Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de dezembro 2012

Alerta falso em Peahi para o Red Bull Jaws

30 de dezembro de 2012 0

Danilo Couto em Jaws. Foto Fred Pompermayer

Os organizadores do Jaws Red Bull Paddle, no Havaí, anunciaram que não vão realizar o evento durante a previsão de swell dezembro 30/31, principalmente devido ao horário de chegada durante a noite de pico swell.

- Estamos acompanhando a chegada do sweel, mas o verdadeiro problema é o tempo – disse o diretor da competição, o big surfer Mike Parsons.

- Haverá algumas ondas muito grandes noite de domingo e início de segunda-feira, mas não temos confiança de 90% que o dia vai oferecer as necessárias sete horas de ótimas 30-50 pés de face alturas de onda que estamos procurando para fazer deste um grande evento. O inverno está apenas começando e por todas as contas, parece que janeiro vai ser um grande mês para as ondas – concluiu.

O brasileiro Carlos Burle até postou no Twitter uma foto sua, a bordo de um helicoptero que sobrevoou a região de Peahi. Segundo o pernambucano, as ondas ainda estão pequenas para Jaws.

O Jaws Red Bull Paddle tem um período de espera de 7 de dezembro de 2012 a até 15 de março de 2013. As condições ideais para o evento a ser chamado de “on” são alturas de onda de face de entre 30 e 50 pés, a partir de uma direção do swell NNW, com pouco ou nenhum vento. Quando o evento for executado, ele contará com 21 surfistas.

Retrospectiva Mar Aberto - Julho - Agosto

29 de dezembro de 2012 0

Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

JULHO

Dia 2 - Cumpridas as primeiras 24 horas da nona perna da Volvo Ocean Race 2011-2012, quatro veleiros já passaram o ponto de controle da Fastnet Rock, na ponta sul da Irlanda. O Puma foi a primeiro a passar pelo farol legendário, seguido pelo Telefonica, Camper e Groupama. No relatório, às 13h, o barco de Ken Read leva vantagem de 0,3km sobre o Telefónica de Iker Martinez, que supera o Camper e Groupama por apenas 900 metros.

Dia 3 – O Groupama, liderado por Franck Cammas, é o grande campeão da edição 2011/2012 da Volvo Ocean Race, a regata de volta ao mundo. Nesta terça-feira, o barco francês cruzou a linha de chegada em Galway, na Irlanda, na segunda colocação – garantia o título até com um quarto lugar – e pode comemorar a vitória da maior regata oceânica do mundo. Com 250 pontos, o Groupama não pode ser mais alcançado com a pontuação da regata do porto de Galway, programada para sábado e que encerra os nove meses de competição. A vitória na nona perna ficou com o Camper, conduzido por Chris Nicholson, que assim subiu para a segunda colocação provisória. O Puma foi o terceiro, e o Telefónica, em quarto.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Dia 5 -A Volvo Ocean Race 2011-12 chega ao fim neste sábado, dia 7 de julho, em Galway. A regata “Discover Irland” oferece os últimos seis pontos desta edição para decidir o campeão da Série In-Port e vai significar a saída do veleiro Volvo Open 70 série, que será substituído por uma nova classe de barcos a competir a partir de 2014. Antes, a flotilha vai reunir hoje para o treino oficial e a corrida Pro-Am de sexta-feira.

O surfista Gabriel Medina é a estrela mais nova da IMX Talent, braço da IMX responsável por gerenciar a imagem e carreira de grandes nomes do cenário esportivo nacional como Maurren Maggi, Torben Grael, Lars Grael, Carlos Alberto Kirmayr e Martine Grael.

- Estou amarradão em fazer parte do elenco da IMX. A empresa tem uma estrutura global incrível, esta parceria será muito importante para que eu possa ter tranquilidade e focar somente nos meus campeonatos e treinamentos – diz Gabriel.

Dia 7 – A Volvo Ocean Race 2011-2012 foi concluída neste sábado, dia 7 de julho, em Galway, na Irlanda, com a realização da regata Discover Ireland In-Port-Race, vencida pelo Puma. O Camper e o Telefónica completaram o pódio nesta regata final. A vitória final da Volvo Ocean Race 2011-2012 ficou com os franceses do Groupama, seguido pelo Camper. O Telefónica, do brasileiro Joca Signorini, terminou em quarto lugar. A próxima edição da Volvo Ocean Race terá início a partir de Alicante, no outono de 2014.

Dia 9 – Nascido na Austrália, o surfista irlandês Glenn Hall, 30 anos, garantiu a maior vitória de sua carreira neste domingo, ao derrotar Nathaniel Curran (EUA), 27 anos, no final do Mr Price Pro Ballito, em Willards Beach, na África do Sul. O último dia de competição culminou com o melhor swell do período de espera, com ondas de 1,5 metro sólidas e boas condições de vento.

Foto Basilio Ruy

A quarta etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 foi encerrada neste domingo, em Balneário Camboriú, com um show de surfe da molecada na categoria Infantil. com destaque para o campeão, Lucas Vicente. Na final, o surfista de Florianópolis precisava de uma nota 9,16 pontos, mas teve a calma e a paciência de esperar a onda certa e garantir 9,50 pontos, a maior nota da competição, para virar o placar e confirmar sua vitória emocionante na categoria.

Dia 13 – A tripulação do veleiro Pajero/Gol está em festa. O barco da Mitsubishi Motors conquistou o título do 16º Campeonato Sul-americano Oceânico de Vela, na classe Soto 40, durante a segunda etapa da competição, que foi realizada na Rolex Ilhabela Sailing Week.

O paulista Adriano de Souza faturou nesta sexta-feira Billabong Pro Jeffreys Bay, evento nível seis estrelas da ASP, ao derrotar na final francês Joan Duru por 16 pontos a 13.60 em condições pequenas e difíceis, mas com um surfe dinâmico e polido.

- Eu vim para a África do Sul e Jeffreys Bay por tantos anos e sempre vi os caras vencer o Billabong Pro, e agora é minha vez. Eu estou tão feliz, e vou me lembrar desta vitória a vida inteira. J-Bay é um lugar especial para mim e espero estar aqui no próximo ano – festejou o paulista.

Foto ASP/Cestari

Dia 15 – O paranaense Fernando Gomes foi o campeão do Balneário Camboriú Challenge Bodyboard, válido como terceira etapa do circuito catarinense de bodyboard, encerrado neste domingo, dia 15, na Praia Brava, em Itajaí. Sediado inicialmente em Balneário Camboriú, a competição teve que mudar de local devido a falta da ondas na Praia Central.

A australiana Stephanie Gilmore, 24 anos, conquistou seu quinto título mundial neste sábado, na Grand Plage, em Biarritz, na França, com a vitória no Roxy Pro Biarritz, a etapa francesa do circuito mundial. O título combinado com a eliminação de Sally Fitzgibbons nas quartas de final do evento garantiram vantagem suficiente para Stephanie levantar o caneco de forma antecipada.

Dia 16 – A primeira seletiva sul-americana para o circuito mundial Pro Júnior foi encerrada neste domingo com vitórias do paulista Geovane Ferreira e da paranaense Jessica Bianca. Como as previsões já indicavam, no domingo a Praia da Vila amanheceu com ondas de até três metros, em condições difíceis, devido a corrente e o vento frio e forte de sul. A grande final da categoria masculina foi um show de surfe e determinação, com o potiguar Ítalo Ferreira, de Baia Formosa, defendendo o título do Mormaii Pro Junior, e o paulista Geovane Ferreira, de Ubatuba, querendo conquistar sua primeira vitória na categoria.

Dia 20 – Esperança de medalha para o Brasil, a catarinense Tina Boabaid terminou na sexta colocação na classe Laser Radial, na Four Star Pizza ISAF Youth Sailing Worlds, o Mundial de Vela da Juventude, disputado em Dublin, na Irlanda. A velejadora do Iate Clube Santa Catarina – Veleiros da Ilha (IASC-VI) chegou a estar em segundo lugar na metade da competição. A campeã da classe foi a sueca Julia Carlsson, com 58 pontos perdidos, seguida na norueguesa Line Flen Host, com 76, e da italiana Cecilia Zorzi, com 99. Tina ficou com 116 pontos perdidos.

Foto CBVM/Divulgação

Dia 22 – O velejador Bruno Fontes (Eletrosul/Unimed/AGE do Brasil/Fundesporte) chegou neste domingo (22) a Londres e de lá partiu para a cidade de Weymouth, local das provas de vela nos Jogos Olímpicos 2012. Mesmo após uma longa viagem, Bruno não parou para descansar e já treinou na Raia Olímpica.

- O vento estava meio fraco nessa segunda-feira, mas já deu para velejar. Peguei meu barco e gostei muito do material. A ideia agora é treinar todos os dias antes do início da Olímpiada. Estou muito confiante – resumiu o velejador.

Dia 27 – A peruana Sofia Mulanovich deu mais um show em Lobitos nesta sexta-feira. Em boas ondas de três a quatro pés, ela novamente surfou a melhor onda do dia – nota 9 – e aumentou para 16,50 o recorde de pontos do Movistar Women´s Pro apresentado pela Rip Curl e Petrolera Sapet no Peru. A campeã mundial de 2004 ainda festejou a conquista antecipada do título sul-americano profissional do ASP South America Womens Series 2012, pois é a única surfista do continente classificada para as quartas de final, que vão abrir o sábado decisivo da etapa do ASP 6-Star, em Piura, no litoral norte do Peru.

Dia 29 – O catarinense Jean da Silva conseguiu neste domingo sua vaga no evento principal do US Open of Surfing, que começa nesta segunda-feira, em Huntington Beach, na Califórnia, Estados Unidos. Neste domingo, em ondas pequenas de meio e a um metro nas séries, Jean avançou três baterias para conseguir o seu lugar, ao lado do australiano Nathan Hedge e dos havaianos Kreanu Asing e Torrey Meister.

Foto Kirfalens

A loirinha feliz da vida na foto é a sul-africana Bianca Buitendag, 18 anos. No último sábado, dia 28, ela mostrou um frontside poderoso para faturar o título do Movistar Women´s Pro apresentado pela Rip Curl e Petrolera Sapet, em Lobitos, no litoral norte do Peru. A vitória na final da etapa do ASP 6-Star contra a havaiana Alana Blanchard, 22, valeu um prêmio de 8 mil dólares e 3.500 pontos que a levaram para a quinta posição no ranking que classifica seis surfistas para a elite das top-16 do ASP Women´s Tour 2013.

Em um dia de boas ondas na Praia do Pecado, em Macaé, litoral fluminense, o capixaba Krystian Kymerson apostou tudo nas manobras aéreas para derrotar os cariocas Leandro Bastos e Gustavo Fernandes e o paulista Renato Galvão na final do Macaé Ecosurf 2012. O evento válido como terceira etapa do Estadual Profissional do Rio de Janeiro foi encerrado neste domingo, com 19 baterias. Os melhores catarinenses na etapa que valeu pontos para o ranking brasileiro foram Greg Cordeiro, em 17º, e Tiago Bianchini, em 25º lugar.

Os brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada, favoritos ao ouro, começaram bem em Londres-2012 e terminaram o primeiro dia de competição na raia de Weymouth na liderança da competição, com três pontos de vantagem sobre os irlandeses Peter O’Leary e David Burrows, segundos colocados. Os maiores adversários dos brasileiros, os ingleses Iain Percy e Andrew Simpson, estão em quinto, com 13 pontos perdidos.

Foto Carlo Borlenghi

Dia 30 – O velejador para-atleta do Iate Clube Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC-VI), Mário Czaschke, confirmou o favoritismo ao vencer o 3º Campeonato Brasileiro de Vela Adaptada, categoria 2.4 MR. A competição, promovida pela Confederação Brasileira de Vela Adaptada (CBVA), foi realizada na sede central do ICSC-VI no último fim de semana, dias 28 e 29 de julho. Participaram da competição os melhores velejadores de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Minas Gerais.

Com um 17º lugar na primeira regata e um segundo lugar na segunda prova do dia, o velejador Bruno Fontes (Eletrosul/ Unimed/ AGE do Brasil/ Fundesporte) terminou em oitavo lugar o primeiro dia de disputas da classe Laser nos Jogos Olímpicos de Londres.

- Para um primeiro dia foi muito bom. Ficou dentro da minha expectativa. Meu objetivo é fazer uma boa Olimpíada e para quem quer ganhar tem que fazer sempre resultado bom. Estou confiante. Hoje (segunda-feira) foi só o primeiro dia e é apenas o começo. Agora tenho que melhorar ainda mais para tentar buscar medalha, que é o grande objetivo – falou Bruno após disputar as duas regatas.

Dia 31 – O US Open of Surfing, evento ASP Prime, iniciou nesta segunda-feira, dia 30 de julho, com a realização do round dos 96 e a participação do esquadrão brasileiro em Huntington Beach, na Califórnia, Estado Unidos. Em ondas pequenas e séries demoradas, o principal destaque do primeiro dia foi o paulista Miguel Pupo, que usou os aéreos para fazer o maior placar do dia – 18.07.

AGOSTO

Foto Lallande

Dia 2 – A “tempestade brasileira” (Brazilian Storm) dominou as ondas de Huntington Beach na quinta-feira do US Open of Surfing, etapa Prime da ASP. Filipe Toledo, Miguel Pupo, Jessé Mendes, Gabriel Medina e Adriano de Souza venceram suas baterias pelo round dos 24 sem perdedores e agora aguardam seus adversários no round dos 16.

Santa Catarina está definitivamente fora do cenário do surfe mundial na temporada 2012. O presidente da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf), Fred Leite, confirmou a exclusão do evento Prime do calendário da ASP. A competição aconteceria na Praia da Vila, em Imbituba, em outubro, mas o governo do Estado não confirmou o repasse de recursos aprovados pelo Seitec através do Fundesporte.

Dia 4 - O catarinense Bruno Fontes fechou sua participação olímpica na classe Laser velejando entre os primeiros na raia da Baía de Weymouth. O velejador terminou a 10ª regata em quinto lugar e na somatória das provas atingiu 125 pontos perdido com um descarte, ficando na 13 posição e fora da Medal Race

Dia 5 – O australiano Julian Wilson, 23 anos, estragou a festa brasileira ao derrotar Miguel Pupo na final do Nike US Open of Surfing, evento ASP Prime, encerrado no final da tarde deste domingo, em Huntington Beach, na Califórnia.

Foto Daniel Ramalho/AGIF

A medalha de bronze da dupla brasileira da classe Star, Robert Scheidt e Bruno Prada, é a 17ª do País na história dos Jogos. O resultado deste domingo, dia 5 de julho, na raia de Weymouth, na Inglaterra, coloca a modalidade como a segunda maior vencedora, perdendo apenas para o judô, com 19. O terceiro lugar na categoria também dá a Robert Scheidt o status de maior vencedor do País em Olimpíadas, com cinco conquistas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze), superando Torben Grael, outreo monstro da vela mundial.

O surfista da Praia de Maresias, São Sebastião (SP), Igor Moraes, é o grande campeão da seletiva Quiksilver King of the Groms, na Prainha, em São Francisco do Sul. A conquista garantiu ao surfista a segunda vaga no Mundial da França Sub-16 que acontece em setembro, na França. A primeira havia sigo garantido pelo paulista Victor Bernardo, na primeira seletiva, em Imbituba. Na final, Igor venceu o catarinense Yago Dora por 13.95 a 11.50.

A segunda etapa do circuito Maresia Paulista de Surfe Profissional foi encerrada neste domingo, na Praia de Maresias, São Sebastião, em ondas de até um metro e destaque para os surfistas de outros Estados. O campeão foi o cearense e campeão brasileiro de 2010 Messias Felix, que venceu uma final composta sem representantes locais, fato inédito na história do circuito paulista. Com o título, “Faro Fino” faturou R$ 8 mil de premiação, além de pontos importantes no ranking brasileiro Abrasp Tour.

Foto Munir el Hage

Dia 6 – A jovem tripulação do barco Diferencial, formada por Gustavo Thiesen, Frederico Sidou e Felipe Ilha, ficou com o título do Troféu Amizade, competição disputada na raia de Ipanema, no Guaíba, e que contou com a participação de 12 barcos de clubes de Porto Alegre e Rio Grande.

A norte-americana Lakey Peterson, 17 anos, fez a festa em casa ao derrotar a havaiana Carissa Moore, 19 anos, na final do US Open of Surfing, etapa que fechou o circuito mundial da elite do surfe feminino, o ASP Womens Tour 2012. Nas ondas pequenas, com séries demoradas em Huntington Beach, Peterson venceu a campeã mundial de 2011 por 10.90 a 8.64.

Dia 7 - Com a participação na final da segunda etapa do Maresia Paulista de Surfe Profissional, o carioca Gustavo Fernandes assumiu a liderança do ranking Abrasp Brasil Tour, que apontará o campeão brasileiro da temporada 2012. Campeão brasileiro em 2008, Guga é seguido de perto pelo conterrâneo Leandro Bastos, na soma dos seis melhores resultados do ano.

Foto One Edition

Dia 8 – As velejadoras Fernanda Oliveira e Ana Barbachan irão brigar pela medalha de bronze após garantir classificação para a Medal Race nesta quarta-feira, com um bom desempenho nas duas regatas realizadas na classe 470. A dupla ficou na quinta colocação geral, com 61 pontos perdidos.

Dia 10 – O paulista Filipe Toledo, 17 anos, foi o grande destaque da etapa que abriu perna européia do ASP World Star, na Inglaterra. Com os seus aéreos, ele ganhou o único 10 e as maiores notas do ASP 6-Star Relentless Boardmasters nas ondas geladas de dois a três pés de Fistral Beach, em Newquay, na região sul da Inglaterra. Ele parou nas semifinais, mas o terceiro lugar foi suficiente para entrar na zona de classificação para o ASP Dream Tour.

Dia 11 – A terceira temporada da Mitsubishi Sailing Cup conheceu seu campeão da classe S40 neste sábado, dia 11. Com o desempenho impecável na etapa de Búzios, somado ao resultado positivo em Ilhabela, o argentino Patagônia ficou com a primeira colocação geral da edição 2012 da competição de forma antecipada. Na HPE 25, o Ginga também sagrou-se campeão da etapa de Búzios por antecipação.

A brasileira Jacqueline Silva, 33 anos, entrou na briga para voltar à elite. A surfista da Barra da Lagoa, Florianópolis, finalizou na terceira colocação da etapa do ASP 6-Star encerrada sábado, 11 de agosto, nos Estados Unidos, e subiu do 21º para o 15º lugar no ranking que classifica até a 10ª colocação para o ASP Womens Tour 2013.

Foto Divulgação FBBRJ

Dia 12 - Israel Eduardo e Nicolle Calheiros venceram a segunda etapa do Circuito Rio Matte Leão, na praia de Itacoatiara, em Niterói. A competição realizada no última fim de semana reuniu 126 atletas de cinco Estados, que buscaram pontos preciosos para o ranking carioca e estadual.

Dia 14 - O pernambucano Carlos Burle dominou o Billabong Pico Alto 2012, etapa do Big Wave World Tour (BWWT) disputado em Pico Alto, Punta Hermosa, no Peru. Na final, em ondas acima dos seis metros, Burle derrotou o australiano Jeff Rowley, o peruano José Gomez, o chileno Ramon Navarro e os norte-americanos Greg Long e Ken “Skindog” Collins.

O catarinense Ricardo dos Santos, 22 anos, provou mais uma vez que é um monstro quando o desafio se chama Teahupoo. Pelo segundo ano consecutivo, o atleta da Guarda do Embaú venceu o Air Tahiti Nui Von Zipper e garantiu vaga na quinta etapa do circuito mundial de surfe, o Billabong Pro Tahiti. A triagem reuniu 30 convidados internacionais, além dos locais do Taiti, e Ricardinho mostrou toda sua intimidade na grande final de 25 minutos ao tirar um tubo longo que valeu nota 10 e se tornar o único surfista a vencer por dois anos consecutivos em Chope’s.
– Vencer duas vezes aqui no Taiti é como um sonho – declarou.

Foto ASP/Robertson

Dia 15 – O medalhista olímpico Robert Scheidt decidiu se antecipar à decisão final da ISAF (Federação Internacional de Vela) sobre a saída da classe Star dos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro, e escolheu voltar para a Laser, onde é uma lenda, com oito campeonatos mundiais e três medalhas olímpicas, duas delas de ouro.

Dia 16 – O brasileiro Adriano de Souza, 24 anos, foi o grande destaque da abertura do Billabong Pro Tahiti, quinta etapa do ASP World Tour 2012, em Teahupoo, no Taiti. Escalado para a terceira bateria, ao lado do catarinense Willian Cardoso e do australiano Bede Durbidge, Mineirinho encontrou os tubos mais profundos da competição e fez o maior placar da competição com 19.43 na soma das duas melhores ondas.

Dia 17 – O freesurfer catarinense Everaldo Pato Teixeira protagonizou uma nova aventura no Chile. Em condições extremas, com baixíssimas temperaturas e ventos fortes, típicas desta época do ano no mais árido e inóspito deserto do mundo, o big rider cruzou o Atacama com o parceiro Roberto Cantoni, o fotógrafo Sebastian Rojas, e o chileno Dov Borgues após monitorar um poderoso swell gerado ao Sul do Pacífico.

Foto Basí­lio Ruy

Dia 19 – O catarinense Caue Wood e a venezuelana Rossany Alvarez foram os vencedores do Hurley Pro Júnior 2012, em ondas balançadas de até um metro na Prainha, em São Francisco do Sul. Na final do masculino, o surfista da Praia do Matadeiro superou o local Yan Daberkow por 9.33 a 8.30. Antes, na semifinal, Caue havia eliminado o paulista Geovanne Ferreira, líder do ranking da seletiva e campeão da primeira etapa, na Praia da Vila, em Imbituba.

O paulista Filipe Toledo venceu o Sooruz Lacanau Pro, evento nível 5 estrelas da ASP, disputado na França. Na final, em ondas de meio metro e séries demoradas, Filipinho bateu o aussie Jack Freestone e levou os dois mil pontos para o ranking classificatório para a elite do surfe mundial em 2013. O resultado consolida a entrada do surfista de Ubatuba na lista dos 10 atletas que se classificam pelo ranking unificado.

Dia 21 – A Volvo Ocean Race terá uma equipe só de mulheres, pela primeira vez desde 2001-2002. A novidade foi anunciada pela empresa sueca SCA, que irá patrocinar a tripulação feminina para a 12ª edição da corrida, programada para 2014-2015. A equipe é a primeira a anunciar sua participação na regata de Volta ao Mundo que a partir da próxima edição terá um novo barco de alta performance, com 65 pés.

Dia 23 – A cearense Silvana Lima está liberada para voltar a surfar. Ela deu a notícia no seu twitter (@SilvanaLimaSurf), onde postou uma foto sua ao lado do “anjinho” e médico José Luis Runco, o mesmo que trabalha na Seleção Brasileira de futebol, e que cuidou dos seus joelhos nos últimos dois anos.

Dia 24 – O velejador catarinense André Fonseca, o Bochecha, está à procura de um novo parceiro. Depois de duas regatas Volta ao Mundo, três Olimpíadas e uma pilha de títulos nas mais variadas classes, Bochecha está focado para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Atleta do Clube dos Jangadeiros e radicado em Porto Alegre há 14 anos, o velejador esteve em Sidney/2000, ao lado de Alexandre Paradeda; e em Atenas/2004 e Pequim/2008, em parceria com o amigo Rodrigo Duarte, o Leiteiro.

Dia 26 – O Veleiros do Sul, de Porto Alegre, foi o vencedor do Campeonato Sul-Americano Open de Match Race realizado no Iate Clube Lagoa dos Ingleses, em Belo Horizonte (MG). A equipe gaúcha sob o comando de Geison Mendes Dzioubanov conquistou o título da competição de “barco contra barco” ao vencer na final a tripulação de Renata Decnop (Marinha do Brasil/RJ) por 2 a 0, na série de melhor de três regatas.

O catarinense Jean da Silva, 27 anos, conquistou o título do Coastal Edge ECSC The Vans Pro, evento 6 estrelas da ASP, disputado em Virgínia Beach, nos Estados Unidos. Na final 100% brasileira, em ondas de dois a quatro pés, Jean usou o seu forte backside para derrotar Filipe Toledo por 14.76 a 14.50.

Foto Pedro Monteiro

O potiguar Ítalo Ferreira venceu nesse domingo o Quiksilver Pro Junior 2012 em ondas pequenas, mas com boa formação, na Praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e assumiu a liderança do rankin que aponta os classificação para o Mundial Sub-20, da ASP.

Dia 27 – Com um tubo longo e profundo a nove minutos do fim da bateria, o australiano Mick Fanning venceu o Billabong Pro Tahiti, a quinta etapa do circuito mundial, e foi coroado como novo rei de Teahupoo. Na final, Fanning derrotou o seu amigo de Coollangata, Joel Parkinson, por 18.87 a 18.37, com uma nota 9.50 na última de suas cinco ondas surfadas. Com o resultado, Fanning disparou na liderança do ranking mundial com 34.750 pontos, contra 31.700 de Joel Parkinson, o vice-líder. O catarinense Ricardo dos Santos foi um dos destaques. Depois de vencer Kelly Slater na véspera, o surfista da Guarda do Embaú eliminou Taj Burrow na primeira bateria do dia, válido pelo round 5 e depois encarou Mick Fanning, sendo eliminado, mas recebendo o prêmio Andy Irons Inspiration.

Foto ASP/Kirstin

Vencedor do evento seis estrelas da ASP nos Estados Unidos, o catarinense Jean da Silva, 27 anos, assumiu a 22ª posição no ranking unificado e voltou a entrar na lista dos 10 classificados para a elite do surfe mundial, mas tem mais um motivo para comemorar o desempenho na temporada 2012. Ele já é o campeão sul-americano de 2012, uma vez que o calendário com etapa da ASP South America se encerra nesta semana com o Radical Wave Surf Eco Festival, evento 1 Star da ASP, que começa hoje no pico do Sesc Piatã, na Praia de Jaguaribe, em Salvador, na Bahia.

Dia 28 – Medalhista de bronze nos Jogos de Londres/2012, Robert Scheidt disputa mais um prêmio neste ano. O velejador foi indicado, com outros 20 atletas, ao Princípe de Astúrias do Esporte 2012, que homenageia os principais nomes do esporte mundial.

Dia 29 – O capixaba Krystian Kymerson, 19 anos, é o novo campeão da etapa do ASP World 1-Star, que abriu a semana do Radical Wave apresenta Surf Eco Festival na Bahia. Na grande final, na Praia de Jaguaribe, em Salvador, ele superou o baiano Franklin Serpa, 23 anos. O também baiano Aurelio Santana, 23, e o potiguar Italo Ferreira, 18, perderam nas semifinais e dividiram o terceiro lugar no primeiro pódio da capital baiana.

Dia 30 – A Associação dos Surfistas Profissionais (ASP) anunciou que os campeões mundiais Júnior da ASP da temporada serão conhecidos em um único evento que será realizado nas ondas de Keramas, em Bali, na Indonésia. O Oakley ASP World Junior Championships acontece entre os dias 6 e 17 de outubro de 2012.

Foto Fabriciano Junior

Dia 31 – O potiguar Italo Ferreira, o paulista Luan Carvalho e o catarinense Cauê Wood confirmaram suas vagas para o Circuito Mundial Pro Junior da ASP na Bahia. Mais dois representantes da América do Sul serão definidos neste sábado, dia 1º, no último dia do Radical Wave apresenta Surf Eco Festival, em Salvador.

Retrospectiva Mar Aberto - Maio e Junho

28 de dezembro de 2012 0

Foto Matias Capizzano/MSC

MAIO

Dia 1º - O barco C’est la Vie, do comandante Henrique Dias, do Veleiros do Sul, foi o vencedor da Regata Porto Alegre – Pelotas. Ele cruzou a linha de chegada às 0h39min10seg da madrugada de domingo, dia 29, na entrada do Canal da Feitoria, na Lagoa dos Patos. O segundo barco a chegar foi o Rigel, do comandante Ari Vilasboas, do Veleiros Saldanha da Gama, às 8h19min.

Dia 2 – A Mitsubishi Sailing Cup, campeonato de vela oceânica organizado pela Mitsubishi Motors do Brasil, chega à terceira edição em 2012 com diversas novidades. A competição passa a fazer parte do Campeonato Sul-Americano da Classe S40 e reunirá alguns dos melhores velejadores do mundo, em duas etapas pelo litoral brasileiro.

Dia 4 - Puma, Camper e Telefónica tomaram caminhos diferentes em busca do melhor atalho para Miami. O barco norte-americano continua na liderança, enquanto seus dois rivais optaram por velejar mais a oeste, cada um em um caminho diferente, para procurar um sistema de baixa pressão localizado ao norte de suas posições. O vento continua a cair gradualmente, chegando aos 10 nós, metade da velocidade que era obtida nas últimas 24 horas.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Dia 5 - A Federação Internacional de Vela (ISAF) anunciou as novas modalidades que farão sua estreia na Olimpíada do Rio-2016: o catamarã (misto) Nacra 17, o Mackay FX (feminino) e o kitesurf (masculino e feminino). A classe Star, a mais vitoriosa do Brasil, foi excluída do programa. O anúncio foi feito após reunião da ISAF em Stresa, na Itália. A vela olímpica continua com 10 modalidades. O Nacra 17 substituiu o Star, o Mackay FX (ou 49 FX) entrou no lugar do Elliott 6 m, enquanto que o kitesurfe tirou o windsurfe (RS:X) das categorias olímpicas. De acordo com o presidente da ISAF, Goram Peterson, a escolha das novas modalidades “marca uma nova era para a vela.

Dia 6 – Gabriel Medina, 18 anos confirmou o favoritismo da semana e levou o título do ASP Prime Nike Lowers Pro, em San Clemente, na Califórnia, ao vencer na final o irlandês Glenn Hall, 30 anos, em ondas dois a quatro pés em Lower Trestles. Com a vitória, Medina garantiu os primeiros 6.500 pontos para o ranking unificado, e fez o dever de casa no evento de um dos seus patrocinadores. – Está é uma vitória especial após uma longa semana. Agora vou para o Brasil mais confiante, o que é ótimo – disse Medina, que pulou para 10º colocado no ranking unificado, onde é o melhor brasuca, 70 pontos a frente de Mineirinho, o 11º.

Dia 7 - O velejador catarinense Bruno Fontes (Eletrosul/Unimed/AGE do Brasil) disputa as finais do Campeonato Mundial de Vela da classe Laser, na raia de Boltenhagen, na Alemanha. Após as oito regatas classificatórias, Fontes garantiu a 14ª colocação entre 170 barcos. Nesta segunda-feira, o velejador não teve um dia fácil e, após ficar em 35º nas primeira prova, finalizou a segunda regata do dia na 14ª colocação. Os fracos ventos e as temperaturas baixas têm sido adversárias do atleta: – Hoje (segunda-feira) foi o dia mais frio que eu já competi na minha vida. Consegui largar bem mais uma vez e usei uma estratégia que achei ser a mais prudente. Estou feliz por ter passado para as finais e para amanhã (terça-feira) minhas perspectivas são muito boas – disse o velejador brasileiro.

Foto Johannes Berg

O norte-americano Philip Soven foi o campeão da etapa brasileira do Mundial de Wakeboard realizado na Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima – MG. Soven confirmou o favoritismo e venceu a etapa inaugural do circuito Wakeboard World Series 2012. Em segundo lugar ficou o também norte-americano Andrew Adkison, seguido do canadense Aaron Rathy e do norte-americano Austin Hair.

Dia 8 - A prefeitura de Niterói oficializou a realizacão do Itacoatiara Pro, quarta etapa do Circuito Mundial de Bodyboard (IBA Tour), entre os dias 7 e 17 de junho, na Praia de Itacoatiara. Famosa por receber grandes ondulações, a praia mais famosa de Nikit sedia pela primeira vez um evento Grand Slam Masculino no país.

O norte-americano Kelly Slater, atual líder do ranking após duas etapas, não irá participar do Billabong Rio Pro, no Rio de Janeiro. A desistência influencia diretamente os brasileiros por dois motivos: agora serão 10 surfistas do Brasil com o acréscimo do catarinense Willian Cardoso, alternate da ASP; e o caminho está aberto para o paulista Adriano de Souza, vice-líder do ranking mundial, assumir o posto de número 1 do circuito. Slater sofreu um corte no calcanhar do pé esquerdo durante uma session na Gold Coast, na Austrália. O surfista necessitou de três pontos no local achou melhor desistir de competir na terceira etapa do ASP World Tour.

Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

Dia 9 - O Puma, barco norte-americano, venceu a sexta etapa da Volvo Ocean Race ao chegar em Miami às 13h (horário de Brasília) nesta quarta-feira (9), após 17 dias velejando pelo Oceano Atlântico. Os norte-americanos lideraram praticamente toda a travessia de quase nove mil quilômetros, ameaçados somente na região sem vento dos Doldrouns e no final da etapa pelo Camper.

- Foi bastante desgastante essa disputa. O Camper navegou muito bem. Estou muito orgulhoso da nossa equipe – disse o comandante Ken Read, que foi recebido por mais de 100 barcos nos Estados Unidos.

O paulista Adriano de Souza estreou com vitória no Billabong Rio Pro e assumiu a liderança no ranking mundial do ASP Tour 2012. Um ótimo público compareceu na Praia do Arpoador nesta quarta-feira (9) de sol e boas ondas de um metro de altura para torcer pelos brasileiros no primeiro dia da etapa brasileira do WCT. Mas foram os australianos que dominaram as disputas com os maiores placares, além de uma virada de Adrian Buchan sobre o paulista Gabriel Medina.

Dia 10 - Após o tropeço na estreia, a tetracampeã mundial Stephanie Gilmore brilhou na quinta-feira de ondas pequenas na Praia do Arpoador. A australiana aumentou o recorde de pontos da categoria feminina para 16,70 pontos com as notas 8,5 e 8,2 que recebeu na vitória sobre a havaiana Melanie Bartels na repescagem do Billabong Girls Pro Rio.

O velejador Bruno Fontes encerrou sua participação no Audi Laser Worlds Championship disputado em Boltenhagen, na Alemanha. O catarinense patrocinado pela Eletrosul, Age do Brasil e Unimed finalizou a última regata na 30ª posição e terminou a competição em 14º lugar após 14 provas com dois descartes. Na primeira regata do dia, com ventos de 15 nós, Bruno foi o 10º colocado. Mesmo lesionado no tornozelo, o australiano Tom Slingsby, 28 anos, conquistou o seu quinto título mundial da classe Laser. Slinsgby ficou em segundo lugar na penúltima regata das finais disputada com ventos de 14 a 18 nós e vencida pelo alemão Philipp Buhl.

Foto Luiz Doro - Adoro Foto

Dia 11 – Impressionante. É o que se tem a dizer da dupla brasileira formada por Robert Scheidt e Bruno Prada, que ganhou, em Hyères, na França, o Zhik Star Worlds, o Mundial da classe Star, conquista inédita para a vela brasileira.

Com um desempenho abaixo do esperado, os velejadores André “Bochecha” Fonseca e Marco Grael não conseguiram a classificação para Londres 2012 na última chance que tinham, no Campeonato Mundial da Classe 49er, em Zadar, na Croácia. Na competição que reúne 74 tripulações, de 32 países, e define as últimas cinco vagas para Londres, a dupla terminou na oitava colocação da flotilha bronze.

Dia 13 – A terceira etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012 encerrou no Dia das Mães, na Praia do Rincão, em Içara, litoral sul do Estado. O evento reuniu 118 surfistas na briga pela ponta do ranking da Fecasurf. No sábado foram disputadas as categorias: Infantil, Iniciantes, Mirim, Junior e Feminina. A molecada competiu em ondas de meio metro e os melhores já foram premiados no mesmo dia, podendo passar o Dia das Mães em casa. Neste domingo só as categorias Open e Máster entraram na água e o surfista de Balneário Camboriú, Thiago Bruno, achou as melhores ondas e garantiu a vitória na terceira etapa.

O atleta de Ilhas Reunião Amaury Laverhne venceu o Antofagasta Bodyboard Festival, etapa nível seis estrelas do Circuito Mundial GQS (de acesso), em Antofagasta, no Chile. O baiano Uri Valadão foi o melhor brasileiro na competição e só parou na semifinal finalizando com a terceira colocação.

Foto ASP/Kirstin

Dia 14 O recomeço da disputa masculina do Billabong Rio PRO, terceira etapa do ASP World Championship Tour foi marcado pela eliminação do paulista Gabriel Medina, uma das grandes esperanças do Brasil para levar o título da competição. Medina foi derrotado pelo paranaense Peterson Crisanto, surfista convidado pela Billabong.

Dia 15 - Tubo nota 10 de Adriano de Souza na Barra da Tijuca.

Dia 16O havaiano John John Florence, 19 anos, é o novo campeão do Billabong Rio Pro no Rio de Janeiro. Na final, ele venceu o australiano Joel Parkinson, 31 anos, logo nas primeiras ondas surfadas no postinho da Barra da Tijuca e ficou com o prêmio de 100 mil dólares, além dos 10 mil pontos. Esta foi a primeira vitória no ASP World Tour de John John que saltou da 10ª para a quinta posição no ranking da corrida pelo título da temporada 2012. A etapa brasileira provocou grandes mudanças no ranking e Joel Parkinson, apesar do vice-campeonato, assumiu a liderança com 19.700 pontos.

Foto ASP/Dunbar

Dia 19 – O Abu Dhabi venceu a regata In Port de Miami neste sábado, dia 19, e a classificação geral da Volvo Ocean Race 2011/2012 ficou ainda mais equilibrada. Foi a terceira vitória em regatas do porto da equipe liderada por Ian Walker nesta edição. Alicante, na Espanha, e Abu Dhabi, foram as outras conquistas.

Dia 21 - O bodyboarder do Marrocos, Brahim Iddouch, foi o campeão da triagem do Arica Chilean Challenge, nos canudos de El Gringo, em Arica, no Chile. O quarto dia de competições do evento definiu os seis atletas que garantiram vaga no evento principal e os três brasileiros que ainda tinham chances não tiveram êxito.

Dia 24 - O Telefónica assumiu a liderança da sétima perna da Volvo Ocean Race, ao abrir uma distância de nove milhas náuticas em relação ao Groupama. Logo atrás, distante 20 milhas náuticas vem o Abu Dhabi e o Puma. O Camper conseguiu se recuperar e passou o Sanya, que agora é o último colocado.

Foto Daniel Smorigo

O catarinense Willian Cardoso é o novo recordista absoluto do Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime 2012 na Praia de Itaúna. Além de Willian, mais seis brasileiros estão entre os 16 candidatos ao título do Prime de Saquarema, que vale 40 mil dólares e 6.500 pontos no ranking mundial unificado da ASP. Willian perdeu a briga por classificação direta para as oitavas de final, mas na repescagem, diante do paulista Flávio Nakagima, mostrou seu backside nas esquerdas de dois a três pés e recebeu a maior nota do campeonato – 9,7 – para totalizar 18,03 pontos de 20 possíveis.

Dia 27 - Os australianos fizeram a festa na grande final do Coca Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime. Em uma final 100% australiana, Matt Wilkinson venceu de forma incontestável e estragou a festa de Kai Otton, que podia ser bicampeão do evento. Wilko deixou o mar bastante aplaudido pelo público que lotou a Praia de Itaúna, em Saquarema e foi carregado nos braços de seus amigos até o pódio. Os brasileiros Gabriel Medina e Alex Ribeiro, que ainda tinham chances no dia decisivo, caíram ainda nas quartas de final. Medina foi eliminado pelo próprio Wilko, enquanto Alex perdeu para o norte-americano Kolohe Andino que completou o pódio com o havaiano Keanu Asing.

Foto Daniel Smorigo/ASP South America

O Abu Dhabi foi o primeiro veleiro a conseguir sair do centro do anticiclone e avança livre rumo a Lisboa numa velocidade superior a 13 nós. Enquanto isso, seus cinco rivais ainda procurando a saída para “pegar a estrada” para a Europa. O Puma e o Camper, segundo e terceiro, respectivamente, começaram a acelerar, mas com 44,6 e 63,4 milhas de desvantagem em relação ao líder.

Dia 28 – Marcelo Giardi Marreco ficou com o lugar mais alto do pódio da segunda etapa do Circuito Paulista de Wakeboard, no Clube Náutico Russolândia, em Bragança Paulista. Alternate do ASP World Tour, o surfista catarinense Willian Cardoso, 26 anos, terá mais uma chance de duelar contra os melhores surfistas do mundo da atualidade. O atleta de Balneário Camboriú vai disputar o Volcom Fiji Pro, quarta etapa do circuito mundial, em substituição a Jadson André, que torceu no joelho durante o Billabong Rio Pro, no Rio de Janeiro, no início de maio.

O carioca Guilherme Tâmega ficou com o vice-campeonato do Arica Chillean Challenge, terceira etapa do circuito mundial de bodyboard, o IBA World Tour, nas ondas de El Gringo, Arica, no Chile. Na final, GT foi derrotado pelo australiano Dave Winchester, atual lider do ranking mundial após três etapas disputadas. A final foi um reedição da decisão do ano passado, mas o desfecho foi diferente. Guilherme Tâmega liderava a bateria até Winchester pegar uma onda salavadora a 30 segundos do fim e cravar a maior nota do dia, um 9,17, para ficar com o título. Foi a segunda conquista do aussie nas ondas chilenas. Ele também já havia vencido em 2010.

Dia 30 - Quarto colocado durante a sétima perna, o veleiro Camper foi surpreendido por uma baleia na rota escolhida para chegar a Lisboa o mais rápido possível. A tripulação teve que manobrar para evitar um choque que poderia dafinicar a quilha ou o casco do barco. Os veleiros já estão a menos de 500 milhas de Lisboa e a está prevista para a noite desta quinta-feira, dia 31 de maio.  

Dia 31-

O veleiro Abu Dhabi teve, na noite desta quinta-feira (31) uma vitória merecida na sétima etapa da Volvo Ocean Race 2011/2012. O barco comandado por Ian Walker percorreu a perna de 3.590 milhas náuticas entre os portos de Miami e Lisboa em 11 dias e cruzou a linha de chegada com apenas cinco minutos e 27 segundos de vantagem sobre o Groupama, que chegou no Velho Continense como novo líder da classificação geral da Volvo Ocean Race 2011-2012. Com os 25 pontos conquistados na etapa, a equipe de Franck Cammas está três pontos a frente do Telefónica, faltando duas regatas off shore e três regatas in-port, que colocam 78 pontos em disputa. O Puma finalizou em terceiro, seguido do Telefónica e o Camper, que protagonizaram uma chegada vagarosa devido a corrente contrária e ausência total de vento. O Sanya foi o sexto.

JUNHO

Dia 2 -A norte-americana Courtney Conlogue venceu o Swatch Girls Pro France, quinta etapa do ASP Womens Star, nível seis estrelas, disputado em Les Buordaines, Seignosse, na França. Na final, em ondas pequenas, ela venceu a neozelandesa Paige Hareb (15.83 a 13.33).

Dia 3 – Paranaense de Rolândia e criado nas ondas de Itapoá (SC), Caetano Vargas, foi o grande campeão da segunda etapa do Oakley Pro, o circuito catarinense de surfe profissional. Numa final emocionante, Caetano precisou de sua penúltima onda para virar o resultado diante de Messias Felix e Bruno Galini. O catarinense Matheus Navarro, na sua segunda competição após a vitória no Mundial Sub-20 da ISA, completou a final, e ficou com a quarta colocação.

Foto ASP/Robertson

Dia 4 - É do fenômeno Gabriel Medina a primeira nota 10 do Volcom Fiji Pro nos tubos de Cloudbreak, na ilha de Tavarua. A nota máxima saiu na onda que ele pegou nos primeiros segundos da bateria com o australiano Yadin Nicol. Medina já dropou se encaixando dentro da onda e ficou entocado por alguns segundos para depois mandar dois cutbacks e fechar a melhor apresentação desta quarta etapa do ASP World Tour 2012. Quatro dos cinco juízes deram a nota 10.

Dia 8 – Itacoatiara amanheceu como esperado e ondas de oito a 10 pés (até três metros) brindaram os bodyboarders das fases iniciais do Itacoatiara Pro, em Niterói (RJ). Foram realizadas todas as baterias dos rounds 1, 2 e 3 e mais da metade do round 4. A triagem deve terminar neste sábado quando também possivelmente será realizada a primeira fase do evento principal.

O Volcom Fiji Pro foi reiniciado com uma ondulaçaõ gigante e o brasileiro Raoni Monteiro acabou se lesionando em uma das duas baterias da repescagem que foram para a água, antes de nova paralisação da competição. O carioca desceu uma craca, com muita atitude, botou para dentro e acabou levando uma lipada que lhe causou uma contusão no joelho.Ao ser resgatado pela mota aquática, Raoni percebeu que não conseguia dobrar a perna e pediu para ir para o barco quando faltavam 15 minutos para o final da bateria. O brasileiro foi aplaudido pelos outros atletas que observavam as condições do mar ficarem cada vez mais pesadas. O terceiro round foi colocado em espera até as 14h, quando foi decidido pelo adiamento.

Dia 9 – O carioca Sergio Luis foi o grande vencedor das triagens do Itacoatiara Pro 2012. Em condições pesadas, com ondas de quatro a seis pés (1,5 a 2 metros ), o atleta do Rio de Janeiro superou três bodyboarders locais e ficou com o título do evento classificatório. O Groupama venceu a regata do porto disputada nas águas do estuário do Rio Tejo em condições de navegação espetaculares. Com a vitória, o barco francês comandado por Frank Cammas consolidou a liderança na classificação geral e larga neste domingo rumo a Lorient com oito pontos de vantagem sobre o Telefónica, segundo colocado.

Dia 10 - O paulista Gabriel Medina garantiu o Brasil nas semifinais do Volcom Fiji Pro, em Tavarua, Ilhas Fiji. Adriano de Souza ainda vai disputar as quartas de final no último dia da quarta etapa do circuito mundial, o ASP World Tour, nas Ilhas Fiji. Medina despachou Taj Burrow pelas quartas de final e vai enfrentar o novo líder do ranking mundial, Mick Fanning, que herdou a posição ao avançar para as semifinais e ver seu amigo Joel Parkinson ser eliminado na repescagem.

A Volvo Ocean Race recomeçou neste domingo com a largada para a oitava perna, entre Lisboa, em Portugal, até Lorient, na França. A flotilha deve enfrentar logo de cara uma tempestade que se aproxima com potencial de determinar o sucesso ou derrota das equipes.

A ondulação chegou com força neste domingo, dia 10 de junho, e a Praia de Itacoatiara presenteou os melhores atletas do mundo com ondas de 10 a 12 pés (3,0 a 3,5 metros) e condições extremas para o início do evento principal do Itacoatiara Pro 2012 , quarta etapa do IBA World Tour de Bodyboard. No total, cinco brasileiros avançaram direto para o Round 3, com destaque para as vitórias dos campeões mundiais Uri Valadão e Guilherme Tâmega. Além dos dois, os trialistas Lucas Faria e Francirley Ferreira, assim como José Otávio, conseguiram furar a repescagem a agora aguardam seus adversários que virão do Round 2.

Foto ASP/Kirstin

Dia 11 - O norte-americano Kelly Slater venceu o Volcom Fiji Pro, quarta etapa do circuito mundial, o ASP World Tour 2012. Na final, em ondas de quatro a seis pés em Cloudbreak, o 11 vezes campeão do mundo derrotou o brasileiro Gabriel Medina, que conquistou seu melhor resultado na temporada. O Brasil começou o dia com dois atletas na briga pelo título nas Ilhas Fiji, que retornou ao calendário após três anos de ausência. Adriano de Souza ainda tinha que disputar sua bateria de quartas de final. O paulista brigava pela primeira posição do ranking e dominava o duelo contra C.J. Hobgood. Mas faltando dois minutos para o término, o norte-americano da Flórida fez o milagre ao emplacar um tubão que valeu 9.97. Mineirinho ficou precisando de 8.60 para virar, mas já não havia mais tempo para reagir.

Dia 14 – O australiano Dave Winchester venceu o Itacoatiara Pro 2012, quarta etapa do circuito mundial de bodyboard, o IBA World Tour, e disparou na liderança do ranking mundial, com mais de 1.500 pontos de diferença para o segundo colocado, o havaiano Jeff Hubard.

Dia 15 – Festa francesa em Loriente. O Groupama venceu a oitava etapa da Volvo Ocean Race, e se consolida na liderança da edição 2011/2012 da maior regata do mundo. A vitória foi obtida após uma recuperação espetacular. Há dois dias os franceses lutavam para recuperar o atraso depois de passar mais de duas horas tentando salvar a vela do barco, com o arqueiro Brad Marsh tendo que subir 31 metros pelo mastro em condições de tempestade.

Dia 16 – O campeão catarinense de surfe profissional 2011 Tiago Bianchini está de volta ao surfe após três meses de recuperação de uma fratura no tornozelo no pé direito sofrida durante uma session em Naufragados, no Sul da Ilha, na véspera da primeira etapa do Oakley Pro. A contusão obrigou Tiago a passar por uma cirurgia para colocação de parafusos para consolidação da fratura, resultado do impacto com a rasa bancada de areia em Naufragados.

Foto Diego Fructuoso

O barco Telefónica sofreu um duro castigo na oitava perna da Volvo Ocean Race, entre Lisboa e Lorient. A 300 milhas náuticas da chegada no porto francês, o veleiro de Iker Martinez teve o leme quebrado pela segunda vez em dois dias e não foi possível manter a mesma velocidade diante de grandes ondas no Atlântico Norte. No vídeo, o capitão Iker Martinez relata que o jeito foi pensar apenas na segurança da tripulação, já que a etapa já estava perdida para o Groupama.

Dia 18 – O paulista Victor Bernardo, 15 anos, conquistou a primeira vaga para a final mundial do Quiksilver King of the Groms 2012 na França e vai viajar com tudo pago pelos organizadores para representar o Brasil em setembro na Europa. Na final da primeira seletiva para competidores com até 16 anos de idade, Victor frustrou a torcida local ao derrotar o surfista de Baía Formosa (RN), Jackson Rodrigues, 16 anos, por 14,35 a 10,35 pontos.

O Maui and Sons Arica World Star Tour foi encerrado com chave de ouro em tubos fantásticos de 4-6 pés na perigosa bancada de El Gringo. Os dois finalistas surfaram ondas incríveis e tiraram notas 10 no último dia da etapa do ASP World 3-Star do Chile. A do australiano Anthony Walsh saiu na bateria final e ele faturou os 8 mil dólares e os 750 pontos no ranking mundial unificado da ASP. O havaiano Eala Stewart surfou a onda perfeita nas quartas de final, mas também fez bonito na emocionante decisão do título, que terminou com um placar apertado de 19,45 a 18,35 pontos, de 20 possíveis.

Dia 20 - Robert Scheidt e Bruno Prada iniciam a última sessão de treinos antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Londres. Os brasileiros estão de volta à raia olímpica de Weymouth, na Inglaterra, onde terão o apoio do técnico Luca Modena e das duplas francesa (Xavier Rohart e Pierre Alexis Ponsot), dinamarquesa (Michael Hestbaek e Claus Olesen) e sueca (Fredrik Loof e Max Salminen).

Foto James Jenkins

Dia 23 – A família Nalu passou por Floripa e eu tive o prazer de conhecer Everaldo Pato Teixeira e Fabiano Nigol para uma matéria veiculada na edição deste domingo do Diário Catarinense e aproveito o espaço para compartilhar com vocês mais informações e impressões sobre o casal da família Nalu.

Dia 25 – A instalação do primeiro Centro de Treinamento de Vela do Brasil está cada vez mais perto de Florianópolis. Orçado em R$ 14 milhões, o projeto prevê a construção um prédio de cinco andares na sede oceânica do Iate Clube Santa Catarina – Veleiros da Ilha – em Jurerê. O edifício, que irá acompanhar o desnível natural do terreno, do acesso principal até o mar, abrigará vestiários, alojamentos, auditório, sala de eventos, academia de ginástica, piscina para hidroginástica, lojas e toda a estrutura necessário para formar e acomodar futuros campeões de Vela.

Dia 26 – O barco argentino Patagônia, de Norberto Vitale, foi o vencedor da primeira etapa da Mitsubishi Sailing Cup, na classe S40, disputada em Ilhabela. O melhor barco brasileiro foi o Crioula, do Veleiros do Sul, que terminou em quarto lugar na etapa válida pelo Campeonato Sul-Americano da classe S40. O Crioula encerrou sua participação com a vice-colocação na oitava e última regata disputada no domingo.

Dia 28 – A direção da Volvo Ocean Race revelou, em Lorient, na França, os detalhes do novo barco que será usado nas próximas duas edições da competição. De acordo com o CEO da Volvo Ocean Race, o norueguês Knut Frostad, as mudanças reduzirão custos e assim a flotilha poderá aumentar de tamanho com oito ou 10 equipes em edições futuras. Para o dirigente, será possível montar uma equipe competitiva com menos 15 milhões de euros.

Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

Dia 30O veleiro francês Groupama venceu a corrida do porto de Lorient, na França e consolidou a vantagem na classificação geral da Volvo Ocean Race 2011-2012. Depois de ficar brigando pelo segundo lugar com o Puma por 9,8 milhas náuticas, o veleiro comandado por Franck Cammas conseguiu a vitória com 11 segundos de vantagem após tirar proveito de um erro do computador do Camper durante a penúltima perna do percurso entre boias.

Freesurf ao vivo direto de Pipeline

28 de dezembro de 2012 0

Clique no link e assista ao fressurf que está rolando direto de Pipeline.

Retrospectiva Mar Aberto - Março e Abril

27 de dezembro de 2012 0

Taj Burrow venceu Mineirinho na final. Foto Kirstin/ASP

MARÇO

Dia 4 - O australiano Taj Burrow largou na frente na corrida pelo título mundial da temporada 2012 do ASP World Tour. A final foi disputada contra o paulista Adriano de Souza que quase virou o resultado na última onda, já que precisava de 7,87 e recebeu nota 7,60. No Roxy Pro, o evento feminino, Stephanie Gilmore ganhou a decisão australiana com Laura Enever para colecionar o seu quarto troféu de campeã na Gold Coast.

Os integrantes da equipe brasileira para o Mundial da Juventude da ISAF na Irlanda foram definidos em Porto Alegre, após a realizadação da última regata da Copa Juventude, vencida pelo Yatch Clube Santo Amero (SP). Os vencedores foram Martin Manzoli Lowy e Kim Vidal de Andrade (SP), na Hobie Cat 16; Ricardo Paranhos e Patrick Essle (SP), na 420 masculino; Viviam de Alencastro Guimarães e Marcela Rocha Moura (RJ) na 420 feminino; Vladimir Estoup e Breno Alex Osthoff (RJ), na 23er; Yago Carvalho (RJ), na RS:X masculino; Wendy Soares (RJ), na RS:X feminino;João Pedro de Oliveira (RJ), na Laser Radial masculino e Maria Cristina Boabaid (SC), na Laser Radial feminino.

Dia 6 – Tiago Bianchini, campeão catarinense de surfe profissional em 2011, se machucou quando treinava na Praia de Naufragados, no Sul da Ilha. O atleta sofreu uma fratura do calcanhar e desfalcou a elite catarinense na abertura do circuito Oakley SC Pro, na Praia da Joaquina, em Floripa.

Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

Dia 10 – O Groupama venceu a quarta perna da Volvo Ocean Race 2011/2012 entre Sanya (China) e Auckland (Nova Zelândia). Os franceses completaram as 5.220 milhas náuticas (9.542 km) na madrugada do dia 10, em 19 dias 15 horas e 36 minutos, com uma vantagem de mais de 100 milhas sobre o segundo colocado, o Puma.

O argentino Julio Alsogaray garantiu o bicampeonato Sul-Americano da classe Laser ao vencer cinco das sete regatas da competição disputada na Argentina. O catarinense Bruno Fontes ficou com a segunda colocação, seguido do uruguaio Alejandro Foglia. Outro catarinense, Alex Veeren, finalizou em 13º lugar.

Dia 11 – O paulista Jessé Mendes e a sul-africana Bianca Buitendag foram os campeões do Chiko Pro Júnior, evento da seletiva australiana do Mundial Pro Júnior, disputado na Praia de Merewether, em Newcastle, Sul da Austrália. Foram quatro dias de disputas, com ondas de 1,5 metro.

Foto Aline Bassi/Balaio

Dia 17 – A Copa Suzuki Jimny de Vela – XII Circuito de Vela de Oceano foi aberta no Yacht Club de Ilhabela (SP). A competição reuniu os mais competitivos velejadores das classes ORC, BRA-RGS-A, B, C, CRUISER, C30, HPE25 e M24.5.

Dia 18 – A tripulação formada por Flávio Quevedo, Jonathan Câmara e André Renard, do barco Don’t Let Me Down, conquistou o título do Campeonato Brasileiro da classe Soling. A competição reuniu 12 barcos de Porto Alegre e um de Rio Grande, no Veleiros do Sul, em Porto Alegre. Na segunda colocação ficou o Diferencial, tripulado por Nelson Ilha, Manfredo Flöricke e Felipe Ilha.

Os surfistas do Ceará levaram o título da primeira etapa do Circuito Billalbong Brasileiro de Surfe Amador, disputado na Praia de Maracaípe, nos dias 16, 17 e 18 de março, em Pernambuco. No evento promovido pela Confederação Brasileira de Surf, a delegação catarinense ficou com a terceiro colocação, atrás da Paraíba.

O catarinense Guilherme Ferreira largou na frente na briga pelo título estadual de surfe profissional da temporada 2012. O surfista de Florianópolis foi o vencedor da final da primeira etapa do Oakley Pro, disputada na Praia da Joaquina.Na decisão, Gui bateu o experiente Rodrigo Dornelles (RS), a revelação da competição Icaro Rodrigues (SP) e Yuri Gonçalves, de Garopaba. Jorge Spanner, do Rio de Janeiro, assumiu a liderança no ranking brasileiro.

A festa de Willian Cardoso na Austrália. Foto Robertson/ASP

O catarinense Willian Cardoso foi o terceiro brasileiro a vencer o Burton Toyota Pro, etapa nível seis estrelas da ASP, sediada em Merewether Brach, em Newcastle. Depois de Neco Padaratz em 2006 e Adriano de Souza em 2008, Panda levou o título do tradicional evento australiano numa final 100% verde amarela, contra o paulista Filipe Toledo. O evento de 28 anos de tradição tem na sua galeria de campeões surfistas como Tom Curren (o primeiro), Mark Ochilluppo (2x) e Mick Fanning (3 x).

Os seis veleiros da flotilha da Volvo Ocean Race partiram de Auckland, na Nova Zelândia, para a maior aventura da edição 2011/2012. Foram 12.417 quilômetros (6705 milhas náuticas) pelos mares do Sul passando por pontos sensíveis e estratégicos da competição, como o Cabo Horn.

Dia 24 – Em uma final 100% havaiana, John John Florence conquistou o segundo evento Prime do ano, o Telstra Drug Aware Pro, em Margaret River, no Oeste da Austrália, em ondas de um metro e meio, em Surfers Point. Na final, com duas ondas acima dos 9 pontos, John John bateu Olamana Eleogram e ficou com o título de forma merecida. Surfando com muita força e exibindo técnica nos aéreos, o campeão havaiano foi o autor de cinco das 10 melhores ondas surfadas no evento.

Paradeda e Baby. Foto de Maria Muinã

Dia 25 – Os velejadores do Clube dos Jangadeiros, Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling, garantiram a medalha de bronze no 3º Open Nacional de Snipe, evento disputado entre os dias 23 a 25 de março, em Santiago de la Ribera, em Murcia, na Espanha. A competição reuniu 108 tripulações, de 16 países, e contou com a participação de quatro duplas brasileiras.

O barco espanhol Telefónica, que tem o brasileiro Joca Signorini, sentiu a força do Oceano Antártico, quando enfrentaram ventos de mais de 70km/h e foi atingido por duas ondas gigantes no caminho até o Cabo Horn.

Dia 29 – A comunidade no surfe mundial ficou de luto com a morte do australiano Michael Peterson, aos 60 anos de idade. Mais conhecido como MP, o surfista marcou época no início dos anos 70 e era conhecido pela habilidade de se entocar nos tubos das intermináveis ondas de Kirra, na Gold Coast.

Dia 30 – O Groupama foi a primeiro veleiro a contornar o Cabo Horn, ponto mais meridional da América do Sul, na Volvo Ocean Race. Enquanto isso, o time Abu Dhabi Ocean Racing seguia a uma distância de mais de 1.500 milhas náuticas (2778 km) após uma ousada parada em alto mar para consertar o casco do barco. O time Telefónica, do brasileiro Joca Signorini, seguia na terceira posição. O Groupama, líder da quinta perna, passou pelo importante marco marítimo Cabo Horn às 9h55min (horário de Brasília) com uma diferença de apenas 24 quilômetros sobre o Puma, segunda colocado até o momento na quinta etapa.

Dois brasileiros foram anunciados para concorrer ao Billabong XX Big Waves Awards temporada 2011, o “Oscar” das ondas gigantes, com premiação marcada o dia 4 de maio, na Califórnia. O catarinense Everaldo “Pato” Teixeira concorre ao Maior Tubo do ano e o baiano Danilo Couto concorre à Maior Onda na Remada.

ABRIL

Dia 2 - Após mais de 5.604 milhas náuticas velejadas (10.300 quilômetros), Puma e Groupama fizeram um duelo típico de match race na parte final da perna entre Auckland (Nova Zelândia) e Itajaí (Brasil) da Volvo Ocean Race. A diferença entre os barcos era de seis milhas, ou 11 quilômetros.

O australiano Mitch Rawlins foi o campeão da segunda etapa do IBA World Tour realizada em The Box, Margaret River, no Oeste da Austrália. Na decisão, o aussie bateu o sul-africano Mark McCarthy.

Mick Fanning entrando na briga pelo título de 2012. Foto ASP/Kirstin

Dia 6 - O australiano Mick Fanning, 30 anos, voltou a badalar o sino da vitória no Rip Curl Pro Bells Beach. O título valeu 10 mil pontos e o terceiro lugar no ranking do ASP World Tour 2012. Vice-campeão do evento, o norte-americano Kelly Slater ultrapassou Adriano de Souza e assumiu a liderança do ranking mundial

Com o 11º lugar no Troféu Princesa Sofia, a dupla do Clube dos Jangadeiros, formada por Fernanda Oliveira e Ana Barbachan, garantiu classificação para Londres-2012, em Palma de Mallorca. A vaga era disputada com a dupla formada por Isabel Swan e Martine Grael, que ficaram em 16º lugar, com 20 pontos de desvantagem.

Dia 7 – Robert Scheidt e Bruno Prada garantiram mais um título na temporada 2012. A dupla brasileira da classe Star confirmou o favoritismo e venceu o Troféu Princesa Sofia Mapfre, válida pela Copa do Mundo ISAF, em Palma de Mallorca, na Espanha. Líderes do ranking mundial da Star, os velejadores só precisaram de um quarto lugar na Medal Race, para garantir o primeiro lugar.

Foto Paul Todd/Volvo Ocean Race

Dia 10 – Após 23 dias e com o mastro quebrado, o Groupama finalmente chegou a Itajaí e se juntou ao Puma e ao Telefónica no complemento da quinta perna da Volvo Ocean Race edição 2011/2012. Assim como já havia dito o diretor técnico do Telefónica, Horácio Carabelli, o comandante do barco francês Frank Cammas classificou a quinta perna como “a mais difícil da história”.

Foto Yann Riou/Volvo Ocean Race

Dia 11 – Com ventos de 25 a 30 nós, o Camper contornou o Cabo Horn na madrugada do dia 11 e está próximo de cumprir sua missão mais difícil que é chegar ao Brasil.

Dia 14 – A tetracampeã mundial Stephanie Gilmore, 24 anos, conquistou sua segunda vitória em três finais consecutivas e abriu vantagem na corrida pelo titulo da temporada. Na decisão do TSB Bank NZ Surf Festival, ela derrotou a atual campeã mundial, a havaiana Carissa Moore, 19 anos, por 15,76 a 15,06. Carissa foi finalista nas três edições da etapa neozelandesa e assumiu a terceira posição no ranking, atrás da australiana Sally Fitzgibbons, 21 anos.

Foto ASP/Robertson

Dia 15 – O catarinense Eder Luciano, atual campeão brasileiro, levou a segunda etapa do circuito catarinense de bodyboard profissional, a Taça Santa Catarina, disputada na Praia do Estaleirinho, em Belneário Camboriú. Eder aproveitou as ondas de meio a um metro e formação regular para vencer a final neste domingo e assumir a liderança do ranking.

Dia 17 – O Camper completou a quinta perna da Volvo Ocean Race após um mês velejando pelos mares do sul. A chegada ocorreu 10 dias depois dos primeiros barcos – Puma e Telefónica – atracarem em Itajaí. A equipe com bandeiras da Espanha e na Nova Zelândia somou 15 pontos e reassumiu a quarta colocação na classificação geral, 28 pontos atrás do líder (Telefónica).

Dia 20 – O barco Camper foi o vencedor da regata Pro-Am, destinada aos patrocinadores e convidados. A regata festiva não vale pontos, mas pode ser considerada uma prévia da Regata do Porto

Dia 21 – O Groupama venceu a Regata do Porto DHL, em Itajaí, e diminuiu a vantagem para os espanhóis do Telefónica na tabela da Volvo Ocean Race: 149 contra 133. A vitória foi conquistada após um erro tático do Telefónica.

Foto ASP/Robertson

Duas surfistas da nova geração decidiram o título do Commonwealth Bank Beachley Classic, quarta etapa do ASP Women’s Tour, em Sydney, na Austrália. A norte-americana Courtney Conlogue, 19 anos, derrotou a estreante na divisão de elite este ano, Malia Manuel, 18, do Havaí, e faturou o maior prêmio da temporada feminina, 30 mil dólares. Com os 10 mil pontos recebidos pela vitória, ele também saltou do oitavo para o quarto lugar no ranking feminino liderado pela aussie Stephanie Gilmore.

Dia 22 - Itajaí encerrou, com chave de ouro, o maior evento de sua história. Depois de ser durante 19 dias a capital da vela mundial, com a Parada da Volvo Ocean Race, Itajaí contabiliza o sucesso do evento com números impressionantes e elogios de turistas e estrangeiros que estiveram na cidade. Além disso, a parada resgatou a tradição náutica da região e a cidade se envolveu com o evento. Os sensores eletrônicos da Vila da Regata contabilizaram 281.420 visitantes em 19 dias, quase o dobro das 150 mil pessoas previstas pelos organizadores. O Puma fez a melhor largada para a sexta perna da Volvo Ocean Race 2011/2012 e abriu vantagem na saída de Itajaí para Miami. Os norte-americanos estão na disputa pelo título, mas o Telefónica lidera a competição com 32 pontos de vantagem.

Foto Shawn Parkin/ISA

O catarinense Matheus Navarro se tornou campeão mundial júnior ao vencer o ISA World Júnior Surfing Championship 2012, disputado em Playa Venao, no Panamá. Na final da categoria sub-18, o surfista de Balneário Camboriú venceu o paulista Deivid Silva por apenas 0,10 (16,93 a 16,83), deixando o português Vasco Ribeiro em terceiro lugar e o australiano Joshua Hay em quarto lugar.

O potiguar Ítalo Ferreira é o novo campeão brasileiro Sub-20 da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp). O potiguar acertou aéreos incríveis para fazer os recordes do Oakley Pro Júnior finalizado na Praia do Campeche após dois dias de paralisação por falta de ondas. Com a atuação, Ítalo impediu o inédito bicampeonato do capixaba Krystian Kymerson que ficou com o segundo lugar.

A cearense Isabela Sousa venceu o Port MacQuarie Festival, segunda etapa Grand Slam do Circuito Mundial Feminino, o IBA Tour 2012. Com a vitória, a segunda na temporada, a campeã mundial de 2010 deu um grande passo grande rumo ao bi.

Dia 23 – Marcelo Giardi, o Marreco, foi o campeão da etapa de abertura do Circuito Paulista de Wake 2012, que aconteceu dias 22 e 23 de abril, no Broa Golf Resort, na Represa do Lobo (SP).

Dia 24 - A paraíbana Diana Cristina ganhou o convite para disputar o Billabong Rio Pro, que acontece entre os dias 9 a 13 de maio (evento feminino), no Rio de Janeiro, e irá se juntar a catarinense Jacqueline Silva.

Foto: Daniel Primo - CBVM.

Dia 26 – As velejadoras do Clube dos Jangadeiros Fernanda Oliveira e Ana Barbachan são o grande destaque do Brasil na Semana Olímpica Francesa, disputada em Hyères, na França. A competição é válida como quarta etapa da Copa do Mundo de Vela da Federação Internacional de Vela (Isaf).

Dia 28 – O catarinense Tomas Hermes, campeão brasileiro 2011, recebeu o convite para disputar o Billabong Rio Pro, etapa do ASP World Tour que acontece entre os dias 9 e 20 de maio, no Rio de Janeiro.

Dia 29 – O surfista de Balneário Camboriú, André Moí, estudante da Univali, foi o grande campeão na categoria Open Universitário na segunda etapa do Circuito Mundo Univeristário, em Barra do Sul. O catarinense está na vice-liderança do ranking (1.676 pontos), atrás do potiguar André Fagundes (1.710), segundo colocado na etapa.

Big riders em alerta no Hawaii

27 de dezembro de 2012 0

Carlos Burle em Pico Alto. Foto:Gonzalo Barandiaran

Com a previsão da chegada de um grande swell para os dias 30 e 31 de dezembro, os big surfers já estão em alerta para a realização de dois eventos: o Quiksilver Eddie Aikau, em Waimea, e o Red Bull Jaws, ambos no Havaí. Os eventos não irão acontecer simultaneamente, de acordo com aviso dos organizadores, até porque os dois picos recebem ondulações diferentes. O brasileiro Carlos Burle está entre os 28 convidados para o Eddie Aikau que só rola quando as ondas atingem 20 pés ou mais na baía de Waimea.

Entre as novidades na lista deste ano estão John John Florence (Hawaii), Alex Gray (Califórnia), e Ian Walsh (Maui). Bruce Irons, Shane Dorian, Dave Wassel, Garret McNamara, Ross Clarke Jones, Kala Alexander, Grant Baker, Clyde Aikau e Kelly Slater são outros nomes de carteirinha do evento. O baiano Danilo Couto é um dos alternates no evento que tem período de espera até o dia 28 de fevereiro.

Danilo Couto botando pra baixo em Jaws. Foto Fred Pompermayer

No Red Bull Jaws, a lista quase se repete, mas Danilo e Burle estão entre os convidados para desbravar a onda chamada pelos havaianos de Peahi e a lista de alternates conta ainda com Marcio Freire e Yuri Soledade, brasileiros radicados no Havaí. O período de espera para o evento vai até o dia 15 de março de 2013.

Acesse o site oficial do Quilsilver Eddie Aikau 2012/2013

Acesse o site oficial do Red Bull Jaws

Confira a lista dos convidados para os dois eventos:

QUIKSILVER EDDIE AIKAU

Convidados: Alex Gray (EUA), Bruce Irons (HAV), Carlos Burle (BRA), Clyde Aikau (HAV) , Dave Wassel (HAV), Garrett McNamara (HAV), Grant Baker (AFS), Greg Long (EUA), Ian Walsh (HAV), Jamie OBrien (HAV), Jamie Sterling (HAV), Jeremy Flores (FRA), John John Florence (HAV), Kala Alexander (HAV), Kelly Slater (EUA), Kohl Christensen (EUA), Makua Rothman (HAV), Mark Healey (HAV), Nathan Fletcher (EUA), Noah Johnson (HAV), Pete Mel (EUA), Ramon Navarro (CHI), Reef Mcintosh (HAV), Ross Clarke Jones (AUS), Shane Dorian (HAV), Sunny Garcia (HAV), Takayuki Wakita (JAP) e Tom Carrol (AUS).

Alternates: Danny Fuller, Kalani Chapman, Kahea Hart, Michael Ho, Keone Downing, Brock Little, David Standt, Danilo Couto, Ben Wilkinson, Jamie Mitchell, Keoni Watson, Kealii Mamala, Rusty Keaulama, Gabriel Villaran, Tau Hannemann, Mark Mathews, Evan Valiera, Diego Medina, Rusty Long, Aaron Gold, Myles Padaca Chris Bertish, Ken Collins, Andrew Marr, Anthony Tashnick, Shawn Dollar, Ross Williams, Derek Dunfee

RED BULL JAWS

Convidados: Kala Alexander (HAV), Grant “Twiggy” Baker (AFS), Carlos Burle (BRA), Kohl Christensen (HAV), Danilo Couto (BRA), Shane Dorian (HAV), Nate Fletcher (EUA), John John Florence (HAV), Mark Healey (HAV), Bruce Irons (HAV), Albee Layer (HAV), Greg Long (EUA) Garrett McNamara (HAV), Ramon Navarro (CHI), Jamie O’Brien (HAV), Makua Rothman (HAV), Jeff Rowley (AUS), Kelly Slater (EUA), Ian Walsh (HAV), Shaun Walsh (HAV) e Dave Wassel (HAV)

Alternates: 1. Francisco Porcella (HAV), 2. Aaron Gold (HAV), 3. Billy Kemper (HAV), 4. DK Walsh (HAV), 5. Marcio Freire (BRA), 6. Reef McIntosh (HAV), 7. Kai Lenny (HAV), 8. Gabriel Villaran (CHI), 9. Tyler Larronde (HAV), 10. Matt Meola (HAV), 11. Yuri Soledade (BRA), 12. Mark Mathews (AUS), 13. Nakoa Decoite (HAV), 14. Ben Wilkinson (HAV)

Retrospectiva Mar Aberto - Temporada 2012 - janeiro e fevereiro

26 de dezembro de 2012 0

A partir de hoje, o blog Mar Aberto publica uma retrospectiva da temporada 2012, com os principais fatos noticiados aqui ao longo do ano. Este primeiro post é válido para os meses de janeiro e fevereiro. Confira:

JANEIRO

Dia 11 – Os velejadores Robert Scheidt e Bruno Prada retomaram a liderança do ranking mundial da classe Star. De acordo com a relação divulgada pela Federação Internacional de Vela (Isaf), Scheidt e Prada somam 4.646 pontos, à frente dos italianos Diego Negri e Ferdinando Colaninno (4.524) e dos noruegueses Eivind Melleby e Petter Morland Pedersen (4.518).

Dia 15 – O catarinense Wilhelm Schurmann vence a categoria slalom da 4ª Regata Internacional de Buzios (RJ), realizada em Manguinhos, no Buzios Vela Clube, entre os dias 9 a 15 de janeiro. O filho mais novo da família Schurmann venceu 12 das 18 regatas disputadas, além da regata final Rei de Búzios.

Foto Carlo Borlenghi/Rolex

Dia 19 – O Phoenix V/Mitsubishi, do experiente Eduardo de Souza Ramos, foi o campeão da etapa do Circuito Atlântico Rolex Cup, da classe S40, disputada no Uruguai, após briga acirrada com o o barco Crioula, do Veleiros do Sul.

Dia 22 – O catarinense Mario Mazzaferro, 17 anos, é o novo campeão brasileiro de Laser Radial. O velejador de Itajaí levou o título do 19º Campeonato Brasileiro realizado nas águas da represa de Três Marias, em Minas Gerais. A competição contou com cinco regatas e 88 velejadores e foi marcada por ventos fracos.

Dia 27 – Após o grave acidente de carro na Austrália em abril de 2011, a catarinense Jacqueline Silva voltou a competir ao participar da segunda fase da primeira etapa masculina do ASP South America Surf Series 2012, o Powerade Pro World Star Tour, em San Bartolo, em Peru.

Jaqueline Silva em Lobitos. Foto Kirfalens

Dia 28 – O  velejador catarinense Bruno Fontes conquistou a medalha de prata na Rolex Miami OCR, a primeira das seis etapas da Copa do Mundo de Vela,  nos Estados Unidos. Após vencer as últimas cinco regatas disputadas, Bruno (Eletrosul/Unimed/Age do Brasil e Fundesporte) finalizou a Medal Race em 10º lugar. Na Star, Robert Scheidt e Bruno Prada ficaram com o ouro.

O paulista Caio Ibelli faturou o título de campeão mundial Pro Junior da ASP ao vencer o australiano Garret Parkes em uma bateria extra. Foi o quinto título brasileiro na categoria em 13 edições disputadas.

O veterano Ronaldo Figueiredo venceu  o Nature Bodyboard, Music & Art disputado nas ondas do Riozinho (Campeche) e válido como primeira etapa do circuito catarinense de bodyboard profissional. Na decisão, ele derrotou Eder Luciano, atual campeão brasileiro, Darlan Vieira, campeão catarinense de 2011, e Fernando Gomes.

Nose riding de Jeferson Silva. Foto Diego Freire.

O brasileiro Jeferson Silva venceu o Huanchaco Longboard Pro e se tornou o campeão sul-americano de 2012 nos pranchões, na Playa El Elio, em Trujillo, no norte do Peru.

Dia 29 – O local da Praia de Grumari (RJ), Jorge Spanner, foi o campeão do Grussaí Pro Surf, a primeira etapa do Circuito Estadual de Surfe Profissional do Rio de Janeiro. O evento foi disputado em São João da Barra e contou pontos para o circuito brasileiro de surfe profissional (Abrasp Tour). Na final de poucas ondas, Spanner derrotou Leandro Bastos, Victor Ribas e Paulo Pequeno.

O surfista de Balneário Camboriú, Igor Arakaki, foi o destaque da abertura do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2012, realizado na Prainha, em São Francisco do Sul. O evento teve a participação recorde de 148 surfistas na disputa pelos 2000 pontos no ranking da Fecasurf.

Jorge Spanner largou na frente pelo título carioca. Foto Pedro Monteiro

FEVEREIRO

Dia 1º – O carioca, Raoni Monteiro, top da elite do surfe mundial, usou o twitter para comunicar que iniciaria o ano sem patrocínio e co-patrocínio.

Dia 4 - O paranaense Peterson Crisanto garantiu o bicampeonato para o Brasil no Oakley Pro Junior de Stradbroke Island, na Austrália. Em 2011, Peterson havia sido derrotado pelo capixaba Krystian Kymerson.

Telefónica era considerado imbatível. Foto Ian Roman/Volvo Ocean Race

Os espanhóis do Telefónica confirmaram o favoritismo e venceram a terceira perna da Volvo Ocean Race 2011/2012. A tripulação completou o percurso de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) até Sanya (China) – 4.600 milhas náuticas – em 12 dias, 19 horas e 58 minutos. Em segundo, chegou o Groupama, seguido por Camper, Puma e Abu Dhabi. O resultado foi histórico, pois desde a edição 1989/1990, ainda chamada de Whitbread, um barco não vencia as três primeiras etapas.

Dia 5 -  Os capixabas Léo Costa e Neymara Carvalho largaram na frente na corrida pelo título nacional da temporada 2012. A dupla venceu a primeira etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboard disputada nas ondas de meio metro e formação irregular do Farol de São Thomé, em Campos (RJ).

Com nota 10 na final, o campeão brasileiro de surfe de 2008, Gustavo Fernandes, venceu o FreeSurf Rio Pro, segunda etapa do estadual de surf profissional do Rio de Janeiro, nas ondas da Barra do Furado, em Quissamã. Com o resultado, Guga assumiu a liderança do ranking brasileiro de surfe profissional (Abrasp Tour).

Bruno Fontes garantiu a vaga olímpica em Búzios. Foto Pedro Felizardo CBVM

Dia 10 - A Semana Brasileira de Vela disputada em Búzios definiu com um dia de antecipação os representantes em seis classes nos Jogos de Londres/2012: Bruno Fontes (laser), Robert Scheidt e Bruno Prada (star), Ricardo Winicki (RS:X), Patrícia Freitas (RS:X), Adriana Kostiw (laser radial) e Jorge Zarif (finn).

Dia 12 -  O paulista Miguel Pupo, 20 anos, sagrou-se campeão da última edição do Hang Loose Pro Contest, em Fernando de Noronha (PE). Na final, ele superou o catarinense Jean da Silva, 27, e ambos assumiram a dianteira no ranking mundial unificado da ASP, que classificou 10 surfistas para o ASP World Tour 2013. O catarinense Ricardo dos Santos e o porto-riquenho Brian Toth perderam nas semifinais e ficaram em terceiro lugar.

Dia 18 - O Telefónica dominou a regata in-Port de Sanya, na China. Com o resultado, ampliou para 18 pontos a vantagem na liderança da regata de volta ao mundo, com 101 pontos, contra 83 do vice-líder Camper.

Jeff Hubbard começou o ano com título. Foto Miskov

O havaiano Jeff Hubbard venceu a primeira etapa do IBA World Tour, em Pipeline. Para muitos, o havaiano venceu o melhor evento de todos os tempos do Circuito Mundial. Em ondas perfeitas, de seis a oito pés (2,0 a 2,5 metros), Jeff mostrou que é o atleta a ser batido em Pipeline e com notas 9 e 9,65 deixou os três adversários em combinação na briga pelo título.

Dia 19 - Os títulos do Australian Open of Surfing, evento nível seis estrelas da ASP, ficaram com os australianos Matt Banting, no masculino, e Sally Fitzgibbons, no feminino. Com as vitórias, eles faturaram os 3,5 mil pontos no ranking da ASP. Na final, Banting venceu o norte-americano Evan Geiselman, enquanto Fitzgibbons bateu a peruana Sofia Mulanovich. Os brasileiros pararam nas quartas de final. Destaque para a ataução do catarinense Tomas Hermes, eliminado pelo campeão.

Isabela Sousa venceu em Pipe. Foto Specker/IBA

A cearense Isabela Sousa, atual campeã brasileira e vice-mundial, conquistou o título do Pipe Challenge, a primeira etapa do IBA World Tour, o circuito mundial de bodyboard. Em ondas de três a quatro pés (1 a 1,5 metro), Isabela venceu uma final quase 100% brasileira, que contou com Neymara Carvalho e Karla Costa, e a japonesa Minami Hatakeyama.

Dia 20 – Robert Scheidt e Bruno Prada trocaram o Carnaval pelo Campeonato Paulista de Star, como etapa de treinamento para a Olimpíada de Londres. O resultado foi o melhor possível: a 50ª conquista da dupla.

Dia 23 – O ASP World Tour 2012 nem havia começado e o paulista Gabriel Medina já ganhava prêmios. No banquete anual da entidade, o ASP Surfing Awards, o garoto prodígio de Maresias arrebatou os prêmios de revelação da temporada e de maior votação do público. O campeão mundial sub-20 Caio Ibelli e a cearense Silvana Lima também foram premiados. Ibelli, pelo título mundial, e Silvana, pela votação do público, na mesma categoria vencida por Medina.

Caio Ibelli com o seu título mundial Pro Jr. Foto ASP/Kirstin

Dia 26 – A equipe da Austrália ganhou com facilidade a edição inaugural do Mundial de StandUp Paddle (SUP) and Paddleboard da Internacional Surfing Association (ISA). Das 11 categorias em disputa, os aussies venceram sete e levaram a medalha de ouro por equipes e o troféu perpétuo Club Waikiki. Considerado o maior atleta de SUP do mundo, Jamie Mitchell se recuperou do erro na corrida técnica quando cruzou a linha de chegada sem carregar o remo e ganhou a maratona de Sup, seguido do compatriota Travis Grant e do francês Eric Terien.

Dia 27 - Em ondas de meio metro de altura, o destaque da segunda etapa do Circuito Oceano de Surfe Amador foi o surfista Alcides Lopes Neto, de São Francisco do Sul. Ele levou o título em duas categorias: júnior e mirim. Na Open, André Mói, de Balneário Camboriu, levou a etapa e abriu caminho rumo ao título da temporada.

O surfista Adriano de Souza era o único brasileiro ainda na briga pelo título da primeira etapa do ASP World Tour 2012, o Quiksilver Pro Gold Coast, disputado em Snapper Rocks, na Austrália. Mineirinho despechou os aussies Josh Kerr e Owen Wright para garantir vaga nas quartas de final do evento.

Adriano de Souza voando na Gold Coast. Foto Robertson/ASP

Confirma nesta quinta-feira, dia 27, o que de mais importante rolou nos meses de março e abril.

Tomas Hermes disponibiliza download de "Simplesmente Decorado"

26 de dezembro de 2012 0

Reprodução/Tomas Hermes TV

O surfista catarinense Tomas Hermes disponilizou o download do seu primeiro filme “Simplesmente Decorado”. O média-metragem conta com a participação de Tomas e de seus parceiros de tour como o catarinense Willian Cardoso e os paulistas Caio Ibelli, Filipe Toledo, Jessé Mendes e Miguel Pupo, em ondas de vários picos passando por África do Sul, Austrália, Brasil, Espanha, Indonésia, Inglaterra e Portugal.

O filme já teve seu lançamento nas telonas em uma premiera realizada em Balneário Camboriú e agora chegou a vez dos internautas. Para acessar, basta entrar no site do atleta campeão brasileiro 2010 e que dedicou o ano de 2012 as etapas do circuito mundial classificatório para a elite.

Veleiros do Sul habilita projetos para captar recursos do Pró-Esporte RS

26 de dezembro de 2012 0

Foto Ane Meira/Divulgação VDS

O Veleiros do Sul recebeu um “presente de Natal” na manhã desta quarta-feira, dia 26, com a habilitação para a captação de verba para dois projetos pelo Programa de Incentivo ao Esporte (Pró-Esporte/RS). O clube é um dos primeiros do Estado a aprovar projetos pela nova lei de incentivo na Secretaria de Esportes e Lazer do Rio Grande do Sul.

O secretário estadual Kalil Sehbe e a presidente da Fundação de Esporte e Lazer do RS (Fundergs) Renita Dametto receberam o vice-comodoro Eduardo Ribas para formalizar a entrega do documento que autoriza os projetos Campeonato Sul Americano de Optimist e Treinamento Olímpico da Classe 470 a receberem doações de empresas interessadas em apoiar o esporte da vela com aplicação 0,5% do ICMS a pagar.

Participaram também da cerimônia os velejadores em campanha olímpica Geison Mendes e Gustavo Thiesen, que serão beneficiados pelo projeto Treinamento Olímpico da Classe 470 e o gerente esportivo do Clube Odécio Adam. De acordo com o secretário Kalil Sehbe, a aprovação das cartas para o VDS foi unânime e a publicação no Diário Oficial, homologando as ações.

O projeto Campeonato Sul Americano de Optimist contará om três meses para a captação de R$ 371,5 mil e o projeto Treinamento Olímpico da Classe 470 terá prazo de seis meses para captar R$ 287,7 mil.

Sehbe relembrou ainda que, em fevereiro de 2011, esteve no Veleiros do Sul para participar da solenidade de batismo dos barcos Elliott 6M. Na ocasião, anunciou a criação de uma lei estadual para incentivo ao esporte, nos moldes da Lei do Incentivo à Cultura (LIC).

- Além de termos uma política estadual, voltada ao esporte, também vamos ter uma lei de incentivo através do ICMS a pagar, compromisso a ser honrado já no primeiro ano de governo. Será um marco inicial para grandes conquistas.

Na época, havia apenas um esboço do Pró-Esporte/RS e curiosamente o Veleiros do Sul foi uma das primeiras entidades a serem beneficiadas com o projeto:

A presidente da Fundergs Renita Dametto enfatizou a importância do Pró-Esporte para as associações a para os atletas do Estado.

- É um incremento grande de receita, um recurso necessário para podermos desenvolver todas as modalidades, assim como a vela que hoje recebe esse benefício pelo Veleiros do Sul. Campeonatos como o Sul-Americano de Optimist são importantíssimos e podem inclusive trazer novos atletas para o esporte – pontuou.

Com informações de Ane Meira – Assessoria de Imprensa do Veleiros do Sul

Seis anos sem Zeca Scheffer - Laje da Jagua

26 de dezembro de 2012 0

Thiago Jacaré, da Associação Tow-In de Jaguarina, postou e mandou esse vídeo para marcar o aniversário de seis anos da passagem de Zeca Scheffer, um dos desbravadores da Laje da Jagua. Natural de Torres, o surfista faleceu em um acidente na BR-101, após deixar Garopaba, quando se dirigia para Florianópolis, onde buscaria equipamentos para um curso de resgate. O vídeo tem até uma canção feita por Diego Nunes em homenagem ao surfista durante uma encontro feito para homenageá-lo.