 em 21 circuitos – 1988 a 2008
6º: Odirlei Coutinho (SP) – 8.331 em 16 anos – 1996 a 2011
7º: Tinguinha Lima (SP) – 8.281 em 16 anos – 1987 a 2003
8º: Joca Junior (RN) – 8.094 em 19 temporadas – 1988 a 2007
9º: Ricardo Toledo (SP) – 7.772 em 16 anos – 1987 a 2003
10º: Victor Ribas (RJ) – 7.329 em 21 circuitos – 1988 a 2011

Com informações de João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ABRASP e do Brasil Surf Master

Eder Luciano busca vaga na final do ISA Bodyboarding World Championship 2012

30 de novembro de 2012 0

Eder foi o grande destaque nesta sexta-feira na Venezuela. Foto ISA/Sterling Dimate

O catarinense Eder Luciano foi o grande nome da delegacão brasileira nessa sexta-feira (30), penúltimo dia do ISA Bodyboarding World Championship, disputado em Isla Margarita, Venezuela. Em ondas de 2-3 pés (1,0 metro), o atleta de Itapema venceu sua bateria e agora está na final da repescagem, que garante duas vagas para a disputa do título da competição.

Com uma sólida performance no primeiro duelo do dia, o catarinense não deu chances aos adversários, passando em primeiro com 13,53 pontos. Agora, o catarinense encara Martin Mouradian (FRA), Eneyr Moncada (VEN) e Sergio Alonso (VEN) por duas vagas na final principal, que já conta com Sergio Luiz (BRA) e Yoan Florentin (FRA).

Aloha Cup:

Além de Eder Luciano, o Brasil fez bonito na Aloha Cup, competição por equipes em revezamento, e ficou com a terceira posição, atrás apenas de Venezuela (ouro) e França (prata). O cobre (quarto lugar), foi para a África do Sul.

Neste sábado serão definidos os vencedores individuais, além do grande campeão geral da segunda edição do ISA Bodyboarding World Championhsip. Além de Eder e Sergio Luiz, o Brasil tem garantido nas finais as atletas Isabela Sousa (Open Feminino) e Kirtys Montenegro (Sub-18 Feminino). Para mais informações acesse o site www.isawbc.com .

Confira as baterias dos brasileiros nesse sábado:
Open Masculino – Final:
H1 – Yoan Florentin (FRA) x Sergio Luiz (BRA) x mais dois atletas que virão da final da repescagem

Open Masculino – Repescagem – Final
H1 – Eder Luciano (BRA) x Maryin Mouradian (FRA) x Sergio Alonso (VEN) x Eneyer Moncada (VEN)

Open Feminino – Final:
H1 –Isabela Sousa (BRA) x Yuleiner Gonzalez (VEN) x Sari Ohara (JAP) x Pamela Bowren (AFS)

Sub-18 Feminino – Final:
H1 – Kirtys Montenegro (BRA) x Maika Echeverria (FRA) x Angelica Romero (VEN) x Shiori Okazawa (JAP)

Com informações de Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa IBA South America – danilo@gruposix.com.br

Adriano de Souza é do Corinthians

30 de novembro de 2012 0

Além da camisa, o distintivo está na prancha. Foto Divulgação

Depois do catarinense Alejo Muniz vestir um long com o distintivo do Santos e fazer uso de toda a estrutura do clube para recuperação de uma lesão, agora é a vez de Adriano de Souza, o Mineirinho, anunciar que irá competir representando um clube de futebol, o Corinthians.

O clube paulista divulgou nesta sexta-feira, no seu site oficial, a contratação do surfista. O atleta de 25 anos já realiza treinamentos nas dependências do Parque São Jorge, e com o apoio de preparadores físicos do Timão, fará treinos específicos na Academia Anderson Silva/Corinthians e nas piscinas do clube. Atualmente na quinta colocação, o surfista é o brasileiro mais bem colocado no ranking mundial.

- É uma honra vestir a camisa do Corinthians, principalmente defender essa bandeira dentro do mar a partir de agora. Eu sempre busquei me alinhar aos grandes nomes e a marca Corinthians é uma das maiores do país. Além disso, eu sou corinthiano e vai ser uma honra tremenda defender e colocar no mundo afora o nome Corinthians para todos os meus fãs e todas as pessoas que seguem o esporte – disse Mineirinho.

- Para o Corinthians, ter mais um atleta campeão é uma conquista. O surf, além de uma modalidade esportiva, é também um estilo de vida. A parceria com o Mineirinho ajudará a levar o nome do Clube ao mundo todo – comentou o diretor de Esportes Aquáticos, Oldano Gonçalves de Carvalho.

Mineirinho já vai levar a bandeira coorintiana para o Billabong Pipe Masters, última etapa da temporada que acontece entre os dias 8 e 20 de dezembro, no Havai.  A Espn/Estadão entrevistou Adriano de Souza e colocou um vídeo na rede. Confira!



Crioula Sailing Team se prepara para o Mundial de S40 no Chile

30 de novembro de 2012 0

Crioula Sailing Team é comandado por Samuel Albrecht. Foto Ricardo Pedebós/VDS

A vela gaúcha será representada pelo Crioula Sailing Team no Campeonato Mundial de S40 que acontece em janeiro, no Chile. A competição reúne barcos de uma das principais classes da vela de Oceano do mundo. O Crioula Sailing Team disputa o evento credenciado pela quarta colocação no Sul-americano e o vice-campeonato da Mitsubishi Sailing Cup neste ano.

A equipe treina em casa (Porto Alegre), no Veleiros do Sul, nesta sexta (30/11), sábado e domingo (1 e 2/12) e nos dias 15 e 16 de dezembro. No comando da equipe estará o tático do barco, o velejador Samuel Albrecht, vencedor do POA Match Cup. O Mundial de S40 será disputado entre 25 de janeiro e 03 de fevereiro de 2013 durante a Semana de Vela de Biobio. São esperadas 20 tripulações do Chile, Argentina, Brasil, Espanha, Itália e Inglaterra.

Com informações de Ane Meira – Assessoria de Imprensa do Veleiros do Sul

Taylor Jensen fatura o bicampeonato mundial de longboard da ASP na China

30 de novembro de 2012 0

Taylor Jensen venceu o evento na China. Foto ASP/Robertson

O norte-americano Taylor Jensen (EUA) venceu o Citic Pacific ShenZhou Península Pro e conquistou o bicampeonato mundial de Longboard da ASP na última quinta-feira, na China. Na final, Jense superou o havaiano Ned Snow (HAW) em ondas de um metro de altura em Riyuewan, na Ilha de Hainan.
Jensen, que passou mal no voo entre os Estados Unidos e a China e se recuperou ao longo do evento, mostrou o melhor de seu surf no último dia de competição, ao marcar 17,65 (de 20 possíveis) na final, contra apenas 9.75 de Snow.

Jenson conquistou o título do ano passado em um evento na Itália, com um segundo lugar na segunda etapa, já que havia sido o segundo lugar na primeira etapa. Este ano, porém, ele foi o vencedor da única etapa, que contou com a participação de 34 longboarders.

- Isso ainda não parece real. Esse título sempre foi um objetivo para solidificar o primeiro. Estou sem palavras – disse o campeão.

Festejando o título. Foto ASP/Robertson

CITIC PACIFIC SHENZHOU PENINSULA PRO
Final:
1 – Taylor Jensen (EUA) 17.65 a 9.75 Ned Snow (HAW)

Semifinais:
SF 1: Taylor Jensen (USA) 13.00 a 12.10 Nelson III Ahina (HAV)
SF 2: Ned Snow (HAW) 16.67 a 13.10 Kai Sallas (HAV)

Quartas de final:
QF 1: Nelson III Ahina (HAV) 13.50 a 7.90 Harley Ingleby (AUS)
QF 2: Taylor Jensen (EUA) 15.50 a 13.00 Cole Robbins (EUA)
QF 3: Kai Sallas (HAV) 14.60 a 11.25 Edouard Delpero (FRA)
QF 4: Ned Snow (HAV) 13.40 a 12.15 Tony Silvagni (EUA)

Lançamento do filme da Barca no Binho - Ondas Exóticas - tem festa no John Bull Pub

29 de novembro de 2012 0

Trailler Barca do Binho – Ondas Exoticas from F2 Produções / Productions on Vimeo.

Logo mais, a partir das 22h desta quinta-feira, o John Bull Pub, em Florianópolis (Avenida das Rendeiras, 1046) recebe a galera do surfe para o lançamento do filme Barca do Binho – Ondas Exóticas, que contará com show das bandas Big Bang (da Noruega!) e Beef Killers (a banda do Binho). É bom lembrar que as mulheres tem entrada free até a meia-noite.

Mas falando mais sobre o filme, Barco do Binho – Ondas Exóticas é mais um projeto do fressurfer Binho Nunes, surfista paulista radicado no Rio Tavares. Ele dirige a produção ao lado do videomaker Erick Nagata, com ondas de lugares exóticos como Marrocos, El Salvador, Chile e Costa Rica. Acima tem o trailer, recém colocado no ar pelo próprio Binho. Vale a pena conferir!

Balneário Camboriú vai definir os campeões catarinense e brasileiro de surfe da temporada 2012

29 de novembro de 2012 0

Yuri Gonçalves pode levar o título para Garopaba. Foto Basilio Ruy

A etapa final do Oakley Pro 2012, válido pelo Circuito Catarinense de Surfe Profissional, será realizada nos dias 7, 8 e 9 de dezembro, em Balneário Camboriú, litoral norte do Estado. O evento vai definir os campeões catarinense e brasileiro de surfe profissional da temporada 2012. Inicialmente, a etapa estava programada para se realizada em Florianópolis, na Praia do Campeche, mas acabou transferida.

As competições serão realizadas na praia que receber a melhor direção de swell. Se a ondulação estiver na direção leste, o pico escolhido será a Praia Central de Balneário Camboriú. Se a ondulação apontar do quadrante sul, há pelo menos três opções de locais para garantir o show de surf no encerramento do Oakley Pro 2012.

A briga pelos títulos está bem acirrada, principalmente no Catarinense Pro, onde a diferença de pontuação entre os primeiros colocados é bem pequena. Na liderança do ranking está o surfista de Garopaba, Yuri Gonçalves, que assumiu a ponta na etapa da Praia da Vila, ao deixar o surfista de Florianópolis Guilherme Ferreira na segunda colocação, 150 pontos atrás, seguido bem de pertinho pelo atleta de Balneário de Barra do Sul, Greg Cordeiro, na terceira colocação. Além deles, mais oito atletas ainda estão com chances matemáticas para levantar o caneco.

Messias Felix tenta o bicampeonato brasileiro. Foto Fabriciano Júnior

No Brasileiro, três surfistas estão na disputa pelo título brasileiro. O cearense Messias Felix, campeão em 2009, tem uma boa vantagem, mas precisa contar com a sorte, além de todo seu talento, para garantir o bicampeonato, pois o paulista Renato Galvão corre atrás do tri, e o carioca Leandro Bastos, do seu primeiro título. A etapa final do Oakley Pro 2012 oferece R$ 30 mil de premiação, além de 1.500 pontos para os rankings Fecasurf e Brasil Tour da Abrasp.

As inscrições seguem abertas até o dia 5 de dezembro (próxima quarta-feira) e os interessados devem enviar uma solicitação via e-mail à klauskaiser68@gmail.com.

O Oakley Pro 2012 é apresentado pela Vivo e tem o patrocínio do Matte Leão, o apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, Hotel Bhally, Surfers Paradise, a Divulgação do Site Waves e Jornal Drop, a Promoção da Rádio Atlântida FM, e a realização da Fecasurf, Associação de Surf de Balneário Camboriú.

RANKING DO OAKLEY PRO 2012 – após 3 etapas
1º Yuri Gonçalves (SC) – 2.370 pontos
2º Guilherme Ferreira (SC) – 2.220
3º Greg Cordeiro (SC) – 2.205
4º Neco Padaratz (SC) – 1.995
5º Marcio Farney (CE)- 1.853
6º Alon Campestrini (SC) – 1.770
7º João Paulo Abreu (SC) – 1.611
8º Marthen Pagliarini (SC) – 1.575
9º Alex Lima (SC) – 1.575
10º Diego Rosa (SC) – 1.560
11º Marco Giorgi (SC) – 1.558

RANKING BRASIL TOUR ABRASP 2012
1º – Messias Felix (CE) – 6.363 pontos
2º – Renato Galvão (SP) – 5.825
3º – Leandro Bastos (RJ) – 5.798
4º – Bruno Galini (BA) – 5.145
5º – Gustavo Fernandes (RJ) – 5.135
6º – Caetano Vargas (PR) – 4.890
7º – Alan Jhones (RN) – 4.881
8º – Guilherme Ferreira (SC) – 4.855

Com informações de Norton Evaldt – Assessoria e Comunicação Fecasurf

Confederação de Bodyboarding anuncia os campeões brasileiros da temporada 2012

29 de novembro de 2012 0

Neymara ganhou mais um título nacional para a coleção. Foto Fabriciano Junior

A Confederação Brasileira de Bodyboarding acaba de confirmar os campeões brasileiros do ano de 2012. Com duas etapas realizadas no ano de 2012 a entidade aguardava a confirmação de uma terceira etapa, que não se concretizou, e desta forma apontou os campeões brasileiros de 2012. A capixaba Neymara Carvalho levou entre as meninas, enquanto o capixaba Léo Costa e o baiano Israel Salas dividiram o título entre os homens

- Ano eleitoral tem sempre dois lados ou é muito bom ou muito ruim no nosso caso não foi favorável, pois os eventos que estávamos tentando realizar não foram concretizados em virtude das eleições estaduais. Para 2013 já temos uma excelente perspectiva com pelo menos quatro eventos nacionais – disse Edmar Rezende presidente da Cbrasb.

Apesar do empate na categoria masculina, os dois campeões tem motivos diferentes para festejar. Leonardo Costa somou para sua coleção o terceiro título nacional:

- 2012 foi o ano mais difícil da minha carreira. Passei por três lesões, mas graças a Deus consegui manter o foco e trazer mais um título brasileiro profissional para o Espírito Santo. O Estado vem apoiando muito os atletas e o que mais me motivou pra essa temporada foi o incentivo do bolsa atleta que o governo deu aos atletas. Dedico esse tricampeonato ao meu avô, que faleceu no início do ano passado, aos meus treinadores, patrocinadores e minha família – declarou.

Revelação da modalidade, Israel agradeceu aos seus apoiadores:

- Esse titulo é a um sonho que se concretizou. Estou muito feliz com o título nacional, pois foi um ano muito complicado, cheio de incertezas por falta de um patrocínio principal, mas graças a Deus tudo foi se encaixando. Gostaria de agradecer a Deus, minha Família, e aos meus patrocinadores Air Bodyboards, Trammer, Evo Fins e Lojas Balãozinho – falou Israel.

De forma extra oficial, a Cbrasb pretende levar o circuito de 2013 para Rio de Janeiro (Capital), Ceará, Salvador, Santa Catarina, São Paulo e São João da Barra(RJ). Como tem acontecido nos últimos quatro anos, a premiação mínima do circuito será ajustada e passará a ser de R$ 40 mil por evento.

Os campeões brasileiros de 2012:
Profissional Feminino: Neymara Carvalho (ES)
Profissional Masculino: Leonardo Costa -(ES) e Israel Salas (BA)
Open Masculino: Erik de Freitas (CE)
Sub 16: Bruno Cajado (ES)

Com informações de Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa CBRASB – danilo@gruposix.com.br

Torben Grael comanda o Team Brasil na final da Extreme Sailing Series no Rio de Janeiro

29 de novembro de 2012 0

Torben terá a companhia no filho Marco e do irmão Lars para se divertir no Rio. Foto Divulgação

Em apenas uma semana os catamarãs Extreme 40 desembarcarão com seus tripulantes de peso no Rio de Janeiro para as batalhas finais de 2012 da Extreme Sailing Series. O evento acontece de 6 a 9 de dezembro e o “Team Brasil”, que fará parte da disputa como a equipe convidada do país sede do evento, terá um dos maiores velejadores do mundo como comandante: Torben Grael.

Dono de cinco medalhas Olímpicas (duas de ouro), Torben se encaixa na liderança de um time formado para homenagear medalhistas olímpicos brasileiros e futuras estrelas do esporte. Ele será acompanhado por seu filho, Marco, que iniciou ciclo olímpico para representar o país na Rio-2016 na classe 49er. O técnico dessa equipe, e tripulante reserva, será o irmão Lars Grael, dono de duas medalhas olímpicas.

- Para mim, é um grande prazer velejar essas máquinas da Extreme Sailing em casa. A oportunidade de ter o meu irmão Lars, um amante dos multicascos, como técnico, e meu filho Marco como proeiro é muito legal também. Nós sabemos o quão difícil é competir na Extreme Sailing Series. Nós queremos apenas nos divertir na Baía de Guanabara e representar nossa cidade e país na frente do público – declarou Torben.

O clã Grael será reforçado por outros iatistas de extrema importância. O português Diogo Cayolla se junta ao time com suas campanhas olímpicas e de America´s Cup na bagagem. Ele será fundamental para o “Team Brasil” por já ter participado de outras edições do Extreme Sailing Series.

- Depois da extraordinária visita em julho passado da Extreme Sailing Series às águas do Rio Douro na minha cidade natal do Porto (Portugal), e tendo sido uma espécie de “embaixador” do evento no meu país, é com grande satisfação que desta vez entrarei em ação em pleno campo de regatas, numa cidade muito especial para mim, onde tenho grandes amigos – declara Diogo.

Além dele, o especialista em catamarãs, Alex Welter, engrandece a tripulação com sua medalha de ouro olímpica na classe Tornado. Para fechar a lista de astros do “Team Brasil”, André Mirsky acrescenta toda sua experiência olímpica na classe Star ao grupo. Para os outros oito times que farão parte da competição no Rio, quatro deles têm grandes chances de levantar o maior troféu da temporada 2012 – duas equipes de Omã, uma francesa e outra austríaca.

Nenhum deles quer voltar para casa de mãos abanando e, com os 15 pontos necessários para vencer o Act 8, tudo pode acontecer. Líder desde o Act 2 em Qingdao, na China, o time “The Wave, Muscat” é o que se encontra na posição mais confortável no ranking. A ação começa no dia 6 de dezembro nas águas abertas da Praia de Copacabana, antes de rumarem a arena montada para os três dias seguintes de disputas, na Praia do Flamengo. Os entusiastas do esporte poderão acompanhar o evento ao vivo pelo Sportv no domingo, dia 9 de dezembro, a partir das 15h.

Para mais informações, acesse site oficial www.extremesailingseries.com .

Ranking Extreme Sailing Series após Act 7 Nice – França
1º The Wave, Muscat – 61.5 pontos
2º Oman Air – 53 pontos
3º Groupe Edmond de Rothschild – 51 pontos
4º Red Bull Sailing Team – 48.5 pontos
5º GAC Pindar – 39.5 pontos
6º SAP Extreme Sailing Team – 33 pontos
7º Alinghi – 28 pontos

Com informações de In Press Media Guide
8º ZouLou – 23.5 pontos