Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gabriel Medina é vice-campeão da Vans World Cup of Surfing 2012 no Havaí

05 de dezembro de 2012 1

Medina ficou com o vice na sua primeira final no Havaí. Foto ASP/Kirstin

O paulista Gabriel Medina, 18 anos, brigou até o último minuto do Vans Word Cup of Surfing, última etapa status Prime e segunda jóia da Trípilice Coroa Havaiana, mas finalizou em segundo lugar na sua primeira final em um evento no Havaí. Na final, o brasileiro só foi superado pelo australiano Adam Melling, que se garantiu na elite com a vitória em Sunset Beach. O havaiano Sebastian Zietz, campeão do Reef Hawaiian Pro disputado na semana passada, ficou em terceiro e lidera a briga pelo título da Tríplice Coroa Havaiana. O top australiano Adrian Buchan completou o pódio.

O dia decisivo:

As ondas mantiveram o tamanho da segunda-feira, com seis a oito pés, e com apenas mais 48 horas para concluir o evento, a direção optou por finalizar o evento nesta terça-feira. Quatro brasileiros disputaram o último dia e com boas atuações todos avançaram para as quartas de final.
Com um frontside agressivo, o catarinense Alejo Muniz venceu a sua bateria, que tinha o veterano e profundo conhecedor das ondas de Sunset, enquanto Jessé e Ricardinho passaram em segundo lugar, eliminando Jonh John Florence e Kelly Slater, respectivamente, e Medina também avançou em segundo, atrás de Adam Melling na último bateria do Round dos 32.

Jesse Mendes surfou muito bem em Sunset Beach. Foto ASP/Cestari

Nas quartas, o destaque foi o aussie Adam Melling, com a maior pontuação do dia 18,44, na quarta bateria. Alejo Muniz passou na segunda posição, mas Ricardo dos Santos acabou eliminado. O surfista catarinense não estava 100%, pois havia machucado o dedo do pé nas pedras. Com um surfe de linha bonito, o paulista Jesse Mendes seguiu fazendo estragos, eliminando os tops Jeremy Flores e Kieren Perrow, e Gabriel Medina garantiu mais uma vitória brasileira na bateria que tirou o top sul-africano Jordy Smith do evento.

Semifinais

As séries ficaram mais cheias e os surfistas tiveram dificuldades de encontrar ondas muito manobráveis. Sebastian Zietz mostrou estar em uma fase iluminada e conseguiu nos minutos finais a onda da virada para vencer a bateria e disputar sua segunda final consecutiva. Jesse Mendes lutou, mas não conseguiu achar duas boas ondas para passar pelo top australiano Adrian Buchan. O paulista terminou a etapa na quinta colocação e mostrou estar completamente recuperado da série lesão no tornozelo sofrida na França.

Na segunda semi, Gabriel Medina atacou as primeiras ondas e garantiu a liderança da bateria até o final. Alejo Muniz chegou a estar na segunda colocação, mas também não conseguiu encaixar uma segunda onda com duas manobras fortes e terminou a competição na sétima posição com 3.200 pontos no ranking unificado. Adam Melling apostou nos tubos curtos de Sunset e ficou com a última vaga na final. O australiano precisava ser vice-campeão do evento para se requalificar pelo ranking unificado tirando a vaga no americano Patrick Gudauskas.

Final emocionante

Na decisão da segunda jóia da Tríplice Coroa, Gabriel Medina adotou a mesma estratégia, mas foi Sebastian Zietz que tirou mais um tubo da cartola logo no início e garantiu a melhor nota (7.67). Com duas ondas (6.83 e 4.23) Adam Melling tomou a liderança por pouco tempo, até o havaiano conseguir sua segunda onda, 6.03 (13.70). Precisando de 7.70 para alcançar a liderança, Medina conseguiu uma segunda boa onda a nove minutos do fim. O paulista colocou seu backside para funcionar em três batidões e pôs fogo na final. A onda valeu 7.50, Medina tirou a segunda colocação de Adam Melling e ficou precisando de 6.21 para virar sobre Zietz.

Adam Melling fez a maior pontuação nas quartas e depois levou o título . Foto ASP/Cestari

Mas a final ganhou novo capítulo nos minutos finais quando Adam Melling pegou sua última onda e levou 9.33 com uma série de pauladas de backside e voltou a liderar coma uma vantagem ainda maior. Em terceiro, Medina passou a precisar 8.26. A um minutos do fim, na sua última onda, ele descolou o melhor tubo da final, seguido de duas manobras, mas os juízes deram 8,17 e a vitória ficou com o australiano, que nem acreditava após a maratona de baterias em Sunset.

Vans World Cup of Surfing
Round dos 32 (3º=17º lugar, 1300Pts/4º=25º lugar, 1200Pts)
H1 – 1º Kieren PerrowAUS 13.57 2º Sebastien Zietz HAW 11.13 3º Glenn Hall IRL 6.40 4º Chris Ward EUA 5.70
H2 – 1º Jeremy Flores FRA 13.03 2º Jamie O’Brien HAV 10.54 3º Julian Wilson AUS 3.93 4º Travis Logie AFS 2.33
H3 – 1º Michel Bourez TAH 13.63 2º Lincoln Taylor AUS 13.16 3º Taylor Knox EUA 11.66 4º Jay Thompson AUS 11.37
H4 – 1º Adrian Buchan AUS 12.60 2º Jesse Mendes BRA 10.10 3º Kelly Slater EUA 9.60 4º Damien Hobgood EUA 5.94
H5 – 1º Perth Standlick AUS 17.232º Ricardo Dos Santos BRA 13.43 3º J.J.Florence HAV 11.44 4º Nat Young EUA 9.67
H6 – 1º Jordy Smith TAH 14.03 2º Brett Simpson EUA 11.17 3ºBilly Kemper HAV 8.94 4º CJ Hobgood EUA 6.50
H7 – 1º Alejo Muniz BRA 13.97 2º Nathan Yeomans EUA 12.76 3º Marc Lacomare FRA 9.43 4º Sunny Garcia HAV 8.20
H8 – 1º Adam MellingAUS 14.10 2º Gabriel Medina BRA 11.17 3º Kai Otton AUS 10.63 4º Tanner Gudauskas EUA 10.33

Quartas de final (3º=9º lugar, 2400Pts/4º=13 lugar, 2200Pts)
H1 – 1º Jesse Mendes BRA 13.44 2º Lincoln Taylor AUS 12.86 3º Kieren Perrow AUS 11.70 4º Jeremy Flores FRA 5.57
H2 – 1º Sebastien Zietz HAV 15.80 2º Adrian Buchan AUS 14.26 3º Jamie O’Brien HAV 13.86 4º Michel Bourez TAH 12.87
H3 – 1º Gabriel Medina BRA 15.54 2º Perth Standlick AUS 10.83 3º Jordy Smith AFS 10.33 4º Nathan Yeomans EUA 5.47
H4 – 1º Adam Melling AUS 18.40 2º Alejo Muniz BRA 15.94 3º Brett Simpson EUA 15.70 4º Ricardo dos Santos BRA 10.13

Semifinais (3º=5º lugar, 3400 pts/4º=7º lugar, 3200Pts)
H1 – 1º Sebastien Zietz HAV 13.00 2º Adrian Buchan AUS 12.03 3º Jesse Mendes BRA 10.67 4º Lincoln Taylor AUS 7.30
H2 – 1º Gabriel Medina BRA 13.00 2º Adam Melling AUS 10.34 3º Perth Standlick AUS 8.26 4º Alejo Muniz BRA 7.23

Final (1º=6.500 pts/2º=5.200pts/3º= 4.450 pts/ 4º= 4.000pts)
1º Adam Melling AUS 16.26
2º Gabriel Medina BRA 15.67
3º Sebastien Zietz HAV 13.70
4º Adrian Buchan AUS 12.26

Comentários (1)

  • jOÃO SCHULTZ diz: 5 de dezembro de 2012

    PASSARAM A MÃO NO medina DE NOVO… Q coisa… os brasileiros são sempre prejudicados pelos juízes, desde a época do Teco e do Fabio Gouveia… Mas tudo bem, o Medina ainda vai ser campeão do mundo…

Envie seu Comentário