Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Retrospectiva Mar Aberto - Março e Abril

27 de dezembro de 2012 0

Taj Burrow venceu Mineirinho na final. Foto Kirstin/ASP

MARÇO

Dia 4 - O australiano Taj Burrow largou na frente na corrida pelo título mundial da temporada 2012 do ASP World Tour. A final foi disputada contra o paulista Adriano de Souza que quase virou o resultado na última onda, já que precisava de 7,87 e recebeu nota 7,60. No Roxy Pro, o evento feminino, Stephanie Gilmore ganhou a decisão australiana com Laura Enever para colecionar o seu quarto troféu de campeã na Gold Coast.

Os integrantes da equipe brasileira para o Mundial da Juventude da ISAF na Irlanda foram definidos em Porto Alegre, após a realizadação da última regata da Copa Juventude, vencida pelo Yatch Clube Santo Amero (SP). Os vencedores foram Martin Manzoli Lowy e Kim Vidal de Andrade (SP), na Hobie Cat 16; Ricardo Paranhos e Patrick Essle (SP), na 420 masculino; Viviam de Alencastro Guimarães e Marcela Rocha Moura (RJ) na 420 feminino; Vladimir Estoup e Breno Alex Osthoff (RJ), na 23er; Yago Carvalho (RJ), na RS:X masculino; Wendy Soares (RJ), na RS:X feminino;João Pedro de Oliveira (RJ), na Laser Radial masculino e Maria Cristina Boabaid (SC), na Laser Radial feminino.

Dia 6 – Tiago Bianchini, campeão catarinense de surfe profissional em 2011, se machucou quando treinava na Praia de Naufragados, no Sul da Ilha. O atleta sofreu uma fratura do calcanhar e desfalcou a elite catarinense na abertura do circuito Oakley SC Pro, na Praia da Joaquina, em Floripa.

Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

Dia 10 – O Groupama venceu a quarta perna da Volvo Ocean Race 2011/2012 entre Sanya (China) e Auckland (Nova Zelândia). Os franceses completaram as 5.220 milhas náuticas (9.542 km) na madrugada do dia 10, em 19 dias 15 horas e 36 minutos, com uma vantagem de mais de 100 milhas sobre o segundo colocado, o Puma.

O argentino Julio Alsogaray garantiu o bicampeonato Sul-Americano da classe Laser ao vencer cinco das sete regatas da competição disputada na Argentina. O catarinense Bruno Fontes ficou com a segunda colocação, seguido do uruguaio Alejandro Foglia. Outro catarinense, Alex Veeren, finalizou em 13º lugar.

Dia 11 – O paulista Jessé Mendes e a sul-africana Bianca Buitendag foram os campeões do Chiko Pro Júnior, evento da seletiva australiana do Mundial Pro Júnior, disputado na Praia de Merewether, em Newcastle, Sul da Austrália. Foram quatro dias de disputas, com ondas de 1,5 metro.

Foto Aline Bassi/Balaio

Dia 17 – A Copa Suzuki Jimny de Vela – XII Circuito de Vela de Oceano foi aberta no Yacht Club de Ilhabela (SP). A competição reuniu os mais competitivos velejadores das classes ORC, BRA-RGS-A, B, C, CRUISER, C30, HPE25 e M24.5.

Dia 18 – A tripulação formada por Flávio Quevedo, Jonathan Câmara e André Renard, do barco Don’t Let Me Down, conquistou o título do Campeonato Brasileiro da classe Soling. A competição reuniu 12 barcos de Porto Alegre e um de Rio Grande, no Veleiros do Sul, em Porto Alegre. Na segunda colocação ficou o Diferencial, tripulado por Nelson Ilha, Manfredo Flöricke e Felipe Ilha.

Os surfistas do Ceará levaram o título da primeira etapa do Circuito Billalbong Brasileiro de Surfe Amador, disputado na Praia de Maracaípe, nos dias 16, 17 e 18 de março, em Pernambuco. No evento promovido pela Confederação Brasileira de Surf, a delegação catarinense ficou com a terceiro colocação, atrás da Paraíba.

O catarinense Guilherme Ferreira largou na frente na briga pelo título estadual de surfe profissional da temporada 2012. O surfista de Florianópolis foi o vencedor da final da primeira etapa do Oakley Pro, disputada na Praia da Joaquina.Na decisão, Gui bateu o experiente Rodrigo Dornelles (RS), a revelação da competição Icaro Rodrigues (SP) e Yuri Gonçalves, de Garopaba. Jorge Spanner, do Rio de Janeiro, assumiu a liderança no ranking brasileiro.

A festa de Willian Cardoso na Austrália. Foto Robertson/ASP

O catarinense Willian Cardoso foi o terceiro brasileiro a vencer o Burton Toyota Pro, etapa nível seis estrelas da ASP, sediada em Merewether Brach, em Newcastle. Depois de Neco Padaratz em 2006 e Adriano de Souza em 2008, Panda levou o título do tradicional evento australiano numa final 100% verde amarela, contra o paulista Filipe Toledo. O evento de 28 anos de tradição tem na sua galeria de campeões surfistas como Tom Curren (o primeiro), Mark Ochilluppo (2x) e Mick Fanning (3 x).

Os seis veleiros da flotilha da Volvo Ocean Race partiram de Auckland, na Nova Zelândia, para a maior aventura da edição 2011/2012. Foram 12.417 quilômetros (6705 milhas náuticas) pelos mares do Sul passando por pontos sensíveis e estratégicos da competição, como o Cabo Horn.

Dia 24 – Em uma final 100% havaiana, John John Florence conquistou o segundo evento Prime do ano, o Telstra Drug Aware Pro, em Margaret River, no Oeste da Austrália, em ondas de um metro e meio, em Surfers Point. Na final, com duas ondas acima dos 9 pontos, John John bateu Olamana Eleogram e ficou com o título de forma merecida. Surfando com muita força e exibindo técnica nos aéreos, o campeão havaiano foi o autor de cinco das 10 melhores ondas surfadas no evento.

Paradeda e Baby. Foto de Maria Muinã

Dia 25 – Os velejadores do Clube dos Jangadeiros, Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling, garantiram a medalha de bronze no 3º Open Nacional de Snipe, evento disputado entre os dias 23 a 25 de março, em Santiago de la Ribera, em Murcia, na Espanha. A competição reuniu 108 tripulações, de 16 países, e contou com a participação de quatro duplas brasileiras.

O barco espanhol Telefónica, que tem o brasileiro Joca Signorini, sentiu a força do Oceano Antártico, quando enfrentaram ventos de mais de 70km/h e foi atingido por duas ondas gigantes no caminho até o Cabo Horn.

Dia 29 – A comunidade no surfe mundial ficou de luto com a morte do australiano Michael Peterson, aos 60 anos de idade. Mais conhecido como MP, o surfista marcou época no início dos anos 70 e era conhecido pela habilidade de se entocar nos tubos das intermináveis ondas de Kirra, na Gold Coast.

Dia 30 – O Groupama foi a primeiro veleiro a contornar o Cabo Horn, ponto mais meridional da América do Sul, na Volvo Ocean Race. Enquanto isso, o time Abu Dhabi Ocean Racing seguia a uma distância de mais de 1.500 milhas náuticas (2778 km) após uma ousada parada em alto mar para consertar o casco do barco. O time Telefónica, do brasileiro Joca Signorini, seguia na terceira posição. O Groupama, líder da quinta perna, passou pelo importante marco marítimo Cabo Horn às 9h55min (horário de Brasília) com uma diferença de apenas 24 quilômetros sobre o Puma, segunda colocado até o momento na quinta etapa.

Dois brasileiros foram anunciados para concorrer ao Billabong XX Big Waves Awards temporada 2011, o “Oscar” das ondas gigantes, com premiação marcada o dia 4 de maio, na Califórnia. O catarinense Everaldo “Pato” Teixeira concorre ao Maior Tubo do ano e o baiano Danilo Couto concorre à Maior Onda na Remada.

ABRIL

Dia 2 - Após mais de 5.604 milhas náuticas velejadas (10.300 quilômetros), Puma e Groupama fizeram um duelo típico de match race na parte final da perna entre Auckland (Nova Zelândia) e Itajaí (Brasil) da Volvo Ocean Race. A diferença entre os barcos era de seis milhas, ou 11 quilômetros.

O australiano Mitch Rawlins foi o campeão da segunda etapa do IBA World Tour realizada em The Box, Margaret River, no Oeste da Austrália. Na decisão, o aussie bateu o sul-africano Mark McCarthy.

Mick Fanning entrando na briga pelo título de 2012. Foto ASP/Kirstin

Dia 6 - O australiano Mick Fanning, 30 anos, voltou a badalar o sino da vitória no Rip Curl Pro Bells Beach. O título valeu 10 mil pontos e o terceiro lugar no ranking do ASP World Tour 2012. Vice-campeão do evento, o norte-americano Kelly Slater ultrapassou Adriano de Souza e assumiu a liderança do ranking mundial

Com o 11º lugar no Troféu Princesa Sofia, a dupla do Clube dos Jangadeiros, formada por Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, garantiu classificação para Londres-2012, em Palma de Mallorca. A vaga era disputada com a dupla formada por Isabel Swan e Martine Grael, que ficaram em 16º lugar, com 20 pontos de desvantagem.

Dia 7 – Robert Scheidt e Bruno Prada garantiram mais um título na temporada 2012. A dupla brasileira da classe Star confirmou o favoritismo e venceu o Troféu Princesa Sofia Mapfre, válida pela Copa do Mundo ISAF, em Palma de Mallorca, na Espanha. Líderes do ranking mundial da Star, os velejadores só precisaram de um quarto lugar na Medal Race, para garantir o primeiro lugar.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Dia 10 – Após 23 dias e com o mastro quebrado, o Groupama finalmente chegou a Itajaí e se juntou ao Puma e ao Telefónica no complemento da quinta perna da Volvo Ocean Race edição 2011/2012. Assim como já havia dito o diretor técnico do Telefónica, Horácio Carabelli, o comandante do barco francês Frank Cammas classificou a quinta perna como “a mais difícil da história”.

Foto Yann Riou/Volvo Ocean Race

Dia 11 – Com ventos de 25 a 30 nós, o Camper contornou o Cabo Horn na madrugada do dia 11 e está próximo de cumprir sua missão mais difícil que é chegar ao Brasil.

Dia 14 – A tetracampeã mundial Stephanie Gilmore, 24 anos, conquistou sua segunda vitória em três finais consecutivas e abriu vantagem na corrida pelo titulo da temporada. Na decisão do TSB Bank NZ Surf Festival, ela derrotou a atual campeã mundial, a havaiana Carissa Moore, 19 anos, por 15,76 a 15,06. Carissa foi finalista nas três edições da etapa neozelandesa e assumiu a terceira posição no ranking, atrás da australiana Sally Fitzgibbons, 21 anos.

Foto ASP/Robertson

Dia 15 – O catarinense Eder Luciano, atual campeão brasileiro, levou a segunda etapa do circuito catarinense de bodyboard profissional, a Taça Santa Catarina, disputada na Praia do Estaleirinho, em Belneário Camboriú. Eder aproveitou as ondas de meio a um metro e formação regular para vencer a final neste domingo e assumir a liderança do ranking.

Dia 17 – O Camper completou a quinta perna da Volvo Ocean Race após um mês velejando pelos mares do sul. A chegada ocorreu 10 dias depois dos primeiros barcos – Puma e Telefónica – atracarem em Itajaí. A equipe com bandeiras da Espanha e na Nova Zelândia somou 15 pontos e reassumiu a quarta colocação na classificação geral, 28 pontos atrás do líder (Telefónica).

Dia 20 – O barco Camper foi o vencedor da regata Pro-Am, destinada aos patrocinadores e convidados. A regata festiva não vale pontos, mas pode ser considerada uma prévia da Regata do Porto

Dia 21 – O Groupama venceu a Regata do Porto DHL, em Itajaí, e diminuiu a vantagem para os espanhóis do Telefónica na tabela da Volvo Ocean Race: 149 contra 133. A vitória foi conquistada após um erro tático do Telefónica.

Foto ASP/Robertson

Duas surfistas da nova geração decidiram o título do Commonwealth Bank Beachley Classic, quarta etapa do ASP Women’s Tour, em Sydney, na Austrália. A norte-americana Courtney Conlogue, 19 anos, derrotou a estreante na divisão de elite este ano, Malia Manuel, 18, do Havaí, e faturou o maior prêmio da temporada feminina, 30 mil dólares. Com os 10 mil pontos recebidos pela vitória, ele também saltou do oitavo para o quarto lugar no ranking feminino liderado pela aussie Stephanie Gilmore.

Dia 22 - Itajaí encerrou, com chave de ouro, o maior evento de sua história. Depois de ser durante 19 dias a capital da vela mundial, com a Parada da Volvo Ocean Race, Itajaí contabiliza o sucesso do evento com números impressionantes e elogios de turistas e estrangeiros que estiveram na cidade. Além disso, a parada resgatou a tradição náutica da região e a cidade se envolveu com o evento. Os sensores eletrônicos da Vila da Regata contabilizaram 281.420 visitantes em 19 dias, quase o dobro das 150 mil pessoas previstas pelos organizadores. O Puma fez a melhor largada para a sexta perna da Volvo Ocean Race 2011/2012 e abriu vantagem na saída de Itajaí para Miami. Os norte-americanos estão na disputa pelo título, mas o Telefónica lidera a competição com 32 pontos de vantagem.

Foto Shawn Parkin/ISA

O catarinense Matheus Navarro se tornou campeão mundial júnior ao vencer o ISA World Júnior Surfing Championship 2012, disputado em Playa Venao, no Panamá. Na final da categoria sub-18, o surfista de Balneário Camboriú venceu o paulista Deivid Silva por apenas 0,10 (16,93 a 16,83), deixando o português Vasco Ribeiro em terceiro lugar e o australiano Joshua Hay em quarto lugar.

O potiguar Ítalo Ferreira é o novo campeão brasileiro Sub-20 da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp). O potiguar acertou aéreos incríveis para fazer os recordes do Oakley Pro Júnior finalizado na Praia do Campeche após dois dias de paralisação por falta de ondas. Com a atuação, Ítalo impediu o inédito bicampeonato do capixaba Krystian Kymerson que ficou com o segundo lugar.

A cearense Isabela Sousa venceu o Port MacQuarie Festival, segunda etapa Grand Slam do Circuito Mundial Feminino, o IBA Tour 2012. Com a vitória, a segunda na temporada, a campeã mundial de 2010 deu um grande passo grande rumo ao bi.

Dia 23 – Marcelo Giardi, o Marreco, foi o campeão da etapa de abertura do Circuito Paulista de Wake 2012, que aconteceu dias 22 e 23 de abril, no Broa Golf Resort, na Represa do Lobo (SP).

Dia 24 - A paraíbana Diana Cristina ganhou o convite para disputar o Billabong Rio Pro, que acontece entre os dias 9 a 13 de maio (evento feminino), no Rio de Janeiro, e irá se juntar a catarinense Jacqueline Silva.

Foto: Daniel Primo - CBVM.

Dia 26 – As velejadoras do Clube dos Jangadeiros Fernanda Oliveira e Ana Barbachan são o grande destaque do Brasil na Semana Olímpica Francesa, disputada em Hyères, na França. A competição é válida como quarta etapa da Copa do Mundo de Vela da Federação Internacional de Vela (Isaf).

Dia 28 – O catarinense Tomas Hermes, campeão brasileiro 2011, recebeu o convite para disputar o Billabong Rio Pro, etapa do ASP World Tour que acontece entre os dias 9 e 20 de maio, no Rio de Janeiro.

Dia 29 – O surfista de Balneário Camboriú, André Moí, estudante da Univali, foi o grande campeão na categoria Open Universitário na segunda etapa do Circuito Mundo Univeristário, em Barra do Sul. O catarinense está na vice-liderança do ranking (1.676 pontos), atrás do potiguar André Fagundes (1.710), segundo colocado na etapa.

Envie seu Comentário